Prospecto do Draft 2019 – Chuma Okeke

Chuma Okeke

Idade: 20 anos
País: Estados Unidos
Universidade: Auburn
Experiência: sophomore
Posição: ala-pivô
Altura: 6’8″ (2.03m)

Médias na última temporada: 12.0 pontos, 6.8 rebotes, 1.9 assistência, 1.8 roubo de bola, 1.2 toco, 1.7 desperdício de bola, 49.6% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 38.7% de aproveitamento nas bolas de três pontos, 72.2% de aproveitamento nos lances livres, 29.1 minutos por jogo

Pontos fortes

– ala-pivô dotado de muito atleticismo e força física; envergadura de 2.13m, ótima impulsão, agilidade lateral, corpo praticamente pronto para encarar o nível profissional
– capaz de espaçar a quadra (stretch four); grande arremessador do perímetro, ótimo chutador em situação de spot up (quando recebe a bola parado em uma região da quadra e arremessa), potencial para se tornar uma valiosa arma ofensiva no pick-and-pop
– ótimo defensor; destaca-se nas trocas de marcação, na defesa de ajuda, protege bem o aro, excelente na antecipação de linhas de passe, ótimo timing para distribuir tocos, combina bem seus atributos físico-atléticos com boa leitura de jogo
– sólido passador; tem uma visão de jogo acima da média para um jogador da posição, dá bons passes após o drible e mostra desenvoltura no drive-and-kick (quando infiltra e passa a bola para um companheiro em melhor condições de pontuar)
– incansável em quadra; atua sempre com muita disciplina, dedicação e em prol do time
– bom reboteiro; consegue executar o box out, é agressivo nas duas tábuas, utiliza bem seus atributos atléticos
– potencial role player que tem tudo para estabelecer uma carreira sólida na NBA, com impacto nos dois lados da quadra; forte candidato a steal no próximo recrutamento

Pontos fracos

– não apresenta um refinado jogo de costas para a cesta
– falta de explosão limita sua capacidade de finalização em tráfego e quando enfrenta jogadores mais altos ou que gostam do jogo mais físico
– mecânica de arremesso ok, mas carece de um ajuste: a bola não sai rapidamente de suas mãos
– não é muito efetivo como arremessador após o drible; é essencialmente acionado em situações de catch-and-shoot (recebe a bola e arremessa)
– precisa melhorar o controle de bola e o trabalho de pés, ainda comete muitos desperdícios de bola (andadas, no caso) quando ataca closeouts
– ainda se recupera de uma grave lesão no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo; deverá perder grande parte do período de treinamentos visando à próxima temporada da NBA

Comparações: Jerami Grant (Oklahoma City Thunder) e Robert Covington (Minnesota Timberwolves)

Projeção: entre as escolhas 23 e 37

Confira alguns lances de Chuma Okeke

Legenda: sophomore (segundo ano universitário)

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • Maicon Gomes

    Já falo do Okeke tem um tempinho e é uma das minhas apostas pra steal. Acho difícil ele sobrar pra 2° rodada, creio que seja uma escolha boa pro Sixers na 24. Mas acho que ele vai pro Nets na 27. É uma posição que a equipe precisa e se encaixa perfeitamente no esquema de jogo.

    • João Víctor Matos

      Ele tem subido nos mock drafts. Era minha aposta para a pick 34 do 76ers. Mas acho que sairá antes tambem.

      • Maicon Gomes

        Okeke é um excelente prospecto, não o deixaria passar. Ele vem subindo bastante nos mocks, por isso o pegaria na 24.

        Sei que Cameron é uma boa escolha, mas na pick 33 provavelmente terá o Windler ainda. O vejo entregando a mesma coisa que o Cameron, sendo que o Windler é um ano mais novo.

        • João Víctor Matos

          Vi que o Suns está interessado no Windler. E eles tem a pick 32. Podemos acabar sem os 2. Concordo que os dois são muito parecidos e tanto faz para mim. Entretanto precisamos de um dos dois. Por isso pegaria o cameron johnson na 24, trocaria a pick 33 e 42 por uma pick entre o 26 -30 para pegar o Ty Jerome. Na 34 quem sobrar de Okeke, windler ou carsen Edwards. Na 42 o Jontay Porter ou Ponds. E na 54 o Zach Norvell. Baseio isso na eaperança da MLE (9M) do 76ers ser gasta no Dwayne Deadmon fazendo com que C não seja uma necessidade imediata

          • Maicon Gomes

            Sim, ele ta projetado na 32 do Suns. Mas dar pra resolver isso.

            Se fosse GM do Sixers pegaria o Okeke na 24 e tentaria uma troca da 33 + 54 pela 32 do Suns, aí pegaria o Windler na pick do Suns, na 34 já pegaria o Ponds e na 42 o Norvell. Aí faria como você e, pegaria o Dedmon usando a MLE. Os pivôs desse draft são projetos de médio a longo prazo, melhor apostar em alguém experiente no momento.

          • João Víctor Matos

            Mas aí surgiria o problema do PG. T.J Mcconnel so serve para a temporada regular. Está na hora de deixar ele ir para outro time. Entao o time so ficaria so com o Ben Simmons e Milton que também pode quebrar um galho nesse função. Nesse march madness curti demais o Q.I do Ty Jerome. Acho ele o reserva mais pronto do Simmons nesse draft. Não sou muito fã do Ponds, apesar de que eu só o vi por vídeos.

          • Maicon Gomes

            Ponds tem boa visão de jogo e é um pontuador mais sólido. Eu iria nele, mas o Ty também seria uma boa escolha.

            Pelo mínimo talvez dê pra pegar o Cory Joseph, não creio que ele receberá muitas ofertas na FA.

            O certo mesmo, é que o Sixers tem tudo pra melhorar bem esse elenco e tem várias opções boas pra fazer isso.

        • Lucas Henrique

          Dylan Windler é muito underated, n sei porque, o cara teve médias de 21.3 pontos na última temporada da NCAA, 10.8 rebotes, com 54% de FG, 43% de 3 pontos e 85% de lance livre, é quase um jogador do seleto grupo dos 50-40-90, além de ser um defensor ok, ala-armador/ala com 2.03m, realmente não entendo ele ficar tanto para trás, talvez seja o preconceito por conta de sua idade(22 anos), isso de certa forma é bobagem, é só ver com quantos anos caras como Lillard, Mitchel, David Robinson, Duncan entraram na NBA…

          • João Víctor Matos

            Concordo. Ele está no mesmo nível do Cam Johnson e não vejo muita gente citando ele.

          • Maicon Gomes

            Por não ser um cara atlético sofre esse preconceito e cai no draft. Fora que ele não possui grande velocidade lateral pra acompanhar jogadores ágeis e isso também pesa contra ele. Com isso, há bastante dúvida se ele irá ser um defensor no mínimo ok na NBA e, alguns acham que ele será alvo do ataque adversário.

            Eu mais ou menos discordo, não sobre o atleticismo dele, pois realmente não é lá grande coisa. Porém, creio que consiga no mínimo ser razoável defensivamente. É um cara alto, com excelente envergadura e que demonstra ter um QI alto também. Por isso acho que conseguirá compensar a falta de atleticismo.

  • felipe fernando Oliveira

    Pra quem tiver paciência esse ai é o maior steal do draft… Precisa de tempo pra recuperar bem da lesão. Seria mais um a espera do processo… Caiu nos mocks após lesão antes disse era cotado top 15