“Precisamos da contribuição de todos”, afirma LeBron antes de jogo decisivo

LeBron James teve uma legítima atuação de gala na quinta partida das finais: anotou 41 pontos, pegou 16 rebotes e distribuiu sete assistências. No entanto, o astro do Cleveland Cavaliers não quer depender de uma série de performances épicas para conquistar o título desta temporada. Ele está confiante em mais uma grande atuação nesta quinta-feira, mas acredita que só um esforço coletivo poderá levar o time a forçar o sétimo jogo contra o Golden State Warriors.

“Nós precisamos da contribuição de nossos 15 atletas, mesmo daqueles que nem entrarão em quadra. Nossos técnicos estão nos dando mais um grande plano de jogo e estaremos preparados para enfrentá-los. Quanto a mim, eu não sei o que acontece em jogos de vida ou morte. Simplesmente entendo a importância da partida e espero seguir atuando bem nesta quinta”, afirmou o líder do Cavs, em entrevista coletiva nesta quarta-feira.

Mas não foi só LeBron quem brilhou na última segunda: o armador Kyrie Irving também anotou 41 pontos para ajudar a manter o Cavaliers vivo na temporada. Após definir a performance do companheiro como “uma das melhores atuações que já vi ao vivo”, o craque espera continuar contando com as contribuições do astro. E, para variar, também do criticado ala-pivô Kevin Love.

“Eu vi Kyrie crescer como jogador nos últimos dois anos, o que é ótimo para ele e também para o futuro da franquia. Tenho certeza que Kevin será agressivo e terá impacto no próximo jogo – mesmo que, eventualmente, sem pontuar tanto –, pois a verdade é que precisamos muito de sua incisão. Ambos serão importantíssimos para o time”, finalizou.

Warriors e Cavaliers entram em quadra às 22h (Brasília) na Quicken Loans Arena, em Cleveland, para o possível último jogo da temporada. Para os fãs da NBA em São Paulo, uma ótima opção para assistir ao jogo com outros amantes do basquete é o Titular Bar, bar temático localizado no bairro da Mooca.

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • Albert Medeiros

    Assim espero, Cavs tem q entrar com mentalidade de campeão.

  • Gbrunus Boston

    Espero tbm acho q uma final tem q ir até o jogo sete se n fica paia!

  • Rafael Victor

    JR Smith e Love vão despertar hoje! E destruir no jogo!

    • Chimbinha

      faltou falar que o Shumpert vai arrebentar, aí você acordou……..

    • Webber#4

      Cara, eu até acho que o Love vai fazer uns 20+ pts hj, mas algo me diz que o JR vai dar aquela amarelada que a gente já conhece… Espero estar errado!

      • Felipe

        Jr Smith joga bem em casa

        #defendtheland

      • Rafael Victor

        Falando sério, mais fácil acontecer o inverso! O Smith deu alguns sinais de vida no jogo passado! E o Love tá péssimo, porém, se acordar fazendo uma partida como no jogo 1, já vai ser de grande ajuda!

        • Webber#4

          O problema é que é jogo decisivo, e nesses jogos o JR não costuma ir bem. E o Love é mais palpite mesmo, pq a realidade diz o contrário. Mas vai que o Lebron consegue chacoalhar com os brios dele…

      • Joao JP

        JR Smith já fez a parte dele, tirou o Bogut das finais.

  • Killer Crossover

    Eu tenho uma opinião formada, e acho ela simples: Ganhar hoje talvez seja (eu disse TALVEZ) mais importante e difícil do que ganhar um possível Jogo 7. Quando o Cavs fez esse Jogo 5 tão bem (mesmo com os desfalques do GSW) o adversário E torcida viram pelo início do último período que não iam ganhar, tanto é que nesse quarto até pararam de contestar os arremessos como deveriam.

    O GSW vai vir com sangue nos olhos e querendo ganhar (novamente) na Q-Arena… Mas e o Cavs ? É tudo ou nada. Se ganhar hoje, vem com uma moral tremenda pra um Jogo 7 e o Warriors (ao meu ver) o contrário. Afinal, estava 3×1 alguns dias atrás. Por isso acho o Jogo 6 tão crucial (ou mais até) que um Jogo 7. Pode não só elevar a moral do Cavs (caso vença claro) lá em cima, como também ir pra Oakland e encontrar um GSW com a postura de último quarto do Jogo 5 (inclua-se torcida).