Prospecto do Draft 2018 – Collin Sexton

Por Gabriel Andrade

Collin Sexton

Idade: 19 anos
País: Estados Unidos
Universidade: Alabama
Experiência: Freshman
Posição: armador
Altura: 6’1.5’’ (1.87m)

Médias na última temporada: 19.2 pontos, 3.8 rebotes, 3.6 assistências, 0.8 roubo de bola, 0.1 toco, 2.8 erros de ataque, 44.7% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 33.6% de conversão nos tiros de longa distância, 77.8% de acerto nos lances livres, 29.9 minutos

Pontos fortes
– Apesar de não possuir altura de elite, Sexton possui grande envergadura (2.01m) para atuar como armador na NBA, consegue jogar por cima do aro e marcar até duas posições
– Não é muito forte, mas joga um estilo muito físico de basquete. Parte para o contato, vai para a linha de lances livres (7.6 tentativas por jogo) e adora pressionar o drible adversário, usando sua agilidade e intensidade para causar furor na defesa individual
– Muito veloz, sobretudo em transição. Por algumas vezes consegue atacar sem corta-luz, apenas superando adversários na velocidade.
– Controle corporal avançado, capaz de fazer mudanças de direção agressivas e de difíceis percepção
– Muito produtivo como pontuador em todos os níveis que atuou, capaz de carregar esquemas ofensivas em sua criatividade e agressividade
– Cresceu no momento mais complicado da temporada (March Madness), estilo de jogo combina com momentos decisivos, confiante o suficiente para não se esconder de arremessos decisivos e jogadas que não encaixaram, muito competitivo
– Arremessador inconsistente neste ponto da carreira, mas possui potencial como criador após o drible, velocidade e drible exibem capacidade de criar separação contra os adversários.
– Seu jogo de slasher será beneficiado pelas quadras mais espaçadas da NBA, jogava em um time pouco moldado para suas habilidades no NCAA
– Capaz de acertar floaters e possui arsenal razoável da curta distância
– Finalizador acrobático ao redor do aro, capaz de ajustar o corpo no meio do ar para finalizar

Pontos fracos
– Escolha de arremessos muito ruim, constantemente se deixa afetar pelas emoções, força chutes contestados, arremessos atrapalhados em transição, infiltrações com garrafão muito fechado e até fora de posição na defesa, nem sempre mantém o foco e concentração
– Passador limitado. Até mostrou flashes de criatividade, mas no geral possui um jogo muito voltado na pontuação para si mesmo, perde espaços de chutes livres e pivôs sem marcação, altura não ajuda a enxergar por cima da defesa e os instintos não são tão avançados. Número baixa de assistências em relação aos erros de ataque
– Arremessador cheio de confiança, mas com resultados ruins historicamente. Chute após o drible sem estabelecimento de boa posição, mecânica acelera demais quando pressionado, não chuta da mesma maneira em toda posse
– Não é muito alto para o estilo de jogo que adota, assim como não possui impulsão e explosão de elite. Mais veloz do que vertical. Muitas das bandejas que conseguiu no NCAA serão tocos na NBA
– Sua altura é explorada também na defesa, chutadores maiores arremessam por si dele. Não possui força para absorver contato e contestar infiltrações
– Dribla demais sem tomar decisões para o ataque fluir, não é muito adepto de mover a bola
– Sexton precisará ser um bom arremessador para justiçar seu estilo de pouco passe e muita infiltração para conquistar espaços no próximo nível, evitar que seja unidimensional ofensivamente
– Move-se pouco fora da bola para colocar-se avaliável para passes e chutes, estacionário sem o controle das ações

Comparações: Jeff Teague mais atlético (Minnesota Timberwolves) e Reggie Jackson (Detroit Pistons)

Confira alguns lances de Collin Sexton

Legenda
– Freshman (primeiro ano universitário)

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • Bruno Hornets🐝

    Futuro Hornets, vai ser o novo Kembinha Andador
    Mal posso esperar pra ver o duo mais peladeiro da liga aka Monk & Sexton

    • Cerginho- Jornalista diplomado

      trae Young é muito mais peladeiro que ele, ele é bom armador, em.

      • Igor Cavalcante

        Pq profissional é vcs ne rsss

        • Cerginho- Jornalista diplomado

          La vem o retardado que acha que pra alguém poder falar algo tem que ser o melhor do mundo.

  • JASPION DA MASSA

    esse mlk é muito bom jogador, se melhorar o arremesso de média e longa distância vai ser um grande jogador