Heat acerta extensão de três temporadas com Justise Winslow

O Miami Heat conseguiu evitar que Justise Winslow teste o mercado como agente livre restrito na próxima offseason. De acordo com Adrian Wojnarowski, da ESPN, as duas partes fecharam uma extensão contratual prévia de três temporadas que vai render US$39 milhões em salários ao ala a partir de julho de 2019. O terceiro ano de vínculo será uma opção da franquia da Flórida.

“Eu estou simplesmente empolgado. Estou comprometido com esse time e cidade. Foi bom termos alcançado um acordo antes da temporada, pois poderei entrar em quadra e só me preocupar em jogar – com mente e coração abertos. Tenho, mais do que nunca, total investimento em nossa equipe”, celebrou o atleta de 22 anos, pouco antes de mais um jogo do Heat na pré-temporada.

Os representantes de Winslow já vinham negociando a possibilidade de um acordo prévio com os dirigentes da franquia desde o início da offseason, mas as tratativas só avançaram nas últimas semanas. O prazo para que o time conseguisse finalizar a extensão com o jovem e evitar que fosse agente livre no ano que vem ia apenas até a próxima segunda-feira (15).

O ala de Miami é somente o terceiro jogador escolhido na primeira rodada do draft de 2015 a acordar um alongamento prévio de vínculo, juntando-se ao ala-armador Devin Booker e o pivô Karl-Anthony Towns. A diferença dos casos é que os dois outros jogadores assinaram extensões máximas, com salários girando em torno de US$30 milhões anuais.

Selecionado na 10ª posição do recrutamento de três anos atrás, Winslow sempre foi reconhecido pela entrega em quadra excelência defensiva. Sua carreira, porém, sofreu uma pausa forçada no final de 2016 por conta de uma gravíssima contusão no ombro. Na última temporada, novamente saudável, ele registrou médias de 7.8 pontos, 5.4 rebotes e 2.2 assistências por noite.

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.
  • Parece que ele está há muito tempo na liga e tem apenas 22 anos. Não tenho tanto hype mais para que ele se torne muito melhor em quadra, mas mesmo assim tem aprimorado no lado ofensivo. Ainda não é uma ameaça, mas também já não é nulo. Acho ele soft atacando a cesta, poderia utilizar melhor o corpo, por exemplo. A melhora nos chutes de três é um ponto a favor, além da defesa que não dá para falar muito mal. No fim das contas, 39/3 é um contrato muito bom.

    • pedrokadf

      É isso, sem mais delongas…

      • Opa Pedro. Acabei de achar uma “delonga” que vale a pena: o aproveitamento de 38% seria incrível, caso ele não acertasse apenas 0.7/1.9 de 3 por jogo – pois é, essa é a média do Winslow por jogo kkkkk.
        Ele acerta ZERO-PONTO-SETE DE BOLA DE TRÊS POR JOGO, >>QUASE<UMA< POR JOGO. Teoricamente ele faz 2 pontos (2.1) nesse acerto kkkkk

        • pedrokadf

          Verdade haha, essa ”delonga” vlw a pena hehe
          muito ruim esse aproveitamento

  • Bruno Macedo

    Normal pro queridinho do PAT, ganhar mais que o Josh Richardson, que é por enquanto mais jogador é duro.

  • Alessandro

    Pra que? Vai trocar?

  • 13M não é tanto no cap, vale a tentativa

  • Vitor Martins

    Quem não tem Butler caça com Winslow…

  • Diego Costa

    Nunca evoluiu até agora. Talvez tenha sido uma estrategia, pra trocar o moleque em janeiro