Previsão da temporada – Golden State Warriors

Golden State Warriors

Campanha em 2016-17: 67-15, 1° na conferência Oeste
Playoffs: campeão após bater o Cleveland Cavaliers em cinco jogos
Técnico: Steve Kerr (quarta temporada)
GM: Bob Myers (sexta temporada)
Destaques: Kevin Durant, Stephen Curry, Klay Thompson e Draymond Green
Time-base: Stephen Curry – Klay Thompson – Kevin Durant – Draymond Green – Zaza Pachulia

Elenco

30- Stephen Curry, armador
34- Shaun Livingston, armador
11- Klay Thompson, ala-armador
0- Patrick McCaw, ala-armador
6- Nick Young, ala-armador/ala
9- Andre Iguodala, ala-armador/ala
35- Kevin Durant, ala
18- Omri Casspi, ala
23- Draymond Green, ala-pivô
5- Kevon Looney, ala-pivô
2- Jordan Bell, ala-pivô
3- David West, ala-pivô
27- Zaza Pachulia, pivô
1- JaVale McGee, pivô
25- Chris Boucher, pivô
15- Damian Jones, pivô

Quem chegou: Nick Young, Omri Casspi, Jordan Bell (draft)

Quem saiu: Ian Clark, Matt Barnes, James Michael McAdoo

Revisão

Depois de se reforçar com o melhor agente livre disponível, o ala Kevin Durant, o Warriors conseguiu montar um verdadeiro esquadrão, com quatro All-Stars em seu elenco, com os últimos dois MVPs da liga. Uma equipe que já era forte ficou assustadora. Era o time a ser batido. O time mais odiado. E o grande favorito ao título.

E aconteceu o que todo mundo esperava: a equipe de Oakland foi campeã pela segunda vez em três anos. Pela terceira vez seguida, o Warriors fez a melhor campanha da temporada regular. O retrospecto do time nos últimos três anos (207 vitórias e 39 derrotas) superou o do Chicago Bulls do segundo tricampeonato – 1996, 1997 e 1998 (203 vitórias e 43 derrotas). E nos playoffs, o Warriors foi arrasador, com apenas uma derrota em 17 jogos.

Os números mostram claramente que o time californiano sobrou na última temporada. O Warriors foi o líder em: eficiência ofensiva (115.6 pontos anotados por 100 posses de bola), média de pontos (115.9), assistências (30.4), tocos (6.8), roubadas de bola (9.6) e aproveitamento nos arremessos de quadra (49.5%), e o segundo em eficiência defensiva (104.0 pontos sofridos por 100 posses de bola). Nada mal, hein?

O perímetro

Alguém discorda que o Warriors tenha o melhor perímetro da NBA na atualidade e, talvez, um dos mais talentosos de todos os tempos? Curry, Thompson e Durant são excepcionais armas ofensivas e têm a capacidade de pontuar de qualquer canto da quadra. Com o trio estelar, a equipe de Oakland tem tudo para repetir a marca de melhor ataque da liga. Curry, aliás, assinou uma extensão contratual de cinco anos no valor de US$201 milhões.

Os veteranos Shaun Livingston e Andre Iguodala formam uma das melhores duplas de reservas da NBA. Eles são peças fundamentais na rotação, especialmente no papel de trazer consistência defensiva ao perímetro da equipe. Para a temporada 2017/18, o Warriors reforçou o banco de reservas com dois jogadores que contribuem ofensivamente no perímetro: Nick Young e Omri Casspi. O jovem Patrick McCaw, que não decepcionou em seu ano de estreia na liga, deverá ganhar mais minutos em quadra nesta temporada.

O garrafão

Mais uma vez, o garrafão titular do Warriors será formado pela dupla Draymond Green e Zaza Pachulia. Ganhador do prêmio de melhor defensor de 2016/17, Green é um marcador versátil, que contribui de várias formas, seja na marcação individual ou na defesa de ajuda. E ele faz tudo isso com propriedade no perímetro e no garrafão. De quebra, o ala-pivô ainda distribui o jogo e converte arremessos de longa distância. Já o limitado pivô georgiano é útil porque faz o “trabalho sujo” no garrafão.

Para o banco, o veterano David West e o atabalhoado JaVale McGee foram mantidos, assim como Kevon Looney e Damian Jones. Os dois primeiros deverão ter mais minutos na rotação que os jovens. O único reforço para o garrafão veio do draft. O Warriors adquiriu uma escolha de segunda rodada junto ao Chicago Bulls e selecionou o promissor ala-pivô Jordan Bell, um versátil defensor que promete emular o papel de Green nesse lado da quadra.

Análise geral

O melhor elenco da NBA está ainda mais forte. Com o núcleo de estrelas mantido, o Warriors tem tudo para continuar no topo em 2017/18. A equipe californiana deve fazer a melhor campanha da temporada regular pelo quarto ano seguido e é a grande favorita para o título, que seria o terceiro em quatro anos.

Sim, alguns times da conferência Oeste trouxeram grandes reforços para a temporada, como Houston Rockets, Oklahoma City Thunder e Minnesota Timberwolves. Sim, o San Antonio Spurs sempre precisa ser respeitado. Mas cá entre nós, nenhuma dessas equipes faz frente a um Warriors completo e saudável. A formação mais baixa com Curry, Thompson, Iguodala, Durant e Green é simplesmente letal. Dos dois lados da quadra.

Para desespero, raiva e tantos outros sentimentos dos rivais, a equipe de Oakland, que já está marcando época, pode quebrar mais e mais recordes nesta temporada. Quem sabe a marca de 73 vitórias na temporada regular (do próprio Warriors) não caia por terra? Quem sabe o recorde do Los Angeles Lakers, que obteve mais de 60 vitórias por quatro anos seguidos (1985-1988), não seja igualado? Alguém duvida?

São três finais seguidas e dois títulos. Inegavelmente, uma dinastia está começando a ganhar forma. O céu é o limite para este super time.

Previsão: 1° lugar na conferência Oeste

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • Marcelo

    Nada contra essa possível dinastia, pois é do basquete.
    Mas se alguém aqui acha que será fácil o Warriors ser campeão esse ano, pode estar ligeiramente enganado.
    OKC, Houston, Spurs, Cavs, saudáveis irão dar muita canseira neste time, com possibilidade de vitórias para qualquer lado. Como diz o ditado: O jogo é jogado.
    Não acredito em quebra de recorde de 73 vitórias.
    Acredito que eles serão os primeiros sim do oeste.
    Porém, o que pode acontecer se OKC entrosar com George, Melo e Russ?
    O que pode acontecer se esse Houston for letal nos shooters com Harden, CP3, Gordon? Tá certo que tem a defesa e talz.
    Não podemos desconsiderar os Spurs com Leonard, Gasol, Lamarcus.. Pop…
    Cavs, LeBron, Wade, Love, Thomas… Time dispensa comentários.

    Vai ter muita onça querendo beber água na casa dos Warriors.

    Eles são os favoritos, mas sabemos que o jogo é jogado.

    Por fim.: Se ninguém desses conseguirem tirar o título dos Warriors esse ano, não tiram mais pelas próximas 3 temporadas. É a chance que eles têm.

    • Heitor b

      Acredito que desses , apenas cavs tem alguma chance pelo fator LeBron . Time do Warriors vai estar mais entrosado que temporada passada . Vao estar melhores

      • Thiago pereira dos santos

        Concordo,também acho!

    • Rafael Victor

      Falou tudo!

    • Maurilei Teodoro

      Concordo que a concorrência aumentou, mas só imagino o Warriors perdendo se houver alguma lesão nos offs dentre os principais jogadores !!

    • Kaio_

      ano passado Zaza foi MVP .. esse ano a casa deles cai kk

    • Will

      Fácil não será não, creio até que bem pelo contrário. Cavs, Celtics, OKC, Houston, Spurs não se reforçaram à toa, e a luta pelo troféu ao final da temporada vai ser muito acirrada (na minha opinião, bem mais que na season anterior).
      Também não acredito na quebra do recorde de 73 vitórias. O custo que teve a busca pelo recorde na temporada 2015/2016 não foi pequeno, com a conta a pagar chegando nos playoffs e nas finais. Não creio que a franquia terá na quebra desse recorde uma prioridade absoluta, em detrimento de poder chegar numa melhor estabilidade e melhor condição física nas etapas mais importantes da temporada.
      Por fim, acho também que, apesar dos grandes esforços e reforços dos outros contenders, ao final vai dar Golden State campeão, novamente. Mas engana-se quem pensar que vai ser fácil.

      • João Simplicio

        Assino em baixo! Acho q o desgaste físico q a equipe terá nos jogos do oeste é algo a ser considerado! Enfrentará equipes muito fortes na regular e não chegará tão inteiro nos offs! Já no leste o caminho será tranquilo pra Celtics e Cavs até os playoffs!

    • Marcelo Desoxi

      mesma história do ano passado

  • Enzo Soares

    Para desespero, raiva e tantos outros sentimentos dos rivais, a equipe de Oakland, que já está marcando época, pode quebrar mais e mais recordes nesta temporada.

    QUE FRASE.

  • Matheus Oliveira

    Quem chegou: Nick Young, Omri Casspi, Jordan Bell (draft)

    Quem saiu: Ian Clark, Matt Barnes, James Michael McAdoo

    Você vê a diferença por aqui. Os caras estão ainda mais forte… No banco e também estarão no entrosamento.
    O mais espetacular desse time é por não ter vaidade e ego maior que o jogo coletivo

    • Will

      “Você vê a diferença por aqui. Os caras estão ainda mais forte… No banco e também estarão no entrosamento.”

      Uma prova de que, ao contrário do que reza o dito popular, em time que está ganhando se mexe sim. Pra deixá-lo ainda melhor.

  • Rafael Victor

    Cedo ou tarde, o castelo de areia desses caras vai cair, igual aos fakes do Durant no twitter!

    • ADL

      Puxa fera, ainda com todo esse rancor?

    • Mavscelo

      The cry is absolutamente livre!

  • Lucas

    O warriors ganhou muito jogo em 3 quartos no ano passado não deve se repetir este ano. Mais o time se achou depois do jogo do Natal Onde se descobriu que o KD tinha que se encaixa no time e não o Curry se adaptar a ele. Por isso concordo que será mais fatal o que poderia dar problema é o ego um atleta querer ser mvp e virar individualista e etc mais não vejo isso no radar.

  • Thiago pereira dos santos

    Dos que saíram só o ian clark vai fazer um pouco de falta,de resto o time continua muito forte,só não consigo entender o que o Steve ker ver nesse tal de pachulia,para mim o mgee é bem melhor,espero que continuem no topo e que ganhe mais um título nessa temporada!

  • Kaio_

    MVP Zaza vai se lesionar esse ano.

  • Bruno Gonçalves

    Mais uma temporada que provavelmente será divertida pra quem torce pro time, claro…

    Conseguiram convencer Iggy a ficar, por exemplo, e mantiveram uma base que têm dado certo nos últimos anos.

    Com reforços de outras franquias, o campeonato tem tudo pra ser mais emocionante.

    Agora, o que estou ansioso para ver é o encaixe de Bell na rotação. O cara foi selecionado no esquecimento ou vacilo de outras franquias, e parece ter um potencial defensivo muito primoroso. Se ele der certo no time, espero que depois não falem que é panela !

    Que venha mais um ano !

  • Leo Matos

    Ganha de novo esse ano, mas não vai ser 16-1 não.

    • Maurilei Teodoro

      Cavs, Spurs, Rockets e Thunder acredito ter condições de ganhar ao menos 1, 2 jogos do Warriors; isso claro se melhorarem na prática em relação ao ano passado !! Agora perder o título acho que só lesões no caminho mesmo pro Durant e cia

  • DNT

    Wade e Lebrão vão destruir Pipocurry e Kevin “cupcake” Durant, pode anotar.

    • Maurilei Teodoro

      Torço por isso !!

    • #StrenghtinNumbers-GO WARRIORS

      Wade sem joelhos, pipocurry de médias perto de triple Double nas finais ou o Lebrão que tomou game Winner do Cupcake por que não marcou ?

  • Henrique GoWarriors

    Acho que esse ano iremos ver uma evolução do menino Mcaw, provavelmente terá mais tempo de quadra, garoto Bell acho que terá um papel importante para descansar o Green.
    Acho que o time tem tudo pra chegar lá de novo, parece ser um time que tem fome de vitorias e que deseja se tornar uns dos melhores times da historia ou o melhor

  • Marcelo Desoxi

    Se as lesões não ajudarem as outras equipes, será outro ano de passeio do Warriors na NBA. É muito talento acumulado.

  • TRUETHIAGO

    Acho que a peça-chave foi a manutenção do Iguodala, que chegou a ter reuniões com outras franquias e poderia ter saído para ganhar mais grana em Sacramento, por exemplo. Claro, continuariam tendo chances se ele saísse, mas seria difícil achar alguém que se encaixe tão bem no Small Ball deles. O McCaw pode evoluir, mas ainda não causa o impacto do Iggy.

    Enfim, com a base mantida e uma tendência de entrosamento maior, não tem como não colocá-los como os grandes favoritos, disparadamente. O que também não impede os que quiserem torcer contra e blá blá blá, mas analisando apenas pelo lado racional, sem clubismos ou preferências, beira a criancice tentar desqualificar os caras.