Novos reforços funcionam novamente, LeBron brilha e Cavs bate Thunder fora de casa

(34-22) Cleveland Cavaliers 120 x 112 Oklahoma City Thunder (32-26)
No segundo jogo após a reformulação do elenco, o Cleveland Cavaliers voltou a vencer outro forte adversário. A vítima da vez foi o Oklahoma City Thunder, na Chesapeake Energy Arena. O Cavs foi liderado por LeBron James, autor de 37 pontos, oito rebotes e oito assistências.

Depois de ficar ausente por dois jogos, Russell Westbrook já fez sua presença ser sentida, assistindo Steven Adams para a primeira cesta do jogo. Já Carmelo Anthony demorou um pouco mais para aparecer, pegando rebote e embalando uma cesta com três minutos de jogo. Durante o primeiro período, o Thunder foi melhor a maior parte do tempo. A vantagem chegou a sete pontos após nova combinação bem-sucedida entre Westbrook e Adams. Contudo, duas cestas de três pontos seguidas de JR Smith reduziram drasticamente a vantagem, e Tristan Thompson foi o responsável por virar o marcador. No restante do quarto, as equipes tiveram equilíbrio de ações, e o Cavs fez o suficiente para sair vitorioso por 29 a 28.

O equilíbrio do primeiro período também foi visto na maior parte do segundo. Pelo lado do Cavs, Rodney Hood estava calibrado de trás do perímetro, convertendo três de seus primeiros cinco arremessos. E ele não era o único: além dos supracitados JR Smith e Hood, LeBron James e Cedric Osman também apareceram bem da linha de três pontos. Com alto aproveitamento nos arremessos, não tardou para a vantagem do Cavs atingir duplos dígitos. Quem comandou a reação parcial do Thunder foi Paul George, que fez quatro dos seis últimos pontos de sua equipe no período. As franquias foram ao vestiário com os visitantes liderando por cinco: 62 a 57.

O terceiro quarto começou a todo vapor, com direito a três cestas de três em pouco mais de trinta segundos: duas de Paul George, e uma de LeBron James. Ainda assim, o ataque do Cavs parecia render mais do que o de seu adversário, e a vantagem novamente ultrapassou a barreira dos dez pontos após novo arremesso convertido por LeBron. O jogo parecia estar ficando difícil para o Thunder, quando Westbrook e Anthony apareceram bem e reduziram a diferença para apenas dois pontos em menos de um minuto. O Thunder até chegou a virar após lances livres de Adams, mas o Cavs soube reagir bem e levar uma vantagem de quatro pontos para o último período.

No quarto final, dois dos novatos em Cleveland, Jordan Clarkson e Rodney Hood, chamaram a responsabilidade e estenderam a vantagem do Cavs para sete pontos, forçando o técnico Billy Donovan a chamar tempo técnico. Contudo, a parada não surtiu o efeito desejado, visto que a vantagem do Cavaliers só aumentou. Durante os momentos seguintes, o jogo foi parelho, mas isso não era suficiente para o Thunder, que precisava encaixar uma boa série para voltar ao jogo. Quando Jerami Grant acertou tiro de longe com a ajuda do aro, a esperança em Oklahoma City voltou a subir, mas Clarkson respondeu na mesma moeda e deu praticamente fim a quaisquer pretensões do Thunder de dar real emoção aos minutos finais de partida, que acabou 120 a 112.

Destaques

Cleveland

LeBron James: 37 pontos, oito rebotes e oito assistências
JR Smith: 18 pontos e seis rebotes
Jordan Clarkson: 14 pontos e quatro assistências
Rodney Hood: 14 pontos
Larry Nance Jr.: 13 pontos e nove rebotes
Jeff Green: dez pontos

Oklahoma City

Paul George: 25 pontos, quatro rebotes e seis assistências
Carmelo Anthony: 24 pontos e sete rebotes
Steven Adams: 22 pontos e 17 rebotes
Russell Westbrook: 21 pontos, sete rebotes e 12 assistências


(30-27) Miami Heat 112 x 115 Toronto Raptors (40-16)

Destaques

Miami

Goran Dragic: 28 pontos e quatro assistências
James Johnson: 16 pontos e sete rebotes
Wayne Ellington: 15 pontos e sete rebotes
Bam Adebayo: 11 pontos e cinco rebotes

Toronto

DeMar DeRozan: 27 pontos e quatro assistências
Kyle Lowry: 22 pontos, quatro rebotes e oito assistências
Serge Ibaka: 14 pontos e dez rebotes
CJ Miles: 11 pontos


(18-40) Atlanta Hawks 92 x 97 Milwaukee Bucks (32-24)

Destaques

Atlanta

Dennis Schroder: 18 pontos e quatro assistências
Kent Bazemore: 17 pontos, cinco rebotes e quatro assistências
Ersan Ilyasova: 15 pontos e sete rebotes
Dewayne Dedmon: 13 pontos e dez rebotes
Taurean Prince: 11 pontos

Milwaukee

Khris Middleton: 21 pontos e sete rebotes
Giannis Antetokounmpo: 15 pontos e 15 rebotes
Eric Bledsoe: 14 pontos, nove assistências e três tocos
Tyler Zeller: 14 pontos e oito rebotes
Thon Maker: 12 pontos


(43-13) Houston Rockets 126 x 108 Minnesota Timberwolves (35-25)

Destaques

Houston

James Harden: 34 pontos, seis rebotes e 13 assistências
Ryan Anderson: 21 pontos e quatro rebotes
Clint Capela: 14 pontos e 12 rebotes
Chris Paul: 13 pontos, oito rebotes e sete assistências
Eric Gordon: 13 pontos

Minnesota

Karl-Anthony Towns: 35 pontos e 12 rebotes
Jeff Teague: 25 pontos, cinco rebotes e oito assistências
Jimmy Butler: 15 pontos, sete rebotes e seis assistências
Taj Gibson: 12 pontos e cinco rebotes
Jamal Crawford: 11 pontos


(18-38) Sacramento Kings 114 x 109 Dallas Mavericks (18-40)

Destaques

Sacramento

Zach Randolph: 22 pontos e sete rebotes
Bogdan Bogdanovic: 19 pontos, cinco rebotes e quatro assistências
Garrett Temple: 13 pontos
Justin Jackson: 12 pontos e seis rebotes
De’Aaron Fox: 11 pontos, quatro rebotes e sete assistências
Kosta Koufos: 11 pontos e sete rebotes
Willie Cauley-Stein: dez pontos e quatro rebotes

Dallas

JJ Barea: 19 pontos, cinco rebotes e 13 assistências
Dwight Powell: 18 pontos, seis rebotes e cinco assistências
Harrison Barnes: 18 pontos e cinco rebotes
Dennis Smith Jr.: 17 pontos
Wesley Matthews: 13 pontos e cinco rebotes
Dirk Nowitzki: 12 pontos e seis rebotes


(35-24) San Antonio Spurs 103 x 114 Denver Nuggets (31-26)

Destaques

San Antonio

Joffrey Lauvergne: 26 pontos e 12 rebotes
Tony Parker: 17 pontos e quatro assistências
Dejounte Murray: 12 pontos e cinco rebotes
Davis Bertans: 12 pontos e quatro rebotes
Pau Gasol: dez pontos e sete rebotes

Denver

Nikola Jokic: 23 pontos, 13 rebotes e 11 assistências
Will Barton: 20 pontos, cinco rebotes e seis assistências
Wilson Chandler: 17 pontos, oito rebotes e cinco assistências
Jamal Murray: 17 pontos e cinco rebotes
Gary Harris: 15 pontos
Trey Lyles: 11 pontos

  • King Cuban #MFFL

    Parece que os Mavs activaram o Tank mode (finalmente)… Só vou tirar conclusões no fim da temporada já que esses malditos veteranos (Wes, Barea, Mejri) não foram trocados e tenho minhas duvidas sobre a competência no tank do incompetente Don Nelson…

    • Diego Costa

      Malditos porque tirando o Mejri eles ainda rendem algo e atrapalham o tank né? Barea e Wes seriam úteis em vários times fortes

      • King Cuban #MFFL

        Eles atrapalham o Tank e se fosse uma temporada para vencer também atrapalhariam… Wes pensa que é Kobe e o Barea é um dos maiores ball hoggers da liga… Em termos de utilidade só o Wes se salva pois já sabemos como o Barea é longe do RC…

        • Cartaxo

          Acho q Barea nao saiu por gratidão dos mavs e pra ser uma especie de “mentor” do DSJ. Os outros dois deveriam ser trocados sim, são uteis mas nao pro tanking… tanto se comentou proximo da trade e o unico movimento foi a saída do Harris. DSJ, Barnes e o que vier do draft desse ano dá uma boa base pro futuro. Powell inacreditável hein?! Que mudança radical foi essa?! Pqp..

      • Sérgio Menezes

        O mejri faz umas cagadas mas é bom defensor e reboteador.

    • Sérgio Menezes

      Que o tank continue assim.

  • Diego Costa

    O big 3 + Adams e Grant fizeram sua parte, mas não adiantou nada, com esse banco ridículo fica muito difícil. Ainda mais com o Lebron e o banco jogando nesse nível.

  • Lucas Bitencourt

    Quando o Jokic vira free agent? Não vejo muitos jogos dos nuggets mas pela box score ele me parece um ótimo pivô, cairia muito bem em vários contenders.

    • Diego Costa

      Final da próxima temporada

      • Eduardo Rebelatto

        Mas não muda nada, pois nuggets vai cobrir todas ofertas

    • JOSE MARINHO

      Nuggets vai dar o max, ele vira restrito daqui a duas temporadas, senao me engano.

  • dirct

    Spurs vai perder essa terceira colocação e não vai demorar muito, o elenco já é envelhecido e ainda com o DM cheio não há Pop que dê jeito, Spurs tem apenas uma derrota a menos que os Wolves e duas que o OKC, olhando que Leonard não tem prazo pra voltar e o time vai terminar a temporada regular se arrastando pela alta média de idade do elenco dos bons jogadores e pouca qualidade dos jogadores mais novos eu apostaria que fica entre OKC e Wolves essa terceira posição do Oeste.

    • Bruno Grotta

      É, cara, o futuro a curto prazo do Spurs é bem preocupante.
      É realmente como o Manu disse, o time que tá jogando agora pode até ter sua organização, mas falta muito talento. O problema é esse, enquanto os três não voltarem, essa velha guarda vai ter que se redobrar pra trazer umas vitórias, e aí as consequências pra pós temporada podem ser grandes.

    • Daniel Nogueira

      A tabela pro Spurs não poderia ser pior. É provável que o Spurs não perca só a terceira colocação, mas também o mando de quadra.

  • Rodrigo Soares

    Spurs ja me preocupava antes da temporada começar pelo fato de ter feito uma offseason horrivel , renoação no Mills , renovação com Gasol, perdendo bons jogadores como Simmons e o Dedmon, alem de só ter contratado o Gay (sendo que o time ja mostrava que precisava melhorar seu elenco).
    Ano passado foi a temporada que o Spurs só chegou nas final por causa do Leonard, e agora com ele lesionado a situação é mais terrivel ainda.
    Se o Pop e o Buford não acordarem e buscarem algumas trocas e novas aquisições as próximas temporadas tendem a ser bem estranhas em SA.

    • Ramon

      Já achava que essa reformulação deveria ter sido feita na saída do Duncan, onde o time já se mostrava velho e exaurido. E pra surpresa de todos, até a presente temporada nada foi feito. As consequências da falta de iniciativa e o comodismo estão vindo a tona. Teria sido mais fácil reformular o time quando estava em alta do que no declínio que está atualmente.

      • Rodrigo Soares

        Exato. Esse negocio do pop fazer milagre toda vez nao da certo.
        Não pra ganhar sem ter um time competitivo, não estamos mais em 2014, hoje tem uns 5,6 times mais competitivos que o Spurs , estamos 12 -19 contar times com mais de 50%.
        Se nao bastasse estarem dormindo na tradeline, ainda fizeram renovações pessimas, doi só de lembrar das renovações de Mills e Gasol

        • Eduardo Rebelatto

          Esse contratos ridículos que deram prejudicaram demais, dar contrato longo pra pau Gasol é ridículo, mills nao merece metade do que está ganhando, além de ser terceira opção de armação. Realmente o spurs vacilou muito em dar esse contratos, já que não conseguiu ngm de grande nome na offseason, deveriam ter ficado nessa próxima e não em ter um time competitivo, mas que não te patamar de título. Leonard, aldridge e mais um cara consolidade( não precisaria nem ser uma super estrela) é esse time já iria longe, pop sempre faz milagres com jogadores médios em suas rotações

  • Will

    Pode ser um tanto precoce para um comentário assim, mas a julgar pelos dois últimos jogos, houve uma melhora significativa no Cavs após a contratação dos últimos reforços. Comparado com o que estava jogando antes, o nível do basquete apresentado pelos Cavaliers está bem melhor atualmente.

    • dirct

      A diferença é que os CAVs agora competem e antes olhavam, acredito que antes era um misto de falta de perna por causa dos jogadores velhos com falta de vontade provocada pelo clima que estava claramente ruim entre os jogadores, falavam muito do Lue enquanto o time perdia mas a verdade é que quando os jogadores se negam a competir não tem nada que o técnico possa fazer a não ser o que Lue fazia: Olhar de boca aberta a falta de vontade do seu time.

      Existem duas maneiras de se perder, a primeira é dando tudo que vc pode e o adversário sendo ainda melhor, a segunda é quando vc faz corpo mole e nem tenta competir, o grupo anterior dos CAVs perdia da segunda maneira, não tinha jogo nenhum.

      • Diego Costa

        Então o Lue não tem culpa de nada? É isso? Rs

      • Ricardo Soares

        Acho q a intensidade defensiva está melhor. O elenco pré troca “pagava pra ver” os arremessos de 3, este elenco agora, os caras tão chegando nos arremessos 3, acho q tá fazendo uma grande diferença.

  • Caíque Paro

    “Lebron James é o Batman e todos nós somos o Robin” definição perfeita do nosso querido George Hill, Lebron tem que entrar em quadra pra fazer isso que ele fez hoje (contra os Celtics não precisou), fazer 30 ou 40 pontos por jogo e os “Robin” fazerem 10-15 pontinhos cada, dessa forma vamos longe! E o que dizer do garoto Jordan Clarkson, personalidade incrível, não sentiu o peso de jogar com um dos melhores da história… Outro destaque é do nosso novo pivô Larry Nance Jr., que não pode ser reserva de forma alguma do Tristan Thompson, além do pai ser um ídolo da franquia. Enfim, muito contente com o novo elenco!

    • Gustavo

      Grande mudança de posicionamento, pra quem esperneou no dia das trocas porque não veio o pivô all star, mas sim os “desconhecidos” Hill, Clarkson, Hood e Nance Jr…

    • Doug

      Eu creio que seja exatamente isso aí q motiva essa molecada…jogar ao lado de um ídolo ainda no auge, o que deve ser inspirador demais, e ter a chance real de disputar títulos ao seu lado, sendo verdadeiramente importantes para o time, já que são bem talentosos…

    • Doug

      E o Hood, que já mostrou ser score nato e não ter medo de cara feia…

      • Ser_Humano_Vivo

        Até porque se tivesse, nem coragem teria para se olhar no espelho…. kkkkkkkk

    • Victor Chittolina

      Robin tinha que ser o Hood.
      ba-dum-tss

      • MDias

        Kkkkk

      • Diego Costa

        Parabéns

  • JOSE MARINHO

    E houve quem disse que o lakers mantou o cavs, Eu disse que a troca foi muito boa pros dois.

  • Julio Zago

    Acompanhei o jogo do Cavs e a primeira alteração que percebi foi a intensidade da equipe, o elenco compete mais e se mostra muito mais motivado e competitivo, taticamente não percebi uma grande evolução, mas o time deixou aquela postura passiva de lado e parece que voltou a acreditar.
    O trabalho do comando técnico continua questionável, mas o elenco está mostrando sua capacidade e fazendo a diferença, ainda não é uma maravilha, mas o time volta a seu papel de protagonista.
    Por outro lado, em que pese meu coração Celta, mas me parece que o Raptors vai se consolidando como o grande adversário do Cavs na Conferência.
    Como eu já disse aqui, acho o time do Toronto muito talentoso, se souberem ter a postura competitiva correta nos offs pode complicar muito para o Cavs.

  • Gustavo

    Até o JR resolveu jogar bola agora que tem concorrência. A injeção de ânimo no Cavs foi o principal ganho dessas trocas.

  • pedrokadf

    Se analisarmos que o Heat jogou contra o líder do leste e perdeu por apenas 3 pontos, podemos dizer q foi um bom jogo…
    Heat vai dar trabalho nos playoffs, não achem q que vai ser fácil…
    SPO vem fazendo um grande trabalho, engrenar umas 3/4 vitorias volta a ficar no meio da tabela…
    Ps: Essa camisa ficou muito bonita #GoHeat

    • Muuuitos turnovers no jogo de ontem =/
      Heat tem um padrão tático muuuuito bom, mas ontem vacilamos (na sequência de derrotas foram vacilos atrás de vacilos). Não pode ser assim, mas paciência… Agora é vencer Phila.

      • pedrokadf

        isso aí, os turnovers estão matando o time… melhorar esse ponto, pois a defesa está muito bem…

  • Frei Presti
    • Agora é Frei? UASUHUSAHUHAS

      • Doug

        Foi rebaixado, pelo visto…desse jeito vai virar coroinha…

      • Frei Presti

        Vaticano ta perdoando os erros não

  • Frei Presti

    Me diz quem coloca Abricks faltando 40segundos pra acabar, o cara com 0 pts em 23min, no lugar do grant que era o unico reserva q tava jogando alguma coisa.
    Ontem foi o jogo que o Lue se sentiu inteligente sabendo que tinha um técnico mais burro que ele no outro lado.
    Não aproveitaram q Wolves e Spurs perderam,ia encostar de ver na seed 3,mas sem banco e com um jumento comandando eles fica difícil.
    Banco dos Cavs meteu 51 pts, do OKC, 20.

  • Arthur Oliveira Santos

    Bela vitória do cleveland, como falaram ai abaixo os reforços vieram muito bem e tiraram a passividade que existia por lá até então com muita energia, entrega defensiva e são caras que por enqunato não estão desperdiçando os open shots e aquelas bolas bobas..

    No entanto queria falar do OKC, ontem o Carmelo teve talvez sua melhor partida da temporada, tava simplesmente matando tudo, e a vaca só não foi embora precocemente por causa da sua atuação.. Aí me chega o último quarto e o RWT centraliza o jogo, não teve aquele feeling de que o companheiro tava onfire e acioná-lo cada vez mais no jogo.. Até pq qd o Carmelo tem esse tipo de atuação ele deve ser obrigatoriamente a principal arma ofensiva da equipe, mas não foi o que vimos ontem… Se carmelo mantiver esse poderio ofensivo e o RWT conseguir fazer que ele tenha mais volume de jogo, envolvendo-o nas jogadas, principalmente nos finais de partida, e os outros 3 manterem o que vem entregando na temporada… podemos ter o OKC fazendo frente no oeste selvagem

  • Thiago / Coming up ASG

    Wiggins 40 mins/7 pontos. Nem entrou em quadra direito.

    Os velhinhos do Spurs irão chegar nos offs só no bagaço. Pop confia demais no time que tem, mas vai precisar ir ao mercado na próxima agência livre, sem dúvida.

    JR pode continuar jogando assim, aí na agência livre ele se valoriza um pouco e Cavs tenta uma trade, safado. São dois jogos, prever algo é fora da realidade. Mas, a rapidez com que esse time joga, mudou da água para o vinho.

    • Doug

      Ah…esses Spurs…Pop vacilou demais…ficou muito quieto na tradeline…com esse time aí, não dá para disputar título não…a menos que a ideia não seja essa agora…precisa, no mínimo de uns dois ou três reforços talentosos…e aqui não digo estrelas, mas caras bons e já provados…

      • Thiago / Coming up ASG

        Não sei nem se a palavra certa é “vacilo”, porque eles sempre trabalharam dessa forma. A questão é que os outros times se reforçam, contratam jovens jogadores, bons, montam times com muitos bons jogadores a cada temporada que passa. O Spurs está ficando para trás em relação a isso.

        Apesar dos que chegam no Spurs se encaixarem na filosofia do Pop e terem um bom papel, não estão a nível de brigar por títulos ou até mesmo final de conferência.

        • Doug

          Então…o vacilo, pra mim é esse…de estagnar nesse sentido…a franquia é vitoriosa com a mesma filosofia há duas décadas, então, falar em vacilo é difícil…mas, até então, contava com um trio de baluartes…hj isso se resume, praticamente, a um cara…então, o vacilo, pra mim, é em relação à reposição para manutenção deste nível, e não apenas um nível satisfatório, que é o que tem sido, afinal o que se quer, para além de competir, é vencer…

      • vsr.snake

        Spurs tentou os principais free agents todos os anos, tentou o Durant, o CP3 e, antes trouxe o Aldridge (esse acabou sendo um decepção, só dando algum retorno agora). Não dá pra falar que eles ficaram parados.

        • Doug

          Sim…mas, é notório que não teve uma postura tão agressiva no mercado qto as outras franquias, embora precisasse…

    • Vinícius Maia

      Esse é o garoto que não merecia nada menos que um contrato máximo kkkkkkk

      • Thiago / Coming up ASG

        Oscila muito.

  • Thiago / Coming up ASG

    Pelo menos por enquanto os reforços não precisaram de tempo para se encaixarem. O Clarkson parece que joga no Cavs desde que foi draftado. Muito a vontade.

  • Eduardo Silva
    • Diego Costa

      Uns 7-3 8-2

  • Frei Presti

    E o Adams ta tarado por rebote ofensivo, o pilantra pega 17 rebotes,12 fucking ofensivos.
    pqp

  • Ramon

    Referente ao Spurs, já achava que essa reformulação deveria ter sido feita na saída do Duncan, onde o time já se mostrava velho e exaurido. E pra surpresa de todos, até a presente temporada nada foi feito. As consequências da falta de iniciativa e o comodismo estão vindo a tona. Teria sido mais fácil reformular o time quando estava em alta do que no declínio que está atualmente.

    • Vinícius Maia

      Concordo. Os caras ganharam um título com o time cheio de vovôs e parece que pensaram que era só trazer alguém para o lugar do Duncan (aldridge) que tudo estaria resolvido.

      • vsr.snake

        Mas se o Aldrigde tivesse começado a jogar nos Spurs o que estava jogando lá no Trailblazers, o time teria ido pra WCF no mínimo no ano seguinte, até pq o Kawhi deu um salto de produtividade ofensiva naquele ano, e ainda o Timmy estava na equipe.

        Ele não era um dos mais disputados na FA a toa.

        • Guilherme Mardegan

          Essa temporada ele esta jogando como jogava em Portland. O problema é o resto do elenco q n ajuda

    • Rafael Victor

      Tô achando que nessa temporada não chegam nas habituais 50 vitórias!

    • Guilherme Mardegan

      Mas estamos passando por essa reformulação e ngm está percebendo…

  • Victor Chittolina

    No futebol, quando um time está mal, muito fala-se que é necessário um “fato novo”, geralmente relacionado à troca de treinador, principalmente porque é praticamente impossível haver uma reformulação de elenco no meio da temporada. O Cavs não trocou de treinador, mas trocou grande parte da rotação, colocou jogadores mais jovens e com mais “gana”. Foi um fato novo que motivou todo mundo (olar, JR Smith).
    Se a defesa ainda não está o ideal, melhorou bastante, jogadores com mais “cacoete defensivo” entraram no time e o ataque está menos “sisudo”. O semblante dos jogadores está mais leve. LeBron é só sorrisos e os novos jogadores parecem muito bem integrados.

    Larry Nance Jr., parece que demorou demais a vir pra “casa” do pai. A entrega dele é contagiante. Tem feito muito mais que o TT por 10 vezes menos salário.
    Clarkson encaixou no time de maneira perfeita. Tem sido um jogador confiável pra liderar a segunda unidade em pontuação.
    Hood muito confiante, além de adicionar os anos de defesa sólida no elenco, está com a mão calibradíssima.
    E Hill trouxe armação, esquema de jogo. Não tenho os dados, mas parece que o Cavs tem abusado menos de ISO’s pro LeBron e rodado a bola de maneira mais eficiente. Além disso, é um defensor melhor que a maioria dos armadores (a comparação com o IT é até cruel).

    Agora tem que ver se isso é só o tal do “fato novo”, que pode parar de ter a mesma eficiência quando a adrenalina baixar, ou se essa vai ser a tendência do novo Cavs. O alento é que, além da mudança anímica do time, houve também uma evolução técnica. Os arremessos “wide open” estão caindo e cada vez mais arremessos desse jeito estão sendo proporcionados pelo novo esquema ofensivo.

    Esse Cavs de agora é favorito para vencer o leste. Tem que ver se vai durar.

    • Thiago / Coming up ASG

      Penso a mesma coisa. O momento é de empolgação, mas tem que ver até aonde vai, se é duradoura ou não essa fase. O Hood vai jogar assim até o final da temporada, está no último ano de contrato, vai tentar pegar o máximo em Cleveland ou em outra franquia.

      Sobre a movimentação de bola. Teve um lance que culminou em uma bola de 3 do Hood, se eu não tiver visto errado, que não dava para ver a cor da bola direito, de tão rápido que movimentaram. A defesa do OKC se espalhou completamente e ficou perdida.

      • Victor Chittolina

        Isso aí. O ataque do Cavs era muito unilateral (bola pro LeBron e ele que se vire) e melhorou nos últimos jogos. Como eu disse, tem que ver se isso vai continuar assim, mas é um começo animador.

    • vsr.snake

      Não sei se dá pra falar que ele já é o favorito, pq, assim como você citou, o time ainda está na clima de “fator novo”, empolgação, jogador querendo mostrar serviço e etc. Depois de mais uns 5 jogos dá pra cravar favoritismo ou não. Mas o início tem sido promissor, e parece que eles tem se entendido muito bem entre eles, pq o Lue não mexeu taticamente em absolutamente nada no time, basicamente só substituiu quem foi embora.

      • Victor Chittolina

        aí é que tá… esse basquete que eles vêm apresentando, pra mim, é favorito. Mas a amostragem ainda é muito pequena pra definir quão “real” é esse nível de jogo. Se mantiverem assim, têm tudo pro LeBron James chegar em mais uma final da NBA.

      • Evandro

        só empolgação não ganha jogo, ainda mais de dois contenders com facilidade e fora de casa….Empolgação somado ao talento…estes novos jogadores são muito talentosos, tanto na marcação qto no ataque….Se tivessem ganho de times meia bocas tudo bem, mas massacrar o boston com a defesa consistene que tem fora e OKC com o Big Tree fora de forma tranquila é muito mais que empolgação…legal é que todos estão no mesmo nivel brigando por minutos e um motivando o outro.

  • Marcelo Desoxi

    Raptors tem um time bem encardido, falam muito do backcourt Lowry | DeRosa mas a área pintada também é muito forte com Valanciunas e Ibaka.
    Ambos defendem, ambos ótimos mid ranges, 3FG também matam se precisar…

  • Thiago / Coming up ASG

    Faltou banco para o OKC. As pontuações de Melo, PG e West foram as que eles têm feito durante a temporada. Apesar de umas tijoladas do Melo, o principal fator foram os reservas mesmo.

  • Frei Presti
    • Ricardo Soares

      Semelhante as entrevistas do Pops nos intervalos dos jogos. Kkkkk

    • Marcelo Desoxi

      Murici’s way

  • Evandro

    Cavs ainda tem a adição do LOve no lugar do Osman que deixaria time titular e rotação mais fortes….Lary Nanci deve assumir o lugar do T.T…mil vezes melhor Ofensivamente e Defensivamente…Se Lue tivesse observado antes que T.T estava sendo engolido pelo Adans e comprometendo o time e colocado o Nancy antes a vitoria teria sido bem mais tranquila…rendimento do Adans com Nancy em quadra foi absurdamente pior, fora que o garoto ainda rende muito melhor no ataque….T.T já pode voltar ao banco de boa….time vai ter quase 10 dias para descansar, treinar e voltar mais entrosado….Cavs provou que volta para briga ganhando de dois contenders completos, fora de casa e de forma tranquila…acho que o teste de fogo já foi aprovado.

  • Rafael Victor

    Banco do Cavaliers fez toda a diferença ontem, enquanto eles tem Clarkson (impressionante como encaixou no time), Hood, Green e Nance Jr., o OKC tem Grant (esse quando entra bem, até quebra um galho, como ontem), Presuntinho, Patterson e Huestis (os dois ultimos aí não fizeram um mísero ponto, junto com o Abrines).

    Pois é, enquanto o Cavaliers trocou meio time, deixando-o bem mais forte pra ganhar novamente o Leste, o OKC nem se quer ainda contratou o Tony Allen pra suprir a ausência do Roberson!

    Essa é a diferença de um time que se movimentou pra ser campeão (Cavaliers), pra quem vai ficar mais uma vez pelo caminho (OKC)!

    • CMM17

      Não vá falando tudo com tanta certeza;Okc com esse mísero banco ganhou dos Warriors fora de casa e ainda continua o buyout,o Cavs melhorou muito até aqui,porém ainda são apenas três jogos e já estão falando cavs é CAMPEÃO,eu não quero desfavorecer o cavs mas ainda tem metade da temporada para percorrer,só o tempo falará o que vai acontecer.

  • Michel Moral

    Pessoal criticando demais o Spurs, mas não é bem por aí.

    Tire os três principais jogadores de qualquer time na liga: Rockets: Harden, Paul, Capela / Warriors: Curry, Durant, Green / Celtics: Irving, Horford, Hayward / OKC: West, George, Melo… Não dá para manter o nível.

    Dizer que está tudo errado quando você não está jogando com Kawhi, Aldridge e Gay é sacanagem!

    Os veteranos ajudam e são importantes, mas não podem ser sobrecarregados, atribuindo a eles o papel de protagonistas. Já os mais jovens estão sendo preparados e, nesse caso, necessita-se mais paciência.

    Não acho que está bom do jeito que está. Por outro lado, precisamos pesar as circunstâncias. Fora que é um time que, mesmo com todas as ausências, vem dando muito trabalho. Ou seja, é forçar demais colocar o trabalho de comissão e jogadores em cheque.

    • Thiago / Coming up ASG

      Estão criticando a pouca ou quase nenhuma movimentação da franquia nas agências livres e mercado de trocas. Sabemos que os jogadores que ali estão ajudam, mas não à nível de dar um algo a mais para a franquia. Eles se encaixam no esquema de jogo do Pop, mas só. Não tenho visto críticas além disso

      • Michel Moral

        Essa tem sido a postura da franquia nos últimos 20 anos. Só que desta vez o craque não está em quadra. Isso faz diferença para qualquer time.

        Você acredita que o Cavs, sem LeBron, estaria em terceiro no Leste? Talvez nem nos playoffs estaria.

        Eu acredito que a franquia precisa se mexer, mas as pessoas estão supervalorizando a situação.

        • Thiago / Coming up ASG

          Eu vejo pela questão que as outras franquias estão começando a se destacar e o Spurs está ficando um pouco para trás em relação a montagem de elenco. Acredito que eles não precisam mudar totalmente a forma de agir em trades e agências livres, mas uma mexida de leve (mais impulso) se faz necessário.

          É 100% mérito do Pop o Spurs estar nessa atual situação de tabela. Mas, pela NBA de hj o que vem mudando, se o Spurs continuar nessa, não vai ganhar títulos.

          Com o Pop o Cavs, sem LeBron, poderia até ser líder kkkkkk
          Leste não é nada forte em relação ao Oeste.

    • Ramon

      A cobrança só é feita em quem tem potencial. Os executivos dos Spurs, sem muito esforço, poderiam ter trazido alguns jogadores de melhor qualidade dos que aí estão. Certamente, nas mãos do Pop, estariam disputando o título.
      Somente Kawi está desfalcando o time se verdade, já que a equipe já vinha amargando derrotas mesmo com aldridge e todos os outros. Aliás, mesmo se estivesse com kawi, os Spurs provavelmente não desbancariam os atuais Houston e GSW no Oeste.

      • Michel Moral

        O problema não é a cobrança. Isso é normal para qualquer time, ainda mais quando se trata do Spurs.

        Além disso, também questiono algumas ações do Buford na última FA. Na minha visão, o contrato do Gasol onera demais a folha. Tanto que se não fosse isso, poderiam tentar investir em Kyrie, que toparia jogar em San Antonio.

        Antes de a temporada começar, Kawhi era disparado o melhor two-way player da liga e, talvez, o principal candidato ao prêmio de MVP. Diferente do que você colocou, o Spurs era apontado por grande parte dos especialistas americanos como potência no Oeste, apenas atrás do Warriors (e empatado com o Rockets). Só que ninguém esperava essa situação de lesão, não só de Leonard como de Gay também (e nos últimos dois jogos Aldridge – que foi quando “a paciência acabou” para os críticos).

        Eu só acho que é oportunismo das pessoas quando criticam. O Spurs sempre teve essa política de criar suas próprias alternativas dentro do elenco. Nunca houve uma postura agressiva no mercado. O Aldridge é exceção à regra (e para muitos é um jogador que não deu certo).

        E na minha visão, o correto é avaliar um trabalho com o elenco completo, principalmente com o principal jogador do time em quadra. Fora isso, vai ser um time de segunda rodada de playoffs mesmo (e isso é até que bem razoável).

    • Diego Costa

      Eu não gosto nada do KT, mas é forçar demais a barra botar o Green como 3 do time.

      • Michel Moral

        Klay é meu jogador favorito do time.

        Mas qualquer um que assiste os jogos do GSW, sabe identificar que o Green é jogador mais do que fundamental para o sistema de jogo. Então, sim, ele seria fácil o terceiro pilar hoje. Por sinal, ele foi o DPOY na última temporada, lembra?

        • Diego Costa

          Argumente isso

          • Michel Moral

            Só não mencionei porque esse não foi o foco do comentário, pô. E também porque achei que isso seria meio que óbvio.

  • Cedi LeBrOSMAN

    Essa análise do Tim Legler, da ESPN, sobre o Cavs ontem, é perfeita. É versatilidade nas trocas de marcação, esforço ofensivo e defensivo e se divertir jogando basquete. Algo q ñ havia na equipe antes das trocas. Até Jordan Clarkson e LeBron estão motivados para jogar defensivamente.
    https://www.youtube.com/watch?v=nAE5l3fNMF4

  • Gabriel M.

    Parabéns pro GM do Cavs. Que mudança!

  • Se quando os Wolves perdem o Thunder perde também, será difícil eles sonharem com mando de quadra, ontem eles começaram muito mal, e aquele Abrines …senhor… errando arremesso estando livre, horrível.