Rumornelli: desdobramentos da Loteria do Draft

Por Ricardo Romanelli

Com a Loteria do Draft resolvida, a temporada de rumores volta com tudo, e com isso também nossa coluna. O novo sistema de loteria não decepcionou, e tivemos uma boa cota de zebras. O grande vencedor é, obviamente, o New Orleans Pelicans. Não apenas a franquia obteve a primeira escolha mais cobiçada dos últimos anos, como também ficou na melhor posição possível em relação a Anthony Davis, astro do time que vem pedindo para ser trocado desde fevereiro.

Muito se especulava que quem acabasse com a primeira escolha teria um dos melhores pacotes possíveis pelo atleta, e o New York Knicks encabeçaria essa lista, num esforço de integrar AD ao pacote de recrutamento de Kevin Durant na offseason. Para alegria do Pelicans, este pacote “irresistível” não existe mais, e a franquia agora deve receber uma combinação ainda melhor de jovens ativos pelo astro.

Com poucas chances de Top 4, o Los Angeles Lakers obteve a quarta escolha do recrutamento, e o GM Rob Pelinka já disse que vai explorar cenários de troca. A franquia tem LeBron James aos 34 anos de idade e está altamente pressionada por não ter se classificado aos playoffs nesta temporada. Com jovens jogadores, espaço na folha salarial e uma escolha Top 4, o Lakers está em excelente posição para adquirir parceiros qualificados para LeBron, e Anthony Davis deve ser o principal alvo. Na trade deadline, os pacotes do Lakers incluíam combinações de nomes como Lonzo Ball, Brandon Ingram, Kyle Kuzma e Ivica Zubac, além de escolhas de Draft. De lá pra cá, Zubac foi trocado, mas a escolha do Draft deste ano valorizou bastante e Ingram teve uma excelente fase antes de ser forçado a não jogar mais na temporada, por um problema de coágulos sanguíneos no ombro que já foi resolvido. A grande dúvida dos torcedores do Lakers, entretanto, é sobre a capacidade de sua diretoria em extrair a maior vantagem possível deste cenário. Com muitas decisões questionáveis em sequência, Jeannie Buss e Rob Pelinka precisam de um nocaute para recuperar a moral.

Outro grande vencedor da loteria é o Memphis Grizzlies. Em pleno processo de reconstrução após trocar Marc Gasol, a franquia foi agraciada com a segunda escolha do Draft, onde a maioria dos analistas acredita que deve ser selecionado o armador Ja Morant. Este fato aumenta as expectativas sobre uma troca de Mike Conley Jr, que o Grizzlies já tentou negociar na deadline. Na época, Conley atraiu interesse de Utah Jazz, Indiana Pacers e Toronto Raptors. Estes times devem continuar interessados, além de outros que terão espaço para absorver o salário de mais de US$ 30 milhões anuais do armador. Por outro lado, se o Grizzlies vai draftar Morant, não seria Conley o modelo de profissional perfeito para ser mentor do jovem talento durante seu início de carreira? Esta possibilidade também deve intrigar a direção da franquia, então é uma boa situação pra acompanhar de perto.

Alguns perdedores mais evidentes são Phoenix Suns, que estava de olho em Morant e acabou apenas na sexta posição. A equipe há muito tempo quer um armador, e vai ser interessante observar se decidem ficar com a escolha ou trocá-la. Outro time que saiu “derrotado” pelas probabilidades foi o Chicago Bulls. Com uma das piores campanhas da liga, a franquia projetava no mínimo uma escolha Top 3, que pretendia envolver em uma proposta ao Lakers pelo armador Lonzo Ball. Com apenas a sétima escolha, o Bulls viu sua seleção perder força e valor, mesmo caso do Cleveland Cavaliers que teve a segunda pior campanha e terminou com a quinta escolha.

Outro time que viu sua aposta dar errado foi o Dallas Mavericks. Na troca do Draft passado, onde recebeu Luka Doncic do Atlanta Hawks por Trae Young, o Mavs enviou uma escolha de Draft com proteção Top 5. A escolha acabou na décima posição e, com isso, fica com o Hawks, que é mais um vencedor da noite. Com a oitava e a décima escolhas do recrutamento, Atlanta está em posição muito interessante para trocas.

O maior derrotado da loteria foi, talvez, o Boston Celtics. A franquia viu Lakers e Knicks, principais rivais na corrida por Anthony Davis, ficarem com escolhas Top 4 enquanto que, de todas as escolhas que poderia ter, acabou apenas com a última da loteria, na posição 14 (via Sacramento Kings). A escolha do Grizzlies, que dependendo da combinação poderia ser de Boston, passou longe de ficar com a equipe Celta. Pra piorar, Jayson Tatum, visto como peça mais importante de um pacote do Celtics, fez temporada e playoffs abaixo do esperado e parece ter sofrido desvalorização no mercado. Some-se a isso a indefinição da situação de Kyrie Irving e temos o pano de fundo para uma offseason bastante nervosa nos quartéis do time que no começo da temporada parecia destinado a ser a próxima força dominante da NBA.