Raptors não negociará extensão com DeRozan até 2016

DeMar DeRozan tem tudo para ser um dos principais agentes livres disponíveis na próxima offseason. É esperado que o astro do Toronto Raptors não exerça a cláusula de extensão automática que possui em seu contrato vigente para o ano que vem e teste o mercado em 2016. E, de acordo com o gerente-geral Masai Ujiri, o time canadense não pretende abrir negociações para estender previamente o vínculo do ala-armador.

“Não existirão conversas para alongar o contrato de DeMar até o final da próxima temporada”, garantiu o executivo, em entrevista ao podcast Free Association, do site Sportsnet. “Hoje, ele só pode renovar por até um certo valor e eu imagino que ele se considere um melhor jogador do que essa quantia. Acho que DeMar vai preferir esperar e fazer o melhor negócio para si. Também faremos o melhor para nós”.

Em 2012, DeRozan assinou uma extensão contratual de quatro anos e US$42 milhões com o Raptors. Seu salário atual está na casa dos US$10.5 milhões por temporada e, se estendesse seu vínculo agora, seus novos vencimentos não poderiam passar de US$11.6 milhões anuais. Esperando a próxima offseason e o enorme aumento projetado do teto salarial da NBA, o ala-armador poderá receber até US$20 milhões ao ano.

Leia mais
Valanciunas fecha extensão contratual e fica no Raptors até 2020
Bruno Caboclo pode receber mais chances na próxima temporada
DeMarre Carroll surpreende, deixa Hawks e vai para o Raptors

Assim, a maior probabilidade no momento é que o atleta de 26 anos seja agente livre no ano que vem – e a direção de Toronto não tem a possibilidade de cobrir propostas de possíveis interessados para mantê-lo no elenco. Apesar da situação incerta e rumores de troca que chegaram a circular nos últimos meses, a intenção da equipe é manter o titular em um novo contrato de longa duração.

DeRozan foi escolhido pelo Raptors na nona posição do draft de 2009 e conseguiu a primeira convocação para o Jogo das Estrelas da carreira no ano passado. Na última temporada, ele perdeu 22 jogos da campanha por conta de uma lesão na virilha. Quando em quadra, o astro teve médias de 20.1 pontos, 4.6 rebotes em 3.5 assistências em 35.0 minutos de ação por noite.

  • Michel Moral

    Ao ler a manchete da notícia eu ia comentar: “faz muito bem o Raptors de não negociar com ele agora, pois não se sabe o que é muito ou pouco agora”. Só que daí eu abro o texto e vejo que a equipe canadense vai esperar porque pode ter até 20 mi a oferecer no ano que vem, sendo que hoje ofereceria no máximo 11 mi. Penso: “putz… Pode vir cagada por aí”.

    DeRozan já mostrou do que é capaz. Dependendo daquilo que receba, pode ser o maior overpaid da liga. Está ficando velho tambem e o risco de lesão para um jogador com as características dele são grandes.

    Ele é ídolo da torcida em Toronto, mas é um jogador limitado. Vai ter que negociar muito bem com ele.

  • King Cuban

    O Mark Cuban que guarde o dinheiro se aparecer uma oportunidade de adquirir o DeMar DeRozan… DeRozan é extremamente ineficiente e não tem nenhum aspecto do jogo que ele seja dominante… O Cuban que guarde o dinheiro da próxima offseason para investir pesado em 2017 no draft e na super free agency, pois no próximo ano não terá grandes nomes no mercado…

    Os Melhores free agents de 2016 são: Kevin Durant, Andre Drummond, Al Horford, Bradley Beal, Pau Gasol, Dwyane Wade, Mike Conley, DeMar DeRozan, Joakim Noah, Al Jefferson, Hassan Whiteside e Harrison Barnes…

    Os Melhores free agents de 2017 são: LeBron James, Stephen Curry, Dwight Howard, Russell Westbrook, Blake Griffin, Derrick Rose, Chandler Parsons, Serge Ibaka, Jeff Teague, Victor Oladipo, Nikola Mirotic, Nerlens Noel, Giannis Antetokounmpo, Dennis Schröder, Ty Lawson, Andrew Bogut, Taj Gibson e outros…

    • Michel Moral

      Acredito que muitos jogadores de 2017 não estarão disponíveis até lá. Curry e Barnes serão prioridade total no Warriors, assim como Griffin e Westbrook pelo LAC e OKC, respectivamente (ainda mais se Durant sair). Oladipo, Noel, Antetokounmpo e Schröder tambem devem ter seus contratos renovados pelas suas equipes, ainda que exijam muito. Acho inclusive que o Parsons entra nesse bolo no Mavs.

      LeBron é complicado. Todos querem, mas vai depender de quem ele quer.

      Então, eu acredito que em 2016 será mais fácil negociar.

  • tiago

    Se o Tristan Thompson ta pedindo aquela quantia, imagina quanto o DeRozan não vai pedir KKKKK É um jogador limitado sim, mas se o Raptors perder ele, vai ser uma perda bem considerável. Acho que o time tem que fazer um esforço para mante-lo, Kyle Lowry e ele são os principais jogadores da franquia.

  • acho ele importante pro Raptors, mas não tanto como o Lowry que deve ser a prioridade pros canadenses manterem além do Valanciunas que já teve o contrato estendido…

  • The Real Jay

    Vem ser feliz no Celtics! Cap nós temos, carência pra posição tb.

  • Eu penso que agora com a chegada do Carroll é a hora do Raptors pensar que DeRozan pode sair (Ross vai crescer com isso e o time não perderá força) e Lowry ficará com todo o controle da organização, até porque Jonas Valanciunas vai começar a ter relevância ofensiva no time. Não há como ele ter destaque com a equipe jogando em função do perímetro, é o caso semelhante de Marcin Gortat, o Wizards só teve sucesso nos playoffs quando envolveu o pivô no jogo ofensivo.