Para Michael Jordan, formação de supertimes é nociva a futuro da NBA

Os supertimes são bons para a NBA? Se a polarização da liga não parece incomodar o comissário Adam Silver, o considerado melhor jogador de todos os tempos vê a situação com bem mais cautela. Michael Jordan, que também é dono do Charlotte Hornets, abordou a reunião de astros em algumas poucas equipes com um olhar mais preocupado do que o normal.  

“Acho que isso será nocivo ao aspecto geral da liga, do ponto de vista competitivo. Você terá um ou dois times que serão ótimos e outras 28 franquias que vão ser um lixo – ou enfrentam problemas tecnicamente, ou terão dificuldades para sobreviver como negócios”, alertou o hexacampeão pelo Chicago Bulls, em entrevista para a revista Cigar Aficionado.

A NBA vive uma polarização de forças, evidenciada pela primeira vez na história em que dois mesmos times (Golden State Warriors e Cleveland Cavaliers) fizeram as finais da liga por três anos seguidos. Para “combatê-los”, equipes como Boston Celtics, Houston Rockets e Oklahoma City Thunder agora possuem múltiplos all-stars no elenco.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Will #Lavarbola

    Volte a jogar,que o seu hornets tem chance…

  • Tiago

    Imagina se o melhor de todos os tempos voltasse nem que fosse só pra ficar no perímetro chutando só isso kkkkk

    • Eduardo Rebelatto

      Não ia dar certo, afinal Jordan não era especialista em três

  • Leonardo Augusto N. Dos Santos

    vai render uns trocentos comentários aqui… acredito que o jogador michael jordan pensava diferente do dono de franquia michael jordan…

  • Eduardo Rebelatto

    Tá chorando, mas não conseguiu montar um time realmente bom desde que tá na presidência, uma incompetência incrível

  • MarcoLakers

    Claro que a formação de super times é nociva para liga. Outro ano se começa e todo mundo sabe qual vai ser a final do torneio e possivelmente que será o campeão.

    • Jefferson Cavalcanti

      É sempre assim. A NBA é um das mais imprevisíveis.

    • Kevin Viana

      Concordo que o ano começa com 1 ou 2 time acima de todos os outros, mas quando não foi assim? (falo do começo da temporada) fora o pistons de 2004(que não era dos favoritos, mas tinha um time completo) não lembro de uma temporada desde que acompanho a NBA que houve uma zebra no título, todo mundo sabe quem é bom, e sete jogos basicamente impedem uma zebra de ganhar, mas ainda assim todo mundo assiste. Por que? Porque o que importa é a jornada, eu torço pro timberwolves e desde Garnett, além da ultima temporada, nunca houve a mínima chance do time ir aos playoffs, mesmo assim sempre fui fã. Resumindo a NBA não é o Brasileirão (sempre existirá super times) mas ela sobreviverá!

      • Danilo

        Acho q o Dallas em 2011 não começou a temporada como um dos principais favoritos(tinha Heat, Celtics, Lakers, Spurs à frente no meu modo de ver) mas são pouquíssimos exemplos na história, nesse século só lembro desses dois mesmo.

        E ainda bem q não é um brasileirão, imagina 30 franquias praticando um basquetebol horrível(como é o futebol brasileiro)… Deus nos livre rs

      • MarcoLakers

        Uma coisa é ter zebra, tipo o Lakers atual vir e copar a NBA, isso realmente não vai acontecer. Entretanto, ter uma série de postulantes ao título, sem um abismo de diferença de uma ou duas equipes, é essencial para a competitividade da liga.
        Vou usar os últimos títulos do Lakers como exemplo: Tinham o Cavs, Boston e Magics com plenas condições de chegar a final e lutar pelo título. No Oeste tinha o Lakers, Spurs e Dallas (para dizer o mínimo). Em níveis parecidos.

        Hoje temos o GSW, um nível inferior temos o Cavs e uns dois níveis inferiores temos o restante dos times. Enfim, fica complicado e chato, tanto é que temporada passada tivemos os playoffs mais chatos da história.

  • Jefferson Cavalcanti

    Michael Jordan está errado em dois pontos de vista.

    Primeiro: não se preocupou com isso quando era jogador – nem deve se preocupar. O Bulls dele sempre era um dos supertimes. Agora que ele não tem um supertime ele ta chorando.

    Segundo: supertimes são normais, sempre houveram times dominantes. A incapacidade do Jordan de conseguir montar um times de pelo menos 2° rodada de playoffs é o que assusta. Ele deveria se preocupar mais em fazer o Hornets bom do que tentar reescrever a história da liga mentindo na cara larga.

    Pensando no negócio: SUPERTIMES SÃO BONS PARA A LIGA. Atrai gente, vende camisa, aumenta o espaço na TV etc. O Bulls do Jordan, que por incrível que pareça, foi um supertime, engrandeceu demais a liga.

    • Albert Santos

      Falou tudo mano, tenho o msm pensamento que você.

  • Evandro

    Fazer parte de um super time como jogador e dominar a liga durante quase uma década era perfeito e ideal para a liga e principalmente para o jogador Jordan, agora ver super times dominando a liga como dono de um time, sendo o seu time um dos fracos times da liga e péssimo para a liga e para o proprietário Jordan…

    Arrego Jordan!! SE os Hornets fossem um dos super times estaria tudo lindo e maravilhoso, assim como estava nos tempos em que Chicago era o super time e você o comabdava….

  • Hilton Silva

    Realmente. faz total sentido comparar os times da década de 90 e do início do anos 2000 com os times de hoje. A ida do Karl Malone para Lakers é similar a ida do Durant para o Warriors, é também similar o Hockets do Hakeem, do Barkley e do Pippen com o Thunder dessa próxima temporada, as situações são praticamente iguais! E, claro, não podemos deixar de lembrar que o Gary Payton no Lakers foi parecido com o LeBron no Heat!

    #IronicModOn

    Será se vocês não entendem que o que acontece hoje na liga nunca aconteceu na história? Não são jogadores em processo de decadência indo para outros times para serem campeões, são super-astros no auge de suas formas físicas e técnicas!

    • Ricardo Stabolito Junior

      O que acontece hoje é como se Hakeem, em 1996, largasse o Rockets para jogar no Bulls.

      Como agente livre, o jogador pode fazer o que quiser. É um direito irrevogável e correto. Mas eu concordo contigo que os supertimes atuais são formações diferentes do que acontecia na maioria dos casos passados.

      • Hilton Silva

        Exatamente! É como se o Bird saísse do Celtics para jogar no Lakers.

    • felipe fernando Oliveira

      Meu irmão. Dizem que eu falo besteira. Isso é pq não leram esse seu comentário. Com too respeito mas você está muito equivocado nas suas comparações.

      • Hilton Silva

        Amigo, não há comparação com o que acontece hoje na NBA com o que aconteceu na década de 90 ou no inicio do anos 2000.

        • felipe fernando Oliveira

          Mas foi você que fez as comparações

          • Hilton Silva

            Mas eu estava sendo irônico….

          • felipe fernando Oliveira

            Então me desculpe. Não percebi sua ironia no caso em líde.

    • MarcoLakers

      kkkkkkkkkkkkkkkk

  • Rafael Victor

    Dono de time! Opinião de quem pode ter (ou tá tendo) os negocios afetados! Se jogasse nos dias atuais, também ia formar o supertime dele (que com certeza seria o melhor, afinal de contas, o GOAT estaria nele)!

    • Hilton Silva

      Duvido que ele se juntaria ao LeBron para ser campeão…

  • Victor Chittolina

    O MJ é o maior jogador da história. Pra mim, ainda não tem competição pelo título de GOAT, mas é no mínimo incoerente com as palavras. Falar mal da construção de supertimes quando ele teve Pippen ao seu lado em TODOS os títulos ( e ainda o Rodman nos últimos 3), não faz o menor sentido.

    • felipe fernando Oliveira

      Ok ele teve Pippen, Rodman e… E…?

      • Marcelo Desoxi

        Poha , quer mais ? 3 HOF em um time só, um treinador que também é HOF, um Ron Harper que antes de se juntar ao Bulls metia 20 pontos por jogo, mais ótimos role players. Me ajuda aí

        • felipe fernando Oliveira

          Rodman só foi adicionado no segundo tri. No primeiro foi apenas GOAT, Pippen contra o resto?

          • Marcelo Desoxi

            Mais então você concorda que ele participou de um supertime ?

    • André Mendes

      O Chicago foi moldado, assim como o GW, Pippen foi draftado em 87, sequer jogou um jogo como titular em sua primeira temporada, e foi ser campeão somente na temporada 90-91, sem grandes nomes no time alem de MJ. Somente mais tarde Rodman foi adicionado ao time. Mesmo assim não acho a situação comparavel com os dias atuais.

      • Victor Chittolina

        Tchê, entendo o teu ponto de vista e respeito. A minha verdade está longe de ser absoluta, mas eu não vejo diferenças tão significantes entre um supertime ser formado majoritariamente via draft ou via trocas e FA. A única diferença fundamental que eu vejo é que os jogadores de um supertime montado através de draft não precisaram escolher formar um grande time. Foi escolhido por eles. O que, na real, não dá garantia nenhuma que eles continuariam na franquia caso esse grande time não existisse.
        Jordan jamais teve que escolher sair do Bulls porque o Pippen desembarcou cedo em Chicago. E ele, como “dono do time

    • Bruno Praça

      Nos 3 primeiros títulos os Bulls tinham Jordan e Pippen (que vieram do Draft). Isso não era um “supertime”.

      • Victor Chittolina

        Aí é uma questão de definição mesmo. Até acho que não era um supertime, de fato, ainda que contasse com dois HoF. Mas com a adição do Rodman (terceiro HoF), não tem como negar que acabou se tornando um.
        Ou seja, o próprio Jordan participou de um supertime. Baseado em que ele vai julgar?

  • Marcelo Desoxi

    Michael Jordan, hipócrita em 50% de suas entrevistas.

  • cleberson23 ROSE- MVP 2011

    olha quem reclama, o cara que jogou com 2 HOF…

    • felipe fernando Oliveira

      Quando? Só no segundo tri que eles adicionaram Rodman. No primeiro era Jordan, Pippen contra o resto.

      • Kaio_

        isso que Rodman nem era um jogador que contribuia ofensivamente kkk era um ótimo defensor e que pegava rebote como ninguém kkk mas longe de ser um jogador que contribuia de forma tão significativa , tanto que várias vezes vinha do banco de reservas !

        • Nic

          Mesma função de Draymond Green.

          E voces consideram Daymond uma estrela.

          • Jefferson Cavalcanti

            Pessoal “da antigas” vai cair matando. Mas Green é MUITO mais jogador que o Rodman foi. Faz muito mais coisas numa quadra de basquete.

          • Charles

            Dói um pouco falar, mas o Green realmente é mais completo. Em uma outra equipe, poderia vir a fazer de 18 a 20 pontos por partida, imagino.

          • William Felton

            O Green não tem um penteado doidão. Perdeu.

          • Kaio_

            eu não kkkkk

    • Rodrigo Richter

      Acho que Jordan não deveria ser alvo de tantas críticas, principalmente porque em sua época de jogo, ele teve que enfrentar vários times com várias estrelas, jogou contra Isiah Thomas; Larry Bird; Rodman; Charles Barkley; Patrick Ewing; Dominique wilkins, Magic Johnson, Karl Malone, John Stockton, Dikembe Motumbo, Hakeem Olajuom, Jeff Hornacek, Tim Hardaway, David Robinson, Clyde Dexter, Shaq, Allen Iverson, entre outros players que foram forças na liga, entendo o fato dele querer enfatizar que com 2 ou 3 “super times” a liga fica sem competitividade; A diferença que o Jordan era o Jordan, logo mitava MUITO!

      • João Simplicio

        Seu comentário me fez lembrar q naquela época a chapa era quente! Era porrada pra Td q é lado! Não se marcava qualquer falta! Até a arbitragem perseguia jogadores! Hj em dia, encostou, é falta!

  • William Felton

    Mesma ladainha de sempre… Mas o Rafael cantou a bola ali embaixo. Não é nada pessoal, só negócios.

  • marcelo pinaffo

    Qdo ele fala de supertimes, acredito eu q ele nao critica o trabalho do GSW, q draftou todo nucleo do time antes do KD, acho q ele criticou os jogadores q poderiam ser referencias, (dirk, duncan, etc) e preferem se juntar a outros craques.
    Antes, o prazer nao era se juntar a bird, magic, isiah, era ganhar desses mesmo, so q hoje o prazer e se juntar e nao se provar ao maximo se vc e realmente capaz. E vendo como negocio, vc acha q vai ser animador ver essa temporada (estou falando em expectativa de titulos)?

  • João Simplicio

    Não consigo ver o GSW como super time, em 2015 foi campeão com 4, dos 5 titulares vindos do Draft! Não foram astros juntados em um time, como o Lakers(Kobe, Malone, Payton…), rockets(Hakeen, Barkley, Pippen), cavs(LJ, Wade, Rose)! Esses sim são supertitles! Foram montadas as panelas! O GSW é uma excelente equipe q tem um sistema de jogo definido e muito bem encaixado, coletivo! Uma filosofia de trabalho! Tem 2 MVP no Warriors e só um deles veio de outra equipe! O Cavs, por exemplo, tem 5 Franchise players nos 5 iniciais. Nesses super times, cada jogador vem de um canto! Acho q essa classificação não se aplica ao GSW.

    • Eduardo Rebelatto

      Kkkkkkk antes do durant beleza, mas por favor né. Wade decadente e rose tbm é vc considera os panela, mas o segundo melhor do planeta se juntar a equipe que eliminou ele não? Kkkk

      • Alex Vilela

        É panela sim cara, os caras tão jogando recebendo o minimo de veteranos, pera ai man kkkkk

        • Danilo

          Mas nem Rose nem Wade conseguiriam muito mais q o que eles recebem hoje(o Flash talvez nos Lakers), mas julgando a qualidade e o impacto dos jogadores é ilógico achar q Rose+Wade(ambos em franca decadência) é panela e o segundo melhor jogador da liga se juntar à equipe q bateu o recorde dos Bulls de MJ logo após esse jogador ser eliminado por essa equipe não ser panela, não faz sentido. E esse termo “panela” eu nem gosto de usar, só usei agora pra exemplificar

      • João Simplicio

        O Wade rescindiu o contrato e até abriu mão de parte doq receberia e fechou com Cavs praticamente no dia seguinte, é panela sim! O okc tb montou um time muito bom! Mas tb é panela! Trouxe 2 Franchise players!

    • Charles

      Não se discute os Warriors como franquia. Os caras mandaram bem mesmo. 3 all stars com picks relativamente sem muita projeção. Até aí tudo bem. O que deve se pôr em discussão é como pôde a eles assinarem com o segundo melhor jogador da liga, isto é, como a estrutura atual da NBA permitiu isso.
      Sem Durant eles continuariam fortes e candidatos ao título, e consequentemente o Durant manteria o Thunder fortíssimo, ou mesmo uma outra equipe. Cenário ideal para a competitividade.

    • Evandro

      Fera, o GSW tem 3 jogadores importantes drafitados e na minha opinião não era panela assim como o Cavs não era, pois Tristan T, Lebron e Irving foram drafitados e vamos lembrar que o Love foi trocado pelo drafitado Wiggins que na minha opinião é melhor que Love.. .agora vamos aos fatos…GSW ganhou o primeiro título mas o Cavs chegou a final sem time somente com LJ e na temporada seguinte com os dois times completos tomou a virada histórica e montou uma panela com KD deixando o confronto desequilibrado e nesta temporada o Casa se reforçou apesar de ter perdido um de seus melhores jogadores … de qualquer forma Cavs vem mais fortalecido se Thomas voltar bem, pois desta vez Cavs terá uma rotação de respeito com bons marcadores e pontuadores, fator determinante na última disputa já que enquanto os dois times titulares estavam jogando o jogo era equilibrado com pequena vantagem para o Cavs, mas o Banco qdo entrava afundava o time tendo o time que usar LJ e Irving de forma desmedida e os deixando exaustos no final…agora vamos ver…lembrando que contusões acontecem e Assim como Rose, Duran e Cury são problemáticos em relação a contusões e se GSW perder um deles nem final disputa, pois o Oeste está bem selvagem como todos sabem

      • João Simplicio

        Se analisar bem mesmo, o tanto em 2015 quanto em 2016, nenhum dos dois times era super time e nem panela! Mas em 2016 o gsw não tava completo não! Jogou sem o principal pivo, o Bougut! Isso foi muito bom pros Cavs!

    • Llipe LeDrain

      Falou tudo, normalmente quando formam esses supetimes, os jogadores já estão com uma idade mais avançada, como no caso do lakers com shaq, kobe, malone, payton, esses dois últimos com uma idade avançada, grande ponto fica sendo o quarteto do gsw ser mais jovem e ter um núcleo de apoio muito capacitado, isso faz a força do time ficar bem acima da média. GSW não é essa super potência apenas por causa das estrelas, o diferencial acaba sendo o backup do time.

  • AlexS.F.

    HAHAHHAHA Pensando como dono de time entendo o que ele ta falando, mas como jogador duvido que o MJ pensaria isso.

  • rafael machado

    Eu concordo completamente. Na época do Jordan não existia essa merda de super time, não lembro de franquias com 3 astros assim. A liga era muito mais equilibrada e emocionante. Além disso, ainda haviam muito mais contenders.

    • Victor Chittolina

      Jordan, Pippen e Rodman
      Bird, Parish e McHale
      Magic, Worthy e Kareem
      Barkley, Moses, Dr. J e McAdoo

      Tinham vários, cara

      • rafael machado

        Jordan e Pippen foram draftados e o Rodman não era uma estrela de primeira linha.
        Bird foi draftado, perish era um bom jogador e bom defensor, mchale era um 6 homem. Magic e Worthy foram draftados tb.
        Essa reunião de super amigos é recente na liga. Ainda mais enquanto todos estão no auge. E um FP se juntar a um time já campeão? tb coisa recente. enfim… nada contra o time do GSW, o que pesa contra a liga é a vinda do durant do time. e o james juntando super amigos nos seus times.

        • Victor Chittolina

          Eu discordo um pouco de ti em relação ao Rodman. Ele era o principal reboteiro da liga nas útlimas 4 temporadas antes de ir pro Bulls. Era reconhecidamente um dos melhores defensores da liga, tanto que já havia ganhado 2 vezes o prêmio de DPOY.
          Se foram draftados ou não, eu não vejo grande diferença. O que garante que o Jordan continuaria no Bulls caso o Pippen não tivesse chegado? Ele aguentaria mais vários possíveis fracassos? É especulação, não tenho como afirmar nada. O fato é que o Jordan teve, sim, um supertime à disposição dele.

        • João Leonildo dos Santos Canit

          Thompson, Curry e Green foram draftados, quanto ao Rodman, o Vítor Chittolina, já disse tudo.

    • Llipe LeDrain

      viajou pesado nessa ideia, sempre houve e sempre haverá supertimes, vide o exemplo do Victor Chittolina.

  • RL23

    Restante da entrevista!

    Jordan também falou sobre o rótulo de melhor jogador de todos os tempos!
    “Nunca joguei contra Wilt Chamberlain. Nunca joguei contra Jerry West. Agora dizer se um é melhor que o outro é um pouco injusto”…Ganhei seis campeonatos. Bill Russell ganhou onze. Isso faz o Russell melhor do que eu ou me faz melhor do que ele? Não, porque jogamos em épocas diferentes”….

    Esse é o Mito! O Monstro! O Cara! A Lenda!

    Belas palavras mestre, sempre admirarei e serei grato pelo que fez pelo basquete ao redor do mundo!

  • Pipoca grátis em Cleveland

    Os super times mais modernos começaram em Boston.
    Pierce Garnett Allen e um promissor Rondo
    Lakers tentou com Kobe Gasol Nash Howard
    Miami veio com os 3 superallstars da época James Wade Bosh (isso para James ganhar seu primeiro anel)
    James voltou para o Cleveland, não por amor, mas porque lá tinha uma base solida para ele reinar. Exigiu a contratação de Love, formando James Love Irving
    Durante a exemplo de Jamês fez sua escolha de ganhar um anel mais rápido e assinou com o GSD
    Super times ou não, no fim, a escolha são dos jogadores, Mozgov taxou o foda-se para o anel quando a inteligentissima direção do lakers lhe ofereceu 16M, sendo que se ficasse nos Caso, no máximo 2.3M.
    Vão falar que o momo não tem impacto, ok, concordo, mas isso foi só para mostrar que a escolha eh do jogador

    • marcelo pinaffo

      Cara, eu acho q o q esta em jogo, e q perdeu aquela coisa de competicao, o jordan perdeu pra bird, thomas durante 7 anos, a diferenca e q ele melhorou, almejou ser melhor para ganhar deles,
      Hoje em dia o q acontece, e q jogadores all star, capaz de ser a capa da franquia, prefere ir atras de titulos, jogar com pessoas do mesmo nivel.
      Sei q nao tem a ver com o assunto, mas se vc reparar, os jogadores mais lembrados, ou colocados como top 5, 10 ou sei la o q, a maioria sempre defendeu a mesma equipe desde o comeco atr o auge, uns sairam na decadencia, ou nem sairam.