NCAA – Trae Young marca 48 pontos, mas não evita derrota de Oklahoma em clássico estadual

Big 12

(14-4) Oklahoma 81 x 83 Oklahoma State (13-6)

Oklahoma
Trae Young: 48 pontos, cinco rebotes, oito assistências, oito bolas de três pontos convertidas, sete desperdícios de bola, 14-39 nos arremessos de quadra e 12-12 nos lances livres

Oklahoma State
Jeffrey Carroll: 23 pontos, 13 rebotes e 8-22 nos arremessos de quadra
Kendall Smith: 20 pontos
Tavarius Shine: 16 pontos, quatro assistências e quatro bolas de três pontos convertidas

 

(12-7) Baylor 67 x 70 Kansas (16-3)

Baylor
Jo Lual-Acuil Jr.: 14 pontos e 12 rebotes
Nuni Omot: 14 pontos

Kansas
Malik Newman: 24 pontos e sete assistências
Devonte’ Graham: 15 pontos, oito rebotes e sete assistências
Udoka Azubuike: 14 pontos e sete rebotes

 

(12-7) Texas 51 x 86 West Virginia (16-3)

Texas
Mohamed Bamba: nove pontos, 13 rebotes e quatro tocos
Dylan Osetkowski: pontos
Kerwin Roach Jr.: pontos
Matt Coleman: pontos
Eric Davis Jr.: pontos
Jericho Sims: pontos

West Virginia
Jevon Carter: 22 pontos, quatro rebotes, oito assistências e quatro bolas de três pontos convertidas
James Bolden: 19 pontos e cinco bolas de três pontos convertidas
Daxter Miles Jr.: 15 pontos
Sagaba Konate: dez pontos, 14 rebotes e seis tocos


ACC

(8-12) Pittsburgh 54 x 81 Duke (17-2)

Duke
Wendell Carter: 21 pontos, oito rebotes, três tocos e 9-10 nos arremessos de quadra
Marvin Bagley: 20 pontos e sete rebotes
Gary Trent Jr.: 17 pontos e cinco bolas de três pontos convertidas
Grayson Allen: 16 pontos e quatro bolas de três pontos convertidas

 

(10-9) Georgia Tech 66 x 80 North Carolina (16-4)

Georgia Tech
Josh Okogie: 18 pontos, sete rebotes e três tocos
Jose Alvarado: 17 pontos e quatro bolas de três pontos convertidas

North Carolina
Luke Maye: 17 pontos e 11 rebotes
Joel Berry: 16 pontos e oito rebotes
Cameron Johnson: 16 pontos
Theo Pinson: 11 pontos, dez rebotes e quatro assistências


SEC

(14-5) Florida 66 x 64 Kentucky (14-5)

Florida
Jalen Hudson: 17 pontos e cinco rebotes
Chris Chiozza: 13 pontos, seis rebotes e oito assistências
Keith Stone: 14 pontos

Kentucky
Wenyen Gabriel: dez pontos e sete rebotes
Shai Gilgeous-Alexander: dez pontos, quatro rebotes e seis assistências


Big Ten

(19-2) Purdue 87 x 64 Iowa (10-11)

Purdue
Carsen Edwards: 22 pontos, oito assistências e seis bolas de três pontos convertidas
Vince Edwards: 19 pontos, dois tocos e 8-11 nos arremessos de quadra
P.J. Thompson: 14 pontos e quatro bolas de três pontos convertidas
Dakota Mathias: 12 pontos, cinco rebotes, cinco assistências e quatro bolas de três pontos convertidas

Iowa
Luka Garza: 19 pontos e 8-10 nos arremessos de quadra


Big East

(18-1) Villanova 81 x 61 Connecticut (10-9)

Villanova
Jalen Brunson: 23 pontos, quatro assistências e cinco bolas de três pontos convertidas
Donte DiVincenzo: 17 pontos, quatro rebotes e cinco bolas de três pontos convertidas
Omari Spellman: nove pontos, 13 rebotes e dois tocos

Connecticut
Jalen Adams: 19 pontos, quatro rebotes e cinco assistências
Christian Vital: 15 pontos e cinco rebotes

 

(18-3) Xavier 73 x 64 Seton Hall (15-5)

Xavier
J.P. Macura: 27 pontos e cinco rebotes
Trevon Bluiett: 15 pontos e e cinco rebotes

Seton Hall
Desi Rodriguez: 19 pontos, quatro rebotes e sete desperdícios de bola.
Khadeen Carrington: 14 pontos, quatro rebotes, cinco assistências e três roubos de bola
Myles Powell: 11 pontos e cinco assistências
Angel Delgado: oito pontos, 18 rebotes e quatro tocos


Pac-12

(16-4) Arizona 73 x 71 Stanford (11-9)

Arizona
Allonzo Trier: 21 pontos e quatro bolas de três pontos convertidas
Dusan Ristic: 18 pontos e nove rebotes
Rawle Alkins: 13 pontos, sete rebotes e cinco assistências
DeAndre Ayton: nove pontos, oito rebotes e seis tocos

Stanford
Reid Travis: 20 pontos e dez rebotes
Dorian Pickens: 15 pontos
Michael Humphrey: 13 pontos e 12 rebotes

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • TRUETHIAGO

    Eu vi esse jogo, o Trae Young teve um péssimo começo, selecionando mal os arremessos, forçando muitas bolas, cometendo erros bobos, enfim, não à toa que Oklahoma State chegou a abrir 25×6 nos primeiros 10 minutos. Depois ele foi esquentando, comandou a reação dos Sooners após o intervalo, até que chegaram a virar o placar na reta final da partida. 73×70 de vantagem, segundos finais, e tomaram uma bola de 3 que levou o jogo para o OT.

    Claro que o garoto ainda tem muito o que melhorar, mas é impressionante sim o que está fazendo até agora, embora nem sempre consiga ser tão eficiente. Lembrando que esse time, na temporada passada, após a graduação e saída do Buddy Hield, obteve uma campanha de 11-20 (5-13 dentro da Big 12) e não passou nem perto de chegar no March Madness.

    Naturalmente que com o calendário afunilando a tendência é que percam mais jogos mesmo. Terça, por exemplo, recebem Kansas. Enquanto no próximo sábado vão à Alabama, no aguardado matchup que promete ser entre ele e o Collin Sexton, dois armadores de estilos diferentes, sendo que o Sexton inicialmente era apontado como o principal PG da classe, na frente do Trae.

    • reggiemiller31

      Se ñ me engano isso vem ocorrendo com frequência, ele começa mal forçando e só dps do intervalo é q ele passa a ser menos errático, diferente do inicio qndo ele começava voando e entauw dps as defesas se ajustavam. Vejo isso como preço da “fama”, agora td mundo já começa mordendo ele, q me preocupa é q ele já devia ter percebido e continuo achando q ele deveria focar mais em assistências(fácil fácil umas 14/15 pj) do q chutar de td q é canto. O time ñ é tão ruim onde só ele é q tem pontuar, vem me lembrando muito Westbrook temp passada.
      Duelo ontem Bamba x Konate foi muito interessante e uma pena queria muito ter visto UK x Gators.

      • TRUETHIAGO

        Acompanhei pouco de Kentucky até agora, e não gostei muito do que vi. Claro que o time possui bastante talento aculumado (Knox, Diallo, Gilgeous-Alexander, PJ Washington, etc) mas fiquei com a sensação que o encaixe entre eles não é dos melhores.

  • felipe fernando Oliveira

    Incrível como ninguém fala do Jalen Brunson que vem jogando bem e comandando Vila Nova a muito tempo. Esse garoto foi All America, Parade, MVP do mundial, tem altíssimo QI, arremessa bem de todo lugar na quadra e ninguém fala nele. Espero sinceramente que ele venha pra NBA na próxima temporada e arrebente. Se não for escolhido no draft na rodada 1, espero que caia muito na rodada 2 para que OKC escolha. Esse garoto tem um futuro promissor e já vai chegar quase pronto na NBA.