Provável primeira escolha, Markelle Fultz anuncia inscrição no draft

O armador Markelle Fultz confirmou as expectativas e decidiu inscrever-se no draft deste ano. O prospecto de 18 anos anunciou ter decidido deixar a Universidade de Washington após somente uma temporada para realizar o sonho de atuar na NBA. A notícia passou longe de ser uma surpresa nos bastidores, uma vez que ele é o principal candidato a ser a primeira escolha do recrutamento.

“Depois de conversar com minha mãe e comissão técnica, eu resolvi entrar no draft da NBA. Embora a temporada não tenha sido como planejamos, foi realmente uma benção estar aqui e aprendi diversas lições dentro e fora de quadra – em especial, do treinador Lorenzo Romar e sua equipe. Eu serei um Huskie para toda a vida”, agradeceu o jovem, em vídeo publicado em seus perfis nas redes sociais.

Fultz foi recrutado pelo Washington como um dos dez melhores jogadores da classe colegial do ano passado por serviços especializados. No entanto, como parte de um elenco fraco, seus ótimos números e atuações não se converteram em expressivos resultados para a instituição: a equipe teve só nove vitórias em 31 partidas, sendo apenas duas delas no calendário da conferência Pac-12.

“Nós apoiamos a decisão de Markelle e agradecemos por ter dado seu máximo, fora e dentro de quadra, como parte de nosso programa. As últimas três temporadas de sua carreira foram nada menos do que sensacionais, com um dos desenvolvimentos mais rápidos que já vi, e adorarei vê-lo no basquete profissional por muitos anos”, declarou Romar, por meio de nota oficial.

Neste momento, Fultz compete com o armador Lonzo Ball e o ala Josh Jackson pela primeira escolha do recrutamento. Os dois concorrentes terão a vantagem de atuar no Torneio da NCAA, neste mês, na tentativa de “encantar” os olheiros e analistas. O agora ex-atleta universitário acumulou médias de 23.2 pontos, 5.7 rebotes e 5.9 assistências em 25 partidas disputadas na temporada da NCAA.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • The Real Jay

    Vem ser feliz no celtao!

  • TRUETHIAGO

    Logo na primeira partida, quando perderam em casa contra Yale, estava com toda a pinta que ele iria sofrer jogando num time fraco e sem apoio, tipo o Ben Simmons na season passada, em LSU… infelizmente, mais uma vez não veremos o provável #1 pick no March Madness. Fultz ficou de fora dos últimos, até onde eu li era problema no joelho, mas não davam maiores detalhes da gravidade.

    Detalhe que o Michael Porter Jr., considerado o principal jogador no HS, vai jogar advinhem ontem??? Pois é…

    Ah, e a conferência de Washington é a Pac 12, está errado ali no texto.

    • Ricardo Stabolito Junior

      Valeu, Thiago. É o tipo de coisa que acaba saindo pelo costume de escrever sobre a Big 12. E Fultz teve uma entorse leve no joelho, por isso ficou fora de seis dos últimos oito jogos da temporada.

    • Viúva do Payne

      No caso do Michael Porter Jr, ele vai jogar em Washington, por causa do pai que assistente técnico de lá (Michael Porter)

      • TRUETHIAGO

        Ele também é de Seattle, né?! Então até dá para entender a escolha, querendo permanecer na sua cidade/estado.

        Fultz que eu ainda não entendi o que foi fazer lá, do outro lado do país, difícil engolir a justificativa devido ao treinador…. O Romar tem uma carreira ok, mas não está exatamente no hall dos tops coachs do College. Enfim, se ficasse por Maryland talvez daria uma dupla interessante com o Melo Trimble.

        • Viúva do Payne

          Sim

      • Bruno Kreischer Bandeira Diniz

        Mas tudo mudou, demitiram o Romar e ele já está mudando de ideia, provavelmente esperando para o local que o pai for.

        http://bleacherreport.com/articles/2699505-5-star-recruit-michael-porter-jr-confirms-release-request-from-washington

    • Acho que está se iniciando uma tendência “invisível” de grandes prospectos escolherem universidades de histórico, mas sem presente. Isso é muito positivo para eles, que terão chances imensas de terem números inflados e pressão muito menor do que jogando por Kentucky, Duke, Arizona…

      • TRUETHIAGO

        Eu ainda não vejo isso como regra, e sim exceção, a maioria continua optando pelos programas mais tradicionais e treinadores renomados.
        O DeAndre Ayton (C) por exemplo, que é outro prospecto top da turma de 2017-18 vai jogar em Arizona; e o Wendell Carter (PF) em Duke.

        • Sim, mas acho que com o sucesso das picks mesmo em universidades mais fracas, acho que é questão de tempo até os melhores prospectos perceberem a lógica vantagem.

  • Acho que a primeira escolha será o Lonzo Ball porque o pai dele (LaVar Ball) disse que ele já é melhor que o Stephen Curry. E se tem um prospecto melhor que o Curry nenhum GM deixa passar. HAHAHAHAHA

  • #tiTANKnicks – VEM FULTZ

    Knicks tá indo te buscar, garotão!

    • Knickerbockers

      Fultz é um sonho um pouco distante. Se o Monk ou o Ntilikina vier já estarei feliz. Mas como é sorteio, né, tudo pode acontecer…

  • Tiago Almeida

    VAí sobrar pro meu Denver podem crer.