Tornozelo mantém Dwight Howard fora no Rockets

Às vésperas dos playoffs, o Houston Rockets ainda não sabe quando Dwight Howard estará em condições de retornar ao time. O astro atuou em apenas dois dos últimos sete jogos por conta de um problema no tornozelo esquerdo e passou por um procedimento de retirada de fluido na região neste fim de semana. O pivô viajou com o elenco e planejava participar das partidas contra Brooklyn Nets e/ou Toronto Raptors, mas continua sentindo dores e está descartado.

“Ainda sinto incômodos nos tornozelos. Não quero ficar afastado do time, mas a coisa mais importante no momento é que eu esteja pronto para os playoffs”, afirmou Howard, ainda na última sexta-feira. Especula-se que o titular do Rockets pode ser mantido longe das quadras, por precaução, até os últimos jogos da temporada regular.

 

Brandon Jennings recebe multa por simular falta

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=-zJWnW6g0CA]

A NBA anunciou nesta terça-feira que o armador Brandon Jennings foi multado em US$5 mil por violar a regra antissimulação da NBA. O atleta do Detroit Pistons fez uso do popular flop para induzir um erro de arbitragem na vitória da equipe sobre o Milwaukee Bucks, na última segunda. Confira o lance que causou a punição no vídeo acima e tire suas conclusões.

 

Reggie Evans é multado em US$15 mil por cotovelada

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=8TbLHw2u4fQ]

Outro atleta multado pela liga nesta terça foi Reggie Evans. O ala-pivô do Sacramento Kings, conhecido pelos lances mais ríspidos que protagoniza constantemente, recebeu punição de US$15 mil por ter dado uma cotovelada em Anthony Davis. A agressão aconteceu na última segunda, durante o terceiro quarto da vitória dos californianos sobre o New Orleans Pelicans por 102 a 97. Confira o lance no vídeo acima.

 

Derek Fisher não pensa em carreira como técnico

Vivendo sua última temporada no basquete profissional, o armador Derek Fisher certamente já está pensando em seu futuro. Ele ainda não sabe o que vai fazer a partir de julho, mas garante uma coisa: os rumores de que poderia ser levado por Phil Jackson para assumir o comando do New York Knicks são totalmente infundados. “Eu parabenizei Phil pelo novo cargo, mas ele não disse nada sobre isso e também não falei nada neste sentido. Treinar um time não está sequer no meu pensamento”, revelou o reserva do Oklahoma City Thunder.

 

GM do Mavericks garante permanência de Dalembert

O pivô Samuel Dalembert não será agente livre na offseason que está por vir. O presidente de operações do Dallas Mavericks, Donnie Nelson, assegurou que a equipe sequer cogita usar o contrato parcialmente garantido do atleta para dispensá-lo e economizar mais de metade dos US$3.8 milhões previstos em salários. “Nós vamos manter o Samuel aqui. Ele tem sido mais consistente nas últimas semanas e, quando leva o seu melhor para a quadra, nós somos um time diferente”, elogiou o dirigente, que classifica o vínculo com o pivô como uma “barganha”.

 

“Oitavo lugar não é nosso objetivo”, diz GM do Hawks

O Atlanta Hawks está em uma disputa acirrada com New York Knicks e Cleveland Cavaliers pela última vaga da conferência Leste aos playoffs. Para o gerente-geral Danny Ferry, porém, esta não é a posição em que o time planejava ou quer estar. Em entrevista ao Atlanta Journal-Constitution, o dirigente analisou a temporada da equipe e deixou bem claro que não chegar à pós-temporada não seria considerado um resultado trágico – ou, até mesmo, prioridade.

“Eu sinto que estamos em um bom caminho. Quando saudáveis, nós somos uma equipe muito boa. Gosto dos nossos atletas e da forma como jogamos. Não estamos focados em conseguir a oitava vaga nos playoffs porque este não é o nosso objetivo. Queremos mais do que apenas isso. Estamos tentando construir algo bom, sustentável, e temos as peças para chegarmos lá”, explicou Ferry, argumentando que as várias lesões no elenco prejudicaram as pretensões do time neste ano.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • brunoriboli

    Ou seja… Pro Hawks é perder os jogos e conseguir uma escolha de loteria…

  • Michel Moral

    Tudo bem, o Hawks pode não ter contado com o seu principal jogador, o que faz toda a diferença. Agora, não me venha com essas desculpas para justificar a incompetência.

    Tem muito time na mesma situação que conseguiu resultados melhores na mesma conferência. Raptors, Bobcats, Wizards e até mesmo o Bulls (que perdeu Deng e Rose e ainda faz uma campanha exemplar), que a princípio não tinham pretensões, mas que hoje faz um grande trabalho.

  • rodrigohawks

    Mas vc nao me lasque nao ferry ta certo que completo o Atlanta hawks e top 4 No leste mais ja que aconteçeu isso e estamos em 8º lugar temos que brigar por essa ultima vaga sim … Draft e UM CARAMBA a ultima ve que eu vi o Atlanta hawks nisso eu tinha 11 anos 😉 se ficar fora sera UMA IMENSA TRAGEDIA SIM tem que luta re tem que conseguir vamos la LETSSSSS GO HAWKSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS O/

    • Para de ser ignorante Rodrigo, parece um alienado, se o time não tem chances de nada nos Playoffs, não adianta ir para levar fumo também, sendo que vai pros Offs já faz trezentos anos e nunca conseguiu vencer a conferência, uma escolha de loteria pro Hawks seria muito melhor que uma vaga no draft.

      Mais uma coisa é certa também, o Bulls perdeu Rose e Deng e tem mando de quadra nos Playoffs, não é porque perder o Al Horford que não vai conseguir nem Playoffs sendo que com ele o time tinha campanha positiva, isso mostra também que os senhores Teague e Millsap não conseguem levar um time a lugar algum.

      • Corrigindo *Vaga nos Playoffs*

      • Michel Moral

        Não é assim não Alisson. Se for assim, melhor jogar só Heat e Pacers e Spurs e OKC. As coisas não funcionam desse jeito. Pode ser que haja muitas surpresas.

        Lembro do Knicks em 99. Quase não se classificou e foi campeão do leste. Perdeu para Duncan na final, mas é quase um título.

      • Cara, eu sou um dos defensores mais convictos disso, se fossem máquinas tudo bem, mais no mundo real tudo é possível e qualquer um entre os 8 tem as mesmas chances, o que muda é o mandro de quadra, só acho que o Hawks passou da hora de dar uma reformulada.

  • maia-bucks

    Rodrigo, vei, welcome to the draft, buddy.

    • elvis

      kkkkkkkkkkkkkkk

  • Anônimo

    kkk agora não é o objetivo? ja ta chorando antes rsrsr