Por bom acordo, Zach Randolph não se importa em perder temporada

Zach Randolph viveu um dos melhores momentos de sua carreira na última temporada, quando liderou o Memphis Grizzlies até as semifinais dos playoffs da Conferência Oeste – resultado mais expressivo da história da franquia. Qualquer atleta nesta situação estaria torcendo para voltar logo às quadras e retomar o caminho das boas atuações, certo? Bem, este não é exatamente o caso do ala-pivô.

Em entrevista ao jornal Memphis Commercial Appeal, o jogador de 30 anos afirmou estar disposto a abrir mão da temporada 2011-12 inteira por um acordo coletivo que favoreça os companheiros de profissão. “Se este for o sacrifício que tiver de ser feito para termos um futuro melhor, então estou de acordo”, disse o veterano.

Para Randolph, passar a temporada completa em greve significaria deixar de receber cerca de US$ 17 milhões (R$ 30.6 milhões) em salários, equivalentes ao primeiro ano da extensão de quatro temporadas que assinou com o Grizzlies em abril passado.

O ala-pivô pretende acompanhar o andamento do locaute até novembro para definir se vai jogar fora dos EUA. Caso vá, ele tem interesse em atuar no mesmo time de um dos seus companheiros de Memphis. “Eu vou ver o que o Marc [Gasol] está fazendo. Gostaria de ir para onde ele for. Quero conversar com ele e continuar jogando ao seu lado”, revelou.

Veterano de 10 temporadas da NBA, Randolph acumulou médias de 20.1 pontos, 12.2 rebotes e 2.2 assistências na campanha 2010-11. As grandes atuações levaram o ala-pivô a ser escolhido para o terceiro time da temporada.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.