Patrick Beverley desrespeita executiva da Associação dos Jogadores em reunião

A reunião da Associação dos Jogadores (NBPA) na noite em que os boicotes aos jogos da liga começaram foi mais tensa do que se pensava. De acordo com Chris Haynes, do portal Yahoo! Sports, a frustração tomou conta dos atletas por terem sido pegos de surpresa pelo ato do elenco do Milwaukee Bucks. E, nesse clima tenso, sobrou até para a dirigente mais importante do sindicato da categoria.

A diretora executiva da NBPA, Michelle Roberts, foi interrompida duas vezes por Patrick Beverley enquanto tentava explicar as implicações financeiras do possível cancelamento da temporada. O armador do Los Angeles Clippers argumentava discordar de sua lógica. Segundo Haynes, quando Michelle perguntou se poderia continuar falando, o atleta disse que não porque ele “pagava o seu salário”.

O comentário provocou uma imediata reação de vários participantes da reunião. Os principais representantes dos jogadores no órgão, como os veteranos Chris Paul e Udonis Haslem, foram rápidos em pedir mais respeito a Beverley e ameaçaram até o expulsar do encontro. É preciso admitir que o comportamento, de certa forma, condiz com a postura intempestiva e polêmica do especialista defensivo.

Alguns jogadores, incluindo os colegas de Clippers JaMychal Green e Ivica Zubac, vieram a público nas últimas horas para negar que a ofensa tenha realmente acontecido. No entanto, sem ser específico, Beverley admitiu que teve uma discussão “interessante” com Michelle. “Nossa associação é uma família, mas nem sempre uma família concorda em tudo. Nós fizemos as pazes no dia seguinte”, contou o armador.

Leave a Reply