Prospecto do Draft 2018 – Josh Okogie

Josh Okogie

Idade: 19 anos
País: Nigéria
Universidade: Georgia Tech
Experiência: Sophomore
Posição: ala-armador
Altura: 6’5.5’’ (1.94m)

Médias na temporada 2017-18: 18.2 pontos, 6.3 rebotes, 2.5 assistências, 1.8 roubo de bola, 1.0 toco, 2.5 desperdícios de bola, 41.6% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 38.0% de aproveitamento nas bolas de três pontos, 82.1% de aproveitamento nos lances livres, 36.4 minutos em quadra

Pontos fortes
– atributos físico-atléticos de elite; fluidez nos movimentos em quadra, agilidade, impulsão, envergadura de 2.13m, força física para encarar o basquete profissional
– consegue criar para si e para os companheiros
– primeiro passo explosivo; excelente no jogo de transição, consegue chegar à cesta com facilidade, agressivo, utiliza bem seu corpo para absorver contato nas infiltrações no garrafão adversário, facilidade para atacar closeouts, ótimo cutter (jogador que se movimenta subitamente buscando uma melhor posição para finalizar)
– grande arremessador após o drible; chutes de média distância e step backs em situações de isolation são seus arremessos preferidos e mais eficientes, chutou acima de 38% do perímetro e 82% nos lances livres combinando as duas temporadas no basquete universitário
– boa visão de quadra; evoluiu como criador no pick-and-roll, passador eficiente em movimento, particularmente no drive-and-kick (quando infiltra e passa a bola para um companheiro em melhor condições de pontuar)
– sólido defensor, especialmente no um contra um; capaz de defender bem as posições 1 e 2, utiliza bem sua força física para conter as investidas do adversário no ataque à cesta, boa capacidade de antecipação das linhas de passe graças à sua agilidade lateral de elite e aos braços longos, ótimo timing para dar tocos
– reboteiro acima da média para um jogador da posição; combina bem agressividade, força física, agilidade e impulsão para estabelecer posição e proteger o espaço
– tem as ferramentas necessárias para se tornar um bom role player na liga, contribuindo especialmente na defesa

Pontos fracos
– mecânica de arremesso problemática; (a bola demora a sair de suas mãos, baixo ponto de lançamento), o que poderá lhe prejudicar bastante no nível profissional
– controle de bola apenas mediano; não se sente confortável quando dribla em tráfego ou quando é pressionado, perde a bola facilmente nessas situações, sua alta taxa de desperdícios evidencia esse problema
– peca na tomada de decisões; abusa do atleticismo e não é muito de pensar o jogo, de manipular as defesas adversárias, suscita dúvidas quanto à sua efetividade no jogo de meia-quadra na NBA
– questionável seleção de arremessos; às vezes, ele força arremessos, mesmo contestado, e ataca a cesta de de forma atabalhoada, provocando faltas de ataque, mostra dificuldades para finalizar em tráfego
– não é muito polido ofensivamente, já que confia demais nos atributos físico-atléticos para infiltrar, deixando a desejar quanto à técnica, não muda de direção tão rapidamente quanto deveria e pode enfrentar problemas quanto a isso na NBA (contra defensores mais altos), precisa melhorar o trabalho de pés
– linguagem corporal e mentalidade questionáveis, pois é fácil notar quando está frustrado em quadra, quando as coisas começam a não dar muito certo para ele, Okogie é o tipo de prospecto que precisa ter uma atenção especial na parte psicológica
– perde-se às vezes nas trocas de marcação; precisa ser mais focado nessa área, já que tem potencial e atributos para ser um marcador de primeira linha na NBA

Comparações: Maurice Harkless (Portland Trail Blazers) e J.R. Smith (Cleveland Cavaliers)

Projeção: entre as escolhas 27 e 40

Confira alguns lances de Josh Okogie

Legenda
– Sophomore (segundo ano universitário)

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • xmaah

    comparado com JR Smith, pode aposentar antes mesmo de ser draftado.

    • Joabe#VamoSpurs

      já ia dizer isso, mas vi seu comentário, nem precisa mais comentar, rs .. coitado do calouro, jumper foi maldoso, rs

      Agora tirando as brincadeiras, q envergadura o garoto tem hein

      • xmaah

        pelo menos é um bom reboteiro e defensor, apesar da mecânica ruim com um técnico bom pode render bastante e não ter essas tomada de decisões insanas, agora se cair num Orlando/Sacramento da vida esquece.

        • Joabe#VamoSpurs

          Só falta isso mesmo, o cara ser draftado por um desses dois times kkkkkk

          • xmaah

            sacanagem.

    • Marcio

      Cara vc acabou com a matéria no 1° comentário! kkkkkk

      • xmaah

        kkkkkkk acontece

  • Rodrigo

    Péssimas comparações..

  • Rodrigo

    Maurice Harkless 6’8 – Okogie 6’4 – 6’3
    Um pode jogar e defender até 3 posições, com QI de passe, o outro é um 4 limitado e um 3 pequeno que não sabe nem bater bola. Aproveitamento do arremesso de 3 do Okogie é MUITO melhor que do Harkless na época do college. E JR Smith só se for no atleticismo e decisões precipitadas em algumas jogadas