Prospecto do Draft 2018 – Elie Okobo

Por Gabriel Andrade

Elie Okobo

Idade: 20 anos
País: França
Time: Pau-Orthez (FRA)
Posição: armador
Altura: 6’3’’ (1.91m)

Médias na temporada 2017-18 (liga francesa): 12.9 pontos, 2.6 rebotes, 4.7 assistências, 0.9 roubada de bola, 0.2 toco, 2.7 desperdícios de bola, 47.5% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 38.8% de aproveitamento nas bolas de três pontos, 81.9% de aproveitamento nos lances livres, 26.2 minutos

Pontos fortes
– Apesar de não ser excepcionalmente alto, Okobo possui braços longos (2.03m), o que permite poder defender as posições 1-2 na NBA
– Muito ágil e veloz, gosta de usar sua velocidade para correr a quadra e abusa da agilidade para pressiona o drible quando focado
– Muito eficiente ofensivamente em sua segunda temporada efetiva no basquete profissional, ainda mais considerando o quanto de seu jogo vem em jogadas após o drible
– Ótimo operando o pick-and-roll, possui bom conjunto de mudanças de velocidade e instintos de passe em evolução para o jogo de dupla com os pivôs
– Mecânica de arremesso elogiável, compacta e rápida, a bola sai rápido de suas mãos. Além da boa forma, arremessa com agressividade na linha de três pontos (6.3 tentativas para 36 minutos) com versatilidade, em ações após o drible ou recebendo a bola parado e arremessando
– Possui bom controle de bola, incluindo ambas as mãos, capaz de criar separação usando sua agilidade, bom atleticismo e o atributo citado no começo do tópico
– Entende o jogo em movimento e consegue fazer bons passes após infiltrações. Não é um armador plenamente desenvolvido no controle do jogo, mas mostrou evolução a cada mês na temporada
– O bom arremesso permite que a defesa seja mais agressiva na marcação no perímetro, abrindo espaços para infiltrações. A grande envergadura ajuda a estender suas finalizações ao redor do aro
– Principal pontuador de uma equipe de Playoffs na primeira divisão da França. Joga em um papel maior do que um armador geralmente possui nessa idade no Basquete Europeu. Possuía mais responsabilidades para sua equipe do que, por exemplo, Frank Ntilikina na temporada passada
– Capaz de jogar com e sem a bola em mãos, toma boas decisões de cortes e chutes quando cumprindo funções secundárias
– Vem desenvolvendo seu QI de Jogo ano após ano, assim como teve grande salto durante o decorrer da temporada. Prospecto internacional mais produtivo do Draft após Luka Doncic
– Conjunto de atributos físicos e versatilidade ofensiva o torna um ótimo encaixe no basquete moderno

Pontos fracos
– Inconsistente defensivamente, tende a ficar perdido em ações múltiplas fora da bola e não possui agressividade nas linhas de passe, poderia usar melhor os enormes braços na defesa
– Seleção de chutes problemática, busca a pontuação quase sempre nos chutes de longa distância, confiança em seu próprio jogo tende a se traduzir em partidas bem ruins quando o arremesso não cai
– Comete muitos desperdícios de bola em passes desequilibrados ou por falta de paciência na tomada de decisões, taxa de assistências/turnovers baixa, especialmente para um jogador de armação
– Não é um jogador particularmente criativo como criador de jogadas para os companheiros
– Corpo franzino, tende a sofrer para finalizar ao redor do aro contra contato
– Apesar do chute ser elogiável e rápido, possui mecânica de arremesso baixa, mais fácil de ser contestada
– Ágil e rápido, mas não é muito explosivo, joga por baixo do aro em meia quadra
– Raramente vai para a linha de lances livres, busca pouco o contato quando agride a cesta

Comparação: mistura de elementos de jogo de Dennis Schroder (Atlanta Hawks) e Patty Mills (San Antonio Spurs)

Projeção: entre as escolhas 25 e 40

Confira alguns lances de Elie Okobo

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • Renato

    Muitos colocam ele como opção para o Celtics, mas não vejo perfil que agrada o Ainge.

    • Sander Santos Baptista

      Acho que o Ainge vai de Grayson Allen. Jogador inteligente, chuta bem, marca bem e é raçudo. Ajudaria bastante no lugar do Larkin.

      • Alex Alves

        Sim também acho uma boa, mas tem um pivo que faz o serviço sujo que não recordo o nome.

        • Sander Santos Baptista

          Pode subir na segunda rodada e tentar trazer os dois.

        • Scary Terry

          brandon mccoy? se for ele, foi prejudicado no combine, deve cair pra 2ª rodada

          • Alex Alves

            Esse mesmo.

          • Sander Santos Baptista

            Dá para trazer os dois. Ficaríamos com um elenco top!