Offseason 2019 – Conferência Oeste: raio-x das equipes da Divisão Noroeste

Conferência Oeste – Divisão Noroeste

Denver Nuggets

Dona da franquia: Ann Walton Kroenke
Front office: Tim Connelly (presidente de operações), Arturas Karnisovas (gerente-geral)
Técnico: Mike Malone (contrato garantido até 2020)

Contratos garantidos para 2019/20: US$90.8 milhões
– Nikola Jokic (C): US$27.4 milhões
– Gary Harris (SG): US$17.8 milhões
– Mason Plumlee (C): US$14 milhões – expirante
– Will Barton (SG/SF): US$12.8 milhões
– Jamal Murray (PG): US$4.4 milhões – expirante
– Michael Porter Jr. (SF/PF): US$3.4 milhões
– Juancho Hernangomez (SF): US$3.3 milhões – expirante
– Malik Beasley (SG): US$2.7 milhões – expirante
– Torrey Craig (SF): US$2 milhões – expirante
– Monte Morris (PG): US$1.6 milhão
– Jarred Vanderbilt (PF): US$1.4 milhão

Team option (opção do time encerrar o contrato antes da abertura do mercado): US$30.1 milhões
– Paul Millsap (PF): US$30.1 milhões

Exceções salariais
Trade exception de US$12.8 milhões (expira em 06/07/2019)
Trade exception de US$13.8 milhões (expira em 13/07/2019)
Trade exception de US$5.9 milhões (expira em 13/07/2019)

Agentes livres
– Trey Lyles (PF): restrito (Nuggets tem os Bird rights) – Cap Hold de US$10 milhões
– Isaiah Thomas (PG): irrestrito – Cap Hold de US$1.6 milhão
– Tyler Lydon (PF): irrestrito – Cap Hold de US$2.2 milhões

Provável espaço na folha salarial
– Cerca de US$12 milhões acima do teto salarial, mas abaixo da Luxury Tax

Objetivos na offseason
– Manter a base e seguir como contender
– Adicionar jogadores agressivos, que atacam a cesta, que cavam faltas (sexto time que menos cobrou lances livres em 2018/19)
– Dar espaço ao novato Michael Porter Jr., que está recuperado de um longo período de inatividade por conta de lesões

Potenciais alvos na agência livre
– Thaddeus Young (PF): irrestrito
– Al-Farouq Aminu (SF/PF): irrestrito
– Markieff Morris (PF): irrestrito
– Taj Gibson (PF): irrestrito
– JaMychal Greeen (PF): irrestrito

Principais moedas de troca
– Os contratos expirantes de Mason Plumlee e Juancho Hernangomez
– Will Barton

Potencial alvo de troca
– Bradley Beal (SG, Washington Wizards): US$55.8 milhões nas próximas duas temporadas

Escolha no Draft 2019
– Nenhuma


Minnesota Timberwolves

Dono da franquia: Glen Taylor
Front office: Gersson Rosas (presidente de operações), Sachin Gupta (vice-presidente executivo de operações), Scott Layden (gerente-geral)
Técnico: Ryan Saunders (contrato garantido até 2021)

Contratos garantidos para 2019/20: US$108.65 milhões
– Andrew Wiggins (SG/SF): US$27.5 milhões
– Karl-Anthony Towns (C): US$27.25 milhões
– Jeff Teague (PG): US$19 milhões – expirante
– Gorgui Dieng (C): US$16.2 milhões
– Robert Covington (SF): US$11.3 milhões
– Dario Saric (PF): US$3.5 milhões – expirante
– Josh Okogie (SG): US$2.5 milhões
– Keita Bates-Diop (SF/PF): US$1.4 milhão

Contratos não garantidos para 2019/20: US$1.4 milhão
– Cam Reynolds (SG): US$1.4 milhão

Exceção salarial
Trade exception de US$2.7 milhões (expira em 12/11/2019)

Provável espaço na folha salarial
– Cerca de US$4.5 milhões acima do teto salarial, mas abaixo da Luxury Tax

Agentes livres
– Tyus Jones (PG): restrito (Timberwolves tem os Bird rights) – Cap Hold de US$7.3 milhões
– Derrick Rose (PG): irrestrito (Timberwolves tem os Bird rights) – Cap Hold de US$1.6 milhão
– Taj Gibson (PF): irrestrito (Timberwolves tem os Bird rights) – Cap Hold de US$18.2 milhões
– Jerryd Bayless (PG/SG): irrestrito (Timberwolves tem os Bird rights) – Cap Hold de US$16.3 milhões
– Luol Deng (SF): irrestrito – Cap Hold de US$1.6 milhão
– Anthony Tolliver (PF): irrestrito – Cap Hold de US$6.9 milhões

Objetivos na offseason
– Manter um elenco competitivo em condições de brigar por uma vaga nos playoffs
– Adquirir um armador confiável para dividir minutos com Teague
– Adicionar arremessadores do perímetro (oitavo time que menos converteu bolas de três pontos em 2018/19)
– Adicionar um big man com mentalidade defensiva para atuar ao lado de Towns

Potenciais alvos na agência livre
– Derrick Rose (PG): irrestrito
– D’Angelo Russell (PG): restrito
– Darren Collison (PG): irrestrito
– Cory Joseph (PG): irrestrito
– Troy Daniels (SG): irrestrito
– Reggie Bullock (SG/SF): irrestrito
– Wayne Ellington (SG/SF): irrestrito
– Terrence Ross (SG/SF): irrestrito
– Justin Holiday (SG/SF): irrestrito
– JaMychal Green (PF): irrestrito

Principais moedas de troca
– Os contratos expirantes de Jeff Teague e Dario Saric
– Andrew Wiggins, Gorgui Dieng

Potencial alvo de troca
– Goran Dragic (PG, Miami Heat): expirante de US$19.2 milhões

Escolhas no Draft 2019
– Uma de primeira rodada (11)
– Uma de segunda rodada (43)

Potenciais alvos na primeira rodada do Draft
– Brandon Clarke (PF/C, Gonzaga, junior, 22 anos)
– Coby White (PG/G, North Carolina, freshman, 19 anos)
– Sekou Doumbouya (SF/PF, Limoges-França, 18 anos)
– Nassir Little (SF, North Carolina, 19 anos)
– P.J. Washington (PF, Kentucky, sophomore, 20 anos)
– Romeo Langford (SG/SF, Indiana, freshman, 19 anos)
– Rui Hachimura (PF, Gonzaga, junior, 21 anos)


Oklahoma City Thunder

Dono da franquia: Clay Bennett
Front office: Troy Weaver (vice-presidente de operações), Sam Presti (gerente-geral)
Técnico: Billy Donovan (contrato garantido até 2020)

Contratos garantidos para 2019/20: US$142.4 milhões
– Russell Westbrook (PG): US$38.5 milhões
– Paul George (SF): US$33 milhões
– Steven Adams (C): US$ 25.8 milhões
– Dennis Schroder (PG): US$15.5 milhões
– Andre Roberson (SG): US$10.7 milhões – expirante
– Jerami Grant (PF): US$9.3 milhões
– Patrick Patterson (PF): US$5.7 milhões – expirante
– Terrance Ferguson (SG): US$2.5 milhões
– Hamidou Diallo (SG): US$1.4 milhão

Contratos não garantidos para 2019/20: US$3 milhões
– Abdel Nader (SF): US$1.6 milhão – torna-se garantido a partir do dia 05/07/2019
– Deonte Burton (SF): US$1.4 milhão

Player option (opção de estender o contrato por mais uma temporada): US$2 milhões
– Nerlens Noel (C): US$2 milhões

Jogador dispensado, cujo salário ainda aparece no cap
– Kyle Singler (SF): US$1 milhão

Exceções salariais
Trade exception de US$10.9 milhões (expira em 25/07/2019)
Trade exception de US$1.5 milhão (expira em 01/02/2020)

Agentes livres
– Raymond Felton (PG): irrestrito (Thunder tem os Bird rights) – Cap Hold de US$1.6 milhão
– Markieff Morris (PF): irrestrito – Cap Hold de US$1.6 milhão
– Jawun Evans (PG): restrito – Cap Hold de US$1.4 milhão

Provável espaço na folha salarial
– Cerca de US$39 milhões acima do teto salarial, pagando US$50 milhões de Luxury Tax

Objetivos na offseason
– Flexibilizar a folha salarial, mas manter o time competitivo
– Adicionar arremessadores do perímetro (nono pior aproveitamento nas bolas de três pontos em 2018/19)
– Adicionar criadores de jogadas (oitavo pior em número de assistências em 2018/19)

Potenciais alvos na agência livre
– Trevor Ariza (SG/SF): irrestrito
– Wayne Ellington (SG/SF): irrestrito
– Reggie Bullock (SG/SF): irrestrito
– Garrett Temple (SG/SF): irrestrito
– Wesley Matthews (SG/SF): irrestrito

Principais moedas de troca
– Os contratos expirantes de Andre Roberson e Patrick Patterson
– Steven Adams, Dennis Schroder

Potenciais alvos de troca
– Tim Hardaway Jr. (SG/SF, Dallas Mavericks): US$20 milhões na próxima temporada e uma player option de US$19 milhões em 2020/21
– Kevin Love (PF, Cleveland Cavaliers): US$120.4 milhões nas próximas quatro temporadas

Escolha no Draft 2019
– Uma de primeira rodada (21)

Potenciais alvos na primeira rodada do Draft
– Cameron Johnson (SF, North Carolina, senior, 23 anos)
– Keldon Johnson (SG/SF, Kentucky, freshman, 19 anos)
– Rui Hachimura (PF, Gonzaga, junior, 21 anos)
– Bruno Fernando (C, Maryland, sophomore, 20 anos)
– Matisse Thybulle (SG/SF, Washington, senior, 22 anos)
– Grant Williams (PF, Tennessee, junior, 20 anos)


Portland Trail Blazers

Dona da franquia: Jody Allen
Front office: Neil Olshey (presidente de operações)
Técnico: Terry Stotts (contrato garantido até 2022)

Contratos garantidos para 2019/20: US$121.45 milhões
– Damian Lillard (PG): US$29.8 milhões
– C.J. McCollum (SG): US$27.5 milhões
– Evan Turner (SG/SF): US$18.6 milhões – expirante
– Jusuf Nurkic (C): US$13.25 milhões
– Meyers Leonard (PF/C): US$11.3 milhões – expirante
– Moe Harkless (SF): US$11 milhões – expirante
– Zach Collins (C): US$4.2 milhões
– Skal Labissiere (PF): US$2.3 milhões – expirante
– Anfernee Simons (SG): US$2.1 milhões
– Gary Trent Jr. (SG): US$1.4 milhão

Jogadores dispensados, cujos salários ainda aparecem no cap
– Andrew Nicholson (PF): US$2.8 milhões
– Anderson Varejão (C): US$1.9 milhão
– Festus Ezeli (C): US$333 mil

Agentes livres
– Jake Layman (SF): restrito (Blazers tem os Bird rights) – Cap Hold de US$1.9 milhão
– Enes Kanter (C): irrestrito – Cap Hold de US$1.6 milhão
– Seth Curry (PG/SG): irrestrito – Cap Hold de US$3.3 milhões
– Rodney Hood (SG/SF): irrestrito – Cap Hold de US$6.6 milhões
– Al-Farouq Aminu (SF/PF): irrestrito (Blazers tem os Bird rights) – Cap Hold de US$13.2 milhões

Provável espaço na folha salarial
– Cerca de US$19 milhões acima do teto salarial, mas abaixo da Luxury Tax

Objetivos na offseason
– Seguir como contender
– Flexibilizar a folha salarial, sobretudo através de trocas envolvendo jogadores com contratos expirantes (especialmente Evan Turner)
– Adicionar criadores de jogadas (sexto pior em número de assistências em 2018/19)
– Dar mais tempo de quadra a Zach Collins

Potenciais alvos na agência livre
– Al-Farouq Aminu (SF/PF): irrestrito
– Seth Curry (PG/SG): irrestrito
– Wayne Ellington (SG/SF): irrestrito
– T.J. McConnell (PG): restrito
– Cory Joseph (PG): irrestrito

Principais moedas de troca
– Evan Turner, Moe Harkless, Meyers Leonard e Skal Labissiere

Potencial alvo de troca
– Kevin Love (PF, Cleveland Cavaliers): US$120.4 milhões nas próximas quatro temporadas

Escolha no Draft 2019
– Uma de primeira rodada (25)

Potenciais alvos na primeira rodada do Draft
– Cameron Johnson (SF, North Carolina, senior, 23 anos)
– Rui Hachimura (PF, Gonzaga, junior, 21 anos)
– Keldon Johnson (SG/SF, Kentucky, freshman, 19 anos)
– Matisse Thybulle (SG/SF, Washington, senior, 22 anos)
– Grant Williams (PF, Tennessee, junior, 20 anos)
– Talen Horton-Tucker (SG/SF, Iowa State, freshman, 18 anos)
– Luka Šamanic (PF, Croácia, 19 anos)
– Mfiondu Kabengele (C, Florida State, sophomore, 21 anos)
– Ty Jerome (PG/SG, Virginia, junior, 21 anos)
– KZ Okpala (SF, Stanford, sophomore, 20 anos)


Utah Jazz

Dona da franquia: Gail Miller
Front office: Dennis Lindsey (vice-presidente de operações), Justin Zanik (gerente-geral)
Técnico: Quin Snyder (contrato garantido até 2022)

Contratos garantidos para 2019/20: US$62.3 milhões
– Rudy Gobert (C): US$25 milhões
– Joe Ingles (SF): US$12 milhões
– Dante Exum (PG/SG): US$9.6 milhões
– Jae Crowder (SF/PF): US$7.8 milhões – expirante
– Donovan Mitchell (SG): US$3.6 milhões
– Grayson Allen (SG): US$2.4 milhões
– Tony Bradley (C): US$1.9 milhão

Contratos não garantidos para 2019/20: US$29.8 milhões
– Derrick Favors (PF/C): US$16.9 milhões – torna-se garantido a partir de 05/07/2019
– Kyle Korver (SG/SF): US$7.5 milhões – torna-se garantido a partir de 07/07/2019
– Raulzinho (PG): US$2.15 milhões – torna-se garantido a partir de 06/07/2019
– Georges Niang (SF/PF): US$1.65 milhão
– Royce O’Neale (SG/SF): US$1.6 milhão

Agentes livres
– Ricky Rubio (PG): irrestrito (Jazz tem os Bird rights) – Cap Hold de US$22.4 milhões
– Thabo Sefolosha (SG/SF): irrestrito (Jazz tem os Bird rights) – Cap Hold de US$6.8 milhões
– Ekpe Udoh (C): irrestrito (Jazz tem os Bird rights) – Cap Hold de US$4.3 milhões
– Tyler Cavanaugh (PF): restrito – Cap Hold de US$1.4 milhão

Provável espaço na folha salarial
– Cerca de US$17 milhões

Objetivos na offseason
– Manter-se competitivo e continuar brigando por playoffs
– Trazer um armador consolidado, que tenha, preferencialmente, um arremesso consistente e não precise tanto da bola nas mãos para ser útil
– Trazer bons arremessadores do perímetro
– Trazer um ala-pivô para jogar ao lado de Gobert e que seja capaz de espaçar a quadra

Potenciais alvos na agência livre
– Tobias Harris (SF/PF:) irrestrito
– D’Angelo Russell (PG): restrito
– Malcolm Brogdon (SG): restrito
– Marcus Morris (SF/PF): irrestrito
– Al-Farouq Aminu (SF/PF): irrestrito
– Thaddeus Young (PF): irrestrito
– Darren Collison (PG): irrestrito
– Cory Joseph (PG): irrestrito
– Terry Rozier (PG): restrito
– Nikola Mirotic (PF): irrestrito
– Wayne Ellington (SG/SF): irrestrito
– JaMychal Greeen (PF): irrestrito

Principais moedas de troca
– O contrato não garantido de Derrick Favors
– Dante Exum e Jae Crowder

Potenciais alvos de troca
– Mike Conley (PG, Memphis Grizzlies): US$32.5 milhões na próxima temporada e uma player option de US$34.5 milhões em 2020/21
– Goran Dragic (PG, Miami Heat): expirante de US$19.2 milhões

Escolhas no Draft 2019
– Uma de primeira rodada (23)
– Uma de segunda rodada (53)

Potenciais alvos na primeira rodada do Draft
– Cameron Johnson (SF, North Carolina, senior, 23 anos)
– Rui Hachimura (PF, Gonzaga, junior, 21 anos)
– Carsen Edwards (PG/SG, Purdue, junior, 21 anos)
– Keldon Johnson (SG/SF, Kentucky, freshman, 19 anos)
– Matisse Thybulle (SG/SF, Washington, senior, 22 anos)
– Grant Williams (PF, Tennessee, junior, 20 anos)
– Talen Horton-Tucker (SG/SF, Iowa State, freshman, 18 anos)
– Luka Šamanic (PF, Croácia, 19 anos)
– Ty Jerome (PG/SG, Virginia, junior, 21 anos)
– Dylan Windler (SF, Belmont, senior, 22 anos)
– Mfiondu Kabengele (C, Florida State, sophomore, 21 anos)


Observações

Salary Cap: na próxima temporada, o teto salarial deverá ser de US$109 milhões.

Luxury Tax: na próxima temporada, as multas deverão começar a ser cobradas de quem gastar pelo menos US$132 milhões, ou seja, quase US$23 milhões acima do teto salarial.

Multas: o time que chega ao nível de luxury tax começa a pagar multas – e as punições são mais pesadas para aqueles que são reincidentes.

Tamanho do estouro – Multa por dólar excedente – Multa por dólar excedente em caso de reincidência
– Menos de US$5 milhões – US$1,50 – US$2,50
– Entre US$5 milhões e US$10 milhões – US$1,75 – US$2,75
– Entre US$10 milhões e US$15 milhões – US$2,50 – US$3,50
– Entre US$15 milhões e US$20 milhões – US$3,25 – US$4,25
– US$20 milhões ou mais – US$3,75 + US$0,50 a cada US$5 milhões – US$4,75 + US$0,50 a cada US$5 milhões

Cap Hold: representa, basicamente, o espaço no Cap que uma equipe visa utilizar, ou seja, jogadores com os quais planeja firmar contrato, mas que ainda não o tenha feito. Por exemplo: um jogador escolhido no draft que ainda não tenha assinado contrato com a equipe, irá fazê-lo, e como tal, a equipa precisa de criar um Cap Hold – ou, por outras palavras, uma reserva. Um jogador que é agente livre conta no teto salarial do time mesmo que esteja sem contrato – pelo menos até assinar com outro time. Isso impede que uma equipe assine com agentes livres de outros times e depois assine com os seus próprios utilizando as exceções para estourar o teto salarial.

Exceções que permitem o estouro do teto salarial

Mid-Level Exception: a exceção de nível médio serve para que os times possam contratar anualmente jogadores com contratos medianos, mesmo que estejam acima do teto salarial.

– MLE (para os times que não entrarem na luxury tax): US$9.246 milhões no primeiro ano para quatro anos de contrato
– Mini MLE (para os times que entrarem na luxury tax): US$5.711 milhões no primeiro ano para três anos de contrato
Room Exception (para os times que estiverem abaixo do Cap): US$ 4.76 milhões no primeiro ano para dois anos de contrato

Bi-Annual Exception (US$3.619 milhões no primeiro ano de contrato): permite aos times assinarem com jogadores contratos de até dois anos, com um primeiro ano relativamente baixo e acréscimo de no máximo 8% para o segundo ano. Desde 2011, essa exceção NÃO é liberada para times que pagam luxury tax.

Rookie Exception: a exceção de novatos permite que os times assinem com as suas escolhas de primeira rodada pelos valores tabelados, mesmo que para isso seja necessário ultrapassar o limite do teto salarial.

Larry Bird Exception: tem esse nome porque foi aplicada pela primeira vez durante uma renovação de Larry Bird com o Boston Celtics, nos anos 80. Com ela, os times podem estourar o teto salarial para renovar com jogadores que estão no elenco há pelo menos três anos. O jogador também mantém os seus “Bird rights” se for trocado ou se tiver o contrato puxado dos waivers assim que for cortado. Jogadores que têm os “Bird rights” ainda podem assinar contratos de cinco anos, enquanto outros jogadores não podem assinar vínculos maiores do que quatro temporadas.

Early Bird Exception: serve para jogadores que estão no mesmo time há dois anos. Devem assinar contratos entre dois e quatro anos, com um valor máximo de 175% do salário anterior ou a média do salário da liga (o que for maior).

Non-Bird Exception: serve para jogadores que estão no mesmo time há um ano. São contratos de até quatro anos, com um valor máximo de 120% do salário anterior ou 120% a mais que o piso salarial da NBA (o que for maior).

Minimum Salary Exception: salário mínimo” da liga. Não há limite no número de jogadores contratados sob essa exceção – para a temporada 2019/2020, o salário é de US$2.561 milhões. Aplicada a veteranos que têm dez ou mais anos de trajetória na NBA.

Trade Exception: exceção salarial aberta quando há uma troca de jogadores com contratos discrepantes ou de jogadores por escolhas de draft. O time que troca o jogador de salário maior ganha uma exceção de troca. No prazo de até um ano, esse time poderá fazer uma outra troca em que receba um jogador com o salário maior.

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • Dudu Ferrero

    Wolves e OKC estao na merda literalmente kkk

    • Wagner

      Wolves consegue estar pior….tem uma farsa como astro e o outro é um preguiçoso. OKC tem que se livrar do Adams e o Schroder.

      • Leonardo Siqueira

        eu ainda trocaria Westbrook na moral.
        38M é pesado demais

    • Lucas Henrique

      Na merda okc N tá, vai ao offs todo ano, e vai novamente, tem 2 all star, e sem gsw o oeste fica mais aberto, eles tem que usar a trade exception de quase 11M para trazer um ótimo shooter pra posição 2, algo como redick ou bellinelli…
      E usaria o Roberson e Schroder como moeda de troca para trazer um role player pro banco, com arremesso

      Obs: Temporada passada West começou a season tendo feito cirurgia e sem estar 100%, e PG teve problema no ombro pós all star, com os 2 100% tudo pode mudar, o elenco de apoio com Grant, Adams, Schroder N é tão ruim

  • Alexandre Silva

    OKC está na merda mesmo, não tem espaço pra nada.

    • Leonardo Siqueira

      da ate raiva na moral.
      Eu trocaria Adams e Westbrook sem pensar.
      tentaria trocar Adams pelos contratos ruins do Hornets e Westbrook eu tentaria mandar pro Heat,em troca viriam Dragic e James Johnson

      • Lobo

        Diminuiria a folha, mas a força do time cairia absurdamente

        • Leonardo Siqueira

          mas ai tem que pensar o próximo ano
          a folha ia ficar ate abaixo do máximo.
          Schroeder, PG,Grant, Markieff e Biyombo.

        • Leonardo Siqueira

          – Bismack Biyombo (C): US$17 milhões – expirante
          – Marvin Williams (PF): US$15 milhões – expirante
          por Steven Adams e Roberson

  • Wagner

    Ainda existe Festus Ezeli…baita pivô, tinha muito futuro se não fosse as lesões…

  • Lobo

    Essa é a divisão mais forte do oeste, o OKC não tem muito o que fazer, se PG e Westbrook jogarem podem ir para os Playoffs mas não vão ganhar! O Jazz se conseguisse o D’Angelo seria competitivo. Denver e Portland não precisam fazer mais nada estão bem acertados

  • Lobo

    O Portland é um dos melhores times da NBA para mim se trouxessem o Love seria interessante

  • Lobo

    O Isaiah Thomas seria uma ótima opção com times com pouco espaço, mesmo que meu time já tivesse um armador eu buscaria ele, podemos ver a diferença que faz você ter um bom banco na NBA, Lowry e Vanvleet

    • Tiago Almeida

      Só o idiota do malone que não gosta do isaia Thomas

  • BrianScalabrine

    Ainda que tenham times com campanhas importantes nessa conferência, como Jazz, Blazers e, principalmente, Nuggets, o time que mais chama a atenção é o OKC, até porque o time foi montado para ser um contender e a renovação do PG deu indícios que isso poderia mesmo acontecer – ou pelo menos incomodar os líderes do Oeste. Acontece que, mesmo o PG fazendo a melhor temporada da carreira, Westbrook fez uma das piores (mesmo terminando, mais uma vez, com média de TD). Para se ter uma ideia, o Thunder é o 22º em aproveitamento de 3 pontos. Se apenas excluir os arremessos do Westbrook, o time já sobe para 10º.
    Sem contar o contrato pornográfico do Steven Adams, que não tem culpa nenhuma de alguém se oferecer a pagar 25M por ano pra ele.

    Talvez, o ideal mesmo, seria achar uma troca para o Westbrook e o Adams (e talvez o Schroder) para limpar a folha salarial e fazer um time em volta do PG. Isso pensando mais com a cabeça, porque é absurdo pensar em trocar o Westbrook, por tudo o que ele representa pra franquia, por ele devolver o orgulho à cidade quando renovou, por ter sido a cara de todos após a saída traumática do Durant. Eu acho que o Westbrook, o que tem de bom, tem de burro, mas ele é mais que um jogador em OKC. E eu sou bem hater dele, diga-se. O jeito é se virar, conseguir bons nomes e baratos e torcer para o Westbrook desistir de arremessar de 3 pontos e da meia distância. Infiltra, tartaruga ninja, pelamordedeus.

    • Leonardo Siqueira

      Eu aposto o que for que se o OKC fracassar de novo esse amor todo acaba.

  • Seria muito bom se o Portland fosse atras do Ariza….o encaixe perfeito

  • Claudio R.

    Pessoal falando em trocar o Westbrook, mas em qual cenario seria benefico a troca tanto pro West quanto pra OKC, a unica troca que vejo positiva, seria pelo Harden (pra Okc e pro Harden), porem pra Houston é ruim, pq Westbrook e Chris Paul tem estilos totalmente diferentes… Ou mandar Westbrook pra Utah junto com o Adams, pelo Gobert + Rubio + mitchell… ai o time do OKC fica mais forte… Rubio – Mitchell – George – Robertson – Gobert … mas pra utah não compensa… então é dificil trocar o Westbrook hj…

    • Leonardo Siqueira

      Sou fã do Oklahoma, mas nunca vi diretoria tão estupida, Meu Deus.
      Como não deu aumento pro Harden e hoje em dia tem esses contratos pornograficos e nem na final chega

      • Claudio R.

        e nem era tanto assim na epoca, ele queria 20 milhões… hj Harden – West – Durant, seria um dos melhores trios da historia… Durant nunca teria saido…

        • Leonardo Siqueira

          Não é cara? Esse time estaria ganhando titulo até hoje kk
          Westbrook-Harden-Roberson-Durant-Adams
          perfeito

      • Lobo

        O Pacers também está no nível OKC de incompetência

        • Wilker Pereira

          Não esta neste nível nem fudendo Thunder draftou 3 MVP e um DPOY e ficou com o pior dos mvps e não ganhou nenhum título

    • Lobo

      Se fosse para trocar o Westbrook mesmo. Eu trocaria por Ben Simmons e Butler com o Phila ou D Rose e KAT com o Timberwolves e ainda sobraria Espaço

      • Leonardo Siqueira

        Gm do Okc vai ter que ralar muito kkk
        gsw brigando por titulo todos esses anos e a folha salarial não é cheia assim

        • Lobo

          O do GSW se chama sorte em draft, difícil explicar

          • Leonardo Siqueira

            Filho
            okc draftou westbrook, Durant, Harden, Ibaka
            ta louco

          • Lobo

            Sim, mas péssima administração e o Pacers que draftou PG em um ano e Kawhi em outro…

          • Leonardo Siqueira

            Eles vacilaram em não querer renovar com Harden, isso foi a maior burrice que fizeram.
            O time era jovem e ja estava voando, hoje em dia o time ta fraco e com o cap estourado

          • Wilker Pereira

            Nunca entendi isso… Os caras praticamente draftaram uma dinastia … 3 MVP, 1 DPOY. E não ganharam nenhum título . Era para ser eles comandando a NBA desde 2014 com duelos épicos contra o warriors e o Cavs do Lebron , pelo menos até 2023 mais a direcção e tão sem noção e incompetente q deixou sair todos e resolveu ficar com o Westatisticas ( menos bom e com menos talento dos 3) deviam enterrar essa franquia de una vez e voltar para Seattle

          • Zorg

            NBA Business ! A direção de OKC preferiu não gastar do que investir e transformar os Thunders em campeões.

          • Wilker Pereira

            A maior borrada da história da franquia e umas das maiores de todos tempos da história da liga, mantendo o time provavelmente teria uma dinastia do thunder ou pelo menos uns dois anéis e a disputarem título ate o ano 2023 no mínimo, com duelos épicos. Contrs GSW e o Cavs do Lebron

          • Wilker Pereira

            Sorte não competência do GM

          • Zorg

            Sorte, não !! GSW historicamente tem muito mais acertos do que erros no draft. Basta vc verificar a quantidade de bons jogadores que os Warriors selecionaram ao longo dos anos.

    • djwhites

      Westmula é o maior jogador da história do thunder e ídolo da cidade…. não será trocado nunca…. só se ele pedir…..

      • Lobo

        Esse time deveria voltar para Seattle, Oklahoma…É sério isso único time em Oklahoma City

    • manguito rotador

      Trocas envolvendo Westbrook ou Paul George só servem se forem picks.

  • Esperando o meu brother Lele e sua opiniao.

  • Leonardo Siqueira

    Wiggins e Teague por Chris Paul e ta tudo certo kkkkk
    CP3-Okogie-Covington-Saric-Towns
    Harden-Gordon-Wiggins-Tucker-Ariza

    • Claudio R.

      não bate a troca… teria que ser Chris Paul + Capela por Teague e Wiggins… ai dava… e seria bom pro Wolves.. e da onde tu tirou o Ariza? Ariza não volta pra Houston nunca mais cara, esquece….. Eles teriam que ir em um pivo pelo minimo…

      • Leonardo Siqueira

        Manda uma ameba de 7M pra bater salário e tudo certo

        • Claudio R.

          então seria Chris Paul e PJ Tucker… a troca seria ruim pra houston, pq defensivamente um Backcourt com Teague – Harden – Wiggins seria desastroso…. imagina ai : Teague – Harden – Wiggins – Capela – Nene, contra LeBron – Kuzma – AD ?

          • Leonardo Siqueira

            Agora que vi que escrevi Ariza brother.
            Capelaa***

          • Leonardo Siqueira

            Sei que essa troca não vai rolar, mas acho que daria pra se livrar do Wiggins por um expirante ruim

    • Luiz

      Unico jeito de se livrar do Wiggins é por um contrato tão ruim quanto, tipo Parsons ou Batum

      • Leonardo Siqueira

        Esses caras tiveram muita sorte celouco.
        Batum, Biyombo, Parsons e mais uns 35 por ai

    • djwhites

      Eu trocaria Wiggins por Chris Paul se fosse GM dos Wolves…. CP3 com 40 anos e bixado tem mais disposição em quadra que o morto do Wiggins

    • Maicon Gomes

      Pode ser algo assim, pra bater o cap.

      Rockets: Wiggins + Teague
      Wolves: CP3 + Nenê + Chris Chiozza + Isaiah Hartenstein

      • Claudio R.

        acho pouco pro Wolves, queira ou não wiggins é novo, tem contrato longo e menor que o paul.. teria que ser Chris + capela ou chris + pj tucker pra valer a troca

        • Maicon Gomes

          Também acho pouco. Eu curto bastante o Wiggins, ele só é preguiçoso.

          Eu nem trocaria o Wiggins pra começar, só imaginei um cenário pro cap bater. Não coloquei o Capela por causa do KAT, creio que haveria de ter uma 3° equipe, pois não vejo os 2 atuando juntos.

        • Leonardo Siqueira

          Chris Paul com 50 anos vai produzir mais que Wiggins.
          Arma melhor, chuta melhor, problema são as lesões

        • Killjoy_br

          Wiggins, serio isso? N queria nem com salario de veterano

  • arruda91 arruda

    Acho que Raulzinho não fica no utah não, espero que arrume um time que pelo menos de mais minutos para ele

  • djwhites

    Adams tem um dos países contrato da liga….esse cara nunca fez nada pra merecer ganhar nem metade disso…tem vários jogadores com contratos ruins mas a maioria deles pelo menos tiveram uma fase boa…o adams nunca teve fase boa….a única coisa que esse cara da em quadra é proteger pra mula pegar rebotes …ele não ataca na defesa é terrível…..

  • Dannilo Roberto

    Seria legal para o OKC uma troca pelo Love, mandavam o Adams+pick 21+ 2rd pick

    • Maicon Gomes

      Diego Costa, torcedor do OKC que comenta aqui, aprovaria essa trade. Ele é um puta fã do Love. Sempre o elogiou nas finais.

      • Wilker Pereira

        Vc esta procurando guerra… Kkkk vc tem certeza q ele e fã do Love?

        • Maicon Gomes

          Kkkkk, só foi uma ironia po.

      • Bruno Macedo

        Se vim ele vai amar o cara, aí depois ele joga mal e ele vai ficar falando que não gostou da troca.

    • Lucas Henrique

      O encaixe não é bom com ele de Center, de PF seria perfeito, mas de Center foderia mais que o Adams

    • Cavs&KingJamesaondeestiver

      Adans no Cavs??? Cavs já tem T.T, Nance e Zizic de Center pq aceitaria outro Center limitado com salário de mais de 20 milhas??? ainda mais por um al star da posição que Cavs tem carência e seu FP?? Picks altas?? neste draft Cavs já tem 2 uma baixa e uma alta de primeira e 2 de segunda
      .rs

    • Toni von Mises

      Love é bem difícil, a não ser q Thunder recebesse o contrato do JR Smith também, o q acho improvável..rs. Tentaria trazer o Waiters novamente: Adams+Schoeder por Whiteside+Waiters do Heat. Oklahoma teria um terceiro potencial pontuador no time e uma maior segurança na proteção de aro.

  • Cavs&KingJamesaondeestiver

    Vejo a folha do OKC uma franquia pequena, sem titulo com 40 milhas acima do capital não brigando por nada e sendo varrida em primeira rodada de offs e nego aki achando que Lakers que fatura absurdos sendo uma das franquias que mais faturam hj com Lebron e AD não iram estourar o capital em 20 e 30 milhas para contratar outro al star (Irving, KL ou Butler) e mais 1 ou 2 bons jogadores da ofss para virar contender absoluto

    • Maicon Gomes

      Se o Lakers adicionar outro all star, não tem espaço mais no cap. Terá “apenas” exceção e contratos mínimos pra preencher o elenco.

      • Killjoy_br

        Ou seja, grande risco de ser outra bomba caso alguma estrela se contunda. Precisa de uma segunda unidade decente.

    • Toni von Mises
    • manguito rotador

      Vc só pode “estourar” Cap com jogadores que já tem no elenco.O qnt que o time fatura é só pra sustentar a porrada da multa,não significa poder de contratação.E aguentar essa multa qq time da NBA hj consegue.O Lakers tem espaço pra mais um contrato máximo pq a folha salarial ainda permite,não pq eles faturam um bilhão de dolares por mês…

    • Lucas Pires

      Parece q vc não sabe bem como funciona o CAP da NBA…

  • Danilo Coelho

    O ponto mais importante pro Portland é o de sempre: fortalecer a rotação nas alas. É lutar pra manter Rodney Hood e Kanter e, mesmo perdendo Aminu, arrumar um bom ala pra jogar com Harkless.
    Além do Kevin Love, chegaram a falar em Blake Griffin com um cara pra fechar esse elenco do Blazers. Difícil seria conseguir um desses sem envolver McCollum.

  • Tiago Almeida

    Denver também tá cheio de contratos ruins Will barton, mason plulle, até mesmo esse contrato do 1000sap difícil achar quem queira assumir esses contratos.

    • djwhites

      Milsap é TO….Barton tem um contrato pesadinho mas é bem trocável…….plumlee é expirante contrato bem trocável também

  • Maicon Gomes

    1 – Denver tem um belo time jovem e chegou perto de disputar a final de conferência. É manter essa excelente base junta, pois com certeza vão evoluir muito ainda. O jeito é não exercer a TO do Millsap e oferecer algo como 45/3 pra ele. Ficaria abaixo do cap e manteria todo o elenco que fez sucesso na última temporada. Não renovaria com o Lyles, assim daria espaço pro MPJ na rotação. E claro, precisa trocar o Barton.

    2 – Wolves tem dois grandes talentos, principalmente o KAT, mas é necessário evoluir como time. Vejo no CP3 um belo nome pra equipe evoluir coletivamente, mas não abriria mão do Wiggins pra isso. Tentaria algo envolvendo Teague + Dieng + Saric, creio que Rockets possa aceitar esse pacote. Tentaria renovar apenas com o Tyus e Taj, pois são boas opções pra manter no elenco.

    3 – OKC tem um bom time e possui boas peças de troca pra melhorar a equipe. O foco tem que ser adicionar jogadores que são bons do perímetro, pois faltou durante a temporada e nos offs isso pesou muito. Tentaria enviar o Adams pro Hawks em troca do Bazemore + Len + picks 35 e 41. Creio que o Hawks aceitaria de bom grado o Aquaman da deep web. OKC ainda teria Dennis, Roberson, picks (as de 2° round, manteria a pick 21) e Patterson para melhorar o elenco. Dar pra sair com equipe bem forte e mais coesa que nessa última temporada.

    4 – Portland tem um excelente trio, excelente mesmo. Tem que tentar pegar algum bom sf usando os contratos expirantes do Turner, Leonard e a pick 25. Eu manteria o Moe pra rotação, não o trocaria. Renovaria com o Layman e tentaria renovar com o Hood e Aminu também, mas esses 2 acho meio difícil conseguir manter.

    5 – Jazz é uma boa equipe, mas precisa acrescentar talento, principalmente na posição de pg. Pra melhorar a equipe via trade, tem o Exum (flop?!) + Crowder + a pick 23, fora que possui bastante espaço no cap também. Creio que a equipe virá forte nessa fa e melhorará bastante pra próxima temporada.

  • djwhites

    Tomara que o Porter Jr finalmente se livre das lesões….ele pode ser o scorer do Perímetro que o nuggs tanto precisa…..de resto o elenco tá equilibrado o negócio é apostar na evolução natural da molecada…..Malik,Morris,Jamal…….espero que não renovem com o lyles…..um completo inútil….juancho é bem melhor….. a única posicao carente é um reserva melhor pro jokic…… não acho que o time vai fazer loucuras…. só haverá troca se for algo muito bom…..

  • samuel pereira

    desses 5, 4 estão “sucateados” com o cap estourado com contratos ruins portanto não vão subir seus patamares,vão continuar chegando aos ofs mais nada além disso, o jazz é o que tem um cap menos ruim, mais com 17 milhões não da pra fazer muita coisa, resumindo o que vier é lucro.

    • Bruno Macedo

      Vão continuar chegando aos offs e nada além, fico imaginando se todos ganhassem o título.

      • samuel pereira

        é pouco os ofs pra okc e blazzers por exemplo, pq gastam muita grana com suas duplas que acabam ficando engessados no cap, e pouco acrescentam aos seus elencos , vamos ver até onde vai essa monotomia .

        • Bruno Macedo

          Até porque tem como os dois ganhar a nba no mesmo ano né

          • samuel pereira

            é poderiam fazer uma fusão os dois times ,quem sabe assim ganhariam alguma coisa, mais pra uma franquia média como os blazzers e uma pequena como o OKC até que ta bom o que fazem todo ano.

  • manguito rotador

    Conferência mais forte da liga,mas que ngm tem condição de levar nada.Talvez,bem talvez,o Nuggets.

  • 🤔

    Situação do Okc é preocupante e ao msm tempo cômoda…

    O time já tem um bom elenco mas precisa urgentemente de espaçar a quadra com mais opções para 3 pts.

    Uma troca seria interessante com o Adams mas tem que ser cuidadosa,afinal o Adams é um dos jogadores mais consistentes ofensivamente e líder em rebotes ofensivos,sendo um dos pilares no ataque de Okc…

    Okc na minha opinião só precisa de um novo SG como o Wesley Matthews assim fica interessante para a próxima temporada e se o Roberson voltar defendendo bem o time vai ser um dos melhores defensivamente.

  • Adriano Goveia

    – Quanto ao Denver, vem se ventilando a noticia de que pode trazer o Vancar da Europa, certamente jogará a Summer League pelo menos. Me parece pelo o que leio que é daquele estilo de jogador europeu que virá do banco e que arremessa bem de 3

    – Não duvido que renovem com o Millsap, na Team Option mesmo. Vão cair de pau rs mas não prejudica muito para este ano, já que nenhum FA que elevaria significamente deve ir ao Denver. Millsap, apesar de que deve cair a participação dele, ainda é um encaixe perfeito com o Jokic. E é contrato de um ano só.

    – A noticia é que MPJ vem agradando e muito nos treinamentos. Sendo melhor que o Barton já é um puta upgrade.

    – Barton tem um bom valor de troca, ano passado jogou improvisado de SF e veio de lesão… tem suas loucuras mas pode ajudar muito time ai. nada fora de série, mas passa, pega rebote e arremessa decente (até defesa nos playoffs foi bem). Duro é o Mamba Mentality.

    – Trocaria Barton por um PF reserva, não sei bem o que pensar do Pumlee, manteria o resto do time, começaria a dar mais tempo de quadra pro Vanderbilt, MPJ e Vancar, deixaria este time entrosar mais (que já é uma grande vantagem em relaçao aos outros). Seria bom trazer um SF 3&D tb

    • djwhites

      O pumlee na regular até deu pra aguentar…mas nos offs foi exposto demais….o jokic não podia descansar 1 minuto que o time afundava .. ..tentaria arrumar alguém melhor ….sobre o sf eu gostaria de ver o ariza nesse time….mas ao mesmo penso que ele pode atrapalhar a entrada do Porter Jr na rotação….

      • Adriano Goveia

        Exato… reclamei do Barton mas na verdade quem mais foi significativo para o Denver cair contra o Blazers foi o Pumlee…. e esqueci de escrever, manteria o time mas sem renovar com Lyles, Lydon e IT

  • Marcos Oliveira

    O OKC poderia tentar trocar o Adams pelo Love, ele é um bom encaixe pro time, além disso trocar o Alemão pelo Hardaway é uma boa e tentar trazer o Cousins ou algum pivô para substituir o Neozelandês…

    • Lucas Henrique

      Galera viaja

  • Marcelo Desoxi

    Se o Paul George não parar de ser tchutchuca nos playoffs, OKC não dará o next step hauhua.
    Simples e claro.

  • Ronald Vagner

    OKC: ´´Cerca de US$39 milhões acima do teto salarial, pagando US$50 milhões de Luxury Tax´´. Kkkkkkkkkkk, isso tudo para time de 1 round é foda.

  • Ronald Vagner

    A situação do Blazers é complicada nessa FA, não tem a bird do Seth Curry, nem do Kanter, nem do Hood. O Nurkic talvéz não jogue a temporada toda, e cap engessado. No Oeste do jeito que o negócio é bruto, se bobear nem voltará aos playoffs esse ano (devido a novas forças surgindo como Lakers, Mavs, Clippers). Uma pena pq é um time bem legal de se assistir, mais deve perder todos esses FA, pq eles valorizaram nos playoffs desse ano.