Paul George comanda reação no segundo tempo e Pacers se mantém vivo nos playoffs

Miami Heat (3) 90 X 93 (2) Indiana Pacers

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=fye56ngC0-0]

Não foi uma partida particularmente bem jogada, mas emocionante e muito necessária para o Indiana Pacers. Em casa, a equipe do treinador Frank Vogel jogava sua sobrevivência nos playoffs e chegou a estar perdendo por dígitos duplos no início do segundo tempo. No entanto, o ala Paul George apareceu nos dois quartos decisivos para liderar os locais a uma vitória suada sobre o Miami Heat (93-90) e levar as finais do Leste de volta para a Flórida.

O primeiro período foi dominado pelos donos da casa, que tomaram o controle das ações com seu jogo coletivo e davam a impressão que poderiam sair com triunfo sem sustos. A situação melhoraria ainda mais quando LeBron James cometeu sua segunda falta e teve que deixar a quadra. Ele passou a noite limitado pelas infrações e só conseguiria retornar à quadra para atuar minutos regulares no último quarto.

Mesmo com a ausência de LeBron, o Heat surpreendentemente subiu de produção no segundo período e aproveitou o fraco rendimentos dos reservas do Pacers para tomar a liderança já nos primeiros minutos. O cenário pioraria ainda mais para os locais nos 55 segundos pré-intervalo, quando tomaram seis pontos sem resposta para fechar o primeiro tempo perdendo por nove pontos (42-33).

Noite para esquecerO segundo tempo parecia destinado a manter-se nos passos do primeiro em seus primeiros instantes, com duas cestas do ala Rashard Lewis elevando a diferença para 11 pontos após quatro minutos de ação. No entanto, a partir de então, começaria a recuperação de Indiana. Cometendo apenas um desperdício de posse no terceiro período inteiro, a equipe viu seu ataque “crescer” e permitir apenas cinco cestas de quadra ao adversário.

Em um período de seis minutos do quarto, eles conseguiram anotar 16 pontos respondidos por apenas dois de Miami para virar o confronto. No estouro do cronômetro, George converteria uma cesta de três pontos para levar o jogo com sete de frente (64-57) para o último quarto. Seria o começo do show do ala para manter seu time vivo nas finais de conferência.

George anotaria nove pontos nos três minutos iniciais do quarto derradeiro para elevar a diferença local para a casa de dígitos duplos pela primeira vez na noite, mas, com LeBron novamente em quadra, o Heat daria uma resposta em seguida. Os visitantes emplacaram sequência de nove pontos para reequilibrar as ações e, com menos de quatro minutos para o fim, uma cesta de longa distância do líder de Miami igualou a partida em 81 pontos. Era hora do principal jogador de Indiana voltar a aparecer. E ele apareceu.

Nas posses seguintes, George faria oito pontos seguidos para dar novamente a dianteira aos donos da casa – incluindo uma cesta de três pontos, apertado pelo relógio, com 46 segundos para o fim deixando a diferença em duas posses de bola. Àquela altura, o ala tinha 21 pontos no período. Ainda assim, o Heat teve a chance de sair com a vitória nos segundos finais, após aproveitar um erro do armador George Hill para recolocar-se no jogo.

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=Xp3S8ESpiLg]

Chris Bosh teve um arremesso de três pontos, bem contestado, com quatro segundos no relógio para virar a partida mais uma vez em favor do Heat, mas não acertou. Então, nos lances livres, o veterano David West assegurou a vitória – e sobrevivência – local. George deixou a quadra com 37 pontos e uma de suas melhores atuações de playoffs na carreira, enquanto LeBron atuou apenas 24 minutos e anotou sete pontos.

Heat e Pacers voltam a se enfrentar na próxima sexta-feira, na Flórida, às 21h30 (Brasília). Mais uma vez, o time de Frank Vogel joga sua sobrevivência e os comandados de Erik Spoelstra terão a chance de conquistar o tetracampeonato do Leste.

Destaques

Miami

Chris Bosh: 20 pontos e dez rebotes
Dwyane Wade: 18 pontos, oito rebotes, sete assistências e seis erros de ataque
Rashard Lewis: 18 pontos
Ray Allen: 15 pontos em 23 minutos

Indiana

Paul George: 37 pontos, seis rebotes e seis roubos de bola
David West: 19 pontos e nove rebotes
Lance Stephenson: 12 pontos, cinco rebotes e cinco assistências
Roy Hibbert: dez pontos e 13 rebotes

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • robertolakers

    Nunca achei as previsões do jumper mt certeiras, porém devem acerta essa.

  • Bruno Ribeiro-DF

    Sei não viu…. pra mim aquela bola desviada pelo Shane Battier era do Heat, mas tudo bem… Pelo menos alguma vez tinham q beneficiar o Pacers, marcar tudo pro Heat sempre não dá, né. E o q dizer do burro do George Hill? Podendo gastar o tempo, o animal foi tentar uma bandeja e levou um tocassso, poderia ter entregado o jogo…. Embora torcendo pelo Indiana, acho que Miami mata na próxima partida

    • Nathan

      Cara, ou era bola do Pacers ou era indefinida (e ai a marcação de quadra prevaleceria) O próprio Battier quando viu a marcação deu aquele sorrisinho de quem sabia de quem era a bola, mas tentou meter um tempo pra organizar e pra, quem sabe, rolar aquela briga sinistra com a imagem que o pessoal gosta de fazer na NBA (Clippers que o diga). Acho que a marcação foi correta.

    • Foi claramente desviada pelo Battier, pelamordedeus. E acho que o Hill fez certo, só devia ter sido mais rapido…

      • Bruno Ribeiro-DF

        Desviada pelo Battier mas pegou por último no Paul George… Enfim não vou ficar nessa discussão, o q vi foi isso… E a partida 5 já é passado que venha a próxima….

  • Agora é rezar para uma noite inspirada em Miami para levar pro jogo 7.

  • Renato Lgb

    Chegou Paul George??
    Não é tarde pra isso?? Rs

    Sei q todos criticaram as ações de Lance pra cima de Lebron, mas vou sem sincero, estou me divertindo com isso, e tenho a impressão que tanto Lance quanto Lebron estão se divertindo tbm, Rs! Que o muleque de Indiana é um mala sem alça é inevitável, mas numa briga com Lebron tem que se tentar de tudo, mas continuo achando que a única saída para parar James é com um tiro no certeiro no peito Rs!

    Ah, só um detalhe….
    James, define vc essa ultima cesta, batendo pra dentro como dizia nosso amigo Doc Valdomiro, somente Pippen teria condições de pará-lo, e esse já não se encontra mais em condições, vc é o cara, põe a bola embaixo do braço que o time é seu!

    • Caetano

      O Stephenson escutando as instruções do Spolestra foi muito engraçado. Lembrou meus tempos de jogador do GNU aqui em Porto Alegre…

      E o LJ tinha que ter atacado a cesta, nada de largar pro Bosh.

      • Nathan

        Cara, LBJ tinha ENORMES chances de tomar o toco, porque o HIbbert foi inteiro pra bola. Ele fez exatamente o certo, chamou dupla marcação e soltou a bola pra um bom definidor de 3 que estivesse mais livre. Acho que foi bem.

  • MARCOS OKC

    Agora não falam que o indiana ganhou por causa da arbitragem né? se fosse o OKC….

    Brincadeiras a parte… Que partida do PG24 Meu Deus o Muleque colocou a bola debaixo do braço e arrebentou, mais se o LBJ não tivesse muitas faltas no inicio essa histria poderia ter sido diferente, mas agradeço, pois não iram descansar muito rsrsrs’

    • Vc é o Marcos César do Space? Que semelhança. N sabe nd

      • MARCOS OKC

        não sou não, e me diz o que disse de errado neste comentario?

  • Boa vitória do Pacers… mas como torcedor do Heat fico feliz em ver que o time fez um jogo duríssimo sem ter Lebron… mostra que o time consegue se virar quando um problema acontece com o Big 3..

  • Marcos

    Grande partida do Indiana e que marcação foi essa do Stephenson em cima do Lebronmarcando Lebron, marca muito o menino….Acho que o Miami tem tudo para liquidar na próxima partida, e é o que deve acontecer, mas ainda tenho esperanças de acontecer o jogo 7…

  • Julio Zago

    Como muito bem dito na matéria, não foi uma partida bem jogada, principalmente pelo Heat que teve um Lebron muito apagado e cometeu muitos TOs, mas o Pacers, por sua vez, quase entregou um jogo ganho.
    Apesar do protagonismo ser para o PG, penso que seja importante dar um destaque para o Hibbert, quando ele consegue produzir dentro do garrafão as coisas ficam mais fáceis para os Pacers, pena ele ser tão instável.
    Ainda penso que o Miami é amplamente favorito nessa série, George jogou muito ontem, mas jogos assim são exceção para ele e não regra, talvez seja isso que falte ao Pacers para fazer frente ao Heat, um jogador excepcional com capacidade para decidir grandes jogos, George foi esse cara ontem, mas ele conseguirá fazer novamente?

  • Góren

    Coisa linda ver um time competir com o Heat… Como dizem, “Built not Bought”! Torço demais pro Pacers nessa série… mala por mala, as provocações do Lance (que são engraçadas) não chegam aos pés das caretas do Lebron em cada jogada… Eu acho inadimissível o melhor jogador do mundo floppar tanto! O Battier, o Lance floppar ainda vá, mas recurso não falta pro Lebron… me incomoda muito ele fazer isso.

    Apesar de achar o Heat favoritaço, vou torcer muito pro Indiana ganhar os jogos 6 e 7.

    Outra coisa engraçada é ver o Everaldo Marques e o Eduardo Agra torcendo pro Miami ganhar pra eles ficarem lá passeando em vez de ficar perdido em Indianápolis nas transmissões in loco.. hehe

  • bocada

    Impressionante a diferença de pegada entre as conferências. Verdade que os jogos na final do leste não estão sendo um primor técnico, mas a intensidade das partidas empolgam demais, sem falar na rivalidade. Os times não se gostam, os jogadores se provocam, isso sim dá um charme à competição. Os finalistas do oeste são espetaculares, provavelmente são até melhores que os do leste, os jogos são mais bonitos e os placares são elásticos, mas falta algo. Os bons moços do Spurs e os jovens astros de OKC estão fazendo uma bela série de playoffs, mas não chegam aos pés da conferência rival. Paul George fez o que se espera dele, liderou e chutou traseiros. Lebron fez exatamente o que não se espera mais dele, se escondeu e abusou das faltas cretinas. Ainda acho que o Heat leva, mas esse jogo seis colocou um peso enorme sobre o time da Florida, que em caso de derrota seriam obrigados a jogar uma sétima partida no caldeirão de Indianapolis, onde a torcida empurra de verdade, diferente da torcida mais morta da NBA. Se bem que pressão é uma coisa que o time do Heat está pra lá de acostumado. Espero apenas que tenhamos um jogo sete e que vença o melhor…

    Abs

    • BMCS

      Desculpe, meu caro, mas o que você quer mais do Oeste? Só se for faltas flagantes, faltas técnicas, enfim, o antijogo! A série é espetacular, muito superior à do Leste, e o fato de ambos os times jogarem limpo não tira o mérito deles, ao contrário! Tanto SAS quanto OKC estão de parabéns, pois provam que sabem jogar, no verdadeiro sentido da palavra.

      • M Dias

        Esse bocada só falou bobeira…

      • Caseh

        O cara apenas comparou o nível de pegada e rivalidade entre as finais. A final do Oeste realmente tá bem mais amistosa que a do Leste, assim como muito mais bem jogada. Mas é muito bom ver um jogo como o de ontem, e uma série com provocações, lances duros, isso tbm é NBA.

  • Noite realmente pra esquecer do LeBron,entrou na onda do Pacers e fez as faltas,isso é ruim,Mas quando entrou no ultimo quarto ajudou o time na reação.
    Incrivel o Paul George,o garoto acertou tudo,fez ontem o que não tinha feito nos playoffs inteiro.Por um lado é bom ver que o Heat deu trabalho pro Pacers sem o LeBron,Wade ajudando bem,Bosh bem,Ray Allen sempre bem e Lewis entrando muito bem com as bolas de 3,não vou falar daquele lance do Battier com o PG,se não me engano foi ele,foi um lance realmente dificil pra saber quem tocou por ulitmo.
    Proximo jogo se o Heat entrar igual normalmente,e se acalmar nas faltas,vencemos o jogo e fechamos a série,e o Heat tem que fechar em Miami obrigatóriamente,pq é perigoso levar essa série para Indiana.

  • Nettmann

    acho que o Miami leva agora no sexto jogo, mas que ia ser legal uma sétima partida seria. Lebron com problema de faltas o jogo inteiro, virou presa fácil pros ataques do Paul George, mas acho que já era pro Pacers.

  • Carlos Eduardo

    Tive a impressão de que o Pacers perdeu a força de vontade. O jogo foi horrível boa parte do tempo. Ganharam no sufoco de um Heat praticamente sem LeBron. Sinceramente, senti que o Pacers tem ainda graves problemas internos. Houve momentos de muita ineficiência para um time muito competente.

  • annibalbrasil

    Poderia dizer que foi uma partida péssima do Miami, porém, os caras do banco mostraram que sabem se virar sem Lebron, inclusive podendo vencer partidas, mas a rotação qualificada foi prejudicada com as faltas esquisitas do “King”, o cara fazia a falta, saía e já voltava fazendo outra! Foi uma péssima partida para o histórico de Lebron apenas, mas ele poderia ter minimizado isso, caso pegasse aquela última bola pra decidir, algo que ele já não faz há um tempão…

    Menção honrosa ao Rashard Lewis… finalmente mostrou sua especialidade (demorou!), tiros longos e marcação, mas ainda deve muuuuito e terá a grande chance na próxima partida em Miami de repetir o feito e mostrar que recuperou-se.

  • A galera já comentou os aspectos do jogo, é bem isso, o Heat se virou sem James, Indiana teve PG24 decidindo. Cara o Lance soprando o rosto do LeBron, foi demais… kkkkkkkk Quase que ele não se aguenta e ri daquilo. Ah e eu preciso ser honesto, poderia criticar a escolha do Spoelstra dizendo que a jogada deveria ser o LeBron batendo pra dentro pra dois pontos, mas aqui em casa eu pedi jogada pra 3, só que era pro Rashard ou pra Allen, mas ta valendo. E pelo amor de Deus, matem no jogo 6, eu não aguento esse jogo 7 não.

    • Antonio P.

      mas ele riu. ele tentou se segurar mas não aguentou e deu uma risada.

      esse lance foi muito engraçado mesmo.

  • Jogo pro Indiana ganhar por 30 pontos de vantagem. Não menosprezando o que o Heat fez em quadra, mas é verdade. Pacers é FRACO!
    LeBron jogou 24 minutos e não fez uns 15 pontos pq não quis (burro), mas no último passe ele acertou, Bosh é o cara que acerta grandes arremessos. Se ele acerta estava tudo Ok 😉 Confio muito no Bosh, e quando a bola foi pra ele pensei: “Ganhamos!”. Mas realmente contestado, não deu.
    Só acho que o West devia pular fora do barco do Pacers. Deve estar se sentindo o guarda do parquinho da creche.
    E desculpem o fanatismo (se assim verem) no comentário, mas o Pacers não aguenta. 🙂

    • Achei fanatismo, apaga. hahaha Zueira, cada um com sua opinião… Acho que os times titulares na verdade são bem parelhos, o de vcs tem o melhor banco, e isso pode definir a série. Espero que não, mas pode haha

      • Hahahah realmente, os caras são parelhos. Eu só acho que o Pacers perdeu a chance de ter uma vitória arrasadora. Anularam o melhor do Heat, só que deixaram um ex-jogador (Lewis) em ativiade, acabar com tudo uhahahhaha
        Os caras tem que se mostrar uma força. Coisa que eles tem muito potencial.

      • The King James

        Mancada falar assim do Lewis,o cara ainda tem lenha pra queimar no Heat,o problema é que ele ficou lento com o passar do tempo,mas ele tem uns 34 anos se não me engano.

      • Também acho mancada, mas ele mesmo se declarou um ex-jogador em atividade ao declarar no meio da temporada que seu corpo não acompanha mais seu pensamento.

    • Olavo

      Se o Bosh tivesse acertado aquela bola , as mesmas pessoas que estão criticando Lebron hoje estariam elogiando ele por ter não ter sido fominha e ter feito a jogada certa .

  • Ricardo Aguiar

    LBJ é o cara da nba atual, mas é fato que ele não é um clutch player.

  • KelvinCB

    O time de Indianápolis tem de tomar cuidado para não acontecer a mesma coisa que aconteceu com o Bulls, ser cotado anos seguidos para conquistar o leste e no fim morrer na praia.
    Não acho que essa série volte para Indianápolis, mas quem sabe né…

  • fernando

    PG viu que nao tinha solução se não ele mesmo decidir. No último quarto começou arremessar e a bola cai.melhor para Indiana.ja a última bola era pro allen ou lewis neh.Jogo 7 nem a pau.COME ON HEAT!

  • AlexT-Wolves

    Finalmente o Paul George se firmou como uma Grande Estrela. Pq ele ainda não tinha tido um “Jogo MJ” nos Playoffs e ontem ele acabou com o jogo. Agora só espero q ele se empolgue e volte a jogar assim.

    • M Dias

      Com respeito a sua opinião, não acho que ele se firmou como “grande estrela” de forma alguma, foi apenas um jogo jogado bem, então não há base para dizer que ele se firmou de maneira nenhuma. Não só ele mas o time todo são inconstantes demais.

      • Alysson

        Ele jogou assim tb contra o Hawks (39 pts). Tem o que melhorar sim mas eu tbm considero um cara q não foge dos playoffs, grande estrela.

  • Antoni

    Acho que o heat mata a série no jogo 6.
    mas se nao ganhar vai se complicar, se essa serie voltar pra indiana, sei nao.. pode ser perigoso pro melhor time da nba

    Sobre Lebron, nem todo jogo ele vai ser o genio que é, tem jogo bom e ruim o que eu destaco dele é essa mania de nao chutar a ultima bola.. isso nunca vai mudar, mesmo ganhando titulos

    • Concordo,Heat tem que vencer em Miami,se a série for pro jogo 7 ai complica.

  • Nettmann

    Será que só eu acho o George muito parecido com Kobe? falo do estilo de jogo e até porte físico, sei lá me lembra muito o Kobe principalmente no início da carreira.

    • Ricardo Aguiar

      Acho George mais explosivo na hora de enterrar. Estilo Iguodala as enterradas, Kobe tem um estilo mais cadenciado porem mais técnico. Opinião minha.

    • M Dias

      Creio que não caiba essa comparação não, o menino George é beeemmmm menos técnico e beeeem inconstante.

    • PacersWin

      Kobe é top 10 All-time, dificilmente o George chegue a esse nível, porém os estilos de jogo são iguais

    • luis_spurs

      Eu acho o Kobe um jogador bem mais técnico, com maior QI. O George é mais explosivo, tem um atleticismo maior.

      Como alguns falaram, acho muito dificil que o Goerge chegue um dia ao nível que o Bryant ja chegou.

  • rodrigo

    Proximo jogo prometi

    • Prometeu pra quem?

      • Daniel Nogueira

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
        Agora eu chorei!

  • PacersWin

    Se tivessemos um técnico pro ataque esse jogo teria fechado ontem, enfim… da pra ganhar as próximas 2 sim.

    • M Dias

      Claro que dá, afinal o Heat não é nada né…?
      Cada uma viu…

  • Enquanto isso, Evan Turner esquenta banco enquanto Green poderia ao menos estar marcando alguém… ainda considero o Indiana o “Milli Vanilli” da temporada…

    • Verdade, e nao entendo a pouco utilização do Scola, o cara joga um bolão.

  • Big

    Amigos, olha que legal essa análise sobre a jogada que o Lebron fez ontem na ultima bola do Heat. Confesso que na hora do lance, eu queria que tentassem o empate (2 pts do Lebron), mas logo depois lembrei que o Lebron tava com 5 faltas e uma prorrogação sem ele ia ser ruim pro Miami. Lembrei tbm que aquele (Lebron infiltra e distribui a bola pra alguém na linha dos 3) é um dos lances mais clássicos do Heat. http://two-minutewarning.blogspot.com.br/2014/05/destrinchando-o-arremesso-final-de.html

    • M Dias

      Realmente uma ótima análise. Muitas pessoas aqui não tem a menor noção do que realmente aconteceu naquela jogada e ainda insistem em falar mal do James…

  • Antoni

    amigo ninguem ta falando mal dele nao, pelo menos eu nao estou.. o que eu falei foi a insistencia dele nas ultimas bolas nao decidir, se ele nao tinha condicoes de finalizar ele que criou essa situacao, podia tornar o seu arremesso mais favoravel ou tentar um drible, ele é o cara do time!

    isso é caracteristica dele, ele podia cortar e arremessar, podia receber fazer um drible e arremessar, podia driblar e tentar a bandeija, mas nao ele preferiu passar a bola como acontece e muito na sua carreira nos momentos finais dos jogos.

    isso nao o diminui, mas prejudica a ele mesmo