Prospecto do Draft 2020 – Isaac Okoro

Isaac Okoro

Idade: 19 anos
País: Estados Unidos
Universidade: Auburn
Experiência: freshman (primeiro ano universitário)
Posição: ala
Altura: 6’6″ (1,98m)
Envergadura: 6’9″ (2,06m)
Peso: 102 kg

Médias na última temporada: 12.9 pontos, 4.4 rebotes, 2.0 assistências, 0.9 roubo de bola, 0.9 toco, 2.0 desperdícios de bola, 51.4% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 29.0% de aproveitamento nas bolas de três pontos, 67.2% de aproveitamento nos lances livres, 31.5 minutos por jogo

Pontos fortes

– atributos físico-atléticos de elite; ala dotado de muita força física, com o corpo pronto para encarar o basquete profissional (adora o jogo de contato), além de um atleticismo privilegiado, corre a quadra com fluidez, sua agilidade lateral é acima da média e sempre atua com muita intensidade nos dois lados da quadra
– excelente e versátil defensor; combina muito bem seus atributos físico-atléticos com fundamentos e instintos para marcar tanto jogadores de perímetro quanto os de garrafão e ser eficiente nas trocas, na defesa de um contra um e marcando sem a bola
– ofensivamente, Okoro é um grande slasher (jogador que tem como base do seu jogo a infiltração); ambidestro, quebra defesas com sua explosão, spin moves e o euro step, e ataca a cesta com eficiência, mesmo com contato, eficiente finalizador com a mão esquerda, mostra ótimo controle corporal, excelente cutter (jogador que se movimenta subitamente buscando uma melhor posição para finalizar), aproveita bem os mismatches e tem facilidade para pontuar sobre marcadores mais baixos quando posicionado nas extremidades do garrafão (post up)
– sólido passador, com capacidade para ser o playmaker secundário de sua equipe e operar no pick-and-roll com eficiência, bom controle de bola para um jogador da posição, eficiente no drive-and-kick (quando infiltra e passa a bola para um companheiro em melhor condições de pontuar), tem visão de quadra e leitura de jogo avançadas para um ala
– bom reboteiro na tábua ofensiva graças aos seus instintos, aos atributos físico-atléticos e à agressividade; mostra facilidade em executar o box out
– protótipo de role player; sabe atuar em um papel limitado, como ocorreu em Auburn, em que tinha pouca participação ofensiva, mas que era fundamental para o sucesso coletivo do time 
– tem as ferramentas necessárias para se estabelecer como um defensor de elite na NBA

Pontos fracos

– péssimo arremessador na média distância e no perímetro; tem uma mecânica de arremesso problemática (deixa a desejar na elevação, forma rígida e a bola não sai tão rápida de suas mãos), terrível no catch and shoot (aproveitamento de cerca de 20%), precisa se tornar um arremessador confiável para não ser unidimensional
– dificuldade de criação após o drible, não exibe uma variedade de dribles e não possui um controle de bola de elite

– com sua agressividade e estilo de jogo centrado na infiltração, Okoro poderia ir mais à linha de lance livre (4,7 tentativas por jogo, em 2019/20)
– não é um passador muito criativo; precisa melhorar seus passes para companheiros que jogam perto da cesta
– com altura e envergadura apenas medianas, seu potencial como protetor de aro no basquete profissional pode ser limitado
– precisa melhorar o trabalho de pés como defensor no pick-and-roll

Comparação: Jaylen Brown (Boston Celtics)

Projeção: top 10

Confira alguns lances de Isaac Okoro