Para Blake Griffin, Pistons pode brigar por mando de quadra nos playoffs

O Detroit Pistons inicia a temporada torcendo para ter um elenco mais saudável do que na campanha passada. E, se as lesões cessarem, o novo astro da franquia defende que o time precisa ter uma visão ambiciosa para 2019. O ala-pivô Blake Griffin projeta a equipe do Michigan como candidata a uma das quatro primeiras posições da conferência Leste, se a questão física permitir.

“Nossas expectativas deveriam ser altas para essa temporada. Precisamos pensar e mirar alto. No Leste, considerando o elenco que temos, eu não vejo razão para não ser um objetivo interno realista lutarmos por mando de quadra na primeira rodada dos playoffs”, afirmou o (otimista) craque de 29 anos, em entrevista à agência de notícias Associated Press.

A última campanha, nesse sentido, pode ajudar a confirmar as projeções de Griffin: o Pistons esteve entre os quatro primeiros colocados da conferência nos primeiros dois meses da temporada passada, quando o astro ainda não estava em Detroit. A equipe só caiu vertiginosamente no Leste (e sequer chegaria aos playoffs) após a lesão do armador titular Reggie Jackson, em dezembro.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Não parece impossível, mas seria uma grande surpresa. O banco do Pistons é uma tristeza sem fim.

    • Guilherme Petros

      Olha, acho esse Pistons completamente imprevisível. Não me surpreenderia nem se o time ficasse com mando nem se ficasse fora dos offs… rs

  • Digolas

    Não concordo, nem discordo, muito pelo contrário.

  • Gustavo

    O soldado Adenilson já explicou esse tipo de declaração…