Prospecto do Draft 2018 – Jalen Brunson

Jalen Brunson

Idade: 21 anos
País: Estados Unidos
Universidade: Villanova
Experiência: Junior
Posição: armador
Altura: 6’2’’ (1.88m)

Médias na temporada 2017-18: 18.9 pontos, 3.1 rebotes, 4.6 assistências, 0.9 roubo de bola, 1.8 desperdício de bola, 52.1% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 40.8% de aproveitamento nas bolas de três pontos, 80.2% de aproveitamento nos lances livres, 31.8 minutos em quadra

Pontos fortes
– eleito melhor jogador da última temporada do basquete universitário; bicampeão nacional pela equipe de Villanova
playmaker com alto QI de basquete; sabe controlar o ritmo do jogo, cuida bem da bola, tem sólida visão de quadra, opera com facilidade no pick-and-roll e não força passes
– forte fisicamente, não foge do jogo de contato e utiliza toda sua força para atacar a cesta com eficiência
– excelente arremessador após o drible; mostrou eficiência nos chutes do perímetro e não peca na seleção de arremessos
– trabalho de pés apurado; apresenta uma variedade de dribles, consegue criar separação entre os marcadores, finaliza com ambas as mãos
– esforçado na defesa; não se perde nos bloqueios com frequência e utiliza bem a força física para tentar conter o adversário no um contra um
– ética de trabalho elogiável; visto como um grande líder em quadra da equipe de Villanova, jogador disciplinado, que sabe das suas limitações e do seu papel em quadra
– com poucas lacunas em seu jogo, tem tudo para ser um role player efetivo na NBA

Pontos fracos
– falta de atleticismo de elite; não é muito veloz e não é um grande saltador, o que deverá lhe causar problemas no basquete profissional quando vier a marcar armadores mais velozes (já sofreu no universitário)
– tamanho apenas ok para um jogador da posição (1.88m de altura e 1.93m de envergadura), deverá ter dificuldades nos dois lados da quadra quando duelar com armadores maiores
– carece de um primeiro passo de elite após o drible; poderá ter problemas para pontuar em tráfego
– apesar de ser um sólido passador, não é particularmente muito criativo; faz o básico e não arrisca na criação de jogadas para os companheiros
– defensor apenas mediano por conta das limitações atléticas; não tem agilidade lateral de elite, não possui braços longos, não tem boa impulsão e, por conta disso, tem dificuldades em antecipar linhas de passe, alvo fácil nas situações de isolation
– não oferece muito upside; melhorou ano a ano no basquete universitário, mas dá a impressão de que atingiu o teto como atleta

Comparações: Derek Fisher (ex-Los Angeles Lakers) e Andre Miller (ex-Denver Nuggets) com arremesso

Projeção: entre as escolhas 23 e 35

Confira alguns lances de Jalen Brunson

Legenda
– Junior (terceiro ano universitário)

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • Danilo Barroso

    Deve ser escolhido pelo Pacers

  • Denao

    Oloco meu, se ele se tornar um Andre Miller com arremesso terá sucesso na liga

  • Thiago Legori

    Vai ser um bom role player na NBA. Tipico 6th man, quem draftar, terá um bom jogador…

  • Tulio Machado

    Acredito que o Pacers escolham ele! Pode ser um bom jogador, mas nada excepcional igual os outros prospectos que vem de Villanova.

  • Alan Cleber Knickerbockers

    Posso tá viajando, mas sempre que vejo os lances do Brunson, me vem a cabeça o Chris Paul. Talvez por ambos serem habilidosos, apresentarem um alto QI de basquete, cadenciam o jogo com inteligência, distribuem bem a bola, envolvem seus companheiros, além de pontuarem bem. Embora o Brunson seja um Junior, e a idade tem seu peso no draft, tá aí um cara que pode ser uma grande surpresa na NBA.

  • Neverminder – #ForaManoMenezes

    Podia sobrar na 25 pra gente….

  • Se não fosse pelo atleticismo poderia ser mais do que um role player, claro que ele pode surpreender e exceder as expectativas, mas aparentemente vai de acordo com a avaliação. E diga-se de passagem, com esses bracinhos de t-rex será difícil marcar armadores maiores.

  • ReggieMiller31

    Me chamou atenção desde mundial sub 19 qndo colocou a bola embaixo do braço na fase final e guiou o time ao titulo sendo mvp das finais em um elenco q tinha nomes q muito mais badalados. Só ñ sei at q ponto jogo dele vai conseguir se traduzir na NBA, acho q teria q ir pra algum time q privilegie conjunto e tenha bom sistema de jogo como Villanova. Jazz e Celtics seriam boas opções pra ele comandar segunda unidade.