Previsões 2020 – Pelicans concretizará reviravolta na temporada em Orlando?

NEW ORLEANS PELICANS

 

FICHA TÉCNICA

Campanha: 28 vitórias e 36 derrotas
Colocação: 10º colocado da conferência Oeste

 

ELENCO
Nome Número Posição Altura
(m)
Peso (kg) Experiência
(anos)
JJ Redick 4 G 1.9 90.7 13
Jrue Holiday 11 G 1.9 93 10
Derrick Favors 22 F 2.06 120.2 9
Sindarius Thornwell 3 F-G 1.96 97 2
Jahlil Okafor 9 C-F 2.08 122.5 4
Brandon Ingram 14 F 2.01 86.2 3
Josh Gray 5 G 1.83 81.6 1
Lonzo Ball 2 G 1.98 86.2 2
Frank Jackson 15 G 1.9 93 1
Josh Hart 3 G 1.96 97.5 2
Kenrich Williams 34 G-F 1.98 95.3 1
Zylan Cheatham 45 F 1.96 99.8 0
Zion Williamson 1 F 1.98 128.8 0
Jaxson Hayes 10 C-F 2.11 99.8 0
Nickeil Alexander-Walker 0 G 1.96 93 0
Nicolo Melli 20 F 2.06 107 0

 

 

ESTATÍSTICAS
Nome Ppg Rpg Apg Mpg Topg Spg Bpg 3pt (%) Ft (%) Fg (%)
Brandon Ingram 24.3 6.3 4.3 34.3 3.1 1.0 0.7 38.7 85.8 46.6
Zion Williamson 23.6 6.8 2.2 29.7 2.7 0.8 0.5 46.2 64.5 58.9
Jrue Holiday 19.6 4.9 6.9 34.9 2.9 1.7 0.8 35.7 70.0 45.2
JJ Redick 14.9 2.6 2.0 26.4 1.2 0.4 0.2 45.2 90.2 45.0
Lonzo Ball 12.4 6.2 7.0 32.4 3.1 1.4 0.5 38.3 56.7 41.2
Josh Hart 10.2 6.5 1.6 27.4 1.1 1.0 0.4 34.2 74.7 41.6
Derrick Favors 9.2 9.9 1.7 24.2 1.1 0.6 1.0 14.3 58.1 62.0
Jaxson Hayes 7.5 4.0 0.9 17.0 0.7 0.4 1.0 25.0 63.0 66.0
Nicolo Melli 6.8 3.0 1.3 17.1 0.8 0.6 0.4 36.1 73.3 44.2
Frank Jackson 5.6 1.4 0.8 12.9 0.8 0.3 0.1 32.5 75.0 38.5
Nickeil Alexander-Walker 5.1 2.0 1.8 12.2 1.0 0.3 0.2 34.2 60.7 33.9
Kenrich Williams 3.8 5.1 1.5 22.3 0.6 0.7 0.6 26.0 37.5 34.3
Zylan Cheatham 1.3 2.0 0.7 10.3 1.0 0.0 0.3 0.0 0.0 40.0
Josh Gray 1.0 1.0 1.0 11.5 2.5 0.0 0.0 0.0 0.0 50.0
Sindarius Thornwell DNP DNP DNP DNP DNP DNP DNP DNP DNP DNP

 

 

ANTES DA PAUSA DA TEMPORADA, O PELICANS ESTAVA…

Em seu melhor momento na competição. A equipe havia vencido oito das últimas 13 partidas disputadas e vinha com um ataque extremamente explosivo (média de 121 pontos por jogo) em sua aproximação da oitava posição do Oeste. A aguardada estreia de Zion Williamson trouxe o brilho que faltava à equipe. Foram 19 atuações que transformaram o time no lado ofensivo da quadra, especialmente. Além disso, Jrue Holiday, Brandon Ingram e Lonzo Ball também cresceram de rendimento com a presença do novato. Zion mudava tudo em Nova Orleans.

 

TABELA DE JOGOS

30/07 – Utah Jazz x New Orleans Pelicans – 19h30
01/08 – New Orleans Pelicans x Los Angeles Clippers – 19h
03/08 – Memphis Grizzlies x New Orleans Pelicans – 19h30
06/08 – New Orleans Pelicans x Sacramento Kings – 14h30
07/08 – Washington Wizards x New Orleans Pelicans – 21h
09/08 – San Antonio Spurs x New Orleans Pelicans – 16h
11/08 – New Orleans Pelicans x Sacramento Kings – 22h
13/08 – New Orleans Pelicans x Orlando Magic – sem horário definido

E o que as apostas dizem? A linha do Pelicans é vencer cinco das oito jogos antes dos playoffs. Com um dos calendários mais fáceis da retomada e necessidade de ganhar o máximo de partidas para classificar-se, é possível que alcancem – e até superem – a marca de cinco vitórias.

 

 
ENTRANDO NA BOLHA

O que ganhou com a pausa?

– O Pelicans pode usar uma mini pré-temporada após quatro meses. Com a experiência adquirida na primeira parte da temporada, calouros como Jaxson Hayes e Nickeil Alexander-Walker podem voltar com um jogo mais desenvolvido para a missão de chegar aos playoffs;

– A perda do mando de quadra pelas outras equipes é uma ótima notícia: dos principais concorrentes por vaga nos playoffs, o time da Louisiana é o único que possui retrospecto melhor quando joga fora de casa. Todos os outros “na boca” do TOP 8 do Oeste tem campanhas piores fora de casa.

E o que perdeu com a pausa?

– A paralisação acabou com o ótimo momento vivido pela equipe de Nova Orleans, que venceu 58% dos jogos desde a estreia de Zion Williamson. Antes, o aproveitamento era apenas de 38%. O ala-pivô criou grande química com vários companheiros de elenco e subiu o piso do Pelicans;

– Zion não deverá estar presente nos primeiros jogos da retomada do Pelicans, se é que estará disponível em algum. O novato deixou a “bolha” por conta problemas de saúde familiares e ainda não retornou. Assim, a equipe pode não contar com seu principal jogador nos últimos jogos da temporada.

 

 

O PELICANS VAI A ORLANDO PARA…

Tentar confirmar uma reviravolta. O Pelicans está a 3.5 jogos em relação ao oitavo colocado do Oeste, o Grizzlies. Mantendo essa diferença e garantindo a nona posição, a equipe terá a chance de “roubar” essa vaga nos playoffs em uma série de dois jogos, o chamado play-in. A missão até soava bem possível com Zion Williamson no elenco, mas sua possível ausência complica tudo. Ele não sabe quando volta e ainda precisará cumprir quatro dias de quarentena na chegada a Orlando. Sem o jovem, fica mais difícil que a NBA tenha sua nova estrela na pós-temporada.