Prospecto do Draft 2016 – Ben Simmons

Ben Simmons LSU

Ben Simmons

Idade: 19 anos
País: Austrália
Universidade: LSU
Experiência: Freshman
Posição: ala-pivô/ala
Altura: 6’10’’ (2.08m)

Médias na temporada 2015-16: 19.6 pontos, 11.9 rebotes, 5.0 assistências, 2.0 roubos de bola, 0.8 toco, 3.4 erros no ataque, 56.1% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 33.3% de aproveitamento nas bolas de três pontos (um acerto em três tentativas), 68.3% de conversão nos lances livres, 35.3 minutos em quadra

Pontos fortes: considerado o melhor prospecto da classe deste ano, Simmons tem um estilo de jogo raríssimo, talvez único (que poderá ser entendido na comparação que fiz abaixo). O australiano é um point forward (ala que atua com a bola nas mãos e conduz o ataque) capaz de atuar nas posições 3 e 4. Além disso, ele é dotado de condição física privilegiada, já que tem o corpo pronto para encarar a NBA e um atleticismo incomum para um jogador de seu tamanho. Dono de um alto QI de basquete, Simmons já mostrou que tem uma visão de quadra apurada e um ótimo controle de bola. Cerca de 30% de suas assistências são executadas quando está em transição. O ala utiliza sua altura privilegiada para efetuar bons passes acima do marcador. No ataque, apesar de não ser tão explosivo, ele é capaz de pontuar de várias maneiras na área pintada (e com ambas as mãos), com destaque para o post up, a facilidade de chegar à cesta em transição (seu talento em mudar de velocidade quando ataca a cesta impressiona) e a capacidade de drible rara em um atleta de 2,08m (em especial seus spin moves e crossovers). Já na outra extremidade da quadra, Simmons combina bons instintos defensivos (antecipação para cortar linhas de passe e bom timing na hora de bloquear arremessos) e atributos físico-atléticos para marcar jogadores tanto de perímetro quanto de garrafão. Ele também se destaca nos rebotes, sobretudo defensivos, graças ao combo condição física + instintos. Simmons pode ser considerado um playmaker no corpo de um ala-pivô. Jogador “grande” que combina atributos físico-atléticos privilegiados com inteligência em quadra não é todo dia que a gente vê, não é verdade? O australiano já possui praticamente todas as ferramentas para ser um destaque na NBA em alguns anos. 

Pontos fracos: o calcanhar de Aquiles no jogo de Simmons é a quase total falta de arremesso de média e longa distância. É nítido que falta confiança ao australiano para tentar os jump shots. Mas esse é um problema que ele pode corrigir na NBA com o tempo, pois seu aproveitamento de quase 70% nos lances livres mostra que ele não é uma completa negação na questão do arremesso. Sua mecânica de chute é problemática e será um aspecto a ser trabalhado com especial atenção no basquete profissional. Simmons também demonstra, às vezes, confiança excessiva quando está com a bola nas mãos e tenta fazer um passe mais difícil ao invés de executar o básico. Outro aspecto a ser destacado é a sua falta de foco na defesa em determinados momentos do jogo. Por todas essas características (boas e ruins), muitos scouts têm dúvidas quanto ao encaixe de Simmons na NBA. Pela ausência de jogo de perímetro e a tendência atual da NBA em privilegiar formações mais baixas, a princípio ele deverá ser utilizado na posição 4. Penso que o encaixe ideal para o australiano seria um time que privilegie o jogo em transição e tenha bons chutadores do perímetro.

Comparação: um mix de LeBron James (Cleveland Cavaliers), Blake Griffin (Los Angeles Clippers), Boris Diaw (San Antonio Spurs) e Lamar Odom (ex-Los Angeles Lakers)

Projeção: primeira ou segunda escolha geral

Confira alguns lances de Ben Simmons

https://www.youtube.com/watch?v=R-65jkEqnpc

Legenda
– Freshman (primeiro ano universitário)

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • Acho que nesse ano ele é primeira escolha, mas nos dois últimos anos não seria. Esperava mais dele nas projeções do início do ano e, acompanhando uns 8 jogos de LSU, vi um jogador que força jogadas, abuso do físico para superar adversários (e vai penar na NBA com isso) e possui uma velocidade invejável para a altura.

    É, inegavelmente, um grande prospecto, mas eu duvido que será o que esperavam dele (lembrem-se: Era considerado o melhor prospecto desde LBJ).

    • Erick

      Todo ano tem o melhor prospecto desde lebron james!

      Mas concordo com você

      • Tárcio

        kkkkkkkkkkkkkkkkk
        Realmente, diziam o mesmo do Wiggins, inclusive que o Jabari Parker era o Carmelo!

        • Rodrigo Toledo

          Nesse Draft diziam que até as de segundo round tinham futuro na NBA. Até aqui, tirando um ou outro steal que sempre tem, quase ninguém das primeiras escolhas de fato estão correspondendo aquilo que diziam.

  • Putz! Previsão de ser um Mix de Lebrão, Diaw, Griffin e Odom é sinal que o pirralho é bão mesmo, dificilmente não sairá na 1ª escolha…

  • Gustavo o/

    tenho certeza que vai melhorar o seu arremesso em pouco tempo, e sem dúvidas vai causar impacto no seu primeiro ano na NBA

  • Rafael Victor

    Não cheguei a ver nenhum jogo dele nessa temporada de NCAA, mas é curioso como um jogador desses, que parece ser tão versátil, tem como ponto fraco a falta de arremessos! Apesar disso, pelo que vi nos vídeos dele, parece ser um dos bons! Tem pinta de craque!

  • TRUETHIAGO

    Como encaixe, seria bacana vê-lo em Phoenix ou Boston, que se encaixam nesse estilo de jogar em velocidade e possuem bons arremessadores do perímetro, assim cobrindo sua deficiência nessa parte.

    • Gustavo

      Por isso que eu acho que vai ser bom pro Sixers se ficar com a segunda escolha. Acho difícil que deixem passar o Simmons na primeira, pela tendência recente da franquia sempre escolher o melhor talento disponível, mas o Ingram se encaixa muito melhor no elenco.

    • Yan Alves #GoSuns

      Quem dera, ele no Suns ia ser perfeito msm

    • Fabrica de Vassilo

      Por mais perfeito que seria no celtics ou no suns, eu acho que ele vai justamente pro sixers ou pro lakers, quase certas que uma delas a primeira escolha e não vão pensar duas vezes pra pegar ele. Prevejo uma difícil adaptação para ele, a não ser que o sixers jogue com um pivô de cada vez. o que eu acho bem difícil ainda mais com a volta do embiid. Ou o lakers empurre o Randle pra C, o que não faz sentido nenhum pelo jeito que ele joga.

  • MarcoLakers #MambaDay

    Prefiro o Ingram no Lakão, mas o Simmons é um grande talento.

  • King Cuban

    Posso publicar a vossa analise em um grupo do Facebook? Partilhando o vosso link no fim?

    • gusilvalima10

      Claro, Cuban!

  • João Carlos

    Quanto ao problema do arremesso é escolher o cara e trabalhar ele porque o talento ta ali, no mais acho dificil quem ficar com a primeira escolha não escolher ele. Eu no Lakers iria de Ingram, mas se vier ele será muito bem recebido.

  • Michael Bryant

    vem pro lakers

  • Sanliv

    Mesmo o Ingram tendo um encaixe melhor no Sixers e Lakers, acho difícil o australiano não ser a primeira escolha.

  • Danilo Veroneze

    essa mecanica de arremesso dele é uma coisa bisonha msmo

  • AlexS.F.

    Simmons tem uns defeitos q tira e muito o impacto dele na NBA, mas igual o Wiggins ele pode até não ser um LeBron mas ruim é que não vai ser.

  • – Tiago

    Joga muito esse mlk, quase impossível não ser a primeira escolha. Estou muito curioso pra ver o desempenho dele na NBA

  • Paulinho Sérgio

    Esse aí é encaixe perfeito no time do Boston. E talvez no Suns. Mas no Boston seria bom pra franquia e jogador.

  • Claudio R.

    Como vcs podem ver em Wiggins e Jabari, não é tão facil assim virar o jogador que se esperam, nem virar um jogador pronto de imediato… Acho que se ele cair em um time com paciência pra desenvolve-lo ele pode se tornar uma estrela na NBA em 3, 4 anos… pra mim ele é um mix de Blake Griffin e Lamar Odom e só!

    • MarcoLakers #MambaDay

      Mas qual o problema com o Wiggins? Ele é um scorer, na sua segunda temporada já tem média de mais de 20pts, está ótimo.

      • Claudio R.

        ele é muito irregular no ataque e defesa, pra quem disse que ele seria um all star em no max 2 anos, estão vendo que não é bem assim… tem jogos que ele faz 30 pontos e outros menos de 10… acho ele ainda meio cru.

  • Lucas

    Lebron James nao tinha um bom arremesso quando saiu de St.V – era um tremendo atleta com alto QI basquete para um cara de 18 anos. Hoje tornou-se completo…Simmons pode ir nesse caminho.

  • Daniel Serafim

    Torço para o Bulls, mas torço para que Simmons seja selecionado pelo Lakers, desde que a franquia angelina considere mudar o treinador. O Sixers não merece ter um diamante bruto mofando no seu time.

  • Bernardo Dalla Vecchia

    Mais alguem ai alem de mim acha o estilo de jogo dele parecido com o do Draymond Green ?