“Quinteto que quase virou sobre o Bucks jamais foi treinado”, garante Batum

O Charlotte Hornets quase protagonizou uma das maiores viradas dos últimos tempos na noite de quarta-feira diante do Milwaukee Bucks. A equipe perdia por 20 pontos no primeiro tempo, conseguiu virar o placar no minuto final, mas viu o oponente vencer por 113 a 112. Segundo o francês Nicolas Batum, o quinteto responsável pelo feito, jamais foi treinado.

“Eu comecei jogando como ala-armador na temporada passada e agora eu sou pivô de vez em quando”, afirmou Batum. “Nós não precisamos fazer isso em todos os jogos, mas em algumas situações pode ser bom espaçando a quadra”.

Na arrancada, Kemba Walker, Malik Monk, Tony Parker, Michael Kidd-Gilchrist e Batum dividiram a quadra. Walker, autor de 41 pontos, fez os lances livres que colocaram o Hornets na frente, quando restavam cerca de 36 segundos para o fim. Depois, no entanto, Giannis Antetokounmpo, também em lances livres, recolocou o Bucks na liderança, garantindo o resultado.

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.
  • É um time bem decente no papel. Falta banco e um C mais confiável para fazer frente, mas deve lutar por uma vaga nos playoffs.

    • O Center me parece pelo primeiro jogo que deve ser o Willy Hernangomez, Zeller não jogou nada…

  • Guilherme Petros

    Isso fala muito mais sobre o Bucks do que a gente imagina. Pra serem top 3 do Leste (como aparentam ter capacidade), precisam melhorar MUITO em quadra

  • Bruno Macedo

    É impressionante a preguiça desse batum, dá pra ver que o cara tem talento pra atacar e defender bem, só que tá nem aí, kemba não pode acabar a carreira jogando em um time que todos os jogadores ganham horrores e não ajudam em praticamente nada.

  • Percebi que em alguns momentos o Hornets tinha uma dificuldade grande nas rotações defensivas, até por isso o Kidd-Gilchrist ainda tem relevância no time, eu acho que se não melhorar nos próximos jogos uma boa mudança seria a saída do Marvin Willians do quinteto inicial…

  • Tulio Machado

    Não sei como foi o jogo, mas o Malik Monk e o Miles Bridges tem que ter minutos pra se desenvolverem