Previsão de temporada 2018-19 – Divisão Noroeste

Você está preparado para a próxima temporada da NBA?

Bem, é melhor que esteja: graças a Deus, a melhor liga de basquete do mundo retorna no dia 16 de outubro. E, como sempre, o Jumper Brasil já começou a esquentar os motores para noites e madrugadas de partidas da NBA. Hoje, nós damos sequência a nossas análises de previsão dos times para a temporada que vem.

Os times da divisão Noroeste – composta por Denver Nuggets, Minnesota Timberwolves, Oklahoma City Thunder, Portland Trail Blazers e Utah Jazz – são assunto do penúltimo programa especial de previsão. A conversa conta com a participação dos editores Ricardo Stabolito Jr. (@StabolitoJumper), Gustavo Freitas (@mastojumper) e Gustavo Lima (@jumperbrasil). Confira:

Assine nosso canal no Youtube para ter acesso direto a esse e outros dos nossos vídeos, como os nossos AO VIVAÇO’s.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Dudu Ferrero

    Depois de tudo o que aconteceu vejo o Wolves como o mais fraco desses times

  • Michel Moral

    Em relação ao Thomas, acho que é um jogador altamente dependente do esquema tático. Em outras palavras, o time precisa jogar para ele. Toda vez que ele joga como “mais um”, ele sai do contexto de um jogador incrível para um role player.

    Então, se o técnico souber utilizá-lo, como um jogador central da segunda unidade, pode dar muito certo.

    Outra opção seria tornar o Jokic um facilitador para ele. O Horford fez bem esse trabalho em Boston. Porém, eu não acredito que aconteça, já que o time tem outros nomes com prioridade para isso, que são Murray, Harris e o próprio Barton.

    Enfim, para voltar a ser protagonista, Thomas precisa aproveitar logo as oportunidades, pois todos é um cara que passa muita insegurança.