O Houston Rockets contou com o apoio de sua torcida para conquistar a primeira vitória na temporada. A equipe bateu sem grandes dificuldades um dos seus rivais do Texas, o San Antonio Spurs, por 105 a 85. Este foi o primeiro revés dos comandados de Gregg Popovich na competição.

Os locais tiveram controle pleno sobre a partida e não ficaram atrás no placar em nenhum momento do confronto. Mantendo quase cinco minutos o oponente sem pontuar durante o segundo período, o Rockets abriu dígitos duplos de diferença e nunca mais deixaria a diferença cair da casa dos 10 pontos. Basicamente, administraram o resultado sem complicações.

O time vencedor contou com o cestinha da partida: o ala-armador Kevin Martin, com 25 pontos. Também tiveram papel fundamental na vitória o ala-pivô Luis Scola (18 pontos) e o armador Kyle Lowry (16). Pelo Spurs, o principal anotador foi o ala-pivô DeJuan Blair (22).

San Antonio

DeJuan Blair: 22 pontos, 12 rebotes

Tony Parker: 12 pontos

Tiago Splitter: dez pontos, 11 rebotes

Houston

Kevin Martin: 25 pontos

Luis Scola: 18 pontos, cinco rebotes

Kyle Lowry: 16 pontos, oito rebotes, nove assistências, três roubos de bola

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Bom jogo do Splitter, se é que foi bom com o time perdendo.

  • Talles Soares

    o trio do rockets(Scola,Martin e Lowry) poder ser um trio pra disputar um playoff forte?

    • Ricardo Stabolito Jr.

      Playoffs forte, eu ainda não acredito. Mas são três ótimos jogadores e o elenco de Houston oferece boas peças de reposição (Lee, Budinger, Patterson, Hill).

  • Henrique

    O Spurs jogou tanto tempo com os reservas pq o jogo tava perdido ou pra poupar???

    Duncan e Ginobilli, por exemplo, 15 e 19 min cada um.

    • Talles Soares

      acho pq o jogo tava perdido, desde o fim do 2ª quarto com diferença de 20pts

  • Julio Zago

    Essa temporada, devido a grande quantidade de jogos num curto período, terá características bem peculiares, algumas equipes como os Spurs e o Dallas irão poupar suas estrelas ao máximo, evitar o desgaste será um fator determinante esse ano. A saúde da equipe ao chegar ao playoff será muito importante para definir suas chances. Sobre o Houston, apesar da fortíssima concorrência na conferência oeste, acredito que consiga uma vaga nos playoffs, mas vai brigar pela última vaga.