Prospecto do Draft 2018 – Anfernee Simons

Anfernee Simons

Idade: 18 anos
País: Estados Unidos
Universidade: –
Experiência: –
Posição: ala-armador / armador
Altura: 6’4’’ (1.90m)

Última temporada: estava comprometido com Louisville, mas, após o escândalo envolvendo o programa de basquete da instituição, decidiu passar o ano como interno no programa para pós-graduandos colegiais da conceituada IMG Academy.

Pontos fortes

– Simons é um prospecto atleticamente fantástico: fluido e explosivo, movimenta-se com notável leveza pela quadra e sua impulsão realmente impressiona. Futuro concorrente do Concurso de Enterradas?

– Até pelo ponto anterior, trata-se de um jogador imparável operando em transição e deslocando-se em espaço aberto. Bastante veloz executando com ou sem a bola, preenche linhas de passe nos contra-ataques.

– Seu controle de bola é muito bom. Não está no nível de Kyrie Irving ou Stephen Curry, mas Simons mostra criatividade trabalhando a posse de bola e ajuda o fato de também ser ambidestro (prefere a esquerda).

– Excelente e dinâmico arremessador, com mecânica de chute rápida (embora com ponto de lançamento levemente baixo) e um arsenal que inclui floaters, pull ups e capacidade de arremessar saindo de bloqueios fora da bola.

– O grande diferencial de Simons está em uma habilidade natural e já avançada de criar arremessos para si próprio: gera separação para os marcadores fluidamente, saindo do drible com extrema coordenação.

– Ele apresentou um ótimo índice de desperdícios de bola em temporadas passadas. Pode não ser um grande passador, mas, pelo menos, suas posses terminam quase sempre com uma tentativa de pontuar.

– Quando empenhado, Simons já exibiu flashes de boa capacidade defensiva: sua agilidade lateral está em nível para acompanhar armadores rápidos, contesta arremessos e reage rápido às ações dos atacantes.   

– Não se trata de um produto pronto, mas, mais do que um atleta de elite, o jovem parece um atleta de basquete natural em quadra. Possui trabalho de pernas sólido e noção do uso de ângulos em quadra.

– Simons oferece inegável upside para um time no fim da primeira rodada. Era um dos dez melhores prospectos colegiais da classe do ano passado e só vai completar 19 anos de idade em junho.

Pontos fracos

– É especialmente complicado analisar um talento vindo direto do basquete colegial para a NBA, por conta da extrema diferença de nível competitivo. Fisicamente, o próprio Simons ainda soa como uma criança.

– Parece tratar-se mais de um ala-armador de ofício do que um armador ou combo guard, o que torna sua altura (1.90m) e envergadura (2.00m) de adequadas para ruins projetando-o no próximo nível.

– Até pela limitada força física, Simons tende a evitar o jogo de contato e não é um infiltrador do nível ou intensidade que sua condição atlética sugere. Precisará de trabalho de fortalecimento físico para atuar na NBA.

– Sua seleção de arremessos e tomada de decisão em quadra é muito condizente com um garoto de 18 anos: tenta arremessos contestados e não soa como alguém que lê as defesas adversárias antes de atacar.

– Simons tem uma visão de quadra absolutamente nula a esta altura da carreira e, embora não seja um jogador egoísta, sua qualidade/tomada de decisão ao passar a bola é bastante questionável.

– Defensivamente, ele ainda é inconstante em termos de atenção e deixa muito a desejar na maior parte do tempo. As baixas médias de roubos de bola e tocos no basquete colegial são índices de projeção alarmantes.

– Não se trata de um jogador acostumado a jogar sem a bola nas mãos: sua movimentação fora da bola e instinto de posicionamento, segundo várias pessoas que acompanharam seus jogos ao vivo, são rudimentares.

– Como Simons pode impactar um jogo além da pontuação? Essa é uma pergunta importante para sua análise, pois capacidade de criar o próprio arremesso é uma das características mais raras de se traduzirem na NBA.

– Hoje, o prospecto é muito mais um projeto para ser deixado por algum tempo na G-League e adaptar-se ao jogo profissional do que alguém para entrar na rotação e jogar na NBA imediatamente.

Comparações: Jamal Crawford (Minnesota Timberwolves) mais atlético

Projeção: segunda metade da primeira rodada

Confira alguns lances de Anfernee Simons

 

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.