Porzingis se vê pronto para liderar Knicks: “Nunca duvido de mim mesmo”

O primeiro jogo de Kristaps Porzingis como o oficial “protagonista” do New York Knicks é um reflexo dos momentos do atleta e da franquia. O ala-pivô foi o maior pontuador (31) e reboteiro (12) do jogo, mas os nova-iorquinos perderam por 21 pontos de diferença para o Oklahoma City Thunder. A temporada da equipe não projeta ser bem animadora, mas o jovem letão se considera pronto para a missão de suceder seu adversário da estreia, Carmelo Anthony.

“Eu nunca duvido de mim mesmo. Nunca sinto que não estou pronto para realizar algo, mesmo que seja o mais complicado de minha vida. Tento sempre pensar no que sou capaz de fazer e vou focar-me em tudo que posso influenciar. Não tenho medo de nenhuma situação. Estou aqui, tive uma grande experiência observando Carmelo nos últimos anos e chegou a hora de seguir em frente”, afirmou o atleta de 22 anos, em entrevista antes da primeira partida da campanha.

Porzingis quer muito mais do que apenas se tornar o grande líder do Knicks neste ano. Em recente publicação no site The Players’ Tribune, o jogador foi bem ousado ao dizer desejar a conquista dos prêmios de atleta que mais evoluirá na temporada, defensor do ano e MVP em 2018. A expectativa é totalmente fora de realidade, mas o “aprendiz” recebeu extensos elogios do “mentor” após um excelente desempenho individual nesta quinta-feira.

“Eu fiquei feliz por simplesmente ver que Kristaps está realmente pronto para esse papel de liderança. Ele foi agressivo e pareceu muito confortável em quadra, então posso garantir que estou bem contente de vê-lo como um protagonista”, elogiou o experiente ala, que chegou até a tomar um toco do ex-companheiro no começo da partida.

Carmelo definiu recentemente seus últimos dois anos no Knicks como um “inferno”, pela pressão e polêmicas em relação ao seu nome. Agora, ele torce (e aposta) que Porzingis pode aguentar os holofotes. “Esse é um grande ano para Kristaps. Tentei sempre assumir a culpa pelos problemas para tirar a pressão de suas costas, mas, agora, é a sua vez. Ele precisa abraçar a função e a responsabilidade, estar pronto para o que está por vir – e acredito em seu talento”, concluiu o amigo.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Pablo Leite

    Precisa melhorar o aproveitamento nos arremessos!

  • DNT

    Porzingão é monstro, vai aposentar no Knicks.

  • Joga demais, tem uma mecânica invejável, mas parece que aprendeu do seu tutor Carmelo principalmente como tijolar. O aproveitamento dele é bem ruim.