Rudy Gobert faz enorme doação para causas ligadas ao avanço do coronavírus

A contaminação pelo coronavírus parece ter realmente causado grande impacto e mudado a visão de Rudy Gobert. O Utah Jazz confirmou que o pivô fará uma doação de cerca de US$500 mil para várias causas ligadas à doença e seus desdobramentos: apoio a funcionários do ginásio da equipe (US$200 mil), amparo de famílias afetadas pela pandemia em Utah e seu país natal, a França (US$200 mil) e pesquisas de institutos franceses para buscar uma cura (US$110 mil). 

“Eu sei que há inúmeras formas pelas quais as pessoas podem ser afetadas pela COVID-19 e essas doações são apenas uma pequena ação que reflete o meu apreço e suporte a todos os que passam por dificuldades no momento. Trata-se ainda de um dos vários passos que darei para fazer uma diferença positiva, enquanto continuo a aprender e educar outros sobre os perigos dessa doença”, declarou o jogador de 27 anos, por meio de comunicado oficial. 

Gobert tornou-se símbolo da chegada do coronavírus na NBA não só por ter sido o primeiro caso confirmado entre atletas da liga, mas por ter tido um comportamento infantil diante da ameaça da doença e “debochar” de medidas para evitar o contágio. Sua conduta irresponsável foi a provável causa da contaminação de colega de time Donovan Mitchell e do adversário Christian Wood. Pelos atos nas últimas semanas, o pivô já pediu desculpas públicas para toda a comunidade da NBA.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.