“O Raptors está faminto”, avisa Marc Gasol

Por Vinicius Fernandes Batista

Campeão do mundo recentemente, e apenas o segundo na história a conseguir o feito deste título no mesmo ano em que se conquista o anel da NBA, o espanhol Marc Gasol declarou que sua segunda temporada com o Toronto Raptors será ainda melhor.

O pivô disse que a franquia canadense tem “o conceito de equipe mais claro e que o time está faminto”. Suas declarações foram dadas ao meios de comunicação na apresentação do atual campeão da NBA, no último sábado (28).

Gasol destacou que, na temporada passada, havia chegado em fevereiro (procedente do Memphis Grizzlies) e que agora é uma vantagem estar desde o início: “Obviamente, começar agora é diferente. Também tenho a sensação de que o ano ainda não acabou, pois engatei uma coisa na outra em função do Mundial. Acredito que ainda não consigo imaginar que começaremos outro ano. O que sim, sei, é que o conceito de equipe fica muito mais claro, conheço muito mais a linguagem corporal e a expressão dos meus companheiros. É um pouco mais familiar, assim como a cidade. No entanto, no final temos que fazer as mesmas coisas para continuarmos a ser uma equipe de sucesso. Vamos voltar a treinar e nos entrosar, mas no final o que conta é ser uma equipe forte nos momentos importantes”.

Sobre o seu papel no Raptors atual, sem a sua estrela Kawhi Leonard, e outro jogador fundamental na última temporada, Danny Green, Gasol explicou: “Meu papel depende do treinador. Vou me colocar à disposição como sempre, mas o papel que desempenharemos depende do que vem pela frente. Ainda não consegui ter tempo para refletir sobre tudo o que aconteceu nos últimos meses. Realmente não tive tempo, mas o dia em que eu parar de jogar conseguirei entender. Estou muito feliz, isso sem dúvida alguma. As baixas de Leonard e Green nos proporcionam um novo desafio, mas já seria assim de qualquer forma. Acredito que a equipe está ansiosa para começar a nova temporada. Todo o mundo tem essa sensação de que queremos fazer grandes coisas e não há nenhuma dúvida de que podemos fazer. Todos entendemos o que Kawhi significou para o time, principalmente durante os playoffs, porém também entendemos o que podemos ser e todos vamos nos dedicar muito para ser essa equipe”, finalizou o pivô.