Previsão da temporada – Miami Heat

Miami Heat

Campanha em 2014-15: 37-45, décimo na conferência Leste
Playoffs: não se classificou
Técnico: Erik Spoelstra (oitava temporada)
GM: Andy Elisburg (terceira temporada)
Destaques: Goran Dragic, Dwyane Wade e Chris Bosh
Time-base: Goran Dragic – Dwyane Wade – Luol Deng – Chris Bosh – Hassan Whiteside

Elenco

7- Goran Dragic, armador
15- Mario Chalmers, armador
24- John Lucas, armador
3- Dwyane Wade, ala-armador
14- Gerald Green, ala-armador
8- Tyler Johnson, ala-armador
0- Josh Richardson, ala-armador
9- Luol Deng, ala
32- James Ennis, ala
20- Justise Winslow, ala
22- Greg Whittington, ala
1- Chris Bosh, ala-pivô
4- Josh McRoberts, ala-pivô
40- Udonis Haslem, ala-pivô
5- Amare Stoudemire, ala-pivô
21- Hassan Whiteside, pivô
11- Chris Andersen, pivô
13- Keith Benson, pivô

Quem chegou: Justise Winslow (draft), Josh Richardson (draft), Amare Stoudemire, Gerald Green, Keith Benson
Quem saiu: Michael Beasley, Henry Walker, Shabazz Napier, Zoran Dragic

Revisão

A saída de LeBron James para o Cleveland Cavaliers deixou, na teoria, um buraco na rotação do Miami Heat. E foi na prática, também, mesmo com a assinatura de Luol Deng para a sua posição. Sem comparações, Deng chegou com uma responsabilidade que não era dele. Para piorar, as contusões fizeram estragos ao longo do ano. Josh McRoberts, Dwyane Wade, e então, Chris Bosh teve uma embolia pulmonar, justamente quando o time poderia engrenar após a troca realizada para receber Goran Dragic. Mas uma das coisas mais legais no Heat de 2014-15 foi o pivô Hassan Whiteside. O jogador voltou aos Estados Unidos após rodar pelo exterior e aos poucos, ganhou espaço na rotação. Hoje, ele é inquestionável no quinteto titular. O Heat não se classificou, mas montou uma boa base para este ano.

O perímetro

A direção do Miami Heat não mediu esforços para manter Goran Dragic no elenco. Para isso, o time vai desembolsar US$ 85 milhões pelos próximos cinco anos. Talvez seja pelo novo acordo da TV ou porque Dragic mostrou algo muito interessante, mas o fato é que agora o Heat tem um armador de verdade. Possui características diferentes de qualquer outro jogador do grupo e, pode tanto acelerar o jogo, quanto segurar o ritmo. Acredita-se que a equipe da Flórida irá optar pelo primeiro. Ao seu lado estará o melhor jogador da história da franquia, o ala-armador Dwyane Wade. Embora as preocupações quanto aos problemas físicos aumentam a cada ano, o camisa 3 ainda é um dos grandes atletas da liga na atualidade. Precisa da explosão para produzir, mas consegue ser efetivo no arremesso de média distância.

Do banco, virão Mario Chalmers e Gerald Green. Chalmers, antigo titular, é melhor do que lhe é creditado. Apenas é inconstante. Vai viver tendo altos e baixos na temporada, será questionado, e no próximo jogo, vai fazer 25 pontos. Já Green, tem em seu arremesso de longa distância e no atleticismo as suas principais armas. Em Miami, deverá ter mais espaço que tinha no Phoenix Suns, porém terá de brigar por tempo de quadra com James Ennis e o calouro Justise Winslow. Por mais que tenha sido uma surpresa ter chegado ao décimo posto do draft, Winslow não foi tão bem na pré-temporada. Seu arremesso foi uma das maiores preocupações para o técnico Erik Spoelstra. Não é por pouco. Ele converteu apenas 27% das tentativas e obteve 6.3 pontos e 5.5 rebotes em cerca de 28 minutos. Enquanto Winslow se desenvolve, Luol Deng será o titular na ala. Ótimo defensor, Deng ainda sofre com uma lesão crônica no pulso, dos tempos de Chicago Bulls. 

A equipe ainda conta com o calouro Josh Richardson e Tyler Johnson. Dificilmente, terão tempo de quadra, por conta da grande concorrência no perímetro.

O garrafão

Hassan Whiteside foi uma grata surpresa em 2014-15, mas agora ele terá de lidar com a pressão de ser o “Jeremy Lin” da vez. Para quem não se lembra, Lin teve um início sensacional no New York Knicks, mas perdeu o pique por conta da marcação sobre ele. Claro, virou o alvo. Todo mundo queria se destacar em cima de Lin. E isso pode acontecer com Whiteside. O pivô ainda carece de alguns aspectos técnicos, como o jogo de costas para a cesta e o lance livre. Inclusive, ele deve perder tempo de quadra quando Spoelstra optar por uma formação mais baixa. Neste caso, Chris Bosh será o pivô. Falando em Bosh, ele está totalmente recuperado da embolia pulmonar sofrida no início do ano e promete produzir ainda mais. O jogador tende a espaçar a quadra, mesmo sendo o único “cara grande” nessas formações. O astro precisa apenas ser mais consistente na defesa para se destacar de fato.

Os veteranos Chris Andersen e Udonis Haslem seguem como opções do banco de reservas, porém agora terão a companhia de Amare Stoudemire. Se estiver ao menos 60%, como disse durante o período de preparação, já é um “upgrade” por conta de seu talento. Inteiro e livre de lesões, seria um dos melhores de sua posição. O problema é que isso não acontece há anos. 

Análise geral

A conferência Leste tem um certo desequilíbrio após as quatro ou cinco primeiras posições, mas o Miami Heat está neste grupo. A aposta é que o time vai se manter mais saudável este ano por conta das opções no banco. Isso deve acontecer porque os titulares poderão descansar mais. Claro que isso é apenas uma projeção, no entanto, as chances neste ano são bem melhores que em 2014-15. Bosh está de volta, Wade livre de lesões, Dragic será o armador e Whiteside fará o seu primeiro ano inteiro como titular. 

A tendência é que brigue pelos primeiros lugares do Leste. Digo, se nada de muito errado acontecer, claro. Em um primeiro momento, o Cleveland Cavaliers e o Chicago Bulls parecem um pouco melhores. O Cavs, principalmente. E, mesmo com a troca de filosofia no Bulls, o time conta com mais talentos prontos para este momento. O Heat ainda precisa contar com a sorte de não ter ninguém da rotação principal machucado seriamente. Acontecendo isso, pode mesmo ficar entre os três primeiros.

Previsão: terceiro lugar na conferência Leste

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.
  • pedrokadf

    é isso aí mesmo…
    Deve ficar entre o 3° e o 2° lugar, se tudo correr como previsto (sem lesões).
    é um time muito bom, tem uma boa rotação, não acho que é um time para ganhar a liga, pelos grandes times do Oeste, sem contar que ganhar do cavs de James é uma tarefa difícil…
    Whiteside deve se consolidar…
    Dragic não fez uma grande temporada, não gostei do seu contrato, mas na falta de grandes jogadores e por todas picks que o Heat cedeu ao suns, não tinha como libera-lo, espero que cresça !!
    Winslow ainda é cru, essa temporada não vai ser a dele ainda…
    As contratações foram boas, o contrato de green nem se fala…

    Não gostei nenhum um pouco da saída do Shabazz Napier, estava evoluindo, jogou bem a summer league… Falta a chegada de mais um grande jogador para este time voltar a vencer, o comercio pelo KD vai ser grande, mas dificilmente ele viria para o Heat, sonho distante, mas a grande esperança pra ser campeão novamente e que temos um Grande GM no comando !!
    Já q o denver nuggets está em uma possível ”reconstrução”, Riley poderia tentar adquirir wilson chandler, tem um bom contrato, se encaixaria bem no Heat, enviaria Deng (que nunca mostrou a que veio) + alguma pick ou/+ algum jogador, quem sabe no meio da temporada…

    • THE BULLS23

      Ninguem quer Deng não.

      • pedrokadf

        a vantagem é que seu contrato apesar de salgado, acaba nesta temporada, logo 10 milhões de obamas livres na próxima temporada !!

  • THE BULLS23

    Penso que temporada do Heat é maior incógnita da NBA. Se der tudo certo, Wade, Bosh e Amare em bom nível, pode até bater Cavs.

    Mas tudo certo, é muita sorte para qualquer equipe.

  • RennanLAL

    Ainda vejo o Heat abaixo de Cavs, Bulls e Hawks. Deve brigar por mando com Wizards e Bucks.

    • Gustavo

      Penso o mesmo, só acrescento os Raptors nessa lista de quem deve brigar por mando.

  • O time do Heat está bem melhor que o da última temporada, e se tiver sem problemas com lesões vai brigar por mando de quadra com Hawks, Bulls, Raptors, Bucks e Wizards, tava gostando de ver eles na pre-season, Green arremessando tudo que via pela frente mas jogando bem e vamos ver como o Wade vai estar fisicamente e se jogará em alto nível e bem fisicamente…2º a 5º…

  • robertolakers

    Acho que não, muito otimismo. Aposto em quinto.

  • Caseh

    Se der tudo certo pega um 4º lugar

  • Esteferson Matos

    Por favor, consertem a conferência, não é oeste é leste, lá no início onde está a colocação doa temporada passada

    • Paulo Ricardo

      Normal, você acha mesmo que esse Gustavo entende alguma coisa de basquete? É apenas mais um modinha desocupado tentando falar sobre o que não entende.

    • ué nem sabia que eu tinha um xará comentando aqui, ou isso é sacanagem pra acharem que sou eu?

      • gusilvalima10

        Esse retardado é um fake que só aparece para ofender. Já foi Carlos Alberto de Souza e agora apareceu como Paulo Ricardo. Um idiota que mora em Brasilia e não tem o que fazer da vida.

        • ah pdc, ele já até apagou…kkkk

          • gusilvalima10

            Foi a moderação do site que apagou! Esses fakes imbecis não apagam nada não.

        • Rodrigo Santos

          Fica trollando no Lakers Brasil também…

        • Doctor D – Heat

          Tinha que morar em Brasília né… Kkkkkkkkkk

    • Esteferson Matos

      Não foi isso que eu quis dizer, apenas descrevi um equívoco, não faça de sua opinião minha opinião, porque eu não acho isto.

  • Zack Batista

    Pra mim, Miami possui um dos melhores elencos da liga… Não fica muito atrás dos postulantes ao título, penso. Claro, isso vai depender e muito se as principais peças ficarem longe do departamento médico e renderem o esperado. Se tudo der certo, vai brigar com Bulls e o Hawks para a segunda posição da conferência.

    • Killer Crossover

      O Heat pra mim é um time de final de conferência, ou seja, tem tudo pra chegar ali com Cavs, Bulls na final da conferência Leste, mas pra mim é só. Gosto MUITO do Wade, mas cá entre nós os joelhos dele sempre tão ai pra nos contradizer… Digamos que o Heat chega na final do Leste, e que passa. Será que tem “o cara” pra bater de frente em uma final contra GSW, Spurs, Thunder, etc ? Elenco tem, mas aquele cara (antigo LBJ ou Wade ‘saudável’) eu não vejo hoje em Miami.

      • Felipe ASM

        Eliminar o Cavs em uma final de conferência já seria fantástico, sensacional mesmo, mas imagina só o Miami ser campeão passando (na final de conferência) pelo time que o LeBron preferiu jogar deixando de lado o Heat, sem dúvidas entraria para a história.

        • Killer Crossover

          Sim, esse é ponto saca ? Eles tem um time pra chegar a final do leste ao meu ver, e até passar pelo Cavs, mas eu não vejo o Heat batendo qualquer representante do Oeste em uma final, porque ? Porque falta um Lebron ou Wade saudável.

          • Doctor D – Heat

            Infelizmente Wade chegou destruído na reta final das últimas 3 temporadas… Esperemos que isso não aconteça, mas claro que as probabilidades são grandes.
            Com ele, podemos ser campeões, sem ele, brigaremos pelos playoffs, se tiver Bosh também, claro.

  • Mattews HeatNation

    Observando a pré-temporada dá p observar alguns pontos positivos como o G.Green e o Tyler Johnson derrubando muitas bolas de 3 e trazendo muita energia do banco, coisa que não havia na última temporada. Como o colega falou abaixo, o Justice Winslow ainda vai sofrer um pouco nessa temporada, talvez seja até enviado p DLeague … Enfim com o quinteto titular se entrosando aos poucos acredito q dá p beliscar uma 3º ou 4º posição no Leste!

  • Kaio Hetkowski

    lutará por mando de quadra ! 3-5 do leste.
    Bucks e Raptors lutarão junto com o Heat por essas posições

  • gabrielnba

    O time está bem montado, time titular muito bom, banco de reservas bem interessante, creio que nesta temporada acima da 4:Posição é a meta, o time é bom e torcer pra todo mundo ficar saudável, álem da evolução do Winslow e torcer pro Whiteside continuar fazendo o que fez na temporada passada, quem sabe evoluir ainda mais.

  • Matheus Oliveira

    Pra mim, tem mais time que o Hawks e o Bulls.. Segundo colocado na conferência atrás do CAVS
    Dwyane Wade vai fazer a diferença

    • Desireé Schneider

      o problema é o Wade ter boa saude… se jogar metade dos jogos igual as ultimas temporadas.. esquece

  • Sincero

    Previsão: fora dos Offs.

    Podem anotar.

  • rafael machado

    Wade jogando 30min por jogo e saudável o Heat briga os 3 primeiros. Ninguem crava o Heat como contender por conta das lesões de Wade e Bosh, mas se elas não vierem o Heat mostra um elenco completo. Green vai ser um dos destaques desse time, prevejo ele brigando pra 6th man of the year.

    • Desireé Schneider

      o problema é o Wade e o Bosh jogarem mais de 60 partidas porque ultimamente ta complicada a saude deles… e sem eles o time nem briga pelos offs, e com eles briga pelo 2 lugar com os Bulls

      • Doctor D – Heat

        É bem isso… Sempre se cuidam e preparam nas férias, mas ao longo dessa temporada desgastando, infelizmente, na reta final sempre estouram…
        Claro, o otimismo é de que isso não aconteça e que Spoesltra utilize o bom elenco para poupá-los.

  • Com relação ao Miami Heat eu sou bem conservador [até me surpreendi com a projeção do Mastô], considero que o importante pra eles é só fechar entre os 8 melhores e por estar numa situação melhor do que na temporada passada (o elenco começa todo junto) onde deveriam eventualmente usar o número de vitórias para definir o seu cruzamento para o mata-mata.

    O potencial desse time está nos playoffs não na fase regular, eu vejo muito otimismo em cima de um time-base que ainda nem entrou em quadra junto. O Heat foi muito bem explorando o mercado, fez investimentos pontuais e parece que quer algo mais [acredito que não está em 2015/2016] acho que o passo pra time-contender vem na próxima temporada obtendo um grande agente em outras palavras (“A casa ta pronta”).

  • fluzao

    heat vai para a temporada extensiva. Titulo nao ganha. Mas Wade, ajuda demais, um grande jogador.

  • Renan Domok

    Falando de todo mundo saudável (Dragic – Wade – Deng – Bosh – Whiteside) e (Rose – Butler – Dunleavy – Mirotic – Noah) quem vocês acham melhor?? Eu fico com o Heat.

  • Doctor D – Heat

    Muitos estão se baseando na última temporada, mas se esquecem de que Wade, Deng, McRoberts e Bosh perderam mais de 100 jogos, o que, obviamente, influiu diretamente na não qualificação, pois quando Wade voltou já era muito tarde…
    Enfim, Com Wade, Bosh, Mc e Deng jogando regularmente, mais Gerald Green, Winslow e Stoudemire, com certeza o patamar do time é outro!!!
    McRoberts é um gênio em quadra, completa muito bem o Hassam.
    Green é um cara que muda prognósticos das partidas.
    Stoudemire, Andersen e Haslem formam um bom elenco de apoio para completar os minutos.
    Ainda falta um reserva para Dragic, pois Chalmers e Johnson são muito limitados…
    E claro, Bosh e Wade são os caras (torcer pra que não se machuquem)!