Rumornelli: Hawks, Pistons, Knicks e Warriors tomando decisões

Hawks mudando de alvo?

Apesar de muita especulação, a situação de Andre Drummond parece longe de ser resolvida. Segundo Kevin O’Connor (The Ringer), o Atlanta Hawks teria perdido um pouco o interesse em trocar pelo atleta quando teria sido informado por pessoas ligadas ao pivô que ele espera um contrato acima de US$20 milhões anuais para renovar com o time na offseason, caso seja trocado para lá. Com isso, a franquia teria renovado o interesse em Steven Adams, que ganha acima deste valor no ano que vem, mas com apenas um ano de contrato e expectativas menores para renovação.

Já o Pistons não tem conseguido ofertas concretas pelos serviços de Drummond. As anunciadas conversas com o Knicks teriam partido do Pistons, segundo Vince Ellis (Detroit Free Press), e a franquia de NY não teria gostado da pedida envolvendo Julius Randle e Frank Ntilikina.

Apesar de tudo isso, nas poucas declarações que deu, Drummond tem tido que sua preferência seria permanecer em Detroit. Aos 26 anos, ele é jovem suficiente para participar de um processo de reconstrução com o Pistons, mas é difícil imaginar que o time consiga construir um elenco competitivo se ele continuar ocupando tanto espaço na folha salarial, então a renovação precisaria acontecer em outros termos.

Pistons em liquidação

Apesar deste impasse, o Pistons segue conversando com outras franquias sobre praticamente todos os jogadores do elenco. Derrick Rose, Langston Galloway e Luke Kennard são os que recebem mais interesse de contenders que necessitam de criadores de jogadas e arremessadores, e podem ser trocados até a Trade Deadline em 6 de fevereiro.

Knicks fora da realidade? Talvez não

E falando em Knicks, com Marcus Morris disponível no mercado de trocas, o time de NY estaria interessado em adquirir um jogador com “nível de estrela” para abrir mão dele, de acordo com Marc Berman (NY Post). A estratégia pode parecer loucura, já que nenhum time trocaria um astro por Morris, que vai ser agente livre em poucos meses.

Apesar disso, pode haver algum sentido nos planos do Knicks. A franquia pretende ter espaço na folha salarial para competir no mercado de contratações tanto em 2020 quanto em 2021, e adicionar salários ao atual plantel realmente não pareceria a estratégia mais inteligente se o objetivo é esse. Sendo assim, é melhor mesmo ficar com Morris, que tem sido disparado o melhor jogador da franquia nesta temporada. O atleta também tem dito que gosta muito do time e de seu papel na organização, e que quer jogar ali por mais tempo. Talvez este casamento não seja tão breve quanto se esperava quando ele assinou um contrato de apenas uma temporada na última offseason.

D’Angelo fica no Warriors (por enquanto)

Ao que tudo indica, o Golden State Warriors não vai trocar D’Angelo Russell durante esta temporada. O time teria tido conversas exploratórias de um negócio envolvendo Russell e Aaron Gordon, do Orlando Magic, e teria dito não, de acordo com Sam Amick (The Athletic). Com a incerteza sobre os retornos de Steph Curry e Klay Thompson nesta temporada, o Warriors estaria disposto a aguardar a offseason para explorar o mercado de trocas para Russell, que foi All-Star na temporada passada e tem apenas 23 anos, sendo uma peça de valor elevado no mercado de transações.

O Warriors precisa, ainda, baixar um pouco a folha salarial para cumprir com os requisitos do Hard Cap imposto à franquia por ter executado uma Signand Trade para adquirir Russell. Para este fim, Alec Burks e Glenn Robinson III estariam disponíveis no mercado, e o Philadelphia 76ers seria um dos times interessados em ambos os atletas.