Provável escolha de loteria, Darius Garland anuncia inscrição no draft 2019

Ainda faltam cinco meses para o próximo draft, mas o primeiro prospecto de elite do basquete universitário já está confirmado no recrutamento. O armador Darius Garland anunciou que está deixando a Universidade de Vanderbilt depois de uma temporada para profissionalizar-se. Ele sofreu uma ruptura do menisco do joelho esquerdo em novembro e, por isso, só disputou cinco jogos pela instituição.

“Após deliberar com minha família e médicos, eu decidi retirar-me de Vanderbilt neste semestre e iniciar minha preparação para o draft. Gostaria de agradecer ao técnico Bryce Drew, meus companheiros de time e os fãs da universidade. Serei eternamente grato à instituição e só desejo sucesso para o programa a partir de agora”, declarou o jogador de 18 anos, em suas contas nas redes sociais.

Garland era considerado um dos melhores prospectos da classe colegial de 2018 e, apesar da lesão, deverá estar em condições de fazer treinos para os times da liga antes do recrutamento. O jovem teve um ótimo começo de campanha universitária por Vanderbilt, anotando médias de 16.2 pontos, 3.8 rebotes, 2.6 assistências e 47.8% de aproveitamento nos arremessos de longa distância em cinco partidas.  

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • JASPION DA MASSA

    Uma pena essa lesão ….mesmo assim, se conseguir se recuperar bem, deve sair no TOP 10

  • Brockbell

    Creio que Garland e Bol Bol vão sair do top 10 escolhas e ficar até top 15 ou até 20. Vão passar a serem escolhas de risco. Tem muito jogador pontuando bem esse ano até a escolha 20, é de se pensar a aposta em jogadores que já vem com cirurgias complicadas.

    • Marcos Gordinho

      Simplesmente não enxergo o perfil de Bol Bol ser o mais desejado no próximo nível pois possui muitas características físicas que funciona na NCAA mas não na NBA.

      • Gustavo

        Eu acho o contrário, Bol Bol é o típico pivô unicornio (lembra o Porzings), logo seu jogo é muito a cara da NBA atual.

        O problema mesmo é com relação até quando o físico dele aguenta o tranco. Muito alto e com pouca massa, a tendência de se lesionar é grande. Mas se ele conseguir ter longevidade vai ter sucesso.

        • Marcos Gordinho

          Interessante você discordar e alinhar fatores que justificam minhas impressões melhor que eu. Bol Bol é lento, possui pouco atleticismo, fisicamente tende a sofrer com lesões praticando o basquete ao nível da NBA e otras cositas más! Tá legal!

  • Marcos Gordinho

    A lesão não define sua condição física para o próximo nível, já uma temporada fora das quadras custa caro para maturidade e a demora em atingir seu teto na liga, creio em final da primeira rodada ou início da segunda para ele ser escolhido, vide GILES do Kings.