Priorizando família, Chris Paul descarta carreira como treinador na NBA

Técnicos e dirigentes da NBA admitem que, ao lado de uma personalidade intensa, Chris Paul é dono de uma das mentes mais brilhantes e estratégicas de basquete entre os jogadores ativos. Até por isso, a cada ano, eles indicam o astro como um dos atletas que podem ser grandes técnicos no futuro. O cenário até pode intrigar, mas o armador do Oklahoma City Thunder já avisa que não tem interesse.  

“Sem chances disso acontecer. A questão principal é o tempo: não quero continuar viajando no ritmo que viajo hoje pelo resto da vida. Não é assim que gostaria que fosse. Desejo manter-me o mais próximo possível do esporte e assistir a todos os jogos que posso, mas pretendo ficar mais perto dos meus filhos e família quando parar”, revelou o craque, em entrevista ao site oficial da liga.

Futuro integrante do Hall da Fama, Paul teve momentos de conflito com alguns dos técnicos e jogadores com quem trabalhou por conta de seu desejo de controlar as ações dos times por onde passou e nível de exigência em quadra. Veterano de 15 temporadas e mais de 1.000 jogos na NBA, o all-star de 34 anos acumula médias de 18.5 pontos, 4.5 rebotes, 9.5 assistências e 2.2 roubos de bola na carreira.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.