Provocado por Embiid, DeAndre Ayton deseja ser “pivô à moda antiga” para o Suns

A noite do draft de DeAndre Ayton pode não ter sido surpreendente, mas foi cheia de emoção. O pivô da Universidade do Arizona realizou o sonho de qualquer jovem jogador de basquete e, confirmando a expectativa geral, foi escolhido na primeira posição do recrutamento deste ano pelo Phoenix Suns. Mesmo com a certeza de que seria o selecionado da franquia, ele conta que o momento da confirmação ainda é uma experiência única e especial.

“Ter a confiança de que Adam Silver estava vindo chamar o meu nome, como uma primeira escolha de draft, para jogar pelo Suns, é algo de outro mundo. Ouvi suas palavras e minha mente ficou em branco. Cumpri o protocolo e tentei aproveitar o momento. Só prestei atenção na reação da minha mãe, em sua face de felicidade. Isso simplesmente não tem preço”, descreveu o jogador de 19 anos, que realizou treino particular apenas para a equipe do Arizona.

Em Phoenix, Ayton chega para ser a grande referência de garrafão da reconstrução do elenco do Suns. O jovem talento vê o encaixe mútuo como perfeito. “Jogar aqui significa muito para mim por temos os melhores fãs do planeta. Estou feliz por ser parte desse time agora. Agora, só quero começar a construir um legado vencedor dom Devin Booker, Josh Jackson e o resto do elenco. Temos um ótimo e jovem núcleo que está pronto para vencer”, exaltou.

Mas as boas-vindas do novato à NBA foram além de subir no palco do draft, colocar o boné do Suns, cumprimentar o comissário da liga e dar entrevistas. O jovem foi “provocado” no twitter pelo craque Joel Embiid, depois do ex-armador Chauncey Billups ter comparado ambos na transmissão da ESPN. O atleta do Philadelphia 76ers sentiu-se ofendido em servir de paralelo para o calouro, que é bastante criticado por seu desempenho defensivo.

Ayton, porém, encara o ceticismo dos analistas – e Embiid – como um exagero que será contrariado na NBA. “Definitivamente, eu serei um bom protetor de aro. Acho que não tive a oportunidade de jogar assim e defender jogadores mais pesados na NCAA. Eu sei que o jogo está mudando muito nos últimos anos, mas só quero ser um pivô à moda antiga para essa franquia: realmente tentar dominar as partidas atuando próximo da cesta”, concluiu o confiante prospecto.

 

 

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Jefferson Cavalcanti

    Ayton podia responder assim, já que o Embiid só fica machucado:

    “Don’t compare Embiid to me either… I play”

    • KleineBosch

      Essa foi boa hein kkkkk

    • Paulo Henrique

      Quantas lesões o Embiid teve essa temporada?

      • Celtics pride

        quantas temporadas ele jogou mesmo? O que ele ganhou mesmo? Gosto muito dele só que tá falando de mais sem ter conquistado nada além de promessas e um belo contrato!

        • Paulo Henrique

          Na 1 temporada ele joga 31 jogos e é candidato a ROY
          Na 2, é principal jogador de um time de 52 vitórias, all star, e finalista do DPOY

          Mas não pode falar não. Para com isso, basquete sempre teve isso e espero q continue tendo

          • Bruno Macedo

            Emblid pode falar e o cara não? Kkkk você deve ter problema.

          • Paulo Henrique

            Você sabe ler?

          • Cvrtlik

            Ele passou duas temporadas machucado, somente, na terceira só jogou alguns jogos e nem pôde disputar o estreante do ano…, inclusive jogava com tempo limitado…

          • Paulo Henrique

            e ainda assim já é top 2 C da liga

        • Everton

          Pow cara, salvo algumas exceções eu até gosto desse jeito do Embiid. Tlvz seja uma coisa sua n gostar dessas provocações, normal. Mas ele não fala merda na maioria das vezes.

        • Alex Vilela #PG MVP#

          Eis a era do mimimi, qlq coisa já vem a choradeira de sempre.

        • Marcello #Benny the GOAT

          1ª temporada = All-Rookie (seria o ROY se tivesse saudável)
          2ª temporada = All-NBA, All-Defensive (disputou DPOY) e All Star

          Já pode tirar um pouco de onda, o cara já provou que é um monstro, é só se livrar em definitivo de qualquer problema grave de lesão que o céu é o limite.

      • TRUETHIAGO

        Teve só a concussão na reta final da temporada, quando bateu cabeça com o Fultz.

  • Hugo

    Adoro o Embiid.
    Quem se parece com ele é o Bamba e não o Ayton.
    Embiid sempre teve a defesa como sua maior qualidade, e o ataque dele sempre evoluindo – assim como MB.

    Mas, achei legal a provocada. A nba precisa disso.

  • Danilo

    Ayton já vem pra 18/10 no mínimo, e se ele virar um ótimo rim protector tem tudo para brigar pelo posto de melhor C da liga em no máximo uns 3 anos, ofensivamente ele já é muito bom

  • RennanLAL

    Pior que não mentiu, Ayton é uma piada defendendo.

  • Vinícius Maia

    Pelos vídeos que vi do embiid na época do universitário e pelos que vi do ayton, vejo o ayton chegando na liga com mais recursos OFENSIVOS.

    Antes que alguém fale alguma coisa, eu estou comparando o que cada um apresentou no basquete universitário e estou falando apenas de qualidades ofensivas. Olhando os vídeos do garoto, eu vi um arsenal ofensivo que realmente lembra os pivôs dos anos 90.

    • Eduardo Rebelatto

      Sim, assim como o embiid chegou com pacote defensivo infinitamente maior

    • Vitor Martins

      Pouquíssimos pivôs dos anos 90 dariam certo hoje…

      • Diego Costa

        Hakeem não daria certo?
        Almirante ?
        Ewing?
        Shaq?

        Isso é balela cara.

        • Vitor Martins

          Pouquíssimos pivôs de hoje com estilo dos anos 90 dariam certo hoje. Foi
          isso que eu quis dizer, me expressei mal. Os craques funcionariam,
          óbvio, mas tinham muitos jogadores como Jason Collins, por exemplo, que
          tinham muitos minutos nas décadas passadas e hoje não funcionariam.

        • Carlos Augusto Conceição

          Esses que vc citou dariam certo e dominariam em qualquer época inclusive nesta…

      • Rogério NV

        Vc provavelmente não viveu os anos 90 pra dizer isso…..tivesse o cavs David Robinson, Shaq ou Olajuwon, seria campeão

  • Guilherme Rodrigues

    ASSIM QUE SE FALA AYTÃO!

  • Que bobão esse Embiid. Eu gosto dele, o acho divertido mas aí foi desnecessário. Ayton realizando um sonho, possivelmente a noite mais feliz de sua vida, e o Embiid falando groselha sem necessidade alguma.

    Ayton deu uma resposta política, poderia ter dito para não se comparar com o Embiid porque ele não precisa de minutos limitados e ser poupado pela comissão técnica como se fosse um bebê.

    • Vinícius Maia

      Eu gosto das provocações de um modo geral mas acho que o embiid as vezes força a barra nisso, chegando a ser chato. Achei legal que o ayton agiu com maturidade e simplesmente ignorou o embiid.

  • Daniel

    Embid já dando boas vindas ao garoto do arizona, quero só ver o embate entre essas duas feras.

  • Lyardson

    Infelizmente não estamos na era de uma NBA voltada para pivôs, hoje não vejo nenhum pivô dominante (temos bons pivôs que desempenham bom papel).
    A NBA de hoje não joga com o pivô dentro do garrafão amassando a defesa, espero voltemos a esse tempo já estou com saudades (não sou contra e nunca fui esse estilo jogado hoje com a bola rodando e saindo num catch & shoot).

  • Marcelo

    Dá para jogar junto com Alex Len?

    • Patrick

      Acho improvável, os dois pecam na defesa e não são tão bons em espaçamento da quadra pois não têm arremessos de 3pts confiável, e do time titular do suns apenas Josh Jackson e TJ Warren defendem bem.

  • Vitor Martins

    Tem que ser pivô “a moda nova”, pq pivô a moda antiga tá fofando no banco…

    • Vinícius Maia

      Não vejo nenhum pivô do calibre do david Robinson ou do olajuwon mofando no banco. O pivô que, na minha visão, tem o estilo mais “a moda antiga” atualmente, é considerado por muitos o melhor pivô da atualidade: DeMarcus Cousins. Apesar do Cousins ter desenvolvido o seu arremesso de longa distância é ter um controle de bola um pouco refinado para um pivô, ele usa muito o jogo próximo a cesta e abusa de sua força física aliada a técnica para pontuar próximo a cesta, algo parecido com o que o Shaq fazia. É óbvio que shaq estava em outro patamar, mas a comparação é sobre o estilo de jogo, não sobre a dominância, pois shaq é provavelmente o mais dominante que pisou numa quadra de basquete até hoje.

      • Vitor Martins

        Cousins é extremamente adaptado ao jogo de hoje. É bom passador além de criar seu próprio arremesso. Robinson e Shaq são forças da natureza, não era deles que eu me referia. Mas quando eu comecei a ver NBA todo time tinha um pivo, e a maioria era bem ruim. Esses estariam mofando no banco hoje.

        • Vinícius Maia

          Mas acho que os pivôs a moda antiga os quais ele se referiu, são os pivôs da década de 90 que, provavelmente, foi a melhor safra de pivôs que a liga viu: Olajuwon, Shaq, David Robinson, Patrick Ewing, Alonzo Mourning, dentre outros. Foi uma geração especial de pivôs. Dentro os que eu citei, os únicos que eu não sei afirmar se foram eficientes dos dois lados da quadra são Ewing e Alonzo Mourning, mas Shaq, Robinson e Olajuwon eram muito bons tanto no ataque quanto na defesa.

          Se o Ayton seguir nessa linha, vai se dar muito bem. Vi uns videos de melhores lances dele e fiquei impressionado com o repertório ofensivo do garoto. Dizem que a defesa dele é ruim, mas ele tem potencial para se tornar um defensor de elite também, visto que tem altura e um porte físico privilegiado. Se ele trabalhar isso, como já se comprometeu a fazê-lo, o céu é o limite.

  • dirct

    Chegou na época errada para ser pivô a moda antiga, vai ter que se acostumar a não ser o foco do ataque e vai ter que se concentrar em pegar rebotes ofensivos para criar segundas chances para os arremessadores e na defesa, bem na defesa……vc é uma piada não é Ayton? Tem a mesma “defesa” do KAT ou seja não defende nem ponto de vista.

    • Sérgio Menezes

      Calma. O cara nem pelos profissionais, por isso não dá para julgar sua defesa ainda. Creio que ele vá suprir as expectativas de ter sido a primeira escolha, pois tem um
      Potencial gigantesco.

      • dirct

        Se não defendia nada contra amadores qual é a lógica em achar que ele vai virar um grande defensor contra profissionais? Quem é especialista em alguma função se destaca nessa função desde o colegial quem não é pode até melhorar e se tornar “aceitável” mas de elite nessa função nunca será.

        • Diego Costa

          Pode mudar sim cara. Nada impede isso, a maioria da defesa é baseada em esforço e vontade. O resto o cara pode desenvolver como tempo de toco, evitar faltas bobas, prestar atenção nos bloqueios…

          Jogadores como Towns e Wiggins na época de seus drafts por exemplo eram cotados pra ser bons defensores na liga e vimos o que aconteceu. Espero que o Ayton não seja igual. Fisicamente falando ele é superior ao Towns por exemplo.

          • dirct

            Esforço e vontade é só uma parte do que precisa pra ser um grande defensor, é preciso ter técnica também pra marcar, saber como se movimentar pra não ser facilmente batido, ter QI defensivo para antever as jogadas e se antecipar, Ayton não mostrou nada disso até hoje jogando contra jogadores muito inferiores aos que ele vai enfrentar agora, Embiid está certo a comparação correta é com o KAT que é um pivô que faz muitos pontos e é muito ativo no garrafão ofensivo mas na defesa é inexistente.

            Se apenas esforço, vontade e físico fossem o suficiente Westbrook seria defensor de elite e DPOY todo ano porque ninguém tem mais vontade e físico que ele na liga, se vc olhar para os grandes defensores da liga hoje todos eles já eram grandes defensores desde a época do colégio.

      • Francimarques Lakão

        Ele vai ser mais um KAT.

  • Carlos Eduardo

    Só sei q n vou perder o primeiro jogo dele contra o Embiid, de jeito nenhum kkk.

    • Claudio R.

      podiam botar suns x sixers pra um dos jogos de abertura da temporada….

  • TRUETHIAGO

    Eu já falei aqui que o Embiid será um dos jogadores mais detestados da liga em no máximo uns 2 ou 3 anos, nesse ritmo talvez até antes, rs.

    Mais uma arena onde ele certamente receberá um tratamento hostil quando for jogar, tipo o que aconteceu nos playoffs em Boston e Miami. Enfim, se ele se sente bem com essa atmosfera, que assuma as consequências da sua postura. Para mim, sinceramente, tanto faz, não sou daqueles saudosistas que sentem falta de provocações, trash talk e blá blá blá, minha atenção fica quase que total voltada ao jogo mesmo… E isso ele já demonstrou que sabe fazer em alto nível, desde que esteja saudável, logicamente.

    Quanto a comparação que foi feita pelo Billups, acho que não dá para levar ao pé da letra. Embora realmente não seja a melhor, também não vejo como absurda, em alguns pontos o Ayton até mostrou mais que o Embiid, se a gente for considerar apenas o que fizeram no College.

    • RamonLakers

      Bom ou ruim, é evidente que o cara trás os holofotes pra ele.
      Ambas as séries contra Miami e Boston tiveram esse ingrediente a mais e foram excelentes de ver.

    • Marcos Gordinho

      Trash talk faz parte do jogo. Desacreditar o adversário psicológicamente, eu curto muito o trash com inteligência . Que Green não tanto quanto deveria, mas deveria alguém fazer o que Miller, Iverson, Rodman, entre outros faziam.