Por maior “influência”, Trae Young visa seleção para Jogo das Estrelas 2020

Status, contratos mais rentáveis e maior reconhecimento são algumas das razões pelas quais, obviamente, qualquer atleta da NBA quer ser um all-star. O armador Trae Young, porém, tem um motivo bastante particular para buscar a estreia no Jogo das Estrelas em 2020. O jovem astro do Atlanta Hawks pretende utilizar a maior visibilidade trazida pelo evento para o bem coletivo.

Quanto mais impacto eu causar em quadra, mais poderei fazer a diferença fora dela também. É assim que enxergo as coisas. Por isso, desejo estar no Jogo das Estrelas e ser um dos melhores jogadores da NBA: a minha plataforma e voz serão maiores, podendo fazer mais pela comunidade”, explicou o atleta de 21 anos, em entrevista ao site The Athletic.

De fato, desde que chegou à NBA, Young tem sido uma revelação para o Hawks por seu envolvimento em causas sociais. Ele ajudou a levantar, recentemente, mais de US$1 milhão que foram doados para cancelar diversas dívidas médicas de cidadãos de Atlanta. Em quadra, ele registra médias de 28.9 pontos, 4.5 rebotes e 8.9 assistências na atual temporada.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.