Prospecto do Draft 2018 – Troy Brown Jr.

Troy Brown Jr.

Idade: 18 anos
País: Estados Unidos
Universidade: Oregon
Experiência: Freshman
Posição: ala-armador
Altura: 6’7’’ (2.01m)

Médias na temporada 2017-18: 11.5 pontos, 6.2 rebotes, 3.0 assistências, 1.6 roubo de bola, 0.2 toco, 2.5 desperdícios de bola, 44.2% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 29.6% de aproveitamento nas bolas de três pontos, 75.3% de aproveitamento nos lances livres, 31.4 minutos em quadra

Pontos fortes

– atributos atléticos adequados para o basquete profissional; altura (2.01m) e envergadura (2.11m) privilegiadas para um jogador da posição, movimenta-se em quadra com leveza e fluidez
– alto QI de basquete; capacidade de criar oportunidades para os companheiros, ótima leitura de jogo e boa qualidade de passe
– habilidade para iniciar as ações ofensivas como ballhandler secundário; controle de bola elogiável, sente-se muito confortável operando no pick-and-roll
– reboteiro acima da média para um ala-armador; instintos, agressividade e braços longos
– versatilidade defensiva; combina seus atributos atléticos com a leitura avançada de jogo para defender múltiplas posições com eficiência, se posiciona bem sem a bola e se destaca na antecipação de linhas de passe
– gosta de colocar a bola no chão e partir em direção à cesta; não se trata de um “infiltrador” por natureza, mas é capaz de quebrar defesas atacando a cesta
– eficiente nos chutes de curta e média distância, destaque para o floater e o fadeaway
– utiliza bem o tamanho para pontuar sobre marcadores mais baixos quando posicionado nas extremidades do garrafão (post up)
– atua sempre com muita energia; esforço em quadra e ética de trabalho elogiáveis

Pontos fracos

– precisa ganhar força para encarar o basquete profissional e não enfrentar dificuldades quando tentar finalizar após contato físico;
– não é dotado de atributos atléticos de elite; explosão e impulsão apenas razoáveis
– mecânica de arremesso problemática; a bola demora a sair de suas mãos e o ponto de lançamento não é o ideal; não é uma ameaça nos chutes do perímetro
– seleção de arremessos deixa a desejar
– tem dificuldades em criar espaço após o drible; repertório muito limitado de dribles, carece de um primeiro passo de elite
– tendência a desacelerar quando infiltra no garrafão adversário, o que o leva a cometer erros bobos; precisa ser mais agressivo e não fugir do contato físico quando ataca a cesta
– alta taxa de desperdícios de bola; às vezes se precipita na tomada de decisões, precisa saber a hora de acelerar e a hora de cadenciar o jogo

Comparações: Evan Turner (Portland Trail Blazers) e Caris LeVert (Brooklyn Nets)

Projeção: entre as escolhas 14 e 25

Confira alguns lances de Troy Brown Jr.

Legenda
– Freshman (primeiro ano universitário)

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • Evandro

    Tem apenas 18 anos este prospecto e seus atributos físicos assim como suas médias são muito boas …um ano treinando na liga e pegando mais físico vai se tornar um monstrinho…um moleque deste na mao do Pop vira outro KL

    • Joabe#VamoSpurs

      Vi numa reportagem q ele é um dos q os Spurs estão d olho. Pelo q eu vi de videos parece um jogador interessante

      • Israel Pegado

        Tem o link da matéria, Joabe?
        Tenho observado quem poderia vir a se encaixar em SAS. Penso que a prioridade deva ser um shooting guard: Zhaire Smith, Lonnie Walker e Troy Brown me agradam. Também acho que o Spurs pode e deve investir e dar mais minutos de quadra ao Derrick White.

        • Joabe#VamoSpurs

          Opa , blz cara, tava sumido, olha aí o link
          https://spursbrasil.wordpress.com/2018/04/26/draft-de-2018-sera-excecao-na-historia-recente-do-spurs/
          E qto o Derick White, tbem acho q os Spurs deve investir nele mais nessa temporada. Nos poucos jogos q ele entrou , mesmo com poucos minutos, gostei bastante do desempenho dele em qdra. Com certeza terá mais minutos próxima temporada. É da cultura dos Spurs , os draftados jogarem pouco em seu primeiro ano . Depois vou dá uma olhada nesse Zhaire Smith, Lonnie Walker. Abs

          • Israel Pegado

            Valeu, Joabe! Então, eu tinha lido essa matéria.
            Salvo engano, os mock drafts de Sports Illustraded e Espn colocam Troy Brown nos Spurs. Mas, outros apostam em Anfernee Simonns, Dzanam Musa e Mitchell Robinson. Ou seja, o cenário ainda precisa aclarar em San Antonio para termos uma idéia se vamos de SG ou de C.
            White mandou bem demais na G League. Teve ótimas médias e acabou com o game 1 da final contra o Raptors. Boto fé nesse garoto!

          • Joabe#VamoSpurs

            Esse Mitchel Robinson pelo q vi de vídeos tbem é bem interessante se os Spurs for atrás de um C, e o sobrenome é bem chamativo pro Spurs, vai q esse cara encarna um pouco do almirante kkk

    • Lucas Henrique

      Todo prospecto na mão do Pop a galera diz que vai virar outro KL, não é bem assim galera, KL é único, e talvez depois do Duncan o maior talento treinado por Pop, chegar ao nível de jogo nos dois lados da quadra que KL chegou é muito difícil e para pouquíssimos, até mesmo grandes jogadores da posição deixam a desejar comparado com ele, como o Paul George