Confira as notícias que agitaram o basquete colegial nos últimos dias

Algumas notícias agitaram o basquete colegial nos últimos dias e vamos te mostrar as que tiveram mais destaque por lá:

GRANDES JOGADORES ANUNCIAM IDA PARA UNIVERSIDADES

O maior comprometimento da semana foi para Duke. O ala canadense RJ Barrett, da Montverde Academy (FL), anunciou seu comprometimento com o técnico Mike Krzyzewski e o Duke Blue Devils na sexta-feira passada, via TSN, durante a edição das seis da tarde do SportsCenter.

De acordo com a ESPN, Barrett é classificado como o jogador número 1 da classe de 2018, após a sua reclassificação da classe de 2019, em julho. Ele se junta a Cameron Reddish e Tre Jones como o terceiro compromisso da classe 2018 pelo Blue Devils.

Kentucky, que estava no páreo por Barrett, perdeu o melhor atleta da classe de 2018, mas conseguiu dois bons comprometimentos: Tyler Herro e Keldon Johnson.

Herro é um ala-armador da Whitnall High School (WI) e vem tendo ótimas temporadas no ensino médio. É um jogador confiável nos arremessos de média e longa distância, e deve ser bem usado na rotação do time treinado por John Calipari.

Johnson é um ala da Oak Hill Academy (VA), que vem evoluindo demais desde a temporada passada. Teve um ótimo desempenho no circuito de verão do Nike EYBL e neste começo de temporada do High School, com médias acima de 20 pontos por jogo.

Eles se juntam ao armador cinco estrelas, Immanuel Quickley. Portanto, para variar, Kentucky fez bons recrutamentos.

O talentoso armador cinco estrelas, Darius Garland, da Brentwood Academy (Tenn), escolheu ir para Vanderbilt.

Garland estava considerando Indiana, Kentucky, UCLA e Vanderbilt. Ele realizou visitas oficiais às quatro universidades.

No fim das contas, ele escolheu ficar mais perto de casa e considerar os anos que a sua família tem de amizade com o treinador Bryce Drew.

Kenneth Nwuba, o pivô da Huntington Prep (WV), se comprometeu com UCLA. O comprometimento de Nwuba vem algumas semanas depois da sua vista oficial em Westwood no mês passado (21 de outubro).

De acordo com 247Sports, Nwuba é classificado como o jogador número 235 na classe de 2018 e o pivô nº 16 da classe. Ele se junta a Jules Bernard e David Singleton III como o terceiro comprometimento na classe do UCLA Bruins para o ano que vem.

ATUALIZAÇÕES NOS RECRUTAMENTOS DE ZION WILLIAMSON E BOL BOL

Classificado pela ESPN como o segundo melhor jogador da classe de 2018, o ala-pivô Zion Williamson está considerando Duke, Kentucky, Kansas, Carolina do Norte, Clemson e Carolina do Sul.

“Eu sei que o Signing Day é no próximo mês e eu estou pronto. Eu definitivamente vou assinar”, escreveu Williamson em seu blog no USA Today, no mês passado. “Mas eu não quero me sentir apressado por uma data, então estou apenas vendo como tudo está acontecendo.

“Meu coração tem que me dizer em qual escola eu deveria estar. ”

“Sempre é divertido quando leio coisas diferentes dos sites esportivos que pensam que todos descobriram e sabem quem eu vou escolher. Eu nem sei disso ainda! Haha! “

O recrutamento de Williamson ainda está realmente aberto, mas alguns nomes aparecem com mais força. Meses atrás, era praticamente certo que ele iria escolher Kansas, mas após o escândalo com o FBI, a família não quer ver Zion envolvido, já que o seu nome foi citado em um possível esquema.

O jogador ainda pensa em Kansas, mas scouts apontam que Kentucky e Clemson aparecem com mais força. Isso porque Calipari fez duas visitas à casa do Zion, sendo convidado uma vez para jantar. Não é comum chamar treinadores para jantar quando não se tem algum interesse.

Pelo lado de Clemson, Zion fez uma visita não oficial meses atrás e a visita foi tão boa que o jogador da Spartanburg Day decidiu gastar uma visita oficial para ir lá mais uma vez. O clima do campus e como ele foi tratado parece ter agradado muito o jogador.

Já o pivô filho do ex-jogador da NBA, Manute Bol, está cada vez mais perto da universidade de Oregon. O jovem atleta parece não querer ter outras opções. Diversas universidades chamaram ele para visitas oficias e ele descartou, mesmo dando poucas entrevistas. Portanto, Bol Bol está a um passo de Oregon.

RAZÕES FAMILIARES TIRAM BOL BOL E PJ FULLER DA MATER DEI

Em poucos dias, a Mater Dei (CA) perdeu o ala-armador PJ Fuller e o pivô Bol Bol por razões familiares.

No dia 9, Evan Daniels deu a primeira notícia que Fuller voltou para Seattle por causa de problemas de saúde na família. O jogador quatro estrelas da classe 2019 tinha se transferido de Nathan Hale (WA) para jogar a sua temporada como junior pelos Monarchs. Ainda não se sabe aonde Fuller vai jogar em Seattle.

O time da California estava empolgado para a sua nova temporada, pois Fuller mostrou um ótimo instinto para pontuar logo na pré-temporada contra Sierra Canyon (CA). Adicionando o armador comprometido com Harvard, Spencer Freedman, e Bol Bol, o time iria brigar por títulos.

Mas no sábado, dia 11, veio a notícia mais impactante. Bol Bol, pivô cinco estrelas da classe 2018, também está deixando os Monarchs. Steve Fryer noticiou que Bol está se transferindo para Findlay Prep (NV) por razões familiares.

Definitivamente, o mês de novembro não começou muito bem para os Monarchs.

BRASILEIRAS BRILHAM NA CAROLINA DO NORTE

As brasileiras Izabela Nicoletti e Izabel Varejão (irmã do jogador Anderson Varejão) estão se destacando na Neuse Christian Academy (NC).

Antes de mostrar como elas estão indo por lá, veja a Nicoletti assinando de forma oficial com a universidade de Florida State. Vale ressaltar que a Nicoletti é a sexta melhor jogadora dos Estados Unidos, segundo a ESPN.

Para quem se interessar, a Nicoletti me deu uma entrevista neste mês que ficou bem legal. Clique AQUI para conferir.

Veja abaixo como elas se saíram nos dois primeiros jogos da escola.

Quer saber mais sobre o basquete colegial? Então fique ligado no Jumper Brasil! Até a próxima, pessoal!

Felipe Souza
Felipe Souza
Felipe Souza é o criador do site HSBasketballBR e co-criador do Live College BR. Ele escreve para o site americano D1Vision. Faz trabalho de Scout nas horas vagas e acredita que o estudo diário do basquete, faz dele um profissional melhor.
  • RaposAdams #TanKINGS

    So bust, proximo?

    • Igor

      Barrett bust? Mas não vai ser mesmo

  • Maicon Gomes

    Excelente matéria.
    Sempre bem detalhada!

    • Felipe Souza

      Poxa Maicon, muito obrigado!