Rumornelli – Semana 15

Desmanche em Memphis?

Há muito tempo que se especula uma reconstrução do Memphis Grizzlies, time que em temporadas recentes alcançou sucesso ao jogar na contramão das tendências da NBA, com elencos muito focados em defesa, ataque lento e jogo no garrafão. Marc Gasol e Mike Conley Jr são as últimas peças remanescentes dos principais jogadores daqueles grandes times, que também incluíam Zach Randolph e Tony Allen, entre outros.

Após um começo de temporada surpreendente, em que chegou a liderar o Oeste, o Grizzlies caiu bastante de produção e agora amarga uma sequencia de apenas uma vitória nas últimas dez partidas, ocupando a penúltima colocação na conferência. Tudo isso reavivou as conversas sobre um momento de rejuvenescimento do time, que já conta com o calouro Jaren Jackson Jr como um dos pilares para seu futuro. Neste diapasão, portanto, trocar Gasol, Conley, ou até mesmo os dois poderia ser uma solução interessante para adicionar jovens ativos.

Gasol, que completa 34 anos na semana que vem, possui mais uma temporada de contrato além dessa (player option), com salários na casa de US$ 25 milhões anuais. Já Conley, quase três anos mais novo, tem contrato até 2021, com vencimentos que chegarão a US$ 34 milhões na última temporada de seu vínculo.

Ambos tiveram reunião com Robert Pera, dono da franquia, nos últimos dias, segundo informação de Shams Charania (The Athletic). Na pauta, o futuro do time, mas sem detalhes sobre qual direção foi debatida com os atletas. Ambos são os maiores jogadores da história da franquia, sempre tiveram excelente relação com a direção do Grizzlies e são figuras certas no rol de camisas aposentadas do FedEx Forum quando se aposentarem, então é de se imaginar que qualquer movimento de reconstrução teria o conhecimento de ambos e que as opções lhes fossem apresentadas para tentar encontrar uma boa situação em caso de troca.

É difícil, entretanto, enxergar com clareza quais franquias estariam dispostas a arriscar uma troca por eles neste momento. Os contratos não são os mais animadores num cenário onde diversos times se preparam para a próxima offseason, onde vários bons jogadores estarão disponíveis e haverá aumento do teto salarial da NBA. É inegável, entretanto, que se tratam de dois atletas do mais alto nível e com valiosa experiência de Playoffs e espírito de equipe. Num cenário de absurdo equilíbrio no Oeste, algum time pode ficar intrigado o suficiente para arriscar a aquisição de um deles como potencial fiel da balança nos Playoffs da conferência. Conforme o prazo final para trocas se aproxima, vale monitorar a situação em Memphis.

Carmelo Anthony: novo capítulo está próximo

Com o Houston Rockets gerando tantas notícias entre a série histórica de James Harden, a lesão de Clint Capela e a subida do time na tabela, o ala Carmelo Anthony, afastado desde os primeiros jogos da temporada, caiu no esquecimento. O Rockets segue tentando, sem sucesso, encontrar um time disposto a trocar por ele. Caso isso não ocorra, ele deve ser dispensado e estará livre para assinar com uma nova equipe.

Sem interessados concretos, tudo que envolve Carmelo está no campo da especulação. Diante de tantas lesões no elenco, não seria espantoso se o Los Angeles Lakers decidisse apostar no atleta. Com um padrinho muito forte fazendo campanha aberta por sua contratação (LeBron James), o Lakers poderia ficar curioso o suficiente com a possibilidade de James conseguir extrair o melhor de Carmelo, e apostar no veterano pontuador para ter mais consistência nos Playoffs. Com um elenco jovem e inexperiente, somado a um sistema ofensivo pouco desenvolvido pelo treinador Luke Walton, o Lakers precisa de opções de pontuação que consigam ultrapassar estas barreiras, mesmo que seja um jogador que na atualidade está em baixa, como Carmelo.

O Rockets precisa de uma vaga no elenco para contratar Kenneth Faried, que acertou sua rescisão com o Brooklyn Nets e já está apalavrado com o time de Houston. Por isso, acelerou sua busca por um novo time para Carmelo Anthony, para não precisar dispensar um jogador para abrir espaço para Faried. Apesar disso, com a lesão de Capela, o time precisa de Faried urgentemente, então não tem muita margem para esperar uma negociação por Anthony se concretizar.

Outros times apontados como destinos para ele não têm confirmado interesse, mas o Charlotte Hornets de Michael Jordan, dono da Jordan Brand, patrocinadora de Carmelo, além do Philadelphia 76ers, que precisa de alas no elenco são os destinos mais especulados além do Lakers.

Por Ricardo Romanelli