Principal reforço do Suns na temporada, Rubio fala da química com Booker e Ayton

Por Vinicius Fernandes Batista

Considerado um dos piores times da NBA nos últimos anos, o Phoenix Suns conta com o espanhol Ricky Rubio, eleito MVP da última Copa do Mundo, encerrada mês passado, e outros reforços para voltar a se destacar na principal liga de basquete do mundo.

Para esta temporada, o Suns tem várias novidades, incluindo o treinador Monty Williams, cuja última experiência havia sido há cinco anos, no New Orleans Pelicans. Dentro de quadra estarão o australiano Aron Baynes (ex-Boston Celtics), Jevon Carter (ex-Memphis Grizzlies), Frank Kaminsky (ex-Charlotte Hornets), Dario Saric (ex-Minnesota Timberwolves), Cheick Diallo (ex-Pelicans), Ty Jerome (novato), Cameron Johnson (novato) e Jalen Lecque (novato), além de Rubio, que estava no Utah Jazz.

Há nove temporadas na NBA, espera-se que o armador espanhol de 28 anos seja o comandante da reviravolta da equipe de Phoenix: “Estou muito contente, foi um verão muito especial no qual aprendemos bastante, porém isso já passou e agora começa uma nova etapa. Estou com muita vontade, muita emoção. Vamos fazer algo que as pessoas não estão esperando. Ainda é cedo, ainda não fizemos nenhum treinamento juntos, mas pelos nomes e pelo que estamos conversando, há boa química. Vamos ver como nos desenvolvemos”, afirmou Rubio.

Sobre jogar com jogadores talentosos como DeAndre Ayton e Devin Booker, Rubio disse: “É uma boa motivação para fazer esta equipe deslanchar. São dois jogadores com muito talento, jovens, ambiciosos, e acredito que posso ajudá-los muito nesse sentido porque já estou há nove anos na NBA e estive com atletas muito talentosos”.

A última temporada com retrospecto favorável por parte da franquia do Arizona foi a de 2013/14, com 48 triunfos e 34 derrotas, embora não tenha se classificdo para os playoffs, algo que não acontece desde a campanha de 2009/10.