A passagem de Royce White pelo Houston Rockets pode terminar sem que tenha disputado um jogo sequer no time. Segundo Jonathan Feigen, do jornal Houston Chronicle, a franquia vem estudando seriamente a possibilidade de trocar o 16º selecionado do draft de 2012 nos próximos meses. Não há informações sobre possíveis interessados no jogador de 22 anos.

O Rockets deu um possível sinal de White está fora dos planos da equipe ao deixá-lo de fora do elenco que vai participar da Liga de Verão de Orlando. O atleta disse que queria estar no grupo do torneio amistoso. “Adoraria estar lá, jogando, mas não houve qualquer aviso deles sobre quererem que eu estivesse no time”, contou o novato, por meio de sua conta no Twitter.

A ausência na última temporada e o difícil tratamento de seus distúrbios psicológicos deverão afastar os eventuais interessados no ala, que possui salário garantido de US$1.72 milhão na campanha 2013-14. Por isso, a tendência é que a direção de Houston utilize os direitos sobre jogadores europeus e escolhas de draft adquiridos na troca do ala-pivô Thomas Robinson para facilitar a negociação.

A saída do jovem jogador também proporcionaria ainda maior flexibilidade na folha salarial da equipe, que está na disputa pelos serviços do astro Dwight Howard e outros agentes livres disponíveis no mercado.

A esperada primeira temporada de White como profissional limitou-se a 16 jogos pelo Rio Grande Valley Vipers, franquia filiada do Rockets na D-League. Atuando quase 26 minutos por partida, ele acumulou médias de 11.4 pontos, 5.7 rebotes, 3.3 assistências e 44.4% de acerto nos arremessos de quadra.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Raphael Mascarenhas

    Galera, o que voces acham do Michael Redd? Ele está sem time nenhum se eu naum me engano. Na minha opnião é um bom jogador. Da temporada 2003-2004 até a temporada 2008-2009, a menor media de pontos dele foi 21,2 por jogo. Voces não acham que seria uma boa contratação pra alguns times não?

    • Big Bull

      Infelizmente o Redd praticamente aposentou depois da passagem pelo SUNS na temporada retrasada. Não tem mais joelhos. Sempre quis ele no Bulls.

  • Hugo Taboas

    Não!

  • Thiago Reis

    Já vi jogadores se sentirem estrelas logo com pouco tempo de NBA, mas se sentir a maior estrela da franquia sem nunca ter pisado em quadra é a primeira vez!!! Royce White, dá tchau pra NBA garoto!!!

  • É uma noticia pra parar o Mundo do Basquete

  • A questão é: trocar pra quem? Quem é q vai querer segurar a bomba-relógio?… Esse é o grande problema…

    • Zorg

      Lucas …. calma que aparece um GM criativo … rsrsrsrs

  • Raphael Mascarenhas

    Não acompanho ligas sem ser a NBA, então vou fazer uma pergunta que pra vcs podem ser obvia mais eu não tenho a menor ideia da resposta. A NCAA é mais forte que a D-League?

    • Thiago Reis

      É muito diferente Raphael, o maior problema é o seguinte, a maioria dos jogadores ali não tem contratos garantidos e estão ali mais pra mostrar serviço do que só para se desenvolver, sendo assim, rola muito individualismo, jogo coletivo é quase inexistente, já na NCAA é exatamente o contrário, táticas são mais importantes que o individual, é claro que grandes talentos individuais se destacam e alcançam sucesso, mas isso nem é uma regra, as vezes um jogador de grande talento individual nem aparece muito, mas quando é selecionado na NBA mostra grande qualidade. Por isso fica um pouco difícil comparar as duas como melhor ou pior.

    • rhafaheat

      Como disse o Thiago, é dificil demais comparar, mas se em algum momento houvesse um jogo entre a seleção da D-League e a seleção da NCAA, eu apostaria minha casa na NCAA.