R.J. Barrett minimiza pesquisa entre calouros e mira prêmio de novato do ano

R.J. Barrett não pareceu ter encarado os resultados de uma pesquisa envolvendo 43 calouros do draft desse ano muito bem. Escolhido na terceira posição do último draft, o novo jogador do New York Knicks reagiu combativamente a ter recebido apenas dois votos quando os jovens foram perguntados sobre quem seria o melhor novato da próxima temporada e teria a melhor carreira entre todos os estreantes.

“O prêmio de calouro do ano é definitivamente importante. É algo em que eu penso desde que sou criança e sempre soube que a única forma de atingir seria por meio de trabalho duro. Ninguém vai lembrar dessa pesquisa em alguns anos, mas o meu trabalho pode fazer a diferença”, afirmou o ala-armador de 19 anos, em entrevista ao jornal New York Daily News.

Barrett não teve um cartão de visitas dos mais regulares na Liga de Verão, com algumas atuações abaixo do esperado, mas tem certeza que o estrelato é somente uma questão de tempo. “Posso encontrar meu melhor basquete no início da temporada, no final. Não me importa. Sou um criador de jogadas. Sou um jogador. De alguma forma, eu vou descobrir uma forma de encaixar-me. É só esperar”, avisou.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.