Prospecto do Draft 2019 – Neemias Queta

Por Gabriel Andrade

Neemias Queta

Idade: 19 anos
País: Portugal
Universidade: Utah State
Experiência: freshman
Posição: pivô
Altura: 7’0,25’’ (2.14m)

Médias na temporada 2018-19: 11.8 pontos, 8.9 rebotes, 1.6 assistência, 0.7 roubada de bola, 2.4 tocos, 2.3 desperdícios de bola, 61.4% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 40.0% de aproveitamento nas bolas de três pontos, 56.5% de aproveitamento nos lances livres, 27.1 minutos em quadra

Pontos fortes

  • Dono de um perfil de elite do ponto de vista físico-atlético: alto, com braços muito longos (2.26m de envergadura), mãos grandes, explosão vertical, baixo índice de gordura corporal e mobilidade, um dos atletas mais naturais da classe.

  • Para alguém pouco experimentado em níveis mais altos (jogava na base de Portugal antes de saltar para o College), Queta chama a atenção por seus instintos defensivos, especialmente no que diz respeito em como proteger o aro, seja bloqueando chutes do lado contrário, atuando na ajuda defensiva ou em situações de pick-and-roll, uma presença bastante impactante na área pintada defensiva.

  • Por conta da capacidade atlética e de suas enormes mãos, o jogador de origem de bissanense é um grande alvo para finalizações ao redor do aro, sobretudo em situações de pick-and-roll e pontes-aéreas

  • Auxiliado pela mobilidade, instintos defensivos e capacidade de proteger o aro, foi um dos defensores mais impactantes no College na última temporada, oferece grande potencial na extremidade defensiva da quadra.

  • Tem noções naturais com relação a posicionamento e briga por rebotes ofensivos.

  • Consegue acertar bolas de meia distância livres e não possui uma mecânica de chute totalmente quebrada, o arremesso possui boa rotação.

  • É capaz de executar boas leituras de passe para alguém de seu tamanho, especialmente em situações de short-roll.

  • No geral, entende bem seu papel em quadra como pivô focado em proteger o aro, batalhar por rebotes, executar boas leituras defensivas e encontrar oportunidades para finalizar, não faz aquilo que não sabe.

  • Late bloomer, Neemias começou a chamar a atenção se apresentando pela seleção portuguesa U18 e U20 nas divisões B dos EuroBaskets e vem crescendo bastante competição após competição, sua velocidade de evolução pode sugerir um grande upside, ainda mais considerando seu potencial físico.

Pontos fracos

  • Em termos ofensivos, o big man português ainda necessita de muito a ser desenvolvido: possui diversas dificuldades para driblar, utilizar sua mão esquerda, executar movimentos avançados de costas para a cesta ou arremessar com consistência, impacto quase reduzido ao que faz na defesa.

  • Seu joelhos são um pouco “para dentro”, aspecto que alguns scouts desconfiam que pode afetar sua longevidade a longo prazo, com respeito a lesões.

  • Depende do físico para coletar rebotes, pode melhorar sua técnica e disciplina fazendo os bloqueios de rebotes.

  • Pode ser mais disciplinado na defesa com relação a reagir a hesitações e se manter vertical, comete um número elevado de faltas enquanto está em quadra.

  • Comete uma série de desperdícios de bola, muito por conta de sua falta de polidez ofensiva, cometendo faltas de ataque, andadas ou perdendo seu drible.

  • Não é um jogador agressivo ofensivamente, não chama o jogo para si, talvez se limite a ser um role player durante a sua carreira.

  • Ainda precisa ganhar mais força para maximizar suas habilidades defensivas e ofensivas e se manter em quadra contra adversários mais desenvolvidos fisicamente.

  • Jogou por uma universidade pequena para os padrões do NCAA e nunca jogou torneios de base verdadeiramente de alto nível, possui experiência limitada contra adversários mais talentosos.

Comparações: Clint Capela (Houston Rockets), Jarrett Allen (Brooklyn Nets) e Robert Williams (Boston Celtics)

Projeção: entre as escolhas 30 e 50

Confira alguns lances de Neemias Queta

Legenda: freshman (primeiro ano universitário)

  • Sander Santos Baptista

    Nessa classe tem alguns PF e C que são subestimados e podem ser surpresas com o passar dos anos.

  • felipe fernando Oliveira

    Bom prospecto. Vejo como Nerlens Noel com arremesso mais apurado.

  • Guilherme Petros

    Neemias Queta é um belo nome

  • joao

    será o primeiro Tuga na NBA!

  • João Víctor Matos
  • J. Augusto

    Já desistiu de participar esse ano. Optou por jogar mais uma época na universidade.

  • TATUM MVP 0

    Droga ava torcendo pra ele ir pro Celtics no segundo round. Acho q ele poderia ser um bom reserva em pouco tempo