Prospecto do Draft 2019 – Eric Paschall

Eric Paschall

Idade: 22 anos
País: Estados Unidos
Universidade: Villanova
Experiência: senior
Posição: ala-pivô
Altura: 6’7.25’’ (2.01m)

Médias na última temporada: 16.5 pontos, 6.1 rebotes, 2.1 assistências, 0.7 roubo de bola, 0.5 toco, 2.3 desperdícios de bola, 44.7% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 34.8% de aproveitamento nas bolas de três pontos, 74.6% de aproveitamento nos lances livres, 36.1 minutos por jogo

Pontos fortes

– ala-pivô dotado de muita força física (115 kg), que adora o jogo de contato e que já tem o corpo pronto para encarar o basquete profissional, boa mobilidade para um jogador do seu tamanho/peso, tem braços longos (envergadura de 2.12m)
– versátil, é capaz de marcar múltiplas posições, espaçar a quadra no ataque (stretch four) e ainda tem a habilidade de criar jogadas para os companheiros
– sólido arremessador; mecânica de arremesso elogiável, tem um chute eficiente na média distância e evoluiu como arremessador do perímetro, tem um bom aproveitamento nos lances livres
– bom finalizador ao redor da cesta; capaz de finalizar com ambas as mãos, utiliza muito bem o combo força física-agilidade para atacar a cesta, excelente cutter (jogador que se movimenta subitamente buscando uma melhor posição para finalizar)
– ótimo em fazer bloqueios para deixar os companheiros em boas condições de arremesso
– evoluiu como passador nas últimas duas temporadas; bom passador no high post, mostra desenvoltura no drive-and-kick (quando infiltra e passa a bola para um companheiro em melhor condições de pontuar)
– incansável nos dois lados da quadra; atua sempre com muita disciplina e intensidade, sabe exatamente qual é o seu papel em quadra
– sólido defensor; não se perde nas trocas, consegue marcar bem tanto no perímetro quanto na área pintada graças ao seus atributos físico-atléticos e ao elevado QI de basquete
role player que faz de tudo um pouco em quadra, forte, ágil, disciplinado, produto do vitorioso programa de Villanova no College, Paschall deverá ter o seu espaço na NBA

Pontos fracos

– poderá ter dificuldades em marcar e angariar rebotes contra jogadores mais altos na área pintada
– falta de explosão no primeiro passo limita sua capacidade de finalização em tráfego, o que tende a ser exposto na NBA
– o jogo de costas para a cesta praticamente inexiste no seu repertório ofensivo
– necessita melhorar seu trabalho de pés na defesa; confia demasiadamente nos seus atributos físico-atléticos
– não é um grande reboteiro; tem as ferramentas (braços longos, agilidade, força) para angariar mais rebotes, mas não executa bem o box out
– controle de bola apenas mediano; elevada taxa de desperdícios para um jogador que não era o ballhandler primário da equipe
– oferece pouco upside; completará 23 anos quando a próxima temporada começar

Comparações: Paul Millsap (Denver Nuggets) e P.J. Tucker (Houston Rockets)

Projeção: entre as escolhas 33 e 45

Confira alguns lances de Eric Paschall

Legenda: senior (quarto ano universitário)

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • Lucas Henrique

    Boa escolha pra 2° rodada

  • felipe fernando Oliveira

    Ótimo prospecto. Pra um dos steal desde draft. Se encaixaria muito bem em OKC

  • Daniel Tavares

    Novo D.Green? asuhaush