Prospecto do Draft 2017 – Georginho de Paula

Georginho de Paula

Idade: 21 anos
País:
Brasil
Time:
Paulistano
Posição:
armador
Altura:
6’5.25’’ (1.96m)

Médias na última temporada (NBB): 10.8 pontos, 4.2 rebotes, 4.2 assistências, 1.2 roubos de bola, 0.4 tocos, 2.2 erros de ataque, 42.4% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 32.9% de acerto nos tiros de longa distância e 75.5% de conversão nos lances livres em 27.7 minutos de ação

Pontos fortes:

– Georginho é dono de uma das mais impressionantes combinações de estatura (1.96m) e envergadura (2.13m) em um prospecto de armação no planeta.

– Não se destaca atleticamente, mas possui condição adequada projetando jogar na NBA. Ajudado por boa mobilidade e passadas muito largas.

– Já acumula experiência atuando contra profissionais há alguns anos, no mais alto nível do basquete brasileiro.

– Excelente no jogo de transição, exibindo eficiência e boas decisões passando ou finalizando em quadra aberta.

– Evoluiu operando no post: mostra crescente capacidade para explorar oponentes mais baixos e interessante visão de quadra para fazer passes dessa posição.

– Controle de bola avançado, com facilidade para fintas e mudanças de direção, o que sugere potencial para criar separação para adversários.

– Georginho não precisa da bola nas mãos para causar impacto, pois movimenta-se com disposição no ataque e joga boa parte dos jogos do Paulistano sem a posse.

– Altruísta, criar para os companheiros é uma de suas grandes virtudes: enxerga o jogo por cima de defensores (altura), encontra ângulos para passes criativos (envergadura) e destaca-se no drive and kick.

– Não retém a bola e dinamiza as ações. Toma decisões rápidas passando e possui uma leitura rápida, natural do jogo.  

– Reboteiro produtivo para sua posição, que compensa a falta de fundamentos mais sólidos com seus braços longos.

– Por suas ferramentas físicas, o brasileiro oferece evidente versatilidade defensiva: cobre muito espaço e poderia marcar até três posições na NBA atual.

– Tem disposição para contestar arremessos no perímetro, sendo uma presença até intimidante com sua enorme envergadura.

– Ele é titular de um dos times finalistas do NBB e foi eleito para o Jogo das Estrelas da liga neste ano. São feitos notáveis para um garoto de 21 anos.

Pontos fracos:

– Além de não ser o atleta mais explosivo, Georginho precisa fortalecer físico para seguir desenvolvendo-se como ameaça no post.

– Faltam-lhe ímpeto e instintos agressivos no ataque. Trata-se de um jogador bem tímido nas infiltrações e buscando as próprias oportunidades, por exemplo.

– Apresenta algumas tendências ruins no drible, colocando-se em situações difíceis: para de bater bola precocemente, força-se a driblar em espaços curtos.

– Embora tenha evoluído como arremessador, ele continua inconstante e também possui uma mecânica pouco fluida, com baixo ponto de lançamento.

– É um mismatch ambulante que mostra sérios problemas de iniciativa e tomada de decisão aproveitando-se de tais situações.

– Aliás, sua tomada de decisão em linhas gerais carece de mais refinamento. Parece confortável demais em uma postura passiva.

– Seu jogo ofensivo limita-se ao ataque à cesta e linha de três pontos. Desenvolver um pouco de mid range game é importante para colocar pressão sobre as defesas.

– Sua proporção de assistências para erros de ataque não impressiona, refletindo o fato de ainda forçar passagem e passes em momentos poucos oportunos.

– Pela questão física e/ou falta de fundamentos, Georginho é limitado na defesa do pick and roll.

– Atenção e instintos defensivos precisam melhorar bastante. Hoje, ele depende em excesso dos atributos físicos para recuperar-se de erros básicos – o que funciona em âmbito local, mas será exposto em níveis superiores de competição.

– Trata-se de um prospecto menos desenvolvido do que se espera de um jogador de 21 anos.

Projeção: segunda rodada

Confira alguns lances de Georginho de Paula:

https://www.youtube.com/watch?v=IpIvOY9P4dY

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Mehmet Okur

    Quem ama os jogos de gerente
    http://mybasketteam.com/

  • Vitor Soares Pereira

    Uma boa comparação é com o Magic Johnson, mas com mais potencial defensivo por conta da envergadura.

    • Vinicius Ribeiro

      KKKKKKKKKKKKKKKKK, diz que é piada

    • AlexS.F.

      exatamente “uma boa comparação”

    • Luis Alves

      Pode crê

    • Maicon Gomes

      Mano..

    • Vitor Soares Pereira

      Já consigo ver o título olímpico em 2024, com a seleção formada por Georginho “Magic” de Paula e Lucas “The Dream” Nogueira.

      • Knickerbockers

        De Paula + Nogueira + Caboclo = Título. Bruno Caboclo MVP e cestinha do campeonato.

        • vinícius martins

          lucas dias do paulistano é bom tmb

    • Rrrr

      Essa comparação não tem sentido nenhum. Não irei nem tratar do fato de que um dos jogadores é um dos maiores de todos os tempos enquanto o outro é um jovem jogador de destaque no basquete brasileiro, que apesar da evolução dos últimos anos, ainda está muito atrás da Europa e dos Estados Unidos. Magic era um jogador que ficava com a bola e liderava seu time em quadra, dando muitas assistências e marcando muitos pontos, o que definitivamente não é o caso do Georginho. Além disso, Georginho é um jogador muito unidimensional, sendo que hoje é apenas um 3&D. Uma comparação a ser traçada é com o Ntilikina, que deve ser escolhido no top-10 do draft desse ano. Ambos são jogadores com ótimas ferramentas físicas, mas eles não as usam como poderiam; nenhum deles parece que será um jogador de protagonismo, ou seja, um líder dentro do time, mas sim boas peças de complemento e por último, ambos gostam do chute de 3 e não tem o hábito de infiltrar.

      • Sanliv

        Discordo, essa comparação com Ntilikina só faz mais sentido no quesito de envergaduras monstruosas, de resto, Ntilikina é tranquilamente um shooter melhor que o Georginho, também usa bem melhor as suas ferramentas na defesa (onde ele projeta pra ser ótimo, Georginho não consigo ver sendo ótimo), em compensação, o Georginho mostra ter melhor “PG skills”, ao menos, nessa altura. Tem um ball handling melhor que o do Ntilikina, que lhe dá mais projeção como “lead-guard” que o francês (que tem um ball handling bem limitado até, que é o que mais “puxa” ele pra baixo como prospecto, na minha opinião), apesar do Georginho gostar de jogar off-ball. Ambos mostram dificuldade finalizando próximo ao aro, mas eu dou uma vantagem pro Georginho aqui (mas o Ntilikina tem 3 anos a menos, tem mais tempo pra desenvolver, e tal)

        Pra falar a verdade, o Georginho me lembra mais o Isaac Bonga em termos de estilo, obviamente, não é uma comparação perfeita.

        Obs: o comentário do Vitor foi uma brincadeira, obviamente

        • Vinicius_nba

          “Georginho vai ser o novo Magic Johnson. Não vou falar mais nada”, afirmou Marcel, ao VinteUm. É o tipo de declaração que pode fazer um estrago, né? Então,
          depois da conclusão da resposta, fiz questão de perguntar ao técnico que história era essa de Magic Johnson, e ele respondeu: ”Anota, e depois vamos ver.”… –

          Veja mais em https://vinteum.blogosfera.uol.com.br/2015/02/18/apresentando-georginho-o-proximo-alvo-da-nba/

          • Vitor Martins

            Agora, antes que coce a vontade de sair tuitando por aí essa declaração, é melhor entender, enfim, o que Marcel estava pensando. O treinador se referia ao tipo de jogador que Georginho pode virar, e não, sobre o jogador que vai se tornar…

            – Veja mais em https://vinteum.blogosfera.uol.com.br/2015/02/18/apresentando-georginho-o-proximo-alvo-da-nba/?cmpid=copiaecola

            Bora dar a informação correta, né amigo?

            Galera fica zoando, mas o mlk tá numa final de NBB. Ano passado não era nem usado no pinheiros e esse ano contribui muito e já é dos melhores armadores do campeonato. Não acho que ele será draftado. Mas jogar basquete no Brasil, se profissionalizar, já é uma grande coisa. Que ele tenha uma carreira de sucesso, aqui ou na Europa. Que seja um jogador no nível de seleção brasileira, já vai ser espetacular.

          • Vinicius_nba

            Eu não dei informação, quem deu foi o jornalista. Também não fiz juízo de valor. Eu só colei o texto e fiz questão de indicar o link pra quem quiser ver a matéria completa.

          • Neto

            Vi uma análise bem relativista sobre potencial que acredito ser mais precisa:
            https://medium.com/@GabrielAndPaula/v%C3%ADdeo-an%C3%A1lise-e-relat%C3%B3rio-george-de-paula-1873a06cae6b

        • vinícius martins

          tipo não tem como comparar o basquete europeu com o brasileiro
          moss Ntilikina muito superior ta mais pronto

      • Vitor Soares Pereira

        Foi só uma piada kkkkkk

    • Tássio Marcel Hoffmann Coelho

      é sério isso? Jesus. Georginho jogador comum, duvido que seja draftado.

  • Branco O Pensador

    “no mais alto nível do basquete brasileiro”… e tipo o colege deles né?

    • Ricardo Stabolito Junior

      Não. Jogar contra jogadores profissionais, trabalhar com rotina de profissional, é sempre diferente. Talvez seja algo parecido em termos táticos.

      • Branco O Pensador

        Foi brinks, rlx

  • Luiz

    Caramba essa envergadura é incrivel, a mesma que jogadores bem mais altos que ele (Wiggins,Lebron,Carmelo)

  • Uncle Drew #DefendTheLand

    O nosso Giannis Antetokounmpo, rs. Bora Georginho! Tomara q seja escolhido no Draft.

  • Gabriel Ximenes

    Cara, gosto muito do potencial que o Georginho tem, mas na maioria das jogadas parece que lhe falta vontade…

  • Luiz Gustavo

    se tivesse 19 anos estaria na 1 rodada tranquilamente

  • Vinicius Suiciniv roquete

    “3 segundos do final do jogo, com o São Bernardo perdendo por 56 x 57, com a equipe da casa tendo direito a há 2 lances livres, dos 2 lances um é convertido, então em um ultimo ataque George Lucas (ala armador) da equipe do São Bernardo em arremessa do centro da quadra, e a bola nem acerta o aro.”

    https://www.youtube.com/watch?v=52wsozWZlsM

  • Gosto do Georginho, em uma franquia paciente com bom treinador que leve a sério o desenvolvimento de seus jovens ele pode se manter na NBA por um logo tempo, se conseguir uma seleção pelo Spurs por exemplo já teria 50% de chance de dar certo na liga, ao menos um confiável role player seria.

  • felipe fernando Oliveira

    Sendo muito otimista, acho que ele deveria ir pra Europa onde tem um jogo mais lento e menos físico, não aguenta NBA, e acho que não vá evoluir muito além do que é hije

  • arruda91 arruda

    Tomara que vá em uma franquia tipo Toronto que da paciência para se desenvolver, igual fizeram com o Lucas Bebe e estão fazendo com o Bruno Cabloco