Previsão: Cleveland Cavaliers (2°) x (7°) Boston Celtics

https://www.youtube.com/watch?v=z5LWEknlbJc

Conferência Leste: Cleveland Cavaliers (2º) x (7º) Boston Celtics

Confrontos na temporada: Cleveland 2 x 2 Boston

14 NOV – CLE 122 x 121 BOS
03 MAR – BOS 79 x 110 CLE
10 ABR – BOS 99 x 90 CLE
12 ABR – CLE 78 x 117 BOS

Datas do confronto

19-04: Boston x Cavaliers – 16h (em Cleveland)
21-04: Boston x Cavaliers – 20h (em Cleveland)
23-04: Cavaliers x Boston – 20h (em Boston)
26-04: Cavaliers x Boston –  14h (em Boston)
28-04: Boston x Cavaliers – Horário a ser definido (em Cleveland)*
30-04: Cavaliers x Boston – Horário a ser definido (em Boston)*
02-05: Boston x Cavaliers – Horário a ser definido (em Cleveland)*

* Se necessário

Horários de Brasília


Cleveland Cavaliers (53-29)

Maior sequência de vitórias: 12 (entre 15 de janeiro e 5 de fevereiro)
Maior sequência de derrotas: seis (entre 4 e 13 de janeiro)

Time-base

Kyrie Irving (PG)
J.R. Smith (SG)
LeBron James (SF)
Kevin Love (PF)
Timofey Mozgov (C)

Reservas com mais tempo de quadra

Tristan Thompson (PF)
Iman Shumpert (SG/SF)
Matthew Delavedova (PG)
Shawn Marion (SF/PG)
James Jones (SF/SG)

Lesionado: Anderson Varejão (PF/C)

Técnico: David Blatt

Líderes (temporada regular)

Pontos: LeBron James (25.3)
Rebotes: Kevin Love (9.7)
Assistências: LeBron James (7.4)
Roubos de bola: LeBron James (1.6)
Bloqueios: Timofey Mozgov (1.2)


Boston (40-42)

Maior sequência de vitórias: seis (entre 4 e 15 de abril)
Maior sequência de derrotas: cinco (entre 21 de novembro e 2 de dezembro)

Time-base

Marcus Smart (PG)
Avery Bradley (SG)
Evan Turner (SF)
Brandon Bass (PF)
Tyler Zeller (C)

Reservas com mais tempo de quadra

Isaiah Thomas (PG)
Jae Crowder (SF)
Jonas Jerebko (SF/PF)
Kelly Olynyk (PF/C)
Jared Sullinger (PF/C)

Técnico: Brad Stevens

Líderes (temporada regular)

Pontos: Isaiah Thomas (19.0)
Rebotes: Jared Sullinger (7.6)
Assistências: Evan Turner (5.5)
Roubos de bola: Marcus Smart (1.5)
Bloqueios: Jared Sullinger (0.7)


Análise do confronto

A volta do Cleveland Cavaliers aos playoffs coincide com o retorno do maior astro de sua história ao time. Bem, coincidência não passa de uma forma de expressar o que LeBron James fez de bom ou ruim à franquia nos últimos quatro anos. De vilão a herói em Cleveland, James chegou achando que tudo era festa e logo de cara teve problemas na adaptação do elenco ao sistema de jogo do técnico David Blatt. O Cavs patinou no início e passou algumas rodadas fora da zona de classificação, ainda que no grupo estivessem Kevin Love e Kyrie Irving.

Em janeiro, após gozar férias na Flórida, LeBron viu que o Cavaliers precisava se reerguer e de forma urgente. Blatt era contestado e sua demissão era dada como certa. Ele voltou, o Cavs ainda perdeu a sexta consecutiva e então, engatou uma sequência de 12 vitórias. Era o suficiente para mostrar que o time depende em demasia de seu camisa 23.

Mas o Cavaliers não é só James. A equipe sofreu muito no início, é fato. Especialmente quando perdeu o brasileiro Anderson Varejão pelo resto da temporada. O time, que já não contava com grandes opções dentro do garrafão, se viu obrigado a utilizar Tristan Thompson improvisado como pivô. Até funciona, mas nem sempre. Thompson é baixo e se destaca muito mais do outro lado da quadra, nos rebotes ofensivos, do que na defesa. Foi aí que os rumores de antes do início de 2014-15 funcionaram e o time conseguiu uma troca com o Denver Nuggets por Timofey Mozgov. O russo possui aquilo que o Cavs precisava: um protetor de aro. 

Dion Waiters estava descontente em Cleveland. Reclamou que sequer tocava na bola. Azar dele, pois J.R. Smith e Iman Shumpert, pensam exatamente o contrário. Os dois vieram em uma negociação no último dia de trocas e aumentaram a carga de arremessos de longa distância. Somados, eles arriscam mais de dez arremessos de três por jogo. Eles colaboram diretamente para o time ser o quinto melhor em eficiência no tiro de três.

Não sei se alguém chegou a perceber, mas Kyrie Irving acabou de fazer provavelmente sua melhor temporada da carreira. Sem a bola o tempo todo, Irving teve 5.2 assistências e soube selecionar seus arremessos. Foram 46.8% de aproveitamento, além de 41.5% de três. Com LeBron e Love no elenco, o armador obteve 21.7 pontos em 75 partidas.

Falando em Love, tem gente que crava que essa foi a única temporada dele em Cleveland. Enquanto isso não acontece, o ala-pivô teve uma temporada decente e pela primeira vez na carreira, não precisou levar seu time nas costas. 

Agora, quem, em sã consciência, diria que o Cavs disputaria os playoffs diante do Boston Celtics? Sinceramente, esta foi uma das maiores surpresas da temporada. 

Danny Ainge é esperto e sabe trabalhar bem nos bastidores. Esse papo a gente escuta há anos e teria sido assim na formação daquele Big Three, com Kevin Garnett, Paul Pierce, e Ray Allen. Mas esses jogadores não estão lá mais, nem o armador Rajon Rondo. Ainge sabia que Rondo poderia deixar o time de graça ao fim da temporada e resolveu agir em busca de escolhas de draft. Na teoria, Rondo seria insubstituível. Mas na prática, o time se encontrou sem ele.

Marcus Smart não é um armador convencional, mas na defesa ele faz o que o antigo camisa 9 havia deixado de fazer há tempos. E quem coordena o time, afinal? Essa responsabilidade ficou para Evan Turner. A saída de Jeff Green para o Memphis Grizzlies, deu ao Celtics uma nova dimensão do grupo que ali estava. Turner é o organizador, um point forward. E funcionou perfeitamente.

A grande indefinição de Brad Stevens sempre ficou por conta do garrafão. Sem contar com jogadores grandes o suficiente, ele começou a temporada confiando nos talentos de Kelly Olynyk e Jared Sullinger. Só que os dois se machucaram, perderam muito tempo e de quebra, a titularidade. Stevens encontrou em Brandon Bass e Tyler Zeller, uma dupla mais heterogênica do que a anterior e assim ficou até o fim da fase regular. Sullinger tem mais talento que todos eles, porém precisa ser mais profissional. Está (muito) fora de forma e perdeu horários de treinos e até de jogos. Uma hora isso resolve. Ou não.

Quando Isaiah Thomas fechou com o Phoenix Suns, ficou a sensação de que havia algo errado ali. Três armadores que demandavam muito espaço e tempo de quadra, não poderiam dar certo. Não deu. Goran Dragic foi para o Miami Heat, enquanto Thomas foi para o Celtics. Candidato ao prêmio de melhor reserva, ele pode ser brilhante ou absurdamente irresponsável em um mesmo jogo. Sem questionar muito o estilo de jogo dele, o saldo parece ser positivo. A classificação é um sinal disso.

Para Ainge, era tank. Para todo mundo, também era. A surpresa só não é maior porque sabemos que a conferência Leste é menos disputada que a Oeste. Mas ao trocar seus dois melhores jogadores e perder um outro por dois meses por contusão, certamente estaríamos falando de um time fora dos playoffs. Não é o caso aqui. Culpa da NBA? Talvez, mas isso fica para um artigo específico. Precisamos explorar mais o tema.

O Celtics tem agora mais um bom defensor para jogar com Avery Bradley. O ala Jae Crowder chegou na troca de Rondo e ganhou a confiança de Stevens. Com ele em quadra, o time de Massachusetts melhora o perímetro ao ser atacado, e dá opção do outro lado, com arremessos de longa distância.

Na temporada, Cavs e Celtics terminaram empatados no confronto direto, mas nada disso pode ser considerado para os playoffs. O primeiro já estava classificado, procurando polpar seus principais jogadores, enquanto a equipe de Boston buscava uma vaga.

O talento do elenco de Cleveland é bastante superior. A ida do Celtics se deve ao acaso, ao descompromisso de outros times no Leste, e ao fator Stevens. O grupo pode vir a ser forte dentro de alguns anos, mas hoje é formado por jovens promissores e de muita energia. E é essa energia que Stevens quer trazer aos seus comandados. No mínimo, serve como uma grande experiência e como alento para o futuro. Cavs é favorito e deve fechar a série em quatro jogos, exceto em casos extremos.

Palpite

Cleveland Cavaliers 4 x 0 Boston Celtics

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.
  • Renato

    Temos um time titular muito inferior ao CAVS, mas o banco é bem melhor.
    Acredito ser possível ganhar pelo menos 1 jogo no TD Garden.

    Palpite: 4×1 CAVS

  • Alysson

    Acho q o Boston rouba pelo menos um joguinho do Cavs, 4 a 1

  • ANDRÉ LÉO HAWKS

    palpite 4 a 0 cavs sem muitas dificuldades…

  • TRUETHIAGO

    Varrida ou 4 a 1 pro Cleveland

  • Cavs em seis jogos, 4X2.

  • Infelizmente o Lebron ira ganhar pela primeira vez jogando com camisa do Cleveland cavaliers contra celtics, palpite pra mim sera 4×1 pro Cavs, o celtão ganhara um jogo em casa eu creio rs

    • Luiz Henrique Santos

      Vou te acompanhar no 4×1 Cavs Henrique, com direito a uma partida monstra do Isaiah Thomas virado no duende malvado no jogo 4.

  • PedroHEAT

    sejamos realistas. 4×0 Cleveland!

    • dubnation

      q dia e o jogo do heat nos offs? rsrsrs

      • PedroHEAT

        quando foi o último título do warriors? rsrsrs

        • E os anteriores do Heat, Pedro ?
          A partir de quando foi começar ganhar ?
          Ah tá…
          LeBron reergueu o Heat.

          • PedroHEAT

            o mais doido foi o de 2006.e c me desculpe mas a franquia não tem nem 30 anos, presta atenção no q c ta falando. com menos de 10 já disputou final de conferência com o Bulls

          • A verdade

            Reergueu do que mao era nada antes daquele titulo de 2006, era um minnesota timberwolves, sem grandes talentos !!!

          • PedroHEAT

            todos vieram de algum lugar amigo. ninguém nasveu grande. Acho q só Lakers e Celtics q sao anormais kkk

  • Galvão – EL HEAT

    Acho os garotos do Celtics muito bons e torço para o sucesso da franquia.

    Mas vai dar cavs 4×0.

    LeBron tem uma filosofia na pós temporada que ele passa pro elenco. Foi um diferencial em Miami e será em Cleveland. Ele foca só em basquete, quase não aparece em redes sociais, fez um clube do livro para ninguém sair na noite e desfocar do jogo, voltava dos treinos e jogos de bike pra casa, estudava os adversário nas salas de vídeo. Acho que essa filosofia campeã de físico, técnico e mental vai fazer a diferença.

  • Muito difícil pro Celtics, até gostei do final de temporada dos verdinhos, mas Lebron e cia é um time com mais experiência, e depois que despacharam Waiters, e adicionaram o fominha JR Smith (que tá mais sem a bola só arremessando, que milagre o Blatt fez com ele…) e o Mozgov que deu um jeito na defesa de garrafão, o Cavs se acertou de vez ao que parece, ficaria contente se ao menos o Celtics conseguir complicar alguns jogos, mas será um belo desafio pro Brad Stevens que provou ser um bom técnico e confiou no elenco do Boston, pra mim o Cavs ganha por 4×0..

  • dubnation

    q isso ein , acho q pela camisa pelo menos o celtics ganha uma

  • Elber

    4×0 Lebrao.

  • Felix

    A camisa do celtics se colocar era no varal ela enverga o varal de tão pesada que é e tanta historia, maaaaaaaaaaas sem chance pro meu celtics

    vou de 4 x 3 cavs, tentarei mitar kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • A verdade

      Dps desse seu comentario lembrei dum comentario que ja fiz aqui no site, que se colocasse a camisa do Celtics e a do Lakers juntas iriam pesar mais do que todas as outras camisas da NBA juntas, hahhahahahahahA

  • Gustavo Celtics

    4×1 CAVS Tomara q meu Celtao consiga ganhar um jogo em casa !

  • Eric Andrade

    4×0? Calma q a gente leva um jogo no TD rs, essa experiência vai ser ótima pros garotos, vão perder, perder feio, mas vão voltar com mentalidade vencedora no próximo ano, Smart não gosta de perder, esse garoto vai vir com sangue no olho, vamos lutar por mando de quadra no fraco leste ano que vem, alguém duvida?

    • GoLALakers

      eu

    • Gustavo Celtics

      Se conseguirmos um bom FA com certeza vamos brigar por mando de quadra

  • Caio

    aposto em 4×1 para o Cavs. O jogo que o Celtics vai ganhar será com um Game Winner.

  • BMCS

    Aposto no Cleveland, sem pestanejar. O time do Cavs foi o maior turnaround desse ano. O que mais melhorou depois do trade, o que mais cresceu. Se tivesse estado durante toda a temporada como passou a ser, arrisco que seria o número 1, no lugar do Atlanta. Um fato demonstra bem a mudança do time: ninguém fala mais no Varejão. E olha que somos brasileiros! Que dirá a imprensa americana! E quando ele se machucou, me lembro bem de que a imensa maioria passou a dizer que era o fim de linha pro time esse ano. Pois é. As mudanças do trade transformaram por completo o Cleveland. Favoritíssimo a passar para a segunda rodada.

  • Álvaro S.R.

    4×1 Cavs, a camisa do Celtão pesa, acho que ganham ao menos um jogo nessa séries.

  • 4 x 0 CAVS com facilidade, rumo as finais da NBA.
    LeBron vai destruir tudo.. vai fazer barulho demais nesses offs

  • Cara é muito louco pensar que a camisa vai pesar pra um time com banco e time titular experiente.
    LeBron, J.R, Marion etc.
    Esses caras não sentem peso de camisa não, pessoal. Pelo amor !
    Pode até ser que o Celtics ganhe 1 ou 2 jogos, mas nada além disso

    • Gustavo Celtics

      Foi oq td mundo disse q a camisa pesa mais n para o Celtics passar e sim para n ser varrido

  • Caseh

    4×1 Cavs, pra eles terem o gosto de fechar a série em casa.

  • Stockton to Malone

    Cavs 4×1 Celtics

  • matheus groovibe

    Essa rapaziada do Boston vai dar o que falar nas próximas temporadas, principalmente trazendo um ou dois bons nomes p o elenco. Por enquanto aposto no 4×1 Cavs.

  • Sander

    Bem que eu queria terminar a série perdendo de 4 a 3, mas vamos ser varridos. Comecem a se preocupar conosco nos próximos anos.

  • Dream Shake

    Cavs 4×1

  • Julio Zago

    O Celtics não era um time formado para ser competitivo esse ano, mas foi, méritos para o excelente trabalho de Stevens que conseguiu, mesmo sem uma grande estrela em seu elenco, impor um plano de jogo muito eficiente.
    Isso é um grande alento, uma esperança, mas não para agora, ainda que o jogo coletivo seja bem executado falta talento para o time de Boston ser uma ameaça aos Cavs.
    Nosso garrafão ainda deixa muito a desejar e Turner não será um scorer capaz de incomodar Lebron e cia.
    Evidente que como torcedor quero que uma zebra histórica aconteça, estarei torcendo e sofrendo em todos os jogos, mas no fundo sei que não vai dar pro Celtics.

  • Ramon

    Celtics rouba um jogo do Cavs com Beazzer-Butter do Smart de 3 kkk’

  • MAURO

    “S.r 02 , tras a vassoura”
    Nascimento , Capitão

    rs

    Cavs 4 x 0 Celtão

  • Arthur Soprani

    3 a 0 Celtics pq o Cavs vai desistir

  • Claudio R.

    Prevejo uma zebra nessas series no leste, calma, não será do Cleveland. Acho que será Bulls x bucks … Lebron terá 30,1 pontos 9 rebotes 11 assistencias de média na serie.

    • Maldito lebron, joga muito, e joga melhor ainda contra celtão fdp mesmo kkkk

  • CAVS VAO DOMINAR ESSA SERIE NAO CONSIGO PENSAR NUMA POSSIVEL ZEBRA.

  • Claudio R.

    Tomara 4×0… e se possivel Lebron finalizando o jogo cedo, pra descansar pro second round…

  • Felipe(@fhevorcks)

    Eu vou de 4×1 Cavs acho q o meu Celtic arranca uma vitoria no Garden.

  • Bruno Ribeiro-Sixers

    Cavs em 4 jogos. Apesar do Boston ter crescido muito na reta final da temporada, ainda é um time inexperiente e acredito que o trio dos Cavs deslancharão de vez nesses playoffs… Chegou a hora de Kevin Love mostrar serviço de verdade.

  • diegocassad

    Cleveland Cavaliers 4 x 0 Boston Celtics