Conferência Oeste: San Antonio Spurs (1°) x (8°) Memphis Grizzlies 

Confrontos na temporada: San Antonio 2 x 2 Memphis

18 DEZ – SAN 112 x 106 MEM
27 FEV – SAN 95 x 88 MEM
01 MAR – MEM 109 x 93 SAN
27 MAR – MEM 111 x 104 SAN

Datas do confronto

17-04: San Antonio x Memphis – 14:00 (Em San Antonio)
20-04: San Antonio x Memphis – 21:30 (Em San Antonio)
23-04: Memphis x San Antonio – 20:30 (Em Memphis)
25-04: Memphis x San Antonio – Horário indefinido (Em Memphis)
27-04: San Antonio x Memphis – Horário indefinido (Em San Antonio)*
29-04: Memphis x San Antonio – Horário indefinido (Em Memphis)*
01-05: San Antonio x Memphis – Horário indefinido (Em San Antonio)*

*Se necessário

Horários de Brasília

San Antonio Spurs (61-21)

Maior sequência de vitórias: 12 (01/11 a 24/01)

Maior sequência de derrotas: 6 (23/03 a 01/04)

Time-base

Tony Parker (PG)

Manu Ginobili (SG)

Richard Jefferson (SF)

Tim Duncan (PF)

Antonio McDyess (C)

Reservas com mais tempo de quadra

George Hill (PG/SG)

Gary Neal (SG/SF)

DeJuan Blair (PF/C)

Matt Bonner (PF/C)

Tiago Splitter (PF/C)

Técnico: Gregg Popovich

Líderes

Pontos: Tony Parker – 17.5

Rebotes: Tim Duncan – 8.9

Assistências: Tony Parker – 6.6

Roubadas: Manu Ginobili  – 1.5

Bloqueios: Tim Duncan – 1.9

Memphis Grizzlies (46-36)

Maior sequência de vitórias: 5 (28/01 a 04/02)

Maior sequência de derrotas: 5 (10/11 a 19/11)

Time-base

Mike Conley (PG)

Tony Allen (SG)

Rudy Gay (SF)

Zach Randolph (PF)

Marc Gasol (C)

Reservas com mais tempo de quadra

OJ Mayo (SG/SF)

Darrell Arthur (PF/C)

Shane Battier (SF)

Sam Young (SG/SF)

Greivis Vasquez (PG)

Técnico: Lionel Hollins

Líderes

Pontos: Zach Randolph – 20.1

Rebotes: Zach Randolph – 12.2

Assistências: Mike Conley – 6.5

Roubadas: Tony Allen – 1.8

Bloqueios: Marc Gasol – 1.7

Análise do confronto

O San Antonio Spurs é favorito no confronto com o Memphis Grizzlies, não só pela campanha durante a temporada regular – a melhor da Conferência Oeste –, mas também pela “bagagem” de seus jogadores em playoffs. Durante a temporada regular, houve equilíbrio nos quatro duelos entre as equipes: duas vitórias para cada. Só que agora é outro campeonato e a experiência do Spurs deve falar mais alto. A força do time de San Antonio está no trio Tony Parker, Manu Ginobili e Tim Duncan. Além disso, a rotação da equipe não deve nada a dos outros times. George Hill, Gary Neal e DeJuan Blair quase sempre entram bem durante os jogos. O brasileiro Tiago Splitter, que está em sua primeira temporada na NBA, continuará não tendo muito tempo de quadra. Já o Grizzlies, que, no início da temporada não era apontado como um dos times que chegariam aos playoffs, conseguiu se classificar para a pós-temporada após um excelente trabalho do técnico Lionel Hollins. Outro fator para o sucesso do time de Memphis foi o ala-pivô Zach Randolph, que fez uma ótima temporada regular. O ala Rudy Gay, com uma lesão no ombro esquerdo, é um desfalque considerável para o time nos playoffs. Se com ele já seria difícil superar o Spurs, sem ele é quase impossível um triunfo do Grizzlies.

Palpite

San Antonio Spurs 4 x 1 Memphis Grizzlies

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.