Previsão da temporada – Oklahoma City Thunder

Sep 25, 2017; Oklahoma City, OK, USA; Oklahoma City Thunder forward Paul George (13), guard Russell Westbrook (0) and forward Carmelo Anthony (7) pose for photos during the Oklahoma City Thunder Media Day at Chesapeake Energy Arena. Mandatory Credit: Mark D. Smith-USA TODAY Sports ORG XMIT: USATSI-363579 ORIG FILE ID: 20170925_kek_ax3_059.JPG

Oklahoma City Thunder

Campanha em 2016-17: 47-35, sexto colocado na conferência Oeste
Playoffs: eliminado pelo Houston Rockets na primeira rodada da conferência Oeste, em cinco jogos
Técnico: Billy Donovan (terceira temporada)
GM: Sam Presti (décima primeira temporada)
Destaques: Russell Westbrook, Paul George e Carmelo Anthony
Time-base: Russell Westbrook – Andre Roberson – Paul George – Carmelo Anthony – Steven Adams

Elenco

0 – Russell Westbrook, armador
2 – Raymond Felton, armador
21 – Andre Roberson, ala-armador
8 – Alex Abrines, ala-armador
23 – Terrance Ferguson, ala-armador
25 – Daniel Hamilton, ala-armador
13 – Paul George, ala
15 – Kyle Singler, ala
34 – Josh Huestis, ala
7 – Carmelo Anthony, ala-pivô
54 – Patrick Patterson, ala-pivô
9 – Jerami Grant, ala-pivô
4 – Nick Collison, ala-pivô
12 – Steven Adams, pivô
44 – Dakari Johnson, pivô

Quem chegou: Carmelo Anthony, Paul George, Patrick Petterson, Terrance Ferguson, Raymond Felton

Quem saiu: Taj Gibson, Enes Kanter, Victor Oladipo, Domantas Sabonis, Doug McDermott

Revisão

Ainda que não tenha sido a temporada dos sonhos para os seus torcedores, o Thunder proporcionou aos fã da NBA uma divertida saga ao longo da temporada regular. Em todo jogo, criava-se a expectativa se Russell Westbrook manteria sua absurda média de triplo-duplo. O começo com seis vitórias e uma derrota da franquia pode até ter iludido um pouco fãs e mídia, mas após quarto derrotas seguidas, deu para perceber que o Thunder estaria no pelotão que brigaria por vagas intermediárias na disputa pelos playoffs.

Como já mencionado, cada jogo tinha o atrativo extra de Russell Westbrook e sua caça pelo triplo-duplo, ainda que o mesmo negue seu interesse pelas estatísticas. Os inflacionados números de Westbrook geraram muita discussão na liga: seu desempenho reflete os números absurdos? Concordando ou não, o fato é que o Thunder implementava algo que poucas equipes na NBA faziam (talvez o Rockets fosse uma delas): o trabalho dos pivôs no garrafão era mais de assegurar que o pivô adversário não conseguisse pegar o rebote do que propriamente ir à bola e pegar sozinho o rebote. Isso criava uma lacuna para os rebotes serem pegos por Westbrook, sob a justificativa de armar o contra-ataque mais rápido. Isso certamente gerou uma gordura no seu número de rebotes (tanto assim que Westbrook foi líder na categoria rebotes sem contestação do adversário) e assistências.

Enquanto brigava por uma quarta colocação na conferência Oeste, o impossível foi se tornando realidade, e Westbrook concretizou a marca obtida por Oscar Robertson há mais de 50 anos, terminando a temporada regular com um triplo-duplo de média. Entretanto, a equipe era uma com Russell e outra sem ele. Ainda que a troca que trouxe Gibson e McDermott ao Thunder tenha ajudado, a verdade é que faltavam bons chutadores para aproveitar a dupla marcação em cima do camisa 0 do Thunder, além de um jogador que conseguisse criar seu próprio arremesso.

Nos playoffs, a equipe entrou contra o Houston Rockets sabendo ser uma difícil missão derrubar o time de James Harden e cia. Após o primeiro jogo, era nítida a impressão que a equipe não teria o necessário para bater os texanos, e a previsão se concretizou, ainda que o Thunder tenha conseguido uma dura vitória no terceiro confronto entre as equipes.

O perímetro

O perímetro do Oklahoma City Thunder é, sem dúvidas, um dos mais competitivos da liga. Defensivamente, o trio titular formado por Russell Westbrook, Andre Roberson e Paul George é simplesmente único em sua versatilidade e capacidade de marcação.

Westbrook vem da melhor temporada de sua carreira. Eleito MVP da temporada 2016-2017, o armador do Thunder era o dono do time, e chegou a assustadora média de um triplo-duplo por jogo, algo que não acontecia desde Oscar Robertson na década de 60. Com os reforços do time, no entanto, a tendência é que Russ tenha sua insana carga e responsabilidade da temporada passada reduzidas. Ainda assim, seu motor e intensidade em quadra o colocam como um dos melhores armadores da liga.

Quase todo ala-armador na liga tem excelente aproveitamento no lance livre e é uma arma confiável no arremesso de três. Andre Roberson não é nenhum dos dois, mas seu potencial defensivo é tão grande que o Thunder vem optando por escalá-lo como titular já há algum tempo. Junto com ele no perímetro, Paul George chegará para manter o excelente nível defensivo, mas adicionar um excelente arremessador e criador de jogadas ofensivas. A troca com o Indiana Pacers foi uma das mais comentadas durante a pós-temporada, e George chega com apenas um ano de contrato para tentar com o Thunder aquilo que não conseguia há alguns anos pelo Pacers: ser um dos favoritos ao título da NBA.

Como opções no banco, o Thunder conta com o veterano Raymond Felton na armação para diminuir um pouco a carga de Westbrook. Além dele, Alex Abrines e Josh Huestis fecham os que devem ser os reservas imediatos no perímetro. Vale lembrar também que Carmelo Anthony pode muito bem jogar alguns minutos na posição de ala, por onde jogou na maior parte de sua carreira.

O garrafão

Falando em Carmelo, o astro vindo de Syracuse finalmente foi trocado pelo New York Knicks, e chega com a mentalidade de “vencer agora”, se juntando a Russell Westbrook e Paul George com a difícil missão de derrubar o Golden State Warriors. Anthony deve jogar como ala-pivô, a princípio, mas existem dúvidas se ele será capaz de exercer uma boa armação sobre ala-pivôs mais físicos que ele quando preciso. Em termos ofensivos, ele adiciona mais uma arma para receber os passes açucarados de Westbrook, que sofreu muito ano passado com a falta de arremessadores de qualidade.

Fechando o quinteto titular, o neozelandês Steven Adams continua a ser a âncora do garrafão do Thunder. Adams não desenvolveu seu jogo ofensivo da maneira que todos esperavam, mas ele sabe aproveitar bem os passes de Westbrook. Na defesa, contudo, Adams é extremamente confiável e sempre dá o seu máximo em quadra.

Na reserva, as opções não são das mais fartas: Patrick Patterson foi uma excelente aquisição durante a pós-temporada, mas não existem outras opções com a experiência e a qualidade que o Thunder deve precisar se realmente for lutar por objetivos mais altos na temporada.

Análise geral

O Thunder provavelmente foi o time que mais se movimentou entre o final da temporada passada e o começo da atual. Sam Presti fez um excelente trabalho, juntando Paul George e Carmelo Anthony a uma equipe liderada por Russell Westbrook e que não tinha espaço no teto salarial. No papel, o Thunder tem um dos times mais qualificados da NBA, mas resta saber se o time colocará em prática o que dele é esperado.

Como todo time que muda suas principais peças de uma temporada para a outra, é esperado que o Thunder demore um pouco para se acostumar com seus novos jogadores e seu esquema de jogo. Em particular, o Big Three do Thunder é composto por três jogadores que atuam majoritariamente com a bola em suas mãos, particularmente Westbrook e Anthony. A tendência é que o trio só entre em sintonia após um tempo para se acostumar com o estilo de cada um. Quando isso acontecer, será que o Thunder terá tempo o suficiente para mostrar todo o seu potencial?

Fora isso, a qualidade das peças reservas está longe de ser uma virtude dessa equipe. Ainda que Patterson tenha sido uma das melhores aquisições da pós-temporada em termos de custo-benefício, os demais reservas já tiveram seu melhores dias de basquete, ou então podem não ter experiência suficiente para encarar jogos tão importantes quanto os que o Thunder almeja jogar.

Se o torcedor do Thunder se divertiu temporada passada com a epopeia de Westbrook atrás do triplo-duplo, esse ano a história é diferente: o elenco montado é suficiente para talvez sonhar com o título da liga. Contudo, são muitas as dúvidas e incertezas para o começo da temporada. Se o time conseguir entrar em sintonia, Warriors, Rockets e Spurs que abram o olho para mais uma potência do Oeste.

Previsão: quarto colocado na conferência Oeste

  • djwhites

    pra mim thunder vai ser a decepção da temporada…..não vejo esse time tendo encaixe……..

    • Klay Thompson #MVP 2018

      Kkkk 2

  • Rogério Júnior

    Minha nossa, sério que vão colocar os Spurs na frente do OKC nessa projeção? Então tá, né

    • felipe fernando Oliveira

      Foi só uma escolha. Mas como eu disse não será surpresa se OKC ficar em 2.

    • Maurilei Teodoro

      Acho que dá posição 2 a 4, qualquer time dentre Spurs/Rockets/Thunder. Arrisco o Thunder em 4, por desses três ser o mais difícil dar certo as estrelas funcionarem juntas. Mas se der tudo certo pra eles, acredito ficarem em 2 . Da mesma maneira que se o Winggins melhorar como se espera dele, o Tows defender melhor, o Butler ter uma temporada similar a última, acredito que briguem por mando de quadra.

    • Alex Vilela

      Tbm não vejo lógica, o Spurs vem forte, mas uma hora vão ser cobrados com as ausencia de Kawhi e Parker.

  • felipe fernando Oliveira

    Thunder pode ser o quarto como pode ser o segundo. Não vejo uma disparidade grande entre, Houston, OKC, WOLVS e Spurs. O que sopra a favor de Houston e dos Spurs são que os times já tem uma mentalidade de jogo estabelecida, sendo que Tom Tibs tenta dar sua cara aos lobos e Billy também. Mas pra mim em matéria de talento, de experiência e casca OKC está a frente e em igualdade com Spurs. OKC vai dar certo SE o ego de PG é de West não confrontar um com outro (coloco os dois pois nos jogos que vi tive a impressão que Carmelo está mais relaxado e encaixado que PG). Vai caber a West fazer a bola rodar, vai caber a West facilitar o jogo pra PG e Melo pontuar. West não precisa mais provar nada, já é consolidado e já deixou o estigma de sombra de KD. Pessoalmente ele já está realizado, por isso pra mim acho que West poderia (sacrificar) seus números em pontos, aumentar suas assistências e deixar Melo e principalmente PG brilhar, foi assim que Heat foi campeão, Wade e Bosh deixaram LeBron ser LeBron sem lutas por ego. Sobre o que todos dizem ser a deficiência do time que é o banco, acho que o banco esse ano bem mais forte, sendo que só não por enquanto concordei com a dispensa de Canaan, acho que ele foi bem efetivo na pré temporada, foi até melhor que Felton, o banco é em sua maioria de jovens mas Huestis, Grant, Terrence, Dakari e Daniel Hamilton mostraram que podem segurar o nível, principalmente defensivamente e com o apoio de algum dos tres big em quadra a segunda unidade vai ser ainda melhor. Patrick e Felton são bons roller, e como eu já disse gostaria que Canaan continuasse. Acho que Collinson poderia sair do roster e compor a comissão técnica tendo em vista o que ele representa pra franquia e Singler deveria sumir (quem sabe Richard Jefferson vem pro lugar dele). Acho que o 4 lugar pra OKC foi só uma escolha do comentarista mas repito não será surpresa se OKC FICAR em 2 ou 3.

    • Rogério Júnior

      Eu não tô tão preocupado com o banco do OKC se os caras continuarem com o desempenho que tiveram na pré-temporada. Na verdade eu tô preocupado com o garrafão, porque o Dakari tá meio cru ainda, é lento e não tem muita mobilidade no garrafão, pelo o que me parece. Mas se o Huestis continuar com o bom desempenho, por exemplo, se o Daniel Hamilton continuar com a boa visão de quadra e arremessar bem e o Ferguson continuar com a boa defesa e consolidar de vez o seu arremesso, então tá de ótimo tamanho. Eu confio nesse time do OKC, mas vamos ver. Seria lindo se o Westbrook abdicasse um pouco da pontuação para servir o Paul George (que é um monstro, diga-se de passagem), o Melo e continuar servindo o Adams no garrafão.

      • felipe fernando Oliveira

        Estou torcendo pra West vim pra 18 ppg e 15 ass.

    • Rogério Júnior

      Aliás, se Ferguson confirmar a boa tendência defensiva dele, bem que o Roberson poderia ir para o banco. Ferguson pelo menos tem arremesso

      • felipe fernando Oliveira

        Concordo Rogério, mas nesse momento eu daria oportunidade a Daniel Hamilton que além de defender muito, tem alto QI e arremessa muito bem também.

  • SÍ SEÑOR

    Ok

  • Igor

    Josh huestis veterano?

    • Chimbinha

      Hehehe, forçaram e muito ou se confundiram

      • Igor

        hahaha acho que se confundiram, posso ta falando besteira mas se eu o vi em quadra em 50 jogos, foi muito

        • felipe fernando Oliveira

          Podem tá levando em consideração que ele há tem 3 temporada no lombo

  • Asf 152

    Com os jogadores que a equipe adquiriu, o pensamento tem que ser em título, como torcedor, fiquei feliz em ver a consistência defensiva do time, principalmente do banco, West tem que ser mais armador do que nunca, se dedicar nas assistências e na forma atlética, Carmelo tem que destruir nos arremessos, Westbrook já mostrou que vai ser um jogador com o Carmelo em quadra, e outro sem ele, e o Pau George tem que tem que ser um jogador muito consistente, ofensivamente e defensivamente, tipo um papel que não é muito visto mais é muito importante, que aquele de não arremessar forçado e ter uma boa porcentagem de FG, ir bem nos rebotes, que vai ser um lado Fortíssimo do Thunder está temporada, os rebotes, porém estou torcendo para eu queimar à língua com o B. Donovan não acho ele um bom técnico, eu preferia o Scott Brooks

    • felipe fernando Oliveira

      Concordo. Agora sobre Billy Donovan ele foi contratado por conhecer muito de sistemas defensivos, só que ele ainda não teve o time não mão como Greg tem, Tibs parece que vai ter, como Kerr tem e D Antoni tem. Se os jogadores internalizar a metodologia dele acho que seria top.

  • Marcelo

    OKC vem para brigar nas cabeças tranquilamente.
    Esses jogadores simplesmente não estariam juntos se não indicassem que a parceria teria a mínima possibilidade de dar certo.
    O que se time precisa ter é frieza diante dos Playoffs e torcer para que Melo, PG, Russ estejam calibrados.

    Esperem, pois com certeza teremos um jogo de OKC x GSW (Num confronto direto o GSW leva vantagem), mas já pensou se GSW perde algum ALL star?

    Não podemos duvidar também se Prestti lutar por um Marc Gasol durante a regular.
    Para mim, OKC não parou por aí.

    Adams será trocado.

    • felipe fernando Oliveira

      Essa do Adams ser trocado se acontecer não sei se seria uma boa. Marc é um pivô top de linha. Mas será que ele encaixaria no jogo de transição de OKC? Acho que nosso jogo de transição, principalmente quando estiver em quadra West, Hamilton (Terrence), PG, Grant (Huestis) Adams, vai ser muito forte. Acho que Cousins, Hernangomes (qualquer dos dois) e até Meyer Leonard (que defende o aro bem e espaça a quadra seria encaixe melhor.

  • Albert Medeiros

    Acho que esse time tem tudo pra dar certo, dessa vez Westbrook tem arremessadores confiáveis, provavelmente sua média de assistências irá subir mais ainda do que a temporada passada e a pontuação logicamente vai diminuir, seria muito foda uma final de conferência contra o GS, Roberson revezando com o PG no Durant …

    • felipe fernando Oliveira

      É isso que todos esperamos.

  • Rafael Victor

    Vai ser mais uma prova pro Westbrook, que já demonstrou ser um tremendo FP, ganhou um MVP de forma historica, agora vai ter que provar que pode deixar um pouco o ego de lado e tentar ser o maestro desse novo time do OKC, dividindo a responsabilidade com as duas estrelas que chegaram, porem, feito isso, George e o Carmelo não corresponderem a altura, aí é melhor ligar o foda-se e fazer o que ele faz de melhor, afinal de contas, Westbrook é o “dono do time”!

  • Danilo Celtics #Banner18

    vai faltar bola nesse time ai ein

  • Marcinho Mueller

    Mesmo com o Presti mitando na offseason não sei não se vai dar certo, quando Melo chegou, eu achei que até poderia dar jogo, mas pelo que eu assisti do OKC, até agora não me parece ter um encaixe. Garrafão com Melo de PF vai ficar muito exposto, até agora quem eu mais achava que ia se adaptar no time, o tal de Paulo Jorge, tem se mostrado fominha e não entendeu que não vai ser mais a primeira opção do time, o que me impressionou, por que eu achei que a briga pra ver quem levava a bola pra casa, ia ser entre West e Melo. Pode ser que eu queime a língua e esse time encaixe, ESPERO que sim, pois eu queria muito ver o OKC fazendo a final com meu Celtics. Mas acho que se não fizer pelo menos final de conferência, o time se desfaz no fim da temporada.

  • rafael machado

    curioso pra ver esse time jogar. torço por eles

  • Marcos Oliveira

    O sucesso dessa equipe passa muito pela temporada do Paul George, se realmente fizer um temporada digna de MVP, teremos uma disputa de conferência. Russ e o Melo pelo que parece estão dispostos a abrir mão do patrogonismo pelo titulo. Acredito que San ainda trará reforços para qualificar o Banco principalmente um Pivô e um ala armador. O Donovan deve apostar em um jogo defensivo forte e esse é o caminho, os jogadores precisam internalizar essa mentalidade, quanto ao ataque acho que será bem feroz com opções de infiltração, bola de perímetro e força no garrafão que é o que o Adams faz de melhor. Go go go OKC.

  • Gabriel Pereira Barbosa

    ‘Como já mencionado, cada jogo tinha o atrativo extra de Russell Westbrook e sua caça pelo triplo-duplo, ainda que o mesmo negue seu interesse pelas estatísticas. Os inflacionados números de Westbrook geraram muita discussão na liga: seu desempenho reflete os números absurdos?’

    ‘o trabalho dos pivôs no garrafão era mais de assegurar que o pivô adversário não conseguisse pegar o rebote do que propriamente ir à bola e pegar sozinho o rebote. Isso criava uma lacuna para os rebotes serem pegos por Westbrook,’

    ….
    Depois dizem que eu que fico perseguindo o armador da numerologia.
    O dia que ele deixar de ser essa invenção da mídia e elevar o nível do time todo e não só o dele eu juro que eu paro de fazer comentários sobre essa ameba em quadra.
    As análises estão aí, o déficit do OKC também.

    seguem os baba ovos abaixo..

    • RennanLAL

      Tem lógica pro Westbrook pegar o rebote, porque era o único com qualidade no time da temporada anterior pra iniciar uma transição.

      Claro que teve uma certa forçada de barra em alguns momentos, vi os pivôs fazerem box out até em FT e só ver que o Westbrook foi o jogador que menos contestou arremessos do adversário em quadra, ou seja, praticamente abandonou a defesa pra pegar rebote.

      Só que não dá pra culpa-lo de tentar fazer muito com o time que tinha na temporada anterior, vamos ver como vai se comportar agora jogando com o Paul George que é um All-Star e o Carmelo que tem volume de jogo.

      • JoshHuestisGLeagueLoyalty ☇

        cara, não dá atenção.É tudo q ele quer

        • Gabriel Pereira Barbosa

          mimimimimimi

      • Gabriel Pereira Barbosa

        eu tô esperando isso aí.
        Se ele demonstrar um basquete inteligente vou ser o 1° a reconhecer aqui.
        é muita energia gasta pra pouca liderança e pouca inteligência.
        me desculpe

  • Bruno Macedo

    Jumper otimista com o spurs em kkk pra mim Thunder fica em 3.

  • Nilton Bitencourt

    fica em segundo e se o warriors bobearem leva a conferencia!!!

    1 Warrios
    2 Thunder
    3 Houston
    4 Spurs
    5 Wolvs
    6 Clippers
    7 Denver
    8 Utha ou Portland

    Pode chegar Memphis e New orleans.
    Acho q Phoenix, Kings, Lakers e Dallas sem chances.

  • Lucas Lima

    1 Gold State
    2 Oklahoma
    3 Houston
    4 Spurs
    Esse ano a conferencia oeste estar insana, mais no meu ponto de vista as melhores equipes são estas ai !!! Por que !!! Gold state é o atual campeão manteve o elenco e trouxe uns bons reservas que se juntam ah Igundala, Livisgton !!! Thunder trouxe dois grandes jogadores P.G e Carmelo que se juntam ao MVP trouxe tambem o patterson tem a molecada que estou gostando de ver na pré temporada !!! Houston trouxe Cp3 que se junta a o Barba acho que essa dupla vai dar muito certo, e tem tambem otimos jogadores do perímetro.! ! Gordon, Ariza, Anderson !!! Spurs nunca devemos deixar eles de foram dessa briga pois tem o melhor tecnico da liga, tem o Leonard, o Lamarcus e trouxeram tbm o Rudy gay, certo que ele vem de uma contusão mais eu gosto muito do jogo dele