Rockets supera Thunder fora de casa e chega a 16 vitórias seguidas

(50-13) Houston Rockets 122 x 112 Oklahoma City Thunder (37-29)

Do lado do Oklahoma City Thunder, o trio composto por Russell Westbrook, Carmelo Anthony e Paul George tomou as rédeas do controle ofensivo desde o princípio. A dominância foi tamanha que, sem contar os três, apenas Corey Brewer pontuou pelos anfitriões no primeiro período. Westbrook fez três cestas rapidamente, e com tiros de três pontos dos outros dois, o Thunder liderava por 17 a 8. Aí foi a vez de James Harden chamar a responsabilidade: o craque do Rockets pontuou ou assistiu em 13 pontos seguidos de sua equipe, e tudo isso em pouco mais de 2 minutos. Com isso, a liderança do Thunder foi reduzida até as equipes se encontrarem empatadas em 21 pontos. Nos instantes finais, os visitantes foram ligeiramente melhor, e conseguiram terminar o período liderando por 26 a 24.

O Thunder começou muito bem o segundo período, virando o marcador com tiros de longa distância convertidos por Brewer e Raymond Felton. Porém, depois de atingir 30 pontos, a franquia de Oklahoma City sofreu muito para encontrar o caminho da cesta novamente, ficando mais de quatro minutos sem um ponto sequer. O Rockets não foi particularmente brilhante no ataque, mas fez o suficiente para liderar por oito pontos durante a seca do adversário. E o líder da conferência Oeste não parou por aí: com Trevor Ariza inspirado, a vantagem chegou a 14. O principal responsável por manter o Thunder vivo na disputa foi Carmelo Anthony, que contribuiu com 19 pontos para sua equipe durante o primeiro tempo. Ainda assim, o próprio Anthony e a equipe como um todo pareciam ter apagões em sua defesa, fazendo com que o Rockets fosse para o intervalo liderando por 54 a 45.

Na volta dos vestiários, o Thunder novamente foi superior nos minutos iniciais. Após tiro de três convertido por Josh Huestis, apenas dois pontos separavam as duas equipes. Contudo, a equipe mandante não conseguiu capitalizar a oportunidade, e viu seu oponente voltar a abrir vantagem no marcador. Bastou Harden e Chris Paul encaixarem alguns bons ataques para a diferença voltar a duplos dígitos. Quem também apareceu bem pelo Rockets foi o pivô brasileiro Nenê Hilário, que mais uma vez foi bem contra o Thunder (no jogo 4 da série de playoffs ano passado, o brasileiro teve 28 pontos e 10 rebotes, tendo convertido todos os seus 12 arremessos tentados), ainda que com números mais modestos desta vez. O máximo que a equipe de Oklahoma City conseguia fazer era segurar a diferença no marcador, esperando uma grande reviravolta no período final.

O último quarto chegou, e a reação do Thunder não veio. Sem demonstrar um grande poder de reação, a equipe não conseguiu reduziu a diferença, que orbitava entre 14 e 20 pontos. Quando a diferença finalmente saiu dessa margem, a equipe comandada por Billy Donovan passou a fazer faltas propositais em Clint Capela. A estratégia não se mostrou das mais efetivas, com o Rockets conseguindo segurar dois dígitos de vantagem durante quase toda a extensão do período. As equipes até trocaram cestas nos minutos finais, mas o placar já estava claramente definido em favor da equipe de Houston, que saiu vitoriosa por 122 a 112.

Destaques

Houston

Chris Paul: 23 pontos, cinco assistências e três roubadas de bola
James Harden: 19 pontos, cinco rebotes, 11 assistências e dez desperdícios de posse
Trevor Ariza: 15 pontos e três roubadas de bola
Eric Gordon: 14 pontos e cinco rebotes
Luc Mbah a Moute: 11 pontos
Nene: oito pontos e cinco rebotes

Oklahoma City

Russell Westbrook: 32 pontos, quatro rebotes, sete assistências e nove desperdícios de posse
Carmelo Anthony: 23 pontos e quatro rebotes
Paul George: 17 pontos, quatro rebotes, cinco assistências e três roubadas de bola
Steven Adams: 16 pontos, oito rebotes e três roubadas de bola
Corey Brewer: dez pontos


(35-28) Philadelphia 76ers 128 x 114 Charlotte Hornets (28-37)

Destaques

Philadelphia

Robert Covington: 22 pontos e quatro rebotes
Dario Saric: 19 pontos e cinco rebotes
Joel Embiid: 18 pontos, cinco rebotes e quatro assistências
Ben Simmons: 16 pontos, oito rebotes e 13 assistências
JJ Reddick: 14 pontos
Marco Belinelli: 11 pontos e quatro rebotes
Ersan Ilyasova: 11 pontos e seis rebotes

Charlotte

Dwight Howard: 30 pontos, seis rebotes e três tocos
Nicolas Batum: 12 pontos, quatro rebotes e dez assistências
Treveon Graham: 12 pontos
Marvin Williams: 11 pontos e cinco assistências
Frank Kaminsky: 11 pontos
Jeremy Lamb: dez pontos


(20-45) Atlanta Hawks 90 x 106 Toronto Raptors (46-17)

Destaques

Atlanta

Kent Bazemore: 14 pontos e cinco assistências
John Collins: 14 pontos
Dewayne Dedmon: 12 pontos, dez rebotes e três tocos
Dennis Schroder: 11 pontos
Tyler Dorsey: dez pontos

Toronto

DeMar DeRozan: 25 pontos e quatro assistências
Jonas Valanciunas: 15 pontos e sete rebotes
CJ Miles: 14 pontos e sete rebotes
Serge Ibaka: dez pontos e seis rebotes
Delon Wright: dez pontos e três roubadas de bola


(OT) (34-31) Miami Heat 113 x 117 Washington Wizards (37-28)

Destaques

Miami

Dwyane Wade: 22 pontos e seis assistências
Tyler Johnson: 21 pontos, quatro assistências e três roubadas de bola
Goran Dragic: 16 pontos, sete rebotes e cinco assistências
Josh Richardson: 16 pontos e três roubadas de bola
Justise Winslow: 15 pontos e seis rebotes

Washington

Bradley Beal: 30 pontos, seis rebotes e sete assistências
Tomas Satoransky: 19 pontos e sete assistências
Markieff Morris: 16 potnos e 13 rebotes
Kelly Oubre Jr.: 14 pontos
Otto Porter Jr.: 12 pontos, cinco rebotes e cinco assistências


(35-29) Denver Nuggets 104 x 118 Dallas Mavericks (20-45)

Destaques

Denver

Wilson Chandler: 21 pontos
Will Barton: 16 pontos, oito rebotes e sete assistências
Paul Millsap: 12 pontos e sete rebotes
Gary Harris: 11 pontos

Dallas

Yogi Ferrell: 24 pontos e quatro rebotes
Dennis Smith Jr: 18 pontos, cinco rebotes e 11 assistências
Dirk Nowitzki: 17 pontos e quatro rebotes
Harrison Barnes: 15 pontos e sete rebotes
Doug McDermott: 15 pontos
Dwight Powell: 14 pontos e quatro rebotes


(37-26) New Orleans Pelicans 121 x 116 Los Angeles Clippers (34-29)

Destaques

New Orleans

Anthony Davis: 41 pontos, 13 rebotes, três bloqueios, três roubadas
Jrue Holiday: 19 pontos, 17 assistências, quatro rebotes
Rajon Rondo: 13 pontos, nove assistências
Nikola Mirotic: 13 pontos, sete rebotes
E’Twaun Moore: dez pontos, nove rebotes, cinco assistências

Los Angeles

Tobias Harris: 27 pontos, 11 rebotes
Lou Williams: 27 pontos, 11 assistências, cinco erros de ataque
Montrezl Harrell: 26 pontos, oito rebotes
DeAndre Jordan: dez pontos, 20 rebotes
Austin Rivers: 11 pontos


(20-45) Brooklyn Nets 101 x 114 Golden State Warriors (50-14)

Destaques

Brooklyn

D’Angelo Russell: 22 pontos, oito assistências
DeMarre Carroll: 19 pontos, sete rebotes
Spencer Dinwiddie: 13 pontos, cinco assistências
Caris LeVert: dez pontos, quatro rebotes

Golden State

Stephen Curry: 34 pontos, seis rebotes, quatro assistências, três roubadas
Klay Thompson: 18 pontos, cinco rebotes, cinco assistências
Draymond Green: 16 pontos, nove assistências, cinco rebotes, seis erros de ataque
Kevin Durant: 19 pontos, seis rebotes


(24-41) New York Knicks 87 x 111 Portland Trail Blazers (39-26)

Destaques

New York

Enes Kanter: 18 pontos, 11 rebotes
Tim Hardaway Jr.: 19 pontos, quatro rebotes
Michael Beasley: 16 pontos, quatro rebotes

Portland

Damian Lillard: 37 pontos
C.J. McCollum: 19 pontos, seis rebotes, quatro assistências
Jusuf Nurkic: 11 pontos, oito rebotes, quatro assistências
Shabazz Napier: 12 pontos, quatro assistências
Ed Davis: dois pontos, 14 rebotes
Zach Collins: cinco pontos, dez rebotes

  • Diego Costa

    Depois querem falar que é perseguição. Carmelo consegue aparecer negativamente até quando faz uma boa partida no ataque, depois de muito tempo. Certamente as bandejas que ele deixou o harden fazer de forma ridícula, vão repercutir mais do que os pontos dele. Jogador mimado e totalmente egoísta dentro da quadra. É uma pena porque ele é um grande talento, mas isso não é o suficiente para se tornar um vencedor. Teve uma chance de ouro no Thunder, e não aproveitou nada por enquanto. Depois de ser massacrado no final de sua passagem pelo Knicks, o cara ganhou uma 2 chance dentro do basquete, saiu um pouco da mídia e não tem mais a responsabilidade de ser FP numa cidade onde a pressão em cima dele era enorme. Lamentável o que a carreira dele virou. E seleção é o crl, bota qualquer criança de 10 anos lá que você vai ser campeão

    • Rafael Vieira

      E foda ne, o cara e a preguiça em pessoa, isso e descomprometimento com a equipe. Os caras correm pra lá e ele fica olhando. Hoje eu usaria o Melo vindo do Banco pra comandar a segunda unidade, mas em jogos pegados ele tem que ficar no banco pois e nulo na defesa. Pífio. Um dos jogadores que mais adimirava na liga, agora eu esqueci dele

    • samuel

      Está triste ver essa defesa do Thunder sem o Roberson e com o Mello. Os caras se esforçam no ataque e tomam ponto com uma facilidade.

    • TgO /- Coming up playoffs

      Critica o PG tbm, que não jogou merda nenhuma. Não dá para botar tudo na conta de um só jogador.

      • 37-29

        Você ao menos assistiu ao jogo ou só olhou box score ?? Tá entendendo o que a galera está comentando ?? James Harden está muito agradecido para com o Melo.

      • 37-29

        Ontem PG pecou mt nas bolas de 3, mas no mid-range e infiltrações ele foi bem; além disso “colou” no Barba sempre que pôde, dos 10 TO’s que o Barba cometeu, PG foi culpado em ao menos 40%.

      • Diego Costa

        Criticar um jogador dedicado? Não jogar nada faz parte. O que não dá é o cara assistir o Adversário fazer bandeja e nem esticar o braço, ficar absolutamente parado. Jogar mal é uma coisa, não ter comprometimento é outra

    • Michel Moral

      Melo teria que jogar em um time onde ele fosse mero complemento, para meter suas bolinhas, sem exigir demais do seu desempenho físico e defensivo. Não adianta a galera querer que ele faça o que não pode fazer.

      Anthony nunca foi bom defensor. Além disso, hoje você não pode exigir dele dedicação física total, porque ele tem histórico de lesão e se forçar quebra. Como eu mencionei, é um cara que pode ajudar no espaçamento, pois pode jogar de 4 aberto, e garantir seus 15 pts por noite.

      O problema é que o Thunder totalmente dependente do desempenho individual dos seus jogadores. Na minha visão, nem PG e nem Westbrook, que podem fazer números e jogos fantásticos, conseguem dar um padrão para o time. Você pega o Celtics sem o Irving, o Spurs sem o Kawhi, o Warriors sem Curry ou Durant, o Rockets sem o Barba… Os times continuam com um padrão definido.

      Pra mim, o Thunder precisaria de uma identidade mais forte. Cada jogo é uma história diferente.

      • Tbm percebi isso ontem, nas trocas sobrava o Carmelo marcando Harden ou CP3, e aí , já era, cesta fácil pro Houston…o OKC deve tentar escondê-lo na defesa, organizar a defesa de modo que ele não fique tão exposto…

    • Thompson Estrela

      Tudo o que vc falou é verdade,mas é preciso dizer que não é só ele.É verdade que falta padrão tático ao time, e esse é provavelmente o maior problema,mas eu tenho visto descomprometimento do time inteiro na defesa, e isso ficou notável ontem no final do jogo, quando,de repente,o time começou a defender bem.Falta vontade, oa caras se acomodaram na lesão do Roberson e devem ter isso como justificativa na cabeça deles.Falta maturidade

    • Asf 152

      Carmelo é seis por meia dúzia

  • King Cuban #MFFL

    Vitória muito comprometedora dos Mavs. Agora definitivamente precisamos perder contra os Grizzlies no próximo (missão quase impossível)

  • Thiago Marques

    Portland em terceiro e New Orleans em quarto, essa temporada tá longe de ser o tédio que eu imaginei no começo!

    • Abel

      Querendo ou não, as lesões contribuíram para que classificação imaginada pela maioria no início da temporada, e que vinha se desenhando até o ASG, não se concretizasse. Portland tá inteiraço desde o início da temporada. SAS e Minnesota perderam seus FP. Thunder também perdeu seu FP, Andre Robertson rsrs. Parece piada, mas o time sem ele perdeu todo o padrão tático e defensivo. Voltou a ser um bando que depende do talento individual dos jogadores. E New Orleans tá surpreendendo. Pensei que após a lesão de Cousins iriam despencar ladeira abaixo, mas fica claro que hoje o elenco de apoio ao Davis é bem melhor que nas temporadas passadas, com Hollyday saudável, Rondo e Mirota.

      • Thiago Marques

        Eu ia gostar mesmo é se esses caras surpreendessem nos offs, rs

  • Michel Moral

    TD para o Barba (PT, AST, TO)? hahahaha. Brincadeiras à parte, eu acho que essa temporada vai consolidar o ala-armador do Rockets como um dos melhores de todos os tempos da posição. Tanto o rendimento dentro de quadra, como os números que ele angariou nos últimos anos, já indicam essa grandiosidade! E vou falar mais, o Warriors que leve bem a sério uma final de conferência com esse cara…

    Beal o novo FP do Wizards? Sou fã do John Wall. Já cansei de falar que estaria no meu time hoje da NBA, mas eu acho que a franquia de Washington começa a se desenhar em torno do camisa 3. E não seria uma má ideia um negócio. Bom para todos os lados. Com certeza o Wizards receberia muita coisa e o jogador poderia ir para algum time com nova perspectiva. Bucks? Pacers? Pistons? Spurs? Timberwolves? Jazz?

    E o DeRozan? Passos largos para ser o maior Raptor da história. As pessoas criticam, mas essa geração de Toronto já foi finalista de conferência. Eu sei que as pessoas vão colocar um monte de “poréns” na história, mas já é um time que vai ficar marcado pelo que vem fazendo. Espero que consiga uma boa performance de playoffs para acabar de vez com essa “fama”.

    • Bruno Da Silva Francisco

      Escrevi quase a mesma coisa ao mesmo tempo.. hahaha

      Se fosse tu para escolher: Bradley Beal ou Demar derozan no seu time?? Quem tu pegava ??

      • Michel Moral

        hahahaha

        Quem está na frente hoje é o DeRozan. Já é o maior cestinha da história da franquia, tem uma carreira mais consolidada e com histórico de playoffs. Sem contar que hoje só não está na briga pelo MVP porque o Barba está surreal.

        Mas pelo que têm jogado, qualquer um dos dois no meu time eu ficaria feliz haahahaha

        • Bruno Da Silva Francisco

          São excelentes jogadores derozan está mais estabelecido como estrela.
          Porém escolheria Bradley Beal, gosto de jogador com sangue nos olhos,que carimba, provoca. Isso vai dá personalidade mas as vezes falta um pouco de sangue no derozan, ele faz 40 pontos e continua com a mesma expressão.. rs

          • Felipe Mendonça

            Se o cara tem depressão…

      • Difícil essa hein, eu prefiro o Derozan por ser um pontuador nato, mas dependendo do elenco acho que o Beal se encaixa melhor por fazer mais coisas em quadra, mas o derozan hoje é um dos melhores “scorers” da Liga ao meu ver…

      • Diego Costa

        Beal é mais novo e chuta de 3 com 24 anos, coisa que o Derozan não fazia bssicqm

    • Vitor Martins

      Concordo que o time rende melhor hoje sem o Wall, mas se o Wizards negociar ele com o Spurs vão se arrepender eternamente. Popovich vai fazer miséria com esse cara. Mas acho que eles não tem nada bom pra oferecer. Bucks talvez, se der o Jabari e várias picks.

      • Quem dera, tomara que negociem mesmo kkk

      • Michel Moral

        A questão do negócio em si é outra conversa, mas é possível.

        Pode ser uma negociação que envolva três ou mais times.

        O Memphis é outro que tá com Gasol no limite da paciência.

        • Thiago Pinto

          Suns?
          Pick Heat + Pick 2019 + Chris

          • Michel Moral

            Who knows…

          • Thiago Pinto

            Wall, Booker, JJ, Bender e Ayton (JJJ). Ia ficar legal de assistir…

      • Diego Costa

        Jabari é injury prone. Não faz sentido. Tento uma troca com o Drumm e que se dane o resto

    • Rodrigo T. Aragão

      Para um time do tamanho dos Raptors, final de conferência já é um grande feito.

      Lowry e DeRozan fizeram essa franquia ganhar respeito, coisa que ela nunca teve. No Draft os jogadores tinham pavor de ir ou para os Raptores ou para os Grizzlies (quando eram Vancouver). Uma por serem do Canadá, outra por serem inexpressivas e sem perspectivas de um time forte no futuro.

      • Michel Moral

        É verdade. Mas muitas pessoas preferem taxá-los como amarelões e fracassados.

    • samuel

      “eu acho que essa temporada vai consolidar o ala-armador do Rockets como um dos melhores de todos os tempos da posição”

      Ai você forçou legal meu amigo. O barba joga muito, mas falta remar muito pra entrar em uma boa posição na lista. Melhor da posição sem aprender a marcar também fica difícil.

      • Michel Moral

        Essa história de não saber marcar já deu no saco. O cara não é marcador e nunca vai ser. É a mesma coisa que dizer que Shaq não está entre os melhores porque não metia lance livre e nem arremessos de média e longa distância. Se um atributo compensa outro, tá valendo. O Rockets tá perdendo ou ganhando tendo Harden como líder? Pronto.

        E quem falou que para ser um dos melhores tem que estar em um top dez? Tem lista que não colocam Pete Maravich, Anfernee Hardaway, Carter e tantos outros.

        Sem contar que o cara vai ser MVP e agora vai entrar no melhor momento da sua carreira. Se chegar a uma final de NBA, então…

        Pelo que a gente tem visto, o Harden tem muitas condições de integrar um seleto grupo. E não está tão longe se formos pegar o auge dele e de outros shooting guards.

        • Claudio R.

          cara, ele tem o que 2, 3 anos de alto nivel?, e vc quer coloca-lo como um dos maiores da posição, sendo que tem uma porrada de jogadores SG que já foram muito mais consistentes e decisivos que o barba, o cara nunca ganhou nada na nba, nem um premio individual, nem um final de conferencia, nada, e vc quer coloca-lo como um dos maiores. NOSSA GERAÇÃO TA PERDIDA

          • Michel Moral

            O T-Mac é um SG bem sucedido, está no HOF e nunca ganhou nada. Aliás, só foi longe sendo um bench warmer no Spurs, já no último suspiro da carreira. Por que não o Barba?

            O CP3, que é colocado em um escalão absurdo, tipo, Stockton, Nash, Kidd, Payton, e que foi no máximo a uma única e mísera semifinal de conferência como FP, também está no rol de grandes armadores da história.

            Se você acha que o alto nível dele é pouco, tudo bem. Já foi cestinha da temporada, sexto homem, eleito para times ideais. Nos últimos dois, três anos, foi sério candidato (para muitos até injustiçado) a MVP. E quando se diz sério candidato não é estar na corrida não, é ser um favoritaço ao prêmio. Aliás, não deve ter como escapar esse ano, né?!

            Fora que ele já levou o Rockets à final de conferência e pode ser muito mais competitivo ainda na carreira.

            Por essas, eu já o considero sim um jogador histórico. Para entrar em um grupo mais seleto, que reconheço ser cedo para isso, ele precisa angariar mais números, entrar para o rol de cestinhas, bolas de três… Mas nem dá para exigir isso de um jogador que agora vai entrar para a fase dos recordes e tudo mais.

  • Bruno Da Silva Francisco

    A.davis que espetáculo de jogador..
    Se tivesse que escolher Bradley Beal ou jonh wall para ser trocado, eu mandaria wall embora. Wizards parece funcionar melhor sem wall..
    Que jogador do leste é mais subestimado e não recebe tanta mídia, Bradley Beal ou Demar derozan??
    #pas

  • Alex Alves

    Wade realmente nasceu para jogar em Miami.

  • Thompson Estrela

    Tenho dito isso desde a lesão desse cara.A temporada acabou pro OKC. https://uploads.disquscdn.com/images/774a7825c23662080d98d7beced850b0cdf2b470f5736d90e6cdeed3ab5e71f8.jpg

    • Asf 152

      toadas as temporadas vão acabar cedo pra OKC enquanto tiver com esse treinador, ele é muito limitado nas rotações das jogadas

      • Luiz Fernando Azevedo

        Quem é pior? Ele ou Lue?

    • Jefferson Cavalcanti

      Realmente o cara é muito importante pro time. Mas não pode o quinto jogador do seu time titular se machucar, e a temporada ir pro saco sendo que você tem:

      O MVP da temporada, West.

      Um dos melhores jogadores da NBA, Paul George.

      Um futuro HOF que apesar da idade ainda é bom jogador, Carmelo Anthony.

      E Steven Adams, um dos melhores pivôs da NBA.

      Acho que o Donovan tem que ser contestado.

      • Thompson Estrela

        Contestar o Donovan é chover no molhado.Já disse, pra mim é o pior técnico da NBA, pior até q o Lue.Ele tem muito mais experiência q o Lue e o desempenho é ainda pior

        • Diego Costa

          Até então o Scott Brooks era um horror, foi pro Wizards e virou um ótimo técnico, com recursos bem mais limitados. Por isso eu fico me perguntando, será que ele é tão ruim assim? Ou apenas não está preparado para lidar com estrelas?

          • Thompson Estrela

            a verdade é q,apesar de limitado,o scott brooks sabia lidar com estrelas.Tanto que chegou longe diversas vezes no comando do okc.Porem,ele deu uma melhorada no Wizards,mas pra mim não chega a ser um ótimo técnico ainda.

      • Marcelo Desoxi

        Grande Paul George kkkk

  • Leonardo

    Mais uma derrota dos Nets, agora ta 1.5 de Memphis, tão deixando a gente sonhar.

  • Will

    Para o bem do basquete e felicidade geral da nação, estou torcendo para que os Rockets e os Warriors se encontrem nas finais do Oeste.
    Pelo potencial de ambos os times e pelo que estão jogando, não tenho dúvidas que seria uma série de nível excelente!

    • Abel

      Concordo! E agora sim com elencos equilibrados, totalmente diferente da final da temporada 14/15. Olha o quanto os Rockets melhoraram de lá pra cá. Saíram Beverley, Brewer, Josh Smith, Terry, Montiejunas, Prigioni. Chegaram CP3, Gordon, JJ, Tucker, Luke, Nenê, Anderson. E Capela deslanchou. O único problema é que GSW também aumentou seu nível de jogo, com a chegada de um tal KD. Enfim, seria realmente de arrepiar. E acho que vai acontecer, pois tá difícil de pensar em uma franquia que vai derrubar uma das duas pelo caminho em 7 jogos…

    • wilker pereira

      rockets ganha no maximo um jogo
      ou sera varrido pode anotar ai ou fazer print se quizer

    • Thiago pereira dos santos

      Tambem espero e acredito nisso. mas pra mim o GSW ira sair vitorioso nesse confronto.

  • Asf 152

    A única jogada pra dois pontos que o OKC faz, são as jogadas com o Adams no garrafão, o resto é tudo rotação pra três pontos, ai fica meio manjado, as rotações do time são muito limitadas, parece que é só o West que dá assistência, ele faz uma jogada individual e depois toca a bola e alguém arremessa, e o Carmelo, os pontos que ele faz ele entrega, ai fica seis por meia dúzia

  • Kidd mito

    Beal carregando o Washington! O pessoal aqui gosta de desmerecer o John Wall, mas ele joga muito! Pra mim ele ainda continua sendo o FP do Wizards!

    Se tivesse na metade da temporada, eu diria que Anthony Davis iria disputar o MVP com Harden e LeBron!

    Enquanto Dwight Howard acordou pra vida, jogando o que se espera dele, Carmelo Anthony deixou o basquete dele no Knicks ainda! É uma pena um cara com um arsenal ofensivo tão grande ter essa decadência e preguiça! Mas ainda acredito que ele acorde nos playoffs!

    Gosto muito do Toronto na época do Bosh e Carter, embora tenham ganhado porra nenhuma kkk mas o que o DeRozan está fazendo é digno de ser o maior Raptor de todos os tempos!

    Chris Paul tá jogando muito, ontem tudo que ele chutava de 3 caía! E podem anotar aí! Final de conferência vai ser Cavs com LeBron no modo BEAST e Philadelphia com Hakeem Embiid dominando o garrafão!

    • Michel Moral

      Não vi ninguém desmerecer Wall, pelo menos ate agora.

      É o meu armador favorito na NBA e não canso de afirmar isso.

      Por outro lado, eu acho que a coexistência Beal / Wall, embora esbanje qualidade, não parece estar sendo tão saudável.

      Wall joga muito quando Beal está machucado e vice-versa. E quando eu falo “joga muito”, é nível top player / briga para MVP. Já quando estão juntos, parece que o rendimento não é tão excelente.

      Claro que, mesmo com as diferenças entre os dois, são caras que elevam o nível e tornam o time um candidato a título de conferência. Mas, dependendo do que for proposto, pode ser uma boa para todos se um deles fosse trocado.

      • Kidd mito

        O que acontece com Wall e Beal é o mesmo que acontece com Davis e Cousins! Os números deles caem e nem sempre se resumem em vitórias pro time! Já quando um se machuca, o outro dá o sangue pra carregar o time!

        A única dupla que tá dando certo ao meu ver, é Chris Paul e Harden! E tá dando certo porque ambos jogam separados em alguma parte do jogo! Um liderando os reservas e o outro liderando os titulares!

        • Alex Alves

          Pensei o mesmo que você, se o Cousins tivesse um contrato longo seria uma trade interessante para ambos um armador para o Pelicans e um pivo para o Wizards rsrsrs

  • Kevin Faria

    É inadmissível um time que tem Westbrook, George, Carmelo e Adams jogue um basquete tão fraco como esse OKC.
    O Oklahoma tem 4 jogadas ofensivas:
    1. Bola pro Westbrook e “foda-se”
    2. Bola pro George e “foda-se”
    3. Bola pro Carmelo e “foda-se”
    4. Bola pro Adams e “foda-se”.

    O time não tem rotação, não tem jogadas trabalhadas, nem pick n roll eles fazem. É tudo na base do individualismo. Lembro que o Heat do big 3 era mais ou menos assim, mas aí você tinha LeBron e Wade, que além de serem praticamente imparáveis no 1 contra 1 naquela época, são jogadores inteligentes e que sabem criar jogadas para seus companheiros. Nenhum jogador do OKC tem esse perfil, o West tem dia de MVP e tem dia de Nezinho…

    Resumindo, essa comissão técnica está de BRINCADEIRA.

    • Vitor Martins

      Acho que a comparação não é boa. Aquele Miami era muito melhor treinado e com conceitos que duram até hoje na NBA. Muita gente reclamava que eles não tinham “pivô”. Coisa que poucos times tem hoje. Eles espaçavam muito bem a quadra. O individualismo deles era mais pra aproveitar o garrafão aberto adversário com a explosão do Wade e do LeBron. Agora o OKC sempre foi “individualista”, sempre jogou assim. O problema é que com o Durant funcionava e na temporada passada o Westbrook (talvez por não ter ninguém pra dividir a bola) tava no modo deus. Acho que o “individualismo” do Miami fazia parte da tática e vinha naturalmente com o transcorrer do jogo, já o do OKC é a base de tudo. Eu adoro o West, é um dos meus jogares favoritos de ver jogar, mas o cara não é muito de “jogada trabalhada”, de certa forma é o individualismo dele que faz o time ganhar (e algumas vezes perder também). Acho ele o jogador mais complexo de se analisar na NBA.

      • Kevin Faria

        Que aquele Miami era mais arrumado isso é fato, até porque não tem como ser mais bagunçado que esse OKC.. E concordo contigo quando você diz que o individualismo do Thunder é a base de tudo, e o problema é justamente esse.

  • Allan Lopes Soledade

    Todo jogo do Miami tem que ter emoção?kkkkk E só teve prorrogação graças ao dwade,mas o Beal estava imparável.Ele é muito subestimado.

    Pelicans x Pacers deve ter sido jogão.Que jogador espetacular é A.Davis.

    OKC pelo jeito sofre do mesmo mal do Cavs.Falta de comando técnico.O time é bom mas na hora de enfrentar as pedreiras não corresponde.

    A rodada até agora tá boa pro Jazz.O problema é que pegaremos o Pacers

    • Guilherme Petros

      Mas tbm, so nao teve OUTRA OT por causa do Wade, que errou aquela ultima bola SOZINHO! hehehe jogaco, com muita emoção.

    • Guilherme

      Beal, CJ e Kemba Walker: O trio que deveria ser muito mais valorizado na NBA.

  • Victor Chittolina

    Pensar que Harden e Westbrook (e Durant) jogaram juntos no OKC. Ia ser uma dupla difícil de bater, mas o Thunder precisaria saber que já começava o jogo com 20 TO’s.

    • Thiago Pinto

      Os mais maldosos dizem que o OKC draftou três MVP´s e ficou com o pior deles…

      • Rafael Victor

        hahahahahahaha!

        Sacanagem!

      • Denyson

        Verdade. Apesar do westbrook ser incrível

  • Danillo Fernandez

    Assistindo os jogos do OKC só chego a seguinte conclusão : Eles já querem enfrentar o GSW na primeira rodada.
    Que pena o D-Wade ter errado aquela bolinha fácil no final, infelizmente a idade chega, até para os mitos.

    • Vitor Martins

      Se eles perderem de propósito pra enfrentar o GSW é capaz de perderem até demais e ficarem fora dos playoffs. Não dá pra brincar no Oeste do jeito que tá não.

  • OKC até que se segurou bem até o intervalo, time espaçando bem a quadra e Westbrook e o banco participando legal do ataque, mas no segundo tempo vimos o Rockets implantar seu jogo de maneira eficiente e com ótima recomposição de defesa o thunder teve dificuldade, principalmente nos momentos das trocas onde o Houston sobrava CP3 e Harden sendo marcados pelo Melo, deu pena de ver o ala sendo facilmente deixado pra trás nessas jogadas, o Donovan deve tentar acertar isso até os playoffs, mas tenho gostado do Huestis que defensivamente até se vira bem deu um belo toco no Harden no ínicio do jogo, mas é vísivel a falta que o Roberson faz…

  • Cedi LeBrOSMAN

    O Rockets finalmente conseguiu dosar seu ritmo de jogo (graças a armação do Chris Paul, e as ISOs do Harden e do próprio CP3.), e tbem melhorou bastante a defesa. Não é uma equipe típica de Mike D’Antoni.
    Houston é o 9º em Defensive Rating (atrás do GSW, por uma pouca margem), é apenas o 11º em Pace (ritmo de jogo), e possui esses dados tendo o melhor Offensive Rating da NBA (GSW é o segundo.).
    A parte defensiva, e saber dosar o ritmo de jogo, é para mim algo q deveria acontecer para eles enfim passarem pelo San Antonio Spurs, e dificultar bastante para o GSW. Diminuir o ritmo de jogo, e apostar em ISOs, são as duas melhores maneiras de atacar o GSW.
    Houston e OKC são os q mais ameaçam o GSW na minha opinião. Mas, o GSW ainda tem mais “poder de fogo” e acho q quando chegar os Playoffs eles irão aumentar o nível de jogo deles.

    • Guilherme Petros

      So vou fazer uma discordância pq o papo eh bom hehehe: acho uma equipe bem a cara do D’Antoni sim. Oq muda eh que o próprio Mike não eh mais o mesmo de 2005, se atualizou, chamou novos membros pro comissão técnica e tal..

      • Cedi LeBrOSMAN

        Sim. Mas ñ é uma equipe quase q totalmente dependente do SSOL (ataque “Seven Seconds or Less”), e horrível na defesa. É o esteriótipo do D’Antoni, era até chacota na liga até pouco tempo, por causa disto.
        Nesta equipe, os arremessos de 3 continuam, a transição forte tbem. Mas não é apenas isso. É uma equipe ainda mais completa. Depois de mt tempo o D’Antoni evoluiu.
        O CP3 veio e soube cadenciar mais esse time, e o D’Antoni contratou um bom assistente defensivo. Este cara pode ser um dos, se não “o”, grande responsável por esta melhora defensiva da equipe, e do Harden.

        • vsr.snake

          Eu tenho algumas ressalvas no seu pensamento. Concordo que essa equipe hoje é mais completa que o Rockets passado, mas não mais completa que Suns, por exemplo, pois ele tinha armas ofensivas diversas, inclusive um jogo de garrafão forte, algo que o Rockets de hoje não tem, até pq de pivô mesmo só tem Capela e Nenê, que tão ali mais pra pegar uns rebotes e proteger o aro. O grande lance desse Rockets é saber criar os chutes mais fáceis pro seus elenco, que é recheado de jogador de perímetro. E quando o aproveitamento está baixo, eles compensam com um volume de jogo alto (nisso os pivôs que eles têm são bem importantes, garantindo chutes de segunda, terceira chance).

          Quanto a defesa, também faço um outra ressalva, e essa é mais genérica mesmo. Hoje se defende bem mal se comparar a outras épocas, então não sei se o Rockets parece uma defesa melhor pq o D’Antoni se atualizou, ou pq overall os outros times pioraram nesse aspecto. Fora que, com CP3, eles adicionaram um dos melhores defensores que tinham por aí, e ele é bem capaz de liderar os jogadores a defenderem melhor dentro de quadra.

          • chateadi

            A evolução defensiva dos rockets nessa temporada em relação a do ano passada é absurda, basta comparar as estatísticas da equipe. Claro que a chegada de tucker, mbah mouteh e paul contribuíram demais com isso, mas tb houve méritos da comissão técnica, que evoluiu bastante no seu esquema tático defensivo. Até o harden tá defendendo razoavelmente bem, apesar de ser ainda bem fraco, mas o aporte dos recén chegados acima alivia suas responsabilidades defensivas, pois esses jogadores cobrem sempre as suas falhas e trocam a marcação de forma extremamente inteligente nas situações necessárias.

        • Guilherme Petros

          Verdade. Qndo juntou D’Antoni e Harden, eu fui um dos que falou “nossa, a defesa vai ser ó…”. Mas, ainda bem, queimei a língua.
          O que eu gosto desse time do Houston é que é uma versão atualizada e melhorada do D’Antoni, mas o jogo dele ainda ta ali: da pra notar o run and gun comendo solto (mesmo que reconfigurado e ate mais cadenciado), chuvarada de bolas de 3, espaçamento veloz e contra-ataque mais veloz ainda.

        • TRUETHIAGO

          Roy Rogers e Jeff Bzdelik.

          O Bzdelik até chegou a treinar o Nuggets no começo dos anos 2000, tem bastante experiência também no basquete universitário (Colorado, Wake Forest) e era justamente assistente do Memphis antes de ir para Houston.

          http://www.espn.com/blog/houston-rockets/post/_/id/2628/a-qa-with-jeff-bzdelik-the-man-in-charge-of-the-rockets-defense

  • Vitor Martins

    Eu vejo Harden, LeBron, Durant e Davis como incontestáveis no NBA 1st team. O Grego tinha boas chances de entrar, mas o Bucks é bastante decepcionante. Até um tempo atrás a última vaga eu vi como do Curry, mas não sei não, jogando o que o Lillard tá jogando o cara tá merecendo muito! Seria muito insano o Blazers pegar mando de quadra!

    • Dudu Ferrero

      o grego anda bem em altos e baixos ultimamente nao é a toa que em novembro ele tinha media de 30 e hj tem 27 pode parecer pouca diferença mas nao é

    • Guilherme Petros

      o time deve ser esse ai q vc falou mesmo, mas acho que com DeRozan na quinta vaga.

      • Vitor Martins

        DeRozan é outro que merece tbm! Só não sei se vão fazer um time sem “armador”. Por isso acho que a briga é entre Curry e Lillard. Mesmo que essas posições não sejam importantes tanto no jogo pra valer (Harden é “armador”) quanto numa premiação.

  • Rodrigo T. Aragão

    Quem acompanha o Pelicans melhor pode explicar se o Cousins atrapalhava o jogo do Davis e vice versa?

    Não deve ser coincidência essa sequência deles justo após a lesão do pivô.

    • Daniel Azevedo

      Eles estavam bem juntos, quem subiu mesmo após a lesão do Cousins foi o Holiday.
      E Davis teve que chamar a responsabilidade, por isso os números absurdos nas últimas semanas, e olhe que ontem ele jogou machucado.

      • Rodrigo T. Aragão

        Mirotic também foi uma boa aquisição. Poderia estar ainda melhor se o Hill não estivesse machucado.

        O bom para os Pelicans é que devem estar convencendo Davis e Cousins (e outros FA) de que lá é um bom lugar para se jogar.

      • Guilherme Petros

        O jogo do Cousins e do Davis não parecia muito entrosado. Dificilmente ambos estavam ao mesmo tempo no garrafão, ou participado da mesma jogada. Acontece que são extremamente talentosos e sabem fazer de tudo. Mas os números enganam e faz parecer que estavam muito azeitados.

        • paulo hamk

          No início era isso mesmo mas no momento da lesão o jogo dos dois estava encaixando, era nítido a evolução de ambos e a subida de patamar do pelicanos

        • Vitor Martins

          Pode até ser, mas ai é um problema filosófico da NBA atual. Será que dois pivôs podem levar um time longe? Davis e Cousins são pra mim os dois melhores pivôs da NBA. E o time em volta deles é bem mediano (pra ser legal). Lillard e McCollum são espetaculares, mas não são os dois melhores armadores da NBA e também tem um time mediano em volta. Quem tu prefere ter no seu time? É bem complexo isso, não sei responder. De qualquer forma, acho que o experimento Davis/Cousins ainda foi muito pouco testado pra fazer esse tipo de avaliação.

          • Guilherme Petros

            Sim, pode ser que venha a funcionar melhor e realmente eh cedo pra bater o martelo de dizer “não funciona”. Mas, ate o momento, era um encaixe meio forcado…

        • Gabriel De Oliveira Meira

          Discordo, acompanho sistematicamente o NOP, com os dois em quadra eles revezavam a presença no garrafão e um deles esperava para 3pts no perímetro, quer melhor estratégia do que esta? Na defesa geralmente Davis ficava no garrafão e Cousins contestando chutes ou acompanhando a infiltração para toco…

          • Guilherme Petros

            Vc tem dois caras que dentro do garrafão são praticamente imarcaveis e não consegue colocar os dois la em NENHUMA JOGADA durante o jogo todo, nem pra pegar rebotes. Defensivamente, nem se fala (mas ai ok que o talento da dupla no ataque não se repete na defesa). Acho que outras estratégias são possíveis sim.
            Ainda concordo que é cedo pra bater o martelo e tals, mas ate aqui,ambos fazem uma função muito parecida o tempo todo e dificilmente ambos estão na mesma jogada (salvo uns passes de um pro outro e olhe la).

    • Guilherme Petros

      Eu nem falo mais nada…

      • Rodrigo T. Aragão

        Pq não?

        • Guilherme Petros

          Pq sempre comentei que ate o momento não via esse encaixe todo no jogo de ambos, e tenho minhas restrições ao Cousins dentro de quadra (mesmo concordando que ele joga muito)

          • Rodrigo T. Aragão

            Entendi

    • Weezy

      Antes da lesão do Cousins o Pelicans estava ganhando várias partidas consecutivas, acho o quê mais influenciou foi a evolução do Holiday e principalmente a do Rondo, ele tem jogado muito bem parece que finalmente está motivado, adicionando isso com a chegada do Mirotic que ajuda bastante e com o Anthony davis recebendo todas as bolas e destruindo a defesa adversária não me surpreende o pelicans receber mando de quadra.

    • paulo hamk

      Não é questão de atrapalhar, mas com os dois em Quadra a uma divisão de volume de jogo, some o antigo desempenho dele com o do cousins e compare com o desempenho do dele atual somado ao novo pivô titular e tire suas conclusões.

    • Vitor Martins

      Não acho que chega nesse ponto de “atrapalhar” não. Mas sem o Cousins o Davis têm mais obrigações nos dois lados da quadra e mais espaço pra render com o garrafão esvaziado. Mas essa linha de raciocínio é um pouco perigosa. “Ah, já que o Davis rende mais sem o Cousins melhor dar um pé na bunda dele”. Não acho que seja por ai. Ninguém sabe exatamente se esse momento do Pellicans é uma fase ou realmente é algo consistente. Se você coloca um jogador espetacular pra jogar com outros não tão espetaculares assim os números dele vão ser fantásticos, tu bota um all-star ao lado dele e é natural que esses números caiam (vide o Westbrook), o que não quer dizer que seu time piora com os dois (mesmo que os resultados do Pellicans sejam melhores agora). É muito mais complexo de se analisar.

    • Marcelo Desoxi

      Não tem “atrapalhar” na história, simplesmente há uma divisão do volume de jogo, normal os números caírem.
      Veja, Durant em Golden State tem números abaixo em pontuação do que tinha em Oklahoma, você diria que o Curry atrapalha o Durant?… impossível.
      Só há uma diminuição no volume de jogo.

      Outros exemplos são os que jogam com o LeBron, Kevin Love, Chris Bosh…

      Ou no Wolves agora após a chegada de reforços, principalmente o Butler, o Wiggins desceu de 23.6 pontos para 17.9 , o Towns caiu de 25.1 pontos pra 20.4.

      O alphadog sempre foi o Davis, mas ele dividindo a bola com o Cousins torna o Pelicans muito mais forte do que se ele tivesse chutando 31 bolas todo jogo,como está agora.

      • Vitor Martins

        Mas tem um porém ai tbm. É preciso avaliar não só o volume, mas o encaixe das peças. Durant encaixa perfeitamente com o estilo do GSW, até mesmo quando ele leva pra individualidade é uma arma que eles precisavam e faltava no Barnes. No caso do Cousins e Davis não dá pra dizer exatamente que “atrapalha”, mas é mais do que uma simples questão de volume. Davis joga de forma diferente. O time se movimenta de forma diferente. Ele tem mais espaço no garrafão.

        • Marcelo Desoxi

          Eu gosto do encaixe dos dois.
          É claro que encaixar perfeitamente é difícil porque são dois jogadores com semelhanças. A presença do Cousins por exemplo, acaba limitando o número de jogadas em que o AD agride o aro, ou joga no post.

      • Rodrigo T. Aragão

        Não falo de números, falo de desempenho mesmo, dos resultados.

        Pelicans com Cousins estava lá no limite da zona de playoffs. Sem ele subiu pra 4º lugar.

        Não estou dizendo que o time melhorou por causa da lesão dele. Mas pode ser que tenha alguma relação não sei.

        • João Víctor Matos

          Nesse oeste uma sequencia de vitorias numa fase mais tranquila do calendario te joga do 10 para o 3 rs

        • Marcelo Desoxi

          Mas aconteceram alguns fatos nesse período que ajudaram a subida do Pelicans (não significa que eles não tem méritos).
          Como a derrocada do Spurs, agora a lesão do Jimmy Brick, a fase conturbada do Oklahoma Virgens Blunder.

          Acho perigoso relacionar a subida na tabela com a ausência do Primão.

          E mesmo em quarto, eles estão apenas 3 vitórias acima do Clippers e Jazz (nono e décimo,respectivamente), que hoje estariam fora dos offs.

        • vsr.snake

          Óbvio que, com a lesão do Cousins, o Davis assumiu um modo MVP e tá deitando os cabelos, mas teve outros aspectos que tem compensado. O Jrue tá com mais volume de jogo e sacramentando (e calando os haters) a excelente temporada que vem fazendo, o Rondo milagrosamente tem tido uma sequência vintage de boas atuações, e de vez em quando alguém do banco resolve jogar, como o Clark. Talvez só o Mirotic precise se encaixar melhor nesse time, até pq ele caiu de paraquedas lá;

        • Michel Moral

          Eu vi vários jogos do Pelicans e, na minha humilde opinião, o ideal seria que eles não jogassem juntos. Tanto que quando Cousins estava em quadra, era ele o candidato a MVP e, agora sem ele, o Davis passou a ser candidato a MVP.

          Claro que para uma franquia como a do Pelicans, melhor ter os dois do que o Ajinca ou o Asik (ÓBVIO).

          Mas eu toparia uma troca, por exemplo, com o Wizards. Trocaria Wall pelo Cousins. Acho que o Davis ganharia muito com isso. E o Wizards também, pois teria Cousins e Beal.

          • Gustavo

            Cousins é Free Agent, não? Teria que ser um S&T.

          • Tiago

            Sim, mas poderia rolar, já que o Wizards não tem espaço no CAP pra assinar com uma estrela.

          • Michel Moral

            Foi o que escrevi: sign and trade…

          • Gustavo

            Nossa não me atentei… foi mal.

          • Michel Moral

            Que é isso, meu caro! Tranquilo!

        • Diego Costa

          Isso aí foi pura coincidência. Aproveitaram as lesões de Wolves e principalmente Spurs. E o DMC se machucou numa vitória contra o melhor time da temporada,só pra lembrar. Dizer que ele não faz falta é loucura.

      • vsr.snake

        Na verdade, o Davis deixava o Cousins ser a primeira opção ofensiva do time, ao ponto de todo mundo considerar o Cousins pra corrida do MVP e não ele. Enquanto isso, ele fazia o trabalho sujo nos dois lados da quadra.

        • Marcelo Desoxi

          Exatamente. Até porque o DMC precisa de mais volume pra pontuar bem, Davis é algo muito natural ofensivamente. Se vier pro jogo pra forçar pontuação, chega perto dos 40 quase toda noite.

    • Gabriel De Oliveira Meira

      Cara, NOP se planejou bem para esta temporada, apesar de análises feitas aqui mesmo no Jumper, quem acompanha a equipe sabe do potencial deles. Veja que após a lesão do DC trouxeram Mirotic (que vem sendo usado como reserva do AD, Emeka Okafor que vem sendo usado na sua posição de origem) lembrando que assim a proteção do aro fica com o Emeka, liberando o AD para pontuar. Ontem por exemplo o Emeka destruiu na parte defensiva, e pegando ritmo vai destruir mais ainda. Rondo é um cara que parece ter se dado bem na equipe, ele sempre está sorrindo e tem metido bolas de 3 nas últimas partidas (deve estar treinando este fundamento). Então, em resumo, a equipe ficou mais certinha sim com a saída do Cousins. Mas dizer que ficou mais forte acho que não é cabível. Outro ponto, de agora em diante NOP terá somente uns 4 a 6 jogos com equipes claramente mais fracas, e uns 15 jogos com pedreiras, a hora da verdade! Mas como disse no início da temporada, NOP viria bem ….

    • Warrg

      Sou torcedor do NOLA, acompanho sempre. Há única diferença é que o Davis passou de 36mpg pra 42mpg, e das 20 22 jogadas de ataque do Cousins por jogo Davis ficou com 8 ou 10 a mais, Davis tinha as mesmas 20 22 jogadas de ataque, agora está com 30, entre arremessos e lances de faltas. O Davis com 30 jogadas é garantia de no minimo 38 40 pontos. A questão é, até onde ele aguenta sem estourar.

  • Marcelo Desoxi

    Davis melhor do mundo .

    Em termos de capacidade individual, meu top PG é assim :
    1- Harden/Curry/Bestbrook 4 – Lillard.
    Obs: Não consigo me definir entre Barba, Stephen e West.

  • Guilherme

    Tirando Rockets e o GSW acho que td pode acontecer na primeira rodada do oeste, parece que teremos os melhores Offs do ultimos tempos.

  • Brockbell

    Ta animado esse bagunça do 3º ao 7º colocado do oeste, todo mundo com 37 – 39 pontos, vai ser um offs bom de se assistir.
    Só acho que Minnesota poderia estar melhor (ainda tem Wiggins, Towns, Teague e Crowford).
    SA todo ferrado, time titular vem passando por lesões e Khawi fora toda temp, acredito que vai ser o primeiro a cair nos offs.
    OCK esperava mais, mas não estão tão ruins, bora ver nos offs. O fantástico é o que Lillard e Davis vem fazendo.

  • Danilo Celtics #Banner18

    se alguem ai ainda duvida dos rockets pelo amor de deus né

    • Rafael Victor

      Futuros campeões do Oeste!

      Time tá imparavel!

      • matheus da silva dos santos

        KKKKKKKKKKK pena que exsite aquele poema né: “no meio do caminho tinha um GSW, Tinha um GSW no meio do caminho”…

        • Thiago pereira dos santos

          kkkkkk,verdade.

  • Daniel Azevedo

    O que Lillard e AD estão jogando na última semana é sacanagem. Harden segue como favorito ao MVP, com Lebron correndo por fora. E se pegarem apenas os números ainda temos Westbrook.

    O 1st team desse ano vai ser tenso pra montar. O meu seria:
    – Westbrook
    – Harden
    – James
    – Antetokounmpo
    – A. Davis

    2nd Team:

    – Lillard
    – Derozan
    – Durant
    – Aldridge
    – Embiid

    3rd Team:

    – Curry
    – Beal
    – Butler
    – Jokic
    – KAT

    • Paulo Henrique

      Westbrook 1st team não dá

      • chateadi

        Concordo

  • Olynyk matou a reação do Heat, simplesmente nos sabotou quando o time conseguiu passar a frente no placar nos minutos finais. Atuação patética do canadense, que não saia de quadra de jeito nenhum. Sabe-se lá o motivo.

    #FreeAdebayo

  • Rafael Victor

    Que ascendência do Blazers e Pelicans, com os principais jogadores de cada time (Lillard e Davis) jogando o fino do fino!

    Se tivesse mais tempo ou essa fase de ambos tivesse vindo antes, a disputa ia tá menos polarizada entre o LeBron e o Harden (10 TOs num jogo, um mais ridiculo que o outro, com certeza que o MVP pra ele não tá garantido porra nenhuma, a disputa ainda tá em aberto)!

  • Franklin Gomes Peixoto

    Pessoal falando dos 10 TO do Harden, mas esquecem do quádruplo-duplo do Lebron kkkkkkk

    • Adson Silva

      O West deve ter uns 10 quádruplo duplo na carreira kkkkkk

  • vsr.snake

    Lebron, Westbrook e Harden vão brigar pra ver quem aposenta com recorde de turn overs (meu palpite é que será o LBJ).

    • Thompson Estrela

      vou de Harden

  • xmaah

    Imagina a dor nas costas que deve estar o Monocelha de carregar esse time. Que HOMEM.

  • Edu Silva

    Esse time do Houston Warriors tá sinistro… Ou seria o Golden State Rockets ? Só bola de 3, de 3, de 3… Fazer o que ? Cada um usa as armas que têm.

    E o OKC com seu basquete NBB merece ficar de fora.

  • Claudio R.

    Tirando o mvp, a briga pelo First team NBA será top… acho que Harden e LeBron já são garantidos, sobra 3 vagas, pra KD, giannis, Derozan, Curry, AD e Westbrook… e ai?

    • Beto cargnin

      O A.Davis acho q tambem ta garantido.
      Meus Deus o cara ta carregando o time pro mando de quadra na ignorancia.

    • Tubenchlak

      G- Harden
      G – Derozan
      F – Lebron
      F – Durant
      C – Davis

    • Gustavo

      Lillard ta nessa conversa aí também hein… Jogando muito mais que Westbrok e Curry nesse momento, por exemplo. Se mantiver essa pegada até o final da regular, é no mínimo 2nd team.

  • Biano
  • André Passamani

    Smart multado pela NBA por falar verdades sobre o Harden , abaixo :

    O armador Marcus Smart, do Boston Celtics foi punido pela National Basketball Association (NBA) na tarde de terça-feira (6), por criticar publicamente os árbitros da liga. O camisa 36 fez os comentários em entrevista ao Boston Globe no último sábado (3), após a derrota celta por 123 a 120 para o Houston Rockets, e terá que pagar uma multa de US$ 15 mil.

    No relato para o Boston Globe, Smart disse que o armador James Harden, do Houston Rockets, tem um estilo de jogo onde procura sempre cavar uma falta, enrolando um braço no marcador, e afirmou que é muito difícil fazer uma marcação mais forte por causa da arbitragem, que marca a infração na maioria dos lances. Contra o Boston Celtics, Harden teve um desempenho sofrível nos arremessos, acertando apenas seis bolas em 18 tentativas, mas teve 13 lances livres para cobrar e atrapalhou os planos do ala-armador celta Jaylen Brown: responsável pela marcação do camisa 13, Brown se pendurou em faltas e atuou por apenas 24 minutos.

    “Quando você enfrenta um cara que recebe esses tipos de marcações da arbitragem, é bem parecido como estar pendurado com problemas de falta. Você tem que jogar corretamente, ser realmente sólido. Você não pode jogar com a defesa que deseja, porque sabe que a arbitragem vai marcar a falta nove vezes em cada 10 oportunidades. Não importa se suas mãos estão para cima ou não, ele ainda recebe essas marcações. Nós vimos isso nesta noite algumas vezes, e nós vimos isso em todos os outros jogos. Ele tem uma maneira de usar suas mãos, nos agarrando, nos puxa para ele, e acabam marcando essas faltas. Ele está fazendo isso por um longo tempo e tem o benefício da dúvida”, disparou Smart.

    Dono da maior média de lances livres cobrados por partida na temporada 2017/2018 da NBA, com 10,1 tentativas por duelo, James Harden já tinha se envolvido em uma polêmica com arbitragem e com Marcus Smart no primeiro jogo entre Celtics e Rockets, disputado no dia 28 de dezembro e vencido pelo Alviverde por 99 a 98. O armador da franquia texana teve 15 lances livres para cobrar em Boston, mas fez duas faltas em Smart nos segundos finais da partida e facilitou a vitória dos donos da casa. Na ocasião, Harden criticou a marcação das faltas sobre o camisa 36 celta e a presença de apenas dois árbitros no jogo, já que um deles se machucou no aquecimento, mas não foi punido pela NBA.

    “Antes de mais nada, eu quero saber como só tem dois árbitros em um jogo com transmissão nacional pela televisão? Essa é a primeira questão. Muitos agarrões, muita espera. Quero dizer, de que outra maneira eu deveria me livrar? O cara (Smart) estava com os dois braços enrolados em todo o meu corpo. É difícil. Há um monte de faltas que precisam ser marcadas, porque isso muda a dinâmica do jogo”, criticou o jogador do Rockets.

    • Beto cargnin

      Quando o Lebron reclamou da arbitragem os caras ficaram bem pianinho,agora qndo eh o Smart eles catam uns 15mil Trumps. Eu acho que os principais jogadores deveriam falar mais sobre a arbitragem pq soh assim tera um impacto de verdade. Pq sinceramente essas reclamaçoes de um ou outro, os caras multam e o jogador ainda fica cm fama de chorao.

      • Vinícius Maia

        Pois é. Eu acho que já passou da hora da associação de jogadores pressionar a NBA quanto a isso.

        • Adson Silva

          O presidente da associação e o parceiro de time do Harden KKK, espera até o Cris sair do Huston.

    • Marcelo Desoxi

      Logo o flooper do Smart dizendo isso.
      Moral nenhuma pra falar

      • TRUETHIAGO

        Fonte: Celtics Brasil (aposto)

      • Chimbinha ” o banido”

        Mas ele só disse verdades

    • Kevin Faria

      Independentemente de concordar com o Smart ou não, aplicar essa multa na minha visão é errado. O cara não pode mais opinar?

      Existe algum tipo de contrato com a NBA em que os jogadores não podem se expressar livremente sobre assuntos relacionados à própria liga?

    • Gustavo

      A verdade é que os caras só conseguem parar o Barba com faltas.

      • Beto cargnin

        Pode ser que sim.
        Mais que realmente ele sai enroscando o braço e gritando eh verdade. As vezes parece q arrancaram algum membro dele.
        Hahahha exagerei um pokinho.

    • Eduardo Rebelatto

      Justo o smart pra.falar? Kkkkkk

    • Diego Costa

      Tem que chamar o ginobilli pra ele.

  • Paulo Henrique

    Fato Interessante: Os 4 primeiros do Oeste estão numa sequencia de 39 FUCKING VITÓRIAS SEGUIDAS. Selvagem demais esse oeste

    • Thompson Estrela

      tem q respeitar o Oeste

    • Dream Shake

      E eles diziam que o Oeste não era tão selvagem assim no inicio da temporada kkkkkk

      • Paulo Henrique

        O Leste até que não está tão ruim como parecia no começo da temporada, provável que os 8 primeiros tenham campanhas acima de 50% mas o Oeste tá num nível muito acima ainda

  • TRUETHIAGO

    Vitória importante, e com direito ao Embiid jogando mal durante a maior parte do jogo. Como brinquei no post da rodada, parecia que ele tinha tomado aquele cházinho da Ayahuasca (antes do jogo contra os Bucks, estava comendo hamburguer), teve uns lances bizarros, caindo sozinho. Até os minutos finais do 3Q ele de fato tinha somado menos pontos + rebotes que o Amir Johnson!!!
    No último quarto o efeito deve ter passado, rs, aí sim ele contribuiu e ajudou a fechar a partida, pulando de míseros 6 pts (2-8 FG) para 18 (8-16).

    Enfim, por mais que ele seja o melhor jogador do time, é fundamental que não exista uma dependência total dele, precisam saber jogar quando ele não estiver nas suas melhores noites e acionar os demais jogadores. E nisso que o Simmons vem mostrando uma maturidade impressionante, outra atuação excepcional na condução do time, distribuindo excelentes passes para todos. A visão de quadra e frieza que demonstra é acima da média, são verdadeiras assistências que ele dá. Inclusive saiu um artigo no Hoopshype esses dias destacando como o aproveitamento dos companheiros (Saric, Covington, Redick) é maior quando ele está “assistindo” em comparação aos outros jogadores da equipe. Além da dinâmica que ele traz para a quadra. distância percorrida e tal, que também é um dos principais nesse quesito da temporada. Resumindo: o motorzinho mesmo, que dita o ritmo.

    http://hoopshype.com/2018/03/03/philadelphia-76ers-ben-simmons-passes-assists-league-leader/

  • Rodrigo SMC

    Seria legal um final Houston x Toronto, só pra mudar um pouco as coisas.