Power ranking da temporada – Alas-pivôs

Dando sequência ao power ranking da temporada, hoje é o dia dos alas-pivôs. Coletamos votos de 11 membros da nossa equipe para elegermos os 20 melhores da posição.

Participaram da votação:

Antonio Carlos Junior – AC
Eduardo Ribeiro – ER
Guilherme Fernandes – GF
Guilherme Ramos – GR
Gustavo Freitas – GU
Gustavo Lima – GL
Lucas Colisse – LC
Michel Moral – MM
Ricardo Romanelli – RR
Ricardo Stabolito – RS
Vinicius Donato – VD 

Todos os atletas citados receberam pontuação inversa à posição em que aparecem na lista de cada consultado para concluirmos o ranking: o 20o colocado da relação de um votante ganha um ponto, enquanto o primeiro colocado contabiliza 20 pontos. Em caso de igual pontuação após a apuração total, o Jumper estabeleceu critérios de desempate antes do início da contagem dos votos da seguinte forma:

  1. Maior número de citações entre os 11 votantes
  2. Maior posição conquistada em um ranking individual
  3. Maior índice de eficiência P.E.R. na atual temporada

 

20- Blake Griffin – Detroit Pistons

Que ano difícil! Após ser trocado pelo Los Angeles Clippers em 2017-18, Blake Griffin deu sinais de que voltaria a ser um astro. E foi! Em 2018-19, ele figurou na seleção do Leste, mas veio a atual temporada e, com ela, as lesões. Griffin participou de apenas 18 partidas, mas longe, bem longe de suas melhores performances. A notícia boa é que ele está recuperado de cirurgia e pode retornar às quadras.

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    18  28.4  35.2  77.6  24.3  4.7  3.3  0.4  0.4  2.2  15.5 
Carreira     622 34.8 49.8 69.4  33.3 8.8  4.4 0.9  0.5 2.6  21.7
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição   – –  –  –  19  15  –  –  13  20  20   18

 

19- Marcus Morris – Los Angeles Clippers

Marcus Morris era ala no New York Knicks. Saiu do banco em algumas partidas e até começou outras como ala-pivô depois da negociação para o Los Angeles Clippers. Seus números caíram, claro, com as presenças de Kawhi Leonard e Paul George, mas ainda é uma boa opção para jogar aberto no ataque e defender contra jogadores da posição. Acertou 41% dos arremessos de três em 2019-20.

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    55  31.4  43.3 82.3  41.0  5.1 1.4  0.8  0.5  1.6 17.4 
Carreira    600  27.0 43.1 75.9 36.7  4.7 1.5 0.7  0.3 1.2 12.1
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição   – 14  –  –  –  –  18  17  15  –  –   20

 

18- Carmelo Anthony – Portland Trail Blazers

Que virada, não é mesmo? Carmelo Anthony era dado como aposentado depois da saída conturbada do Houston Rockets. Foi trocado para o Chicago Bulls e nem chegou a atuar por lá. A espera foi positiva. Anthony encontrou um time que precisava dele e vice-versa. É um veterano, que ainda consegue produzir ofensivamente por suas características quase únicas na liga. Já é melhor do que muito torcedor do Portland Trail Blazers poderia imaginar.

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    50  32.5  42.6  84.3  37.1  6.3  1.6 0.8 0.5  1.7 15.3 
Carreira    1.114  35.7 44.8   81.2 34.8  6.5 2.9 1.0  0.5  2.6  23.6 
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição  16  20  16  15  17  –  19  20  –  –  –   24

 

17- Aaron Gordon – Orlando Magic

Ala ou ala-pivô? Difícil essa. Aaron Gordon fez boa parte da carreira como ala-pivô e, quando Jonathan Isaac ganhou tempo de quadra, o atual vice-campeão do torneio de enterradas virou ala. Entretanto, joga muitos minutos na posição que analisamos hoje e, por isso, foi credenciado para ser votado aqui. Apesar de sua capacidade de expandir seu jogo, ainda não explodiu (e talvez nunca aconteça).

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    58  33.0  43.3 67.5  30.1  7.6  3.7  0.9  0.6 1.6 14.4 
Carreira    399  28.6 44.7 70.1 31.8  6.4  2.4  0.8  0.6  1.4 12.7 
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição  13 18  17  17  18  18  –  12  13  18  16   50

 

16- Robert Covington – Houston Rockets

O mundo dá voltas. Para Robert Covington, especialmente. Há sete anos, Covington assinou com o Houston Rockets, mas foi dispensado após apenas sete jogos. Durante a temporada, o time texano envolveu o pivô Clint Capela em uma troca de quatro times para obter seus serviços. Covington é um defensor provado, que sabe espaçar a quadra e pode marcar praticamente qualquer posição.

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    62 30.1 43.2  79.6  34.9 6.4  1.2  1.5  1.3  1.5 12.8 
Carreira    388  29.9  40.7  81.1 35.8  5.7 1.5  1.6  0.9  1.7  12.8
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição  12  17  14  14  16  17  13  –  14  17  14   62

 

15- Bojan Bogdanovic – Utah Jazz

Mais um jogador que poderia estar na lista dos alas, mas depois que o Utah Jazz desistiu de jogar com um ala-pivô clássico, Bojan Bogdanovic provou, mais uma vez, ser uma ótima escolha para jogar espaçando a quadra. Bem, para Bogdanovic, só mudou o fato de ter que marcar caras mais altos, mas o Jazz sabia que isso seria o velho papo do cobertor curto e sobrecarregou Rudy Gobert no garrafão. De qualquer forma, Bogdanovic faz, em 2019-20, sua melhor temporada da carreira.

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    63  33.1  44.7  90.3  41.4 4.1  2.1  0.5  0.1  2.5  20.2 
Carreira    462  28.5 46.0  85.8  39.4  3.5  1.5  0.6  0.1  1.6  14.2 
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição   14 16  –  12  13  13  20  18 10  17   70

 

14- Julius Randle – New York Knicks

Criticado por onde passa por querer conduzir a bola em demasia, o ala-pivô Julius Randle tem sido ótima opção ofensiva no New York Knicks. O problema é que o Knicks já está pensando em envolver o jogador em alguma negociação, justamente pelo que ele deixa de produzir. São três erros de ataque para quem se propõe organizar o jogo (3.1 assistências). O 14º lugar está de bom tamanho.

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    64  32.5  46.0 73.3  27.7  9.7  3.1  0.8  0.3  3.0  19.5 
Carreira    375  29.2  49.3  72.4  29.5  9.0  2.8  0.7 0.5  2.5  16.1 
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição   20 13  13  13  12  10  11  17  13  12   78

 

13- Draymond Green – Golden State Warriors

O senhor triple-single caiu de produção quando todos esperavam mais dele. Sem Stephen Curry e Klay Thompson, além dos que saíram (DeMarcus Cousins e Kevin Durant), Draymond Green simplesmente faz uma temporada terrível. Talento, ele tem. Não é possível que isso se perdeu, mas precisa mostrar mais.

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    43  28.4  38.4  75.9  27.9 6.2  6.2  1.4  0.8  2.3  8.0 
Carreira    576  28.1 43.5 71.0  31.9 6.9  5.0  1.4  1.1  2.1  9.0 
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição   17 11  18 10  10  –  16  14  10  86

 

12- Zion Williamson – New Orleans Pelicans

São apenas 19 jogos, mas Zion Williamson já deixou muita gente empolgada. O ala-pivô do New Orleans Pelicans fez a diferença depois que chegou. O time tornou-se um real candidato aos playoffs após sua estreia, com dez vitórias e nove derrotas. Antes da suspensão dos jogos pela pandemia do COVID-19, Williamson provou ser capaz de pontuar em profusão.

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    19  29.7  58.9  64.5  46.2  6.8  2.2  0.8  0.5  2.7 23.6 
Carreira    19  29.7   58.0  64.5  46.2 6.8  2.2  0.8  0.5  2.7  23.6
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição   15 12  11  16  14  12  16  –   90

 

11- Jaren Jackson Jr. – Memphis Grizzlies

Jaren Jackson Jr. tem feito boa temporada no Memphis Grizzlies, especialmente ajudando dos dois lados da quadra. Bom defensor e com ótimo aproveitamento nos arremessos de três pontos, Jackson tornou-se uma das principais opções ofensivas. Claro que não sobram muitos rebotes, pois Jonas Valanciunas pega boa parte deles, mas ele se sai muito bem nas trocas de marcação.

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    54  28.0  46.8 74.1  39.7  4.7  1.4 1.4  1.6  1.7  16.9 
Carreira    112  27.0  48.5  75.5  38.6  4.7  1.4 1.3 1.5  1.7  15.3
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição   10 15  9 11  15  11  15  15  11  15  11   93

 

10- Danilo Gallinari – Oklahoma City Thunder

Sim, eu sei. Danilo Gallinari não era para estar aqui. Mas é a formação do Oklahoma City Thunder, né? É aquele ala que virou ala-pivô pela altura, mas desempenha quase as mesmas funções de antes. Gallinari é um especialista em arremessos de longa distância e faz bem seu papel no ataque, tanto que é um dos cestinhas da equipe na atual campanha. E que campanha!

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    55  30.7 43.9 88.6  40.9 5.5  2.1  0.7 0.1  1.3 19.2 
Carreira     604 31.0 42.7  87.2  38.1  4.9 2.0  0.8  0.4 1.3 16.2 
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição   9 10  12 10  12  16  16  15   105

 

9- John Collins – Atlanta Hawks

A suspensão no começo da temporada atrapalhou um pouco a vida do ala-pivô John Collins. Poderia estar melhor ranqueado, mas fez grandes jogos depois disso. O atleta, jogando pouco mais de três minutos a mais que em 2018-19, elevou seus números em pontos, rebotes e bloqueios, além de ter evoluído nos arremessos de três (40.1% de aproveitamento).

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    41  33.2  58.3  80.0  40.1  10.1  1.5  0.8 1.6  1.8 21.6 
Carreira    176  28.3  57.1  75.7  36.9 8.8  1.6  0.6  1.1 1.7  16.2 
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição   8 15  11  14  14  12  13   112

 

8- Kevin Love – Cleveland Cavaliers

Kevin Love está parecendo o Digão, nos Raimundos. Só sobrou ele depois das saídas de caras do nível de Kyrie Irving e LeBron James. É visível que ele andou se estressando no Cleveland Cavaliers. Fez um papelão quando viu que o time demorava em demasia a construir uma jogada, mas pediu desculpas por seu ato. Love ainda é útil e, vira e mexe, tem seu nome envolvido em rumores para deixar o Cavs. E ele vai ficando…

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    56  31.8  45.0  85.4  37.4 9.8 3.2  0.6 0.3 2.5 17.6 
Carreira    713  32.0  44.2  82.8  37.0  11.1  2.4  0.7  0.5  2.0  18.2
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição  11  10  10  11   129

 

7- Paul George – Los Angeles Clippers

Ala, ala-armador ou ala-pivô? Mas que tal os três? Paul George é excepcional defensor em um time repleto deles. Demorou a estrear, por conta de uma lesão. Seu ritmo não estava tão bom, seu jogo não fluiu naturalmente e passou vários jogos bem abaixo do esperado. Segue oscilando demais. Faz partidas memoráveis, como na vitória sobre o Minnesota Timberwolves, quando obteve 46 pontos. Dois dias antes, fez 13 contra o Toronto Raptors. Seus minutos vão subir assim que ele estiver totalmente ambientado e com o tempo de quadra que precisa ter.

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    42  29.1  43.2  88.2 39.9  5.7  3.9  1.3 0.5  2.7 21.0 
Carreira    646  33.5 43.3 84.6  38.0  6.4  3.3  1.7  0.4  2.6  19.9 
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição   7 10   6  160

 

6- Kristaps Porzingis – Dallas Mavericks

Como é legal ver Kristaps Porzingis em quadra, não é mesmo? Depois de um ano inteiro parado, por lesão, o letão soube lidar com o seu papel de segunda opção ofensiva, atrás de Luka Doncic. Porzingis é um dos líderes da NBA em bloqueios (2.1 por jogo) e consegue sair do garrafão para arremessar, mesmo com os seus 2.21 metros. Só precisa se livrar das inúmeras contusões.

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    51  31.3  42.0  77.6  34.9 9.5  1.7  0.7  2.1 1.6  19.2 
Carreira     237 31.1 43.3  79.8 35.7  7.6  1.4  0.7  2.0  1.8  18.1
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição   6  7  162

 

5- Domantas Sabonis – Indiana Pacers

Domantas Sabonis, definitivamente, se encontrou no Indiana Pacers. Líder da equipe em rebotes e vice em pontos e assistências, o filho do lendário Arvydas Sabonis foi para o seu primeiro Jogo das Estrelas na atual temporada. O jogador assumiu o Pacers na ausência de Victor Oladipo e fez o time manter-se entre os cinco melhores da conferência Leste.

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    62  34.8  54.0  72.3  25.4  12.4  5.0  0.8  0.5  2.7  18.5 
Carreira    291 25.6  52.2 72.2  32.1  8.0  2.6  0.6 0.4  1.9  12.1 
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição  6 5 5 5 6  172

 

4- Pascal Siakam – Toronto Raptors

Jogador que mais evoluiu em 2018-19, Pascal Siakam melhorou ainda mais depois da saída de Kawhi Leonard para o Los Angeles Clippers, tornando-se referência tanto na defesa quanto no ataque do Toronto Raptors. Em grande fase, Siakam foi para o seu primeiro Jogo das Estrelas na atual temporada.

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    53  35.5  45.9  80.0  35.9  7.5  3.6 1.0  0.9  2.5 23.6 
Carreira     269  25.9  50.4  76.6  33.3  5.6 2.3  0.8  0.7  1.4 12.7
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição   5  4  3  4  4  5  6  4  3  3  4  186

 

3- Jayson Tatum – Boston Celtics

Jayson Tatum evolui a cada ano e parece um veterano em quadra. São só três temporadas na carreira, suficientes para estabelecer-se entre os melhores jogadores de sua posição na liga. Mesmo com a chegada de Kemba Walker, Tatum foi para o Jogo das Estrelas como o principal atleta da equipe.

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    59  34.6 44.8  80.6  39.8 7.1  2.9  1.4  0.9  2.2 23.6 
Carreira     218  31.8  45.6 82.7   39.9  5.9  2.2  1.1  0.8  1.7 17.2
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição   4  189

 

2- Anthony Davis – Los Angeles Lakers

Em qualquer outra condição que não fosse mais uma temporada fantástica de Giannis Antetokounmpo, Anthony Davis estaria em primeiro na posição. Ainda que jogando ao lado de LeBron James, Davis é o cestinha e líder em rebotes no Los Angeles Lakers. Considerado um dos principais candidatos ao prêmio de melhor defensor da atual temporada, o camisa 3 bloqueou, ao menos um arremesso em 24 dos últimos 25 jogos e 39 dos últimos 41. Incrível!

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    55  34.3  51.1  84.5  33.5  9.4  3.1  1.5  2.4  2.5  26.7 
Carreira     521 34.5  51.7  80.1  31.9  10.4  2.2  1.4 2.4  1.9  24.0 
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição   2 210 

 

1- Giannis Antetokounmpo – Milwaukee Bucks

O atual MVP é o principal candidato ao prêmio em 2019-20. Isso, claro, se tudo voltar ao normal. Giannis Antetokounmpo consegue, em cerca de 30 minutos, produzir quase 30 pontos, 14 rebotes e seis assistências. É um absurdo o que ele faz no Milwaukee Bucks. Recebeu dez dos 11 votos para o primeiro lugar, mas ainda tem espaço para evoluir. É sério. Seu arremesso de longa distância ainda está em progresso, o do lance livre, então, caiu de aproveitamento nesta campanha. Ainda assim, o grego sobra fisicamente dentro do garrafão.

Estatísticas  –  MPG  FG%  FT%  3P%   RPG  APG  SPG  BPG  TPG  PPG 
Temporada    57  30.9  54.7  63.3  30.6  13.7 5.8  1.0 1.0  3.7  29.6 
Carreira     522  32.5  52.5 72.4  28.5  8.9  4.3  1.2  1.3  2.8  20.0 
Voto  AC  ER  GF  GR  GU  GL  LC  MM  RR  RS  VD  PTS 
Posição   1 1  219

Outros votados

Al Horford – 14 pontos
Davis Bertans – 13
Paul Millsap – 12
Duncan Robinson – 7
Lauri Markkanen – 7
Eric Paschall – 3
Nemanja Bjelica – 1

Veja também:

Power ranking da temporada – pivôs


Toda terça e quinta, o Jumper Brasil tem a sua live no Instagram, às 20h04. Venha participar com a gente.

 

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.